China promete 1 bilhão de doses de vacina para a África

Xi Jinping fez a promessa como parte de conversações entre a China e os estados africanos com ênfase em comércio e segurança, realizado na cidade de Diamniadio, próxima de Dacar, no Senegal.

Governo Chinês

Jornal GGN – O presidente Xi Jinping disse que a China doará mais um bilhão de doses de vacina para Covid aos países africanos e que incentivará as empresas chinesas a investirem ao menos US$ 1º bilhões na África nos próximos três anos.

A China já forneceu 200 milhões de doses de vacina ao continente africano e a promessa de doses adicionais da vacina vem em momento que as preocupações com a disseminação de uma nova variante do coronavírus, a Ômicron, foi identificada pela primeira vez no sul da África.

Xi Jinping fez a promessa como parte de conversações entre a China e os estados africanos com ênfase em comércio e segurança, realizado na cidade de Diamniadio, próxima de Dacar, no Senegal.

“Devemos continuar a lutar juntos contra o COVID”, disse Xi na cúpula nesta segunda-feira. “Devemos priorizar a proteção do nosso povo e fechar a lacuna de vacinação”.

A África tem a menor taxa de vacinação na comparação com o resto do mundo, com vários estados à mercê de doações estrangeiras devido à falta de instalações de produção locais e custos proibitivos de compras em massa.

Pequim também doou milhões de doses da vacina Sinopharm produzida em casa para os países pobres da África desde o início da pandemia.

No entanto, os críticos afirmam que a generosidade da China faz parte de uma ofensiva diplomática.

Xi também disse que um centro transfronteiriço de yuan entre a China e a África seria criado para fornecer às instituições financeiras africanas uma linha de crédito de US $ 10 bilhões, sem fornecer mais detalhes.

As importações totais da China da África, uma de suas principais fontes de petróleo bruto e abastecimento de minerais, chegarão a US $ 300 bilhões nos próximos três anos, disse Xi, acrescentando que os dois lados cooperarão em áreas como saúde, inovação digital, promoção comercial e desenvolvimento verde.

Pequim investe pesadamente na África e é o maior parceiro comercial do continente, com comércio direto no valor de mais de US $ 200 bilhões em 2019, de acordo com a embaixada chinesa em Dacar.

Com informações da Al Jazeera.

Redação

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador