Datafolha: aprovação de Maia e do Congresso é maior entre eleitores de Bolsonaro

Instituto ressalta que essa tendência é comum e que Legislativo também era melhor avaliado pelos apoiadores de Lula, Dilma e Temer

Bolsonaro entre os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (direita), e Senado, Davi Alcolumbre (esquerda). Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Jornal GGN – Apesar da constante troca de farpas entre o presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), e o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), este último apresenta melhor avaliação entre os eleitores de Bolsonaro.

A informação é registrada pelo Instituto Datafolha, a partir de pesquisa realizada nos dias 29 e 30 de agosto, com 2.878 pessoas em 175 municípios de todo o país. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos, com um nível de confiança de 95%.

Do total de entrevistados, 76% disseram que conhecem Rodrigo Maia. Dentro dessa porcentagem, 25% avaliam a atuação política como ótimo/bom, 29% regular e 19% ruim/péssimo – 3% não souberam responder.

Entre os eleitores de Bolsonaro, 82% disseram conhecer Rodrigo Maia. Desse total, 35% avaliam o desempenho do parlamentar como ótimo/bom, 25% como regular e 19% ruim/péssimo. Novamente 3% não souberam responder.

A pesquisa mostra que o Congresso também é melhor avaliado entre os que aprovam o governo Bolsonaro.

Avaliação do Congresso

No geral, 16% avaliam o Congresso como ótimo/bom; 35% ruim/péssimo e 45 regular. Já entre os apoiadores do governo, 30% avaliam a atuação do Congresso como ótimo/bom; 42% regular e 22% ruim/péssimo. Nos dois casos, 4% não souberam responder.

A reportagem da Folha que divulgou os dados ressalta que, a avaliação do Congresso também era melhor avaliada pelos apoiadores dos governos Lula, Dilma e Temer.

O Datafolha aponta ainda que, em relação à pesquisa realizada no início de julho, a avaliação do Congresso se manteve praticamente estável. Na pesquisa anterior, os índices eram 16% para ótimo/bom; 42% regular e 38% ruim/péssimo.

Leia também:  Caso Marielle: delegado da Polícia Civil é suspeito de obstruir investigação

Aprovação de Maia e Legislativo é menor no Nordeste

O levantamento mostra que a reprovação ao Congresso (40%) entre as pessoas entre 35 e 44 anos. O Nordeste também é a região onde Maia e o Legislativo tem a pior avaliação, assim como o governo Bolsonaro.

Maia é melhor avaliado entre homens, pessoas com mais de 60 anos, com renda superior a dez salários mínimos e com ensino fundamental.

O presidente mais mal avaliado

Bolsonaro é o presidente mais mal avaliado entre os presidente eleitos no primeiro mandato, desde que a pesquisa Datafolha começou. Fernando Henrique Cardoso, em 1995, registrou avaliação ruim/péssimo entre 15% dos brasileiros; Lula, em 2003, apresentou uma taxa de reprovação de 10% e Dilma, em 2011, de 11%. Bolsonaro alcançou 38% de rejeição.

O Datafolha aponta ainda que a população brasileira está mais desesperançosa com a gestão federal: a expectativa de uma gestão ótima/boa caiu de 59% em abril para 45% em agosto.

Além disso tudo, um terço dos brasileiros (1/3) acham que a conduta de Bolsonaro não condiz com a de um presidente.

*Clique aqui para ler a matéria da Folha na íntegra.

O GGN prepara uma série de vídeos explicando a interferência dos EUA na Lava Jato. Quer apoiar esse projeto? Acesse www.catarse.me/LavaJatoLadoB e saiba mais.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

1 comentário

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome