Meirelles era o presidente do JBS e não sabia de nada? Por Mauro Lopes


Foto: EBC
 
Por Mauro Lopes
 
Henrique Meirelles, a grande unanimidade das elites do país, que insistem em colocá-lo acima de qualquer suspeita, tem um “detalhe” em sua biografia que a imprensa golpista deixou passar: ele era o presidente do grupo durante os anos em que o JBS repassou ao redor de meio bilhão de reais aos políticos, com carta branca dos donos. Uma de suas responsabilidades era exatamente o contato com o mundo político. Não é incrível? E não sabia de nada? Não viu nada? Não “trocava figurinhas” com o agora megadelator e seu ex-patrão Joesley Batista?
 
Se sabia, é inexplicável que não tenha ainda entrado na dança. Se sabia e atuou em parceria com Joesley, mais grave ainda.  Se não sabia, bem… se Meirelles foi o presidente do grupo entre 2012 e 2016 e não soube que saíram R$ 500 milhões do caixa das empresas, nas mãos de quem está a economia do país?
 
O ministro e sua equipe divulgaram uma informação mentirosa ao Brasil quando a questão de sua ligação com a JBS incomodou: numa nota oficial do Ministério da Fazenda à imprensa em setembro de 2016 afirmou-se que Meirelles “se limitava a prestar consultoria” ao grupo. A imprensa golpista, agora engalfinhada em torno da permanência ou não de Temer, engoliu a história e o cargo fictício criado para Meirelles, que seria presidente de um tal Conselho Consultivo, que não existe, com o claro objetivo de reduzir a responsabilidade do ministro –leia aqui uma reportagem sobre a nota do Ministério e a invenção do “Conselho Consultivo”.
 
Meirelles nunca foi presidente deste “Conselho Consultivo” inexistente, e sim presidente do Conselho de Administração do grupo JBS entre 2012 e até sua entrada no governo Temer em 2016. Tinha poderes amplos no grupo. A reportagem da revista Exame que anunciou a contratação de Meirelles, em 2012, quase um press release do grupo, tinha um título significativo: “O preço de Meirelles para o JBS” –ao redor de R$ 40 milhões por ano! Na reportagem, Joesley Batista afirmou taxativamente: “O Meirelles não vai ser apenas um consultor. Vai cobrar resultados dos executivos e traçar estratégias para a expansão do negócio; agora é com ele.” Muito longe da versão do Ministério da Fazenda em 2016. Logo abaixo do título da reportagem, uma frase explicitava o poder e o preço de Meirelles: “Joesley Batista deu carta branca e uma montanha de dinheiro ao ex-presidente do Banco Central”. Mas há mais. Leia mais estre trecho da reportagem/press release: “‘Além de ter excelentes conexões empresariais, ele transita muito bem no governo.’ (Meirelles interrompeu a entrevista no dia 9 de março para receber o ministro Fernando Bezerra Coelho, da Integração Nacional, na sede da J&F, no Alto de Pinheiros, zona oeste de São Paulo.)”  – se quiser, leia toda a reportagem aqui.
 
Os Conselhos de Administração das empresas de capital aberto deixaram de ser há mais de 20 anos os órgãos decorativos que foram no século XX. Eles orientam, controlam e, por meio de comitês, exercem funções executivas nas grandes empresas.  Não é diferente na JBS, ao contrário do que Meirelles quis fazer crer meses atrás. Veja no site do grupo para investidores que sequer existe o tal “Conselho Consultivo” soprado pela equipe do Ministério aos jornalistas da imprensa conservadora, que engoliram sem sequer um clique no site: clique você aqui; em seguida, clique na aba Informação Corporativa e você verá que o que existe mesmo é um Conselho de Administração. Se você for até a área do Conselho no site, lerá: “O Conselho de Administração da Companhia é o órgão responsável por, em outras questões, determinar as suas políticas e diretrizes dos seus negócios. O Conselho de Administração também supervisiona a Diretoria (…)”.
 
Dá pra acreditar que como presidente do grupo ele não soube de nada? Não viu? Não leu? Sumiram R$ 500 milhões dos cofres do grupo e Meirelles não soube? Se ele soube, deve entrar nos processos em curso. Se ele não sabia de nada mesmo, deve ser interditado, porque deixar um néscio assim como ministro da Fazenda do Brasil é um risco sem medida.

28 comentários

  1. Elementos para uma teoria

    Elementos para uma teoria conspiratória:

    temer perdeu utilidade. Globo e o deus mercado querem se livrar dele e colocar Meirelles em seu lugar para fazer o serviço sujo contra o povo e o país, mas isto só seria possível através de eleição indireta. Janot não está contente com a possíblidade de que temer não indique alguém de seu grupo na PGR para sucede-lo. O assistente de Janot deixou a procuradoria e estaria trabalhando no escritório que cuidou da delação. Foi através das organizações globo que a bomba sobre a delação e as gravações estourou. Estou falando de maneira bem simplista, mas é muito difícil acreditar que tudo isto aconteceu apenas no interesse da justiça.

  2. Ele é um presidenciável do

    Ele é um presidenciável do golpe, ele poderá ser a ilha neste mar de sargaço para os donos do golpe…

    Na eleição indireta a globo e afins precisarão do congresso, parlamentares que andam com a corda no pescoço e nesta condição eles nunca iriam votar num carrasco que os entregaria para o Moro!

    Eleição indireta, significa trocar de ladrão!

    A PF não gravou nenhuma mensagem do aécio pedindo para o gilmar um HC?

    Ficou faltando isso…

    Está ficando esquisito…

  3. Calma!

    Calma! para não cair em erros factuais que acabem desmoralizando a argumentação.

    Meirelles não era presidente da JBS; era presidente do Banco Original e também presidente do conselho de administração da holding J&F, coirmã da JBF. Tudo é oriundo do mesmo capital, mas em termos legais e administrativos, são empresas diferentes.

    Seria mais apropriado dizer que Meirelles era preposto dos Batista na holding financeira do conglomerado empresarial. Mas que Meirelles era executivo do mesmo grupo associado, isso sim.

  4. Outro dos tantos picaretas

    Outro dos tantos picaretas que infestam nossa política. Mentiroso e tão corruptor quanto os donos dessa tal de friboi. Mas, como sempre, ninguém diz nada, afinal, ele é banqueiro por origem. Pobre merreca de país.

  5. Direita, nunca mais!

    As únicas pessoas no Brasil, que jamais poderão alegar que nada sabiam sobre tenebrosas transações, que acontecem e/ou aconteceram em suas administrações são as que militam na esquerda. Em contrapartida, para os da direita tudo é possível. E ainda acham que vão ganhar alguma coisa, em eleições, daqui para frente.

  6. Antes que eu me esqueça, tá

    Antes que eu me esqueça, tá na rede que aqueles amarelos coxinhas vão organizar uma manifestação com outros apelos. Pedirão diretas já; a cabeça de Temer, de Dilma, de Lula, e por aí. Será que vai pegar?

    • Pobre debiloide. Ja parou pra
      Pobre debiloide. Ja parou pra pensar que tem gente que nao quer corruptos no poder, de nenhum partido? Temer e o Mula sao farinha do mesmo saco. Entendeu ou quer q eu desenhe?

    • Domínio do fato é só para o PT

      Os integrantes do PT são os únicos “dominadores de fatos” nesse país… essa arte infelizmente vai se perder com o partido. Nunca mais teremos ninguém capaz de dominar os fatos como Dirceu… pelo jeito, Lula também parece conseguir fazer isso… mas nunca ouvi falar dessa arte ser aplicada em nenhum outro caso de corrupção. São Paulo então parece ser uma capital muito atrasada no Domínio de Fatos… por lá, todo empresário pratica a auto-corrupção liberal, sem intervenção de políticos… um primor.

    • Dominio do fato contra executivo gera insegurança jurídica

      “Do ponto de vista jurídico, eu não aceito a teoria do domínio do fato. Com ela, eu passo a trabalhar com indícios e presunções. Eu não busco a verdade material. Você tem pessoas que trabalham com você. Uma delas comete um crime e o atribui a você. E você não sabe de nada. Não há nenhuma prova senão o depoimento dela – e basta um só depoimento. Como você é a chefe dela, pela teoria do domínio do fato, está condenada, você deveria saber. Todos os executivos brasileiros correm agora esse risco. É uma insegurança jurídica monumental. Como um velho advogado, com 56 anos de advocacia, isso me preocupa. A teoria que sempre prevaleceu no Supremo foi a do “in dubio pro reo” [a dúvida favorece o réu].” – Ives Gandra

  7. Heheheh, 
     
    O lider maioral

    Heheheh, 

     

    O lider maioral da economia não viu mais de 1 bilhão de reais sair do caixa da empresa da qual ele era Presidente do Conselho. 

    Que piada heinnn

  8. Caminho para o abismo: Dilma -> Temer -> Meireles

    1-Retiraram do poder uma presidente eleita e honesta para colocar Temer. Representante de tudo que há de pior e atrasado na política brasileira. Um dos corruptos que está no olho do furacão da corrupção brasileira.

    2-Devido ao envolvimento no escândalo da JBS, Temer se torna insustentável. Agora querem substituir por Meireles: o fundador do banco da JBS, responsável por toda movimentação financeira da empresa que motivou o escândalo inicial.

    Parece que eles tentam sempre trocar por alguém mais envolvido no esquemão… empurram para o poder representantes do mesmo esquema de corrupção… não se importam com o quanto essa pessoa estará vulnerável e o quanto isso trará instabilidade ao país… se no próximo mês surgir alguma gravação… a gente troca o presidente mais uma vez…

  9. Meirelles é o preposto da

    Meirelles é o preposto da banca. Se a Globo emplacá-lo em eleição indireta, o deus-mercado, em sua onipotência, dominará o Estado e aí, adeus direitos sociais e trabalhistas.  

  10. Devolvam à Presidência a Dilma!

    O que mais falta ao STF para admitirem o Golpe de Estado? Pago, muito bem pago!

    Já se faz hora de reconduzirem Dilma ao cargo que lhes és de Direito: à Presidência do Brasil!

  11. Globo/Golpe
    Os esquerdinhas não se cansam de culpar a globo por tudo o que acontece na politica Brasileira. Eles parecem ter se engasgado com a letra “G” ele não conseguem formular duas frases sem usar as palavras Globo e Golpe. Talvez porque a Globo seja a responsavel por trazer entretenimento para sua grande massa de acéfalos, e porque não conseguem esquecer do GOLPE que o Lula e a Dilma deram dm seusacéfalos e inconsequentes seguidores.

  12. Meirelles sabia de tudo e fingiu ser honesto.

    AH, MEIRELLES, 

    SE V. NÃO SABIA DE NADA, VOCê ERA APENAS UM CAPACHO DOS BATISTA? Não creio nisso e ninguém crê nisso.

    SE V. SABIA DE TUDO E FINGIU QUE NÃO SABA, E VIVENCIOU TUDOI ISSO USANDO O CARGO DE MINISTRO, V. É UM BANDIDO IGUALZINHO AO JOESLEY, AO TEMER E AO AÉCIO, OU  MELHOR DIZENDO, MUITO PIOR QUE TODOS ELES, POIS JOGAVA NOS DOIS LADOS, ERA UM BANDIDOS IMPOSTOR E TRAIDOR AO MESMO TEMPO,  PARA O O TEMER E PARA O JOESLEY E UM TREMENDO, UM GRANDE FILHA DA PUTA PARA TODOS BRASILEIROS.

    VOCÊ TAMBEM TEM QUE SER PRESO.

    • Concordo que sabia de tudo, e

      Concordo que sabia de tudo, e o Lula sabia do mensalão? O mesmo nunca sabe de nada. Hahahaa!

      Sobre o tal triplex que não é dele no papel, mas a esposa e o filho foram algumas vezes visista.

      E o tal do sitio que tem os pedalinhos, que é do amigo e sócio do filho, tem avental e no banheiro havia remédios com nome dele e da esposa caramba hein quanta coisa para quem não sabe de nada e nunca teve nada.

      Pelo amor de Deus são todos culpados com certeza.

  13. Dilminha sabia

    Prezado Mauro Lopes,

    Brilhante texto, conseguiu fazer uma ligação óbvia e clara. Não sei como as pessoas não enxergavam isso. Parabéns! 

    Mas, seguindo seu brilhante raciocínio, e aproveitando o comentário do amigo acima sobre domínio do fato, posso concluir então que Dilminha sabia de tudo na Petrobras, né? Foi presidente do Conselho de Administração por tanto tempo, né?

    Ou não? 

    Um abraço

    • A Dilma sabia e caiu. Porque o Meirelles continua de pé?

      Se a Dilma sabia e caiu, porque o Meirelles sabe e vai ser o substituto do Temer?

  14. Alguém pode me informar onde

    Alguém pode me informar onde anda a turma de curitiba? Cairam do caminhão no meio da mudança????

    • Vc sabia que Coritiba é primeira instância?

      kkkkk Vermilho acéfalo! Primeiro que eles são primeira instância, segundo que a denúncia e coleta de provas é de responsabilidade da procuradoria.

      E todos esses ratos tem foro previlegiado, quem julga é o supremo!

      O que me espanta é que todos estão martelando o Vampirao que tem que renunciar e ser preso por prevaricacao mas o Meireles não viu os $80M para Lula e os $70 milhões para Dilma própria or campanha além da compra de deputados para tentar segurar Dilma no poder? Estranho não?

  15. É preciso não esquecer que os

    É preciso não esquecer que os donos da JBF são tão criminosos quanto temer e seus cangaceiros. Nada de deixar por menos. Ele só entregou o outro lado dos bandidos devido a repartição do roubo lhes estar sendo desfavorável. Isso acontece até quando dois assaltantes tomam uma carteira de um cidadão na esquina. Se o produto do roubo não for dividido equanimemente, o pau canta.

    Apesar dos fatos atuais, deixa o Palocci cantar, deixa, deixa…

  16. O Presidente do Conselho da J&F não notou o rombo de 300 mi?

    O Presidente do Conselho da J&F não deu pela falta de 300 milhões apenas para o Lula e para a Dilma?

    Acho que ele finge que não sabia. Se fosse no poder público, onde a origem dos recursos é pública, até se aceitaria, mas um rombo desses na iniciativa privada não ser detectado pelo Presidente do Conselho, peraí, né?

  17. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome