Entrevista de Marco Aurélio “queimou de vez” as chances de Alexandre de Moraes no Supremo

Jornal GGN – A jornalista Helena Chagas, de Os Divergentes, informou em artigo publicado na noite de sexta (20) que os políticos de Brasília entenderam o sarcasmo contido na entrevista de Marco Aurélio Mello ao Estadão, na qual o ministro diz que Alexandre de Moraes tem “bagagem” suficiente para ser alçado a este Supremo Tribunal Federal. Segundo Helena, o que Marco Aurélio fez foi queimar de vez as chances de Moraes de ocupar o posto deixado por Teori Zavascki.

Igualmente remota é a possibilidade da chefe da Advocacia Geral da União ou Sergio Moro serem alçados ao Supremo. 

Helena Chagas informou que, no momento, os principais cotados no entorno de Michel Temer são Bruno Dantas, Ives Gandra Filho, Luiz Antônio Marrey e Antonio Mariz.

Por Helena Chagas

Em Os Divergentes

Temer busca saída “técnico-pessoal” para o Supremo

Brasília não respeita lutos, e a disputa em torno da sucessão de Teori Zavascki já corre solta por aqui. Boa parte do establishment político já está convencida de que o nome a ser indicado por Michel Temer não ocupará a função de relator da Lava Jato, por diversas razões, a começar pelo tempo que levará a sabatina e aprovação do Senado. Interlocutores de Temer concordam também que tanto o presidente quanto o sujeito que for indicado ficarão extremamente expostos na indicação de um relator, o que não é bom para ninguém.

Mas, ainda que a ministra Cármen Lúcia venha a determinar a redistribuição do processo da Lava Jato para um dos atuais ministros, a indicação para a vaga de Teori será um voto fundamental para os rumos dessa e de outras ações, podendo inclusive mudar a maioria em diversos casos. Por isso, o Planalto acha que não pode errar.

Leia também:  STF define regras para compartilhamento de dados entre órgãos de controle e Ministério Público

E o que é errar? É, nessa definição política peculiar, ter o tipo de experiência que o PT de Lula e de Dilma teve com seus nomeados Joaquim Barbosa e Luiz Fux no STF, por exemplo.

Nessa linha, começou a pressão a favor de nomes saídos do governo, como os ministros Alexandre Moraes é Grace Mendonça, possibilidades para lá de remotas. Aliás, a defesa que o ministro Marco Aurelio Mello fez hoje do nome de Moraes foi interpretada por aqui como uma maneira de queimá-lo de vez.

Nas últimas horas, apareceu também o nome do ministro do TCU Bruno Dantas  como alternativa. Ligadíssimo a Renan, contentaria o PMDB e os políticos acusados, mas seria uma fonte de desgaste para Temer junto aos demais ministros do STF e ao Ministério Público.

A alternativa Sérgio Moro, lançada nas redes, não está sendo levada a sério pelo Planalto e pelos políticos. Além de subverter a hierarquia do Judiciário – é um juiz de primeira instância – seria, para o governo e seus aliados, um tiro no pé. Saindo Moro de Curitiba, ficariam livres dele o ex-presidente Lula, Eduardo Cunha e todos os outros petistas processados e presos lá, como Antônio Palocci, José Dirceu e João Vaccari. É tudo o que o PT quer. Ao mesmo tempo, ele ficaria impedido de tratar o assunto no STF.

A escolha, portanto, não é tão fácil assim, e por isso as apostas são de que  Temer vai optar por uma saída “técnico-pessoal”, o que não será difícil para um constitucionalista: indicar um jurista reconhecido, mas de sua confiança e afinidade política, que naturalmente terá inclinação a votar com o governo e seus aliados.

Leia também:  Sobre refúgio, pátria e liberdade, por Rosana de Souza Coelho

Por aí, crescem os nomes do ministro Ives Gandra Filho, presidente do TST, do ex-procurador de SP Luiz Antônio Marrey, e do advogado Antônio Claudio Mariz.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

24 comentários

  1. Constituição

    Neste pais onde a constituição é letra morta, não é respeitada nem para preservar o mandato de uma presidenta da Republica e seus partidários comporão a mesa golpista da Câmara e do Senado, melhor carnavalizar de vez:

    Proponho ao STF o nome do egrégio Professor Hariovaldo Almeida Prado, notório combatente ao komunismo ateu e na defesa intransigente da famiglia cristã.

    • Muito bem lembrado

      É um nome de muito respeito e sobre o qual não pairam dúvidas ou questões morais de nenhuma espécie.

      Além disso, como devoto de S. Serapião que é, o magnífico professor certamente contará com a iluminação divina em mais este nobre sacrifício que a vida com chagas lhe impõe.

      Tenho a certeza que por todo o seu passado de luta, o nome do egrégio professor será muito bem recebido pelos demais membros desta nobre corte que sempre tem honrado o Brasil.

      Anauê!

      • Outros possíveis nomes

        Caso o Professor Hariovaldo de Almeida Prado, diante de seus enormes compromissos em sua diária luta contra o comunismo, não possa aceitar mais este desafio, sugiro o nome de outro professor que possui as mesmas qualidades.

        Sugiro o nome de FHC. Também reconhecido professor de escol tal como o Professor Hari.

        Finalmente, caso nenhum desses nomes possa aceitar este sacrifícios, gostaria de lembrar que o cargo de Ministro de nossa Suprema Corte, é um cargo que deve representar bem a todos os brasileiros.

        Sendo assim, sugeriria que O Globo e a Rede Globo, que sempre souberam interpretar a vontado do povo brasileiro, elaborassem uma lista tríplice a ser apresentada ao Presidente da República.

        Sendo proveniente do Globo e da Rede Globo, qualquer indicado nesta lista tríplice ficaria dispensado de ter seu nome submetido à aprovação pelo Senado.

  2. Quem com ferro fere com ferro

    Quem com ferro fere com ferro será ferido. Moro criou as próprias amarras que o impedem de ocupar a vaga.

  3. Qualquer rato tem bagagem para alçar ao $TF

    Qualquer rato, ainda que tenha vivido eternamente nas trevas dos esgotos, tem notório saber jurídico e reputação ilibada. O Sérgio Moro livrou o Temer de uma saia justa, ao indeferir mais da metade das perguntas comprometedoras do Cunha ao Temer, estando esse na condição de testemunha de defesa do Cunha. Um mamão lava o outro. É fácil esse rato antipetista ser indicado. O Ives Gandra Filho, pela sua militancia em favor dos patrões, é também uma alternativa vivável em tempos de flexibilização da CLT, de terceirização universal  e de desemprego em massa. Rato é o que não falta. É muito rato prá uma única vaga e muito cacique prá pouco indio.

    Pergunta ao Moraes se ele sabe o que é constituto possessório. Acho que ele sequer sabe a diferença entre precatório e precatória, entre mandado e mandato. A gente conhece cara de pinto que se lambuza num banquete de bosta.

  4. Como estamos em uma depressão

    Como estamos em uma depressão na economia, tendo em vista as empresas privadas estarem demitindo rasgado, que tal tratar o stf como uma empresa privada? Proponho que a vaga do Ministro não seja mais ocupada, seja extinta. E como o stf tem de ter um número ímpar de ministros, aproveitando a ocasião, demite um. Sugestão: Gilmar D’antas.

  5. Será que isto é um artigo jornalístico???

    Curiosa esta matéria de Helena Chagas. Na declaração sobre Teori, estavam todos os interessados. Alexandre Moraes a mocinha a Grace Mendonça, e Serra ( que ninguem notou, mas fica a pergunta. O que é que o Ministro das Relaçoes Exteriores estava fazendo ali?) E havia claro, o maior interessado Temer. ( Eu me pergunto se, na atual circunstância, ele não gostaria de indicar a si mesmo?).  

     Helena Chagas, faz uma reportagem cheia de entrelinhas. Ajuda a queimar Alexandre Moraes a Grace Mendonça,e os descarta para fazer a apologia do filho de Yves Gandra, que pela própria matéria tem como mérito , exatamente ser filho de Yves Gandra. Um notável que sempre aparece para dar pareceres a favor de amigos e aliados. (diga-se PSDB e parte do PMDB). Figura notória, e so não é controvertida porque a mídia faz questão de incensá-lo. Mas confesso, jamais o vi fazendo uma análise critica ou com neutralidade, todos os seus pareceres parecem encomendados. Usa um prestígio também criado para legitimar o ilegitimável. Quem não lembra de Gandra defendendo a legalidade do impeachment, entre tantas outras,  Este senhor já legitimou muitas ilegalidades. Em outras palavras, ou é incompetente ou mal intencionado.  Sempre me parece uma personagem similar aos convidados de Willian Waack. E vejam que Waack, é tão intelectualizado que sempre chama  entre seus convidados “intelectuais”  de notório saber como o grande historiador Villa ( argh!!!!!!!!). ou ainda outras mistificações como Lamounier, etc…..

    Gandra obviamente pertence  a uma  estirpe distinta de Villa mas similar, bem formado inteligente, mas acima de tudo um orgânico que já veio a publico sempre defender interesses sempre bem marcados. Agora Helena Chagas me aparece insinuando a grande capacidade do filho de Gandra. De fato, supondo que Gandra  seja tudo isto que dizem, o mistério maior é como passou geneticamente tudo isto para o seu filho. Mas a resposta do mistério talvez seja mais comezinha, as heranças de família continuam vicejando em nosso país.

    E este jornalismo de compadrio, ousa ainda dizer que Moro no supremo favoreceria o PT, e que o mesmo presidente que escoheu estes Ministros que estão aí, vai fazer uma escolha “tecno-pessoal”. Cada vez mais  eu  me lembro da opinião de Mino Carta sobre Helena Chagas

     

  6. Torço pelo Ives. Sai da

    Torço pelo Ives. Sai da presidência do TST, libera a vaga para alguém ligado ao trabalhismo, Temer indica um ministro à sua altura e alinhado à sua ideologia para marcar a história de seu governo nos livros didáticos, e ele fica diluído no STF, tendo a Weber como alguém da carreira e do ramo para fazer contraponto. Não virá nada melhor que isso nessa conjuntura.

  7. …”Alexandre de Moraes tem

    …”Alexandre de Moraes tem “bagagem” suficiente para ser alçado a este Supremo Tribunal Federal.”…

     

    Estou ainda sob a égide da dúvida. Ao abrigo de meu refúgio, estou a gargalhar com a cacetada sarcástica com a qual, o Marco Aurélio alvejou os cucurutos desses inúteis que desmoralizam o stf. Tornando-o a porcaria que nem a letra maiúscula cabe na sigla. Quanto à bagagem de merda que o skinread, parceiro do traira miShell carrega, pouco me serve aos bofes. Nunca labutei nas imediações de escrementos. Nem amigo Proctologista tenho. Inclusive. Mesmo quando vou à roça, evito mexer com esterco. Tenho urticária.

    Outra coisa que me despertou curiosidade, Ainda tem quem acredita nessa quadrilha que se instalou no governo? Como alguém, não sendo da laia do bando, nem um tremendo fdp oportunista, aceitaria ser indicado por estes trastes corruptos?

    Orlando

     

  8. E… porque não

    o bravo guerreiro, ex ministro da Justiça da presidente Dilma  ? José Eduardo Cardoso tem bem o perfil que o Temer precisa: Não causa confusão, sempre quietinho no seu canto e não f… e nem ch…. É inodoro, como a água , se dá mt bem com tucanos e não sabe defender os petistas.

    • Olá, Lenita

      Só para lembrar que o Josè Eduardo Cardoso foi considerado, quando na AGU, um defensor excepcional da Presidenta Dilma durante o processo de impeachment.

      Lembro de te-lo visto ser bastante elogiado aqui.

      Não o defendo integralmente, mas também não quero jogar pedras.

      • Como ministro da Justiça ele
        Como ministro da Justiça ele foi uma lástima. Nunca pôs freio nas arbitrariedades da polícia federal.

  9. No país do golpe, tudo é

    No país do golpe, tudo é possível. Marco Aurélio foi rápido e já queimou o Moraes, com um espírito de esperteza que falta à esquerda (esta sempre certinha e cheia da razão). Não consigo ficar surpreso se imagino Sergio Moro sendo alçado ao STF. Também consigo imaginar José Eduardo Cardoso indo à vaga, e este inclusive respondendo “republicanamente” dizendo que vai dar o seu melhor, etc. No país do golpe, o absurdo vira o normal, sem problema algum.

  10. Competência para pular Containers

    O advogado do FDN é muito mais competente do que o causídico do PCC. Mas, o advogado da Tucanalha é o preferido dos mamíferos da calota polar, além de ter o apoio da bancada da bola, dos 60 vendedores da Pátria e dos proprietários de metade do PIB brasileiro dos Patos Amarelos. Já o companheiro de jornada de Fleury, do Ustra e do Coronel Erasmo é mais liso do que mussum ensebado.

  11. E se o indicado for fundamentalista cristão?

    Não duvido que a bancada evangélica aproveite a brecha para pressionar esse governo fraco pela escolha de algum jurista fundamentalista cristão para o posto de ministro. Ainda mais depois da chiadeira conservadora sobre deciões progressitas tomadas judiciário. A maior ambição da bancada evangélica é uma reforma proselitista do Estado, E ter um ministro do STF seria uma chance de ouro. E bancada evngélica tem hoje peso muito relevante para levar a diante tal projeto, mas resta saber se a bancada dispõe de um nome com a erudição que o cargo exige.

  12. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome