Secretário de Educação acusa Holiday de intimidar professores

holiday_reproducao_facebook.jpg
 
Foto: Reprodução/Facebook
 
Jornal GGN – Fernando Holiday, vereador de São Paulo pelo DEM e integrante do MBL, realizou visitas a escolas públicas da rede municipal para fiscalizar queixas de “doutrinação” partidária nas salas de aula. 
 
Aliado do prefeito João Doria, o vereador publicou um vídeo sobre “visitas surpresas” e pedindo para pais e familiares denunciarem professores por suposta doutrinação. 
 
Por meio de notas nas redes sociais, a secretário de Educação de SP, Alexandre Schneider, disse que foi “surpreendido” pela atitude do vereador, afirmando também que Holiday exacerbou suas funções e que ele “não pode usar de seu mandato para intimidar professores”. 

Os vereadores do PSOL na Câmara paulistana dizem que vão entrar com uma representação no Ministério Público por abuso de autoridade do representante do DEM.  A vereadora Isa Penna crê que a ação foi uma estratégia de marketing. 
 
Sâmia Bonfim, também do PSOL, acusou Holiday de assediar e coagir profissionais da educação. “Por que ele não fiscaliza e denuncia as salas de informática, bibliotecas e brinquedotecas que estão sendo fechadas? Vamos tomar as medidas jurídicas e políticas necessárias”, afirmou.
 
Através das redes sociais, Holiday disse que agiu baseado na lei orgânica do município de São Paulo que dá aos vereadores o papel de fiscalizar os atos do Poder Executivo. 
 
A atitude do membro do MBL também foi criticada pelo vereador Claudio Fonseca (PPS), presidente do Sindicato dos Profissionais em Educação no Ensino Municipal de São Paulo. “Não é competência do vereador, não é seu direito exercer papel de polícia”.
 
Assine
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

36 comentários

  1. “Fernando Holiday, vereador

    “Fernando Holiday, vereador de São Paulo pelo DEM e integrante do MBL, realizou visitas a escolas públicas da rede municipal para fiscalizar queixas de “doutrinação” partidária nas salas de aula”:

    EH LEGAL ISSO?????????  Eh so aparecer na porta e entrar?????????????

    Puta que pariu, eh cada uma do Brasil…

    Eh foda, viu?

  2. Se Joaquim Barbosa, togado,

    Se Joaquim Barbosa, togado,  foi sepultado pelo PIG após entregar a encomenda, o vereador em questão seguirá o mesmo caminho. Se não entender logo o que está fazendo consigo mesmo, o fascismo que está ajudando a cultivar, poderá, no futuro,  amarrá-lo a um poste.

  3. Ainda há tempo…

    Estamos diante de um exemplo palpável dos perigos que nos rodeiam.

    Esse cidadão não tem a menor ideia da “bomba” que carrega.

    Imagina esse rapaz como referência.

    Óbvio que ainda não é o fim do mundo, mas deixar essa loucura proliferar…

     

     

    • “Óbvio que ainda não é o fim

      “Óbvio que ainda não é o fim do mundo”:

      Qualquer escola dos EUA que deixasse esse cara ou qualquer outro so aparecer na porta e entrar sem mais nem menos seria fechada instantanea e permanentemente.

  4. na casa grande é o limpa fossa

    Mais um afro descendente coroné do mato a serviço da casa grande.

    Burrinho tanto quanto o togado de nefastas lembranças que fez serviço sujo e foi descartado.

  5. Este moleque fanfarrão não

    Este moleque fanfarrão não está nenhum pouco preocupado com a educação.

    O que ele quer é produzir espetáculos midiático/eleitorais à custa dos professores.

    Não seria má idéia a APEOESP começar a dar assistência jurídica para as vítimas de Fernando Holiday em ações de indenização por dano moral.

     

     

  6. Vai cheirar Zyklon-B

    A mídia informa que Fernado Holiday é negro, gay e nazi-fascista.

    Será que o rapaz ainda não descobriu que num regime nazi-fascista ele é cliente preferencial à câmara de gás ?

    • O Nazista e o Viado Negro

      Um cidadão caiu na areia movediça. A areia já estava no meio da barriga e o Negro começou a gritar, pedindo socorro, por favor, me tire daqui pelo Amor de Deus. De repente apareceu um Nazista Ariano, raça pura, e disse ao Negro:

      – Eu tiro você mas só se você me der o rabo.

      O Negro respondeu-lhe:

      – Você tá doido? Eu não sou viado.

      Então o Nazista foi embora, voltando mais tarde, quando a areia já estava à altura dos seus ombros. De novo o Negro implorou-lhe que o salvasse. O Nazista impôs a mesma condição anterior para salvá-lo. O Negro deu-lhe a mesma resposta e o Nazista foi embora de novo, voltando outra vez, quando a areia movediça já estava no pescoço do Negro.

      Mais uma vez, o Negro implorou ao Nazista que lhe salvasse da morte. O Ariano disse que só tiraria o Negro da areia movediça se ele lhe desse o rabo. O Negro concordou. Então o Nazista, pisando na cabeça do Negro, disse-lhe:

      – Quer dizer que, além de Negro, tu és viado? Morra –  e saltando sobre a sua cabeça, acabando de submergí-lo na areia movediça, foi-se embora.

      Como esse Holiday é fraquinho. Ele é tão fraquinho quanto aqueles que o elegeram.

  7. O mesmo ….

    O mesmo que vandalizou uma solenidade em Homenagem a Che dentro da ALESP , o mesmo que mal tomou posse mandou invadir uma reuniao de cupula do PT , o mesmo que acuado perante as perguntas de um jornalista em uma emissora de radio , sobre sua campanha  ter usado caixa dois respondeu as berros !

    A tecnologia para lidar com Fascistas é a porrada , como ja lembrou o presidente do PCO , o que estao esperando esse prototipo de fascista aprontar ?

  8. Na boa, esse moleque está
    Na boa, esse moleque está precisando um um passa fora. De uns cascudos.
    Queria ver esse moleque se criar aqui no RJ,na baixada.
    Queria ver ele fazer essas palhaçadas nas escola da região.
    Ele iria tomar tanto tapa na orelha que iria sossegar o facho.
    Achas violentos essas atitudes ?
    Violência maior ele vem fazendo.
    Capim só nasce em terreno bom.

    • Também acho

      Esse pessoal da Direita está muito à vontade atualmente. Na minha época de centro acadêmico um bostinha desses levava muito bofete e se calava logo.

      Aquele episódio recente na UnB, em que uns dez nazistas liderados por aquela bosta da “Kelly Bolsonaro” tocaram o horror, não teria acontecido na minha época. Aqueles caras iriam levar tanta porrada que iam perder o rumo da cripta onde eles dormem durante o dia…

  9. Uma voz em busca de uma ideia

    Esse zé-ruela já definiu a pauta do mandato dele: buscar um discurso e aporrinhar a esquerda.

    Que saudade da esquerda raiz, da minha época de militância em política estudantil (30 anos atrás), em que a gente descia a porrada num direitista bosta n’água desses sem pena!

  10. Fernando Holiday é um

    Fernando Holiday é um problema menor. O mais grave é que ele é a face mais caricata do caricato  Escola Sem Partido. Chega a ser ridículo alguém alegar que escolas municipais e estaduais doutrinam os alunos para uma visão de esquerda. Se assim fosse, Haddad não levaria a sova que levou na eleição. Mas sou contra usar violência contra Holiday quando ele fazer sua blitz numa escola. É tudo o que ele quer = ser um martir. O ideal é ter uma aula especial em que ele veja, na aula de português, a poesia de Drummond (já imaginou declamando o poema em que no fim se detona a ilha de Manhattan, Elegia 1938); na aula de inglês, o monólogo To Be or Not to be de Hamlet, e o trecho de McBeth ( a vida é som e fúria); na aula de história, mostrar como o new deal do Roosevelt foi taxado de coisa de comunista na época. E finalizando uma análise da letra Strange Fruit, de Billie Holiday (o sobrenome de Fernando vem daí), em que se compara os corpos dos negros enforcados em árvores como frutos de uma árvore, e mostrando como ela se encaixa com a violência dos policiais principalmente contra os negros e pobres da periferia de Sampa. A cereja do bolo é Fernando dizer que Drummond, Shakespeare, Roosevelt, Billie Holliday, Abel Meeropol são tudo um bando de petralhas rssss 

     

     

  11. Isso tudo é mentira, imagina
    Isso tudo é mentira, imagina se um sujeito do DEM, contra cotas raciais, vai ter coragem de aparecer em escola da periferia? Se ele pisar em qualquer sala de aula, está arriscado do professor levantar a ficha dele para os alunos e sair linchado. Na periferia, os alunos é que fazem a “doutrinação ideológica “.

  12. – “Aqui, na nossa escola,

    – “Aqui, na nossa escola, doutrinamos sim, vereador. Enfiamos na cabeça de nossos aluninhos que o bom pobre é o que se prepara para servir ao rico que, quem sabe um dia, em se comportando direitinho, poderá ser rico também, que o bom peão é o que aceita a exploração para que quando (e se) se tornar patrão, seja sua vez de explorar os que virão. Ensinamos, também, que a glória, acima de se tornar um cidadão responsável, é tornar-se celebridade de programa de TV ou até vereador sem histórico de luta popular. A esses, assim como a todos, ensimanos que só há uma coisa importante na vida: tornar-se rico e famoso, sem que se meça esforços para isso, seja da forma que for.”

    – “Ah, bom, essa doutrina pode. O que não pode é essa bobagem de cidadania, de sindicatos, de uniões populares. Não pode ensinar Filosofia, Sociologia, História. E Economia, só se for a doutrina do Mises, tá?”

  13. Chegamos a um ponto surreal

    Chegamos a um ponto surreal na história deste país surreal: geramos um nazista afro! Não sei se Hitler aprovaria, mas no Brasil, realmente, tudo é possível.

  14. Parabens para este vereador,

    Parabens para este vereador, vamos controlar o ponto deste pesssoal, manda o filho para escola não tem aula porque o pop star revolveu dar uma abonada . Vamos dar uma abonada no salario dele, Esta descontente vai casar outro emprego! Chega de pessoas com bola de cristal, capaz de ver passado presente futuro, a função do legislativo é fiscalizar o executivo, bando de mentes vazias.

  15. Estou cursando História na

    Estou cursando História na UNIFESP.

    Se a disciplina não acabar e um energúnemo desse vier fazer fuzuê na sala em que eu estiver, vai levar tanto peteleco na orelha que irá se arrepender.

  16. Não passa de um…

    … aprendiz de déspota. O babaquinha é tão ignorante que deve achar que tem foro privilegiado! É apenas um capitão-do-mato!

    • Putz!!!!! É tudo isso aí que o Stoppa entregou

      Taí, Serjão. Vi agora o vídeo que vc postou. É isso aí mesmo. Fiz um comentário antes tentando expor o que o Stoppa fez com excelência. Ainda bem que O leonardo está para o bem. Já imaginou um cara desses trabalhando para o mal? Ai de nós..

      • Tenho acompanhado

        O Leonardo é muito bom, muito claro, direto e simples.

        Está fazendo um trabalho incrível.

        Ele tem conseguido transformar muitos ¨coxinhas¨em seres pensantes. 

    • UAU!  Essa cara eh

      UAU!  Essa cara eh impressionante ate mesmo na mencao casual ao “fanatico cristao”!!!  (FIOS DA PUTA!)

      Se uma escola dos EUA ou qualquer pais desenvolvido deixasse qualquer filho da puta bater na porta de escola DA MINHA FILHA e entrar sem mais explicacao hoje eu seria milionario pelo processo que eu moveria contra eles e ganharia sem qualquer questao de duvida!!!

      O Brasil eh uma porra institucional, ok?  TENTEM imaginar nos EUA algum vereador de merda (“emprego” que nao eh nem pago em varios municipios) apresentar crachah de “VEREADOR DE VERDADE” na porta de qualquer ESCOLA onde MINHA FILHA esta estudando e…  e entrar porta adentro!

      O Estado Filho Da Puta do Brasil nao tem cuidado nenhum com SEUS proprios filhos nao, gente??????  EU SO APARECER NA PORTA E ENTRAR??????

      Pode tambem matar 26 criancas de 5 e 6 anos igual aconteceu em Sandy Hook?????

      VAI INCINERAR SEU PRESIDENTE, FILHOS DA PUTA.

  17. Porra. Neste lugar não tem

    Porra. Neste lugar não tem ninguém para encher a cara deste merda de porrada não?

    Este sujeito é a demonstração caBAL DO NÍVEL DE BURRICE a que chegaram muitos brasileiros.

    Ele e seus eleitores.É inacreditável.

  18. Professores não são prefeitos, nem governadores nem presidentes

    Os professores não são prefeitos. O Holiday tem que fiscalizar os atos do poder executivo, não os atos dos Professores. Temos um burro na Câmara Municipal de Sampa.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome