Parlamentares acionam TCU para retomada de compra de Coronavac pelo Ministério da Saúde

Em atuação de redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro desautorizou o ministro da Saúde que, em anúncio anterior, havia afirmado a compra de 46 milhões de doses de vacina contra o coronavírus Coronavac.

Jornal GGN – Depois do recuo de Jair Bolsonaro para a compra da vacina Coronavac, senadores e deputados petistas acionaram o Tribunal de Contas da União para que se avalie a retomada do acordo recomendado pelo Ministério da Saúde. O acordo inclui parceria e aporte de recursos para aquisição de vacinas desenvolvidas pelo laboratório Sanovac Biotech em parceria com o Instituto Butantan.

Em atuação de redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro desautorizou o ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, que em anúncio anterior havia afirmado a compra de 46 milhões de doses de vacina contra o coronavírus Coronavac.

O tema foi o assunto desta quarta-feira e repercutiu muito mal, inclusive no exterior. E, para impedir o recuo anunciado por Bolsonaro, e que a parceria e aporte sejam retomados, a bancada do PT do Senado decidiu protocolar petição junto ao TCU para que a parceria e aporte de recursos sejam retomados, pois representa mais uma possibilidade de alcance da imunização, considerados os avanços da pesquisa chinesa.

Leia a petição a seguir.

Petição Assinada- TCU-Processo 014.575-20205-Vacina Chinesa Covid19 (1).docx

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Coronavírus: Cerco de Israel deixa sistema de saúde de Gaza próximo ao colapso

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome