MTST pede: “Luta sem trégua contra a escalada fascista”

Momento do conflito entre MTST e MBL- Foto: Agência Brasi
 
Jornal GGN – O MTST pede “luta sem trégua contra a escalada fascista”, denunciando que está sendo alvo “dos mais sórdidos ataques pela mídia e pelas redes sociais com o objetivo claro de desqualificar a luta por moradias, a mobilização popular em defesa de uma sociedade justa e democrática e tentar insuflar a opinião pública contra militantes e dirigentes do movimento social”. Os ataques se intensificaram, segundo o movimento, após o conflito com o Movimento Brasil Livre (MBL), na última quarta (28), em frente ao Congresso Nacional.
 
Os militantes do MTST protestavam contra a aprovação da Lei Antiterrorismo, em frente ao prédio do Distrito Federal, em Brasília, quando um grupo de acampados do MBL, que estão no local em ato pelo impeachment da presidente da República, provocaram os manifestantes dos Sem Teto. De acordo com o MTST, a provocação ocorreu “covardemente”. “As duas manifestações são legítimas e fazem parte do jogo democrático. Tanto é que a militância do MTST só revidou depois de sofrer muitas ofensas pessoais e às suas condições sociais. E só revidou diante das atitudes preconceituosas e arrogantes do grupo do MBL”, publicou, em nota.
 
Entretanto, as ameaças não cessaram na quarta-feira. Após o conflito, os dirigentes e militantes do MTST afirmam que foram atacados e criminalizados. Eles afirmam que a escalada de ofensas “não é novidade”, a exemplo do que ocorreu no último mês com o líder do MST, João Pedro Stedile, o professor Mauro Iasi, dirigente do PCB; a professora Bia Abramides, dirigente da Apropuc; e Guilherme Boulos, da coordenação nacional do MTST. 
 
“O modus operandi dessas brigadas é sempre o mesmo: tentam desqualificar os movimentos sociais e as organizações políticas de esquerda na mídia, atacam com ferocidade no Facebook, inclusive com ameaças de morte, destilam o anticomunismo e tentam criar a indisposição da opinião pública com as lutas de tais movimentos e de suas lideranças”, criticou Boulos.
 
Diante das ações, o movimento conclamou outros movimentos populares, sociais e democráticos a “uma luta sem trégua contra a escalada fascista que está sendo ensaiada por quem defende os privilégios das elites e o modelo neoliberal excludente”. “Precisamos urgentemente rechaçar as intimidações, as ameaças e as manobras que tentam frear a luta por direitos e conquistas dos trabalhadores e do povo”, defenderam.
 

10 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Cristiana Castro

- 2015-11-03 17:37:09

Pq? Não entendi.

Pq? Não entendi.

Cristiana Castro

- 2015-11-03 17:36:23

Pessoal sentindo na pele o

Pessoal sentindo na pele o que acreditavam que seria apenas para os petistas... Agora a gente tá podendo calcular a dimensão dos estragos do investimento no ódio. Muita gente alimentou o bicho achando que seria bom pra tirar o PT do caminho e ingenuamente acreditando que o alvo seriam sempre, só os petistas... Esse tipo de coisa não tem controle.

SUPER PREOCUPADO

- 2015-10-31 00:35:55

Este tópico, desculpem a

Este tópico, desculpem a sinceridade, É O CUMULO DA INFÂMIA.

 

Henrique Finco

- 2015-10-30 21:58:23

MBL: agentes internacionais

Este “movimento brasil livre” (MBL) é financiado por organizações ultra conservadoras norte-americanas e brasileiras. Um dos financiadores norte-americanos é a Koch Industries, que tem como donos os irmãos Koch, os quais mantém uma série de “ongs” como a Students for Liberty, a Atlas Economic Research Foundation, e patrocinam a Leadership Academy, o Institute for Humane Studies além de também participarem da Open Society Foundations, do George Soros – esta Open Society Foundations foi uma das principais financiadoras da desestabilização ucraniana e do posterior golpe de estado.

Conforme informa Laura Gontijo (em https://www.facebook.com/permalink.php?story_fbid=727423364051940&id=439079762886303), George Soros instalou recentemente uma escritório desta Open Society no Rio de janeiro, escritório que será a sede desta “ong”para toda a América Latina.

Cabe destacar que estas “ongs” atuam coordenadamente com a CIA e com o Departamento de Estado norte-americano.

Ou seja, não há nenhum contra senso em afirmar que este pessoal do MBL é financiado por interesses antinacionais.

Referências: Rede Brasil Atual: http://www.redebrasilatual.com.br/cidadania/2015/06/nova-direita-cresce-com-financiamento-de-conservadores-3960.html

Revista Forum: http://www.revistaforum.com.br/blog/2015/03/quem-esta-por-tras-do-protesto-pro-impeachment/

Pragmatismo Político: http://www.pragmatismopolitico.com.br/2015/03/quem-financia-os-meninos-do-golpe.html

revista Carta Capital http://www.cartacapital.com.br/blogs/outras-palavras/quem-esta-por-tras-do-protesto-no-dia-15-3213.html

 

lenita

- 2015-10-30 17:20:23

Rafael

Quem sai correndo e xingando todos os petistas, mesmo ex e ministros atuais. Qual o ladrão do PSDB,como o Serra ou o Agripino do DEM foi perseguido pelo MST?.

Qual o próximo a ser perseguido, seja em hospitais, restaurantes ou até nos velórios. ? São todos fascistinhas, filhinhos de papai, que não tem o que fazer mesmo.

 

Gilson AS

- 2015-10-30 17:17:34

Isso vai dá merda ! Vai

Isso vai dá merda !

Vai acabar morrendo gente !

E a culpa será do Janot.

Denuncia logo esse safado do Aécio, que esses facistas, golpistas e mal informados sossegam o facho, enfiam a viola no saco, param de bater panela, e vão para Malibu tirar férias

 

Rafael Costa da Silva

- 2015-10-30 15:12:28

Ah, claro! Foi o MBL que foi

Ah, claro! Foi o MBL que foi provocar o MTST e não o contrário... 

"Chame-os do que você é; acuse-os do que você faz". Esse é o lema da esquerda.

SUPER PREOCUPADO

- 2015-10-30 14:56:38

É o mesmo que processar

É o mesmo que processar julgar e condenar as mulheres por trem sido estupradas.

Surreal.

José Carlos - Spin

- 2015-10-30 14:49:46

Esses fascistas são cria da

Esses fascistas são cria da midia purulenta, vivemos num pais em que uma zelite zelote secularmente corrupta e predatória e que luta contra o bem-estar de seu povo, tem em seu poder a prerrogativa de julgar pelos meios de comunicação, bem como gerar esse ódio que se alastra por ai, uma situação alimentada por Institutuições que deveriam defender a democracia, refiro-me ao comportamento do consórcio mpf-pf-judiiciário-legislativo, tcu, um lixo só...

Suplicy: intolerância fascista levou a ditadura

http://www.viomundo.com.br/denuncias/suplicy-intolerancia-exibida-pela-mulher-dos-370-votos-levou-a-ditadura.html

jc.pompeu

- 2015-10-30 14:44:40

tristes trópicos fim dos

tristes trópicos fim dos tempos o país virar refém político de uns comunistas meias-tigelas e de uns fascistas tigelas-cheias.

...e tudo isso causado pela soberba absolutista deslumbrada do poder central acéfalo sem-noção da essência de todo rei bom rei justo: o poder moderador conciliador mea culpa na condução sábia do reino.

#impeachment aqui agora!

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador