Temer agora corre com pré-sal e anistia aos processados com contas no exterior

Jornal GGN – Apesar de alardeadas desde que Michel Temer tomou a cadeira conquistada por Dilma Rousseff na eleição presidencial de 2014, a reforma da Previdência e a aprovação da emenda constitucional que limita os gastos públicos com saúde e educação, entre outros setores, não serão aprovadas antes de o governo mexer no pré-sal e anistiar as contas no exterior de quem enfrenta problema na Justiça por evasão de divisas e outros crimes.

Segundo informações da Folha desta quarta (28), a PEC do teto dos gastos, assim como a reforma da previdência, devem ser aprovadas somente após as eleições. Na semana que vem, a Câmara deve correr para entregar o fim da obrigatoriedade da Petrobras participar da exploração do pré-sal e as mudanças na Lei de Repatriação.

A ideia, neste último caso, é ceder ao pleito de empresários que já foram condenados por delitos fiscais mas que querem regularizar recursos que não foram alcançados pela Justiça. Por exemplo: quem só teve problemas com um apartamento não declarado pode, agora, acertar as contas com fundos no exterior que também passaram longe das autoridades.

O jornal ainda informou que o governo deve ceder à pressão para apenar tributar os recursos encontrados nas contas no dia 31 de dezembro de 2014, e não o fluxo que passou por lá ao longo dos anos. Se a conta estava zerada naquele dia, então será aceita a análise sobre anos anteriores, desde que não volte antes de 2011.

Agora, os empresários querem que o governo também altere o projeto, antes de ser aprovado na Câmara e remetido ao Senado, para ampliar o tempo de negociação. Por ora, eles teria até o final de outubro para juntar todos os documentos. Mas já estamos no final de setembro e a lei sequer foi aprovada, dizem.

Leia também:  Senadores articulam PEC paralela incluindo Estados e Municípios na reforma da Previdência

Os deputados governistas que cuidam da PEC do teto dos gastos também estão ouvindo empresários do mercado financeira para redigir o texto final, diz o jornal.

Já a mudança no pré-sal para abrir caminho para empresas estrangeiras tomarem conta dos investimentos deve passar na Câmara do jeito que foi aprovada no Senado e ser sancionada por Temer na próxima semana. O projeto original é de José Serra (PSDB). 

O governo Temer confia que pré-sal e anistia são temas mais fáceis de serem aprovados, pois não guardam tantas controvérsias como a PEC do teto dos gastos e a reforma da Previdência (que deve ser enviada à Câmara em duas semanas), que sofrem resistência da oposição.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

11 comentários

  1. Governo de ocupação

    ninguém elegeu um governo para entregar o pré-sal nem anistiar bandido. Indignação é um sentimento muito brando para o que anda ocorrendo.

  2. F.A., Justiça

    Golpistas entregam as riquezas da Pátria.

    As Forças Armadas estão de acordo?

    Golpistas anistiam bandidos em benefício próprio.

    A justiça do pais aprova?

    Já foi tudo préviamente combinado com os Russos?

     

  3. Como podem vender ou ceder o que não é deles?

    Os governos não são donos do patrimônio público, mas representantes dos donos (a Nação), com procuração para administrá-los com os melhores resultados possíveis, evidentemente (“engordar e fazer crescer”).

    Não é possível que um presidente, CEO e sua diretoria vendam uma empresa ou seus direitos à revelia dos seus acionistas.

    Sim, o povo é acionista destas empresas, pois pagou por elas com impostos. Só ele pode decidir por sua venda.

    QUALQUER privatização, total ou parcial, explícita ou implícita, precisa ter tal autorização. Ainda que consciente do nefasto poder de formação de opinião de uma mídia fabricante de zumbis, todas elas deveriam ser aprovadas por plebiscito, seja agregando-os na cédula de 2 em 2 anos ou em edição extraordinária.

    O resto é apropriação indébita.

  4. Preço do barril.

    no final do depoimento do Eike Batista, na altura de 47:35 até 48:50, o Eike declara que o petroleo do pré sal custa apenas U$ 7,00 o barril, e não os U$ 30,00 propagados por todo mundo.

    O pré sal vai ser doado como foi a Vale.

  5. Sinceramente??
    Merecemos,

    Sinceramente??

    Merecemos, quem cala consente, se acreditam na rede globo, nos jornais, etc, é isso que merecem. Quando uma jovem é miutilada por uma policia descontrolada e todos se calam é sinal que o país está a um passo do precipício.

  6. Dentre milhares de mentiras recorrentes, mais algumas:

    1) Não há capacidade para investir nos 30%. LÓGICO QUE HÁ: na pior das hipóteses, quita a participação em petróleo.

    2) As petroleiras estrangeiras não querem investir. lógico que querem, tanto que 4 já investiram em Libra. Óbvio que se um traíra de seu país acena com condicçoes MAIS FAVORÀVEIS à elas, elas preferem esperar (duplo prejuízo causado pela promessa).

    3) Não deve haver ingerência política na empresa: e o que que estão fazendo agora? Redefinindo a estratégia dela ao inverso do que qualquer empresa privada faria. Ceder participação em seus recursos disponíveis, o que causa até guerras e invasões. Basta olhar a História!

    4) Ao desfazer-se de negócios além da mera extração de petróleo (e ainda cedendo parte dela), estamos MAIS UMA VEZ condenando o Brasil a ser apenas e tão somente um produtor de commodities, de baixo valor agregado.

    Qual a experiência ou knowhow de um Cerra no negócio de petróleo para redefinir a estratégia de uma das gigantes.

    Até onde se pode perceber, seu único know-how notório é trair os seus.

  7. Pois é .. cadê os milhares de PETROLEIROS do país?

    Cadê os milhares de funcionarios da Petrobras? Cadê os milhares de desempregados, que trabalhavam em empresas parceiras da Petrobras?  Foram picados pela mosca tsé-tsé… Os caras derretem a companhia e nada acontece? Cadê os protestos? Dia desse vi um vídeo dos petroleiros — todos de laranja — num aeroporto chamando um parlamentar de golpista. Olha, Senhores Petroleiros, virem a página… Os caras estão cagando pra essa alcunha de “golpista”. Se acostumaram. Que tal vcs montarem o circo na porta da Globo em SP e Rio… É só ver as matérias da redação dos marinhos e você entende a razão disso tudo! Como isso chegou a esse ponto … É só selecionar o que os jornalistas de economia da Globo vem falando da Petrobras nos últimos anos … O massacre do JN. né? Petrobras é um antro de ladrões… tem que acabar com esse “antro”. Mas como?  Uai, acabando com a Petrobras. Tio SAM pode cuidar dela muito melhor do que nós …hehehe

    • O seu comentário está correto

      O seu comentário está correto e vale para toda a esquerda.  Os sindicatos estão esperando o que? Vejo alguns setores da esquerda negociando com Temer.  Um absurdo. Temos de ir no coração da máquina de propaganda do Golpe. Mas parece que muita gente gosta de ver novela e JN.

  8. Ao arrepio da lei vendem

    Não vejo leilões nem licitações, agora a Petrobras é vendida aos pedaços,sem nenhuma justificativa. Parente tem cometido os maiores absurdos e nada é questionado. Quem está levando dinheiro nestas vendas? Quem define os preços? Parente nunca entendeu de Petroleo  mas vende a Petrobrás e parece que não está sujeito a nenhuma lei

  9. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome