Coronavírus: São mais 623 registros de morte e 12.247 novos casos no Brasil

O Ministério, em suas análises, aponta para um aumento de casos e mortes, visto que o país continua em tendência de alta, sem sinais de desaceleração.

Jornal GGN – Em 24 horas o país registra mais 623 mortes por Covid-19 completando 29.937 óbitos em três meses e meio. Além disso, 12.247 novos registros de casos foram confirmados pelo Ministério da Saúde, elevando o número para 526.447. O próprio Ministério alerta que o número de casos pode ser bem maior, pois a subnotificação é presente em todos os estados com a baixa oferta de testes e muitos casos ainda em análise.

O Ministério, em suas análises, aponta para um aumento de casos e mortes, visto que o país continua em tendência de alta, sem sinais de desaceleração. O pior não chegou, alertou hoje a OMS em entrevista de seu diretor-executivo Michael Ryan.

Outro dado preocupante é o processo de interiorização da epidemia, com muitos municípios apresentando casos da doença, alertou o Ministério da Saúde.

Em número de mortes o Brasil está na quarta posição no mundo, segundo dados da Universidade Johns Hopkins, atrás dos Estados Unidos, Reino Unido e Itália. E é o segundo em número de casos, atrás somente dos Estados Unidos, que tem 1,8 milhão.

O estado de São Paulo tem o maior número de casos, com 111.296, e também o de mortes, com 7.667. Depois de São Paulo, os maiores registros estão com Rio de Janeiro, Ceará e Amazonas.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Mães infetadas podem transmitir COVID aos bebês no útero, suspeita pesquisador

4 comentários

  1. Segundo a OMS(organização do Marcelo da saúde) haverá a segunda, terceira onda da pandemia,vai morrer muita gente, não vai dar pra todos sair à rua não,fique em casa,consuma TD pela internet e se endivide mais nos bancos,o mundo não será mais o mesmo(eu é q decido(OMS e meus financiadores!)
    Obs:Não liguem pra tx de mortalidade de talvez uns 5% não,mero detalhe, não importa,parem tudoooo(eu q mando)
    Obs2:O vírus mata,mata mata!
    Muita gente vai morrer,morrer,morrer!
    Haja tanto caixão, caixão, caixão !
    A PROPAGANDA É A ALMA DO NEGÓCIO!!

    • A taxa de mortalidade não precisaria ser “uns 5%”, poderia ser até 0,0005%.
      O Ebola tem uma letalidade (que é diferente de mortalidade), que chega a 90%, mas em alguns anos (e não meses) não morreram nem mil seres humanos (o que já é muito!).
      Se sua “mortalidade” fosse de fato “uns” 5%, morreriam mais de 380 milhões no mundo.
      O que importa é QUANTAS pessoas morrem, e já estamos chegando a 0,4 MILHÃO de seres humanos em apenas 5 meses, que insistem em “morrer, morrer, morrer”…
      Talvez não sendo um filho, irmão, mãe, pai, avó, esposa, isso não lhe importe, né?
      Ou talvez vc pense que o mundo inteiro armou todo esse circo só pra sacanear o Bozo,, não?
      A BURRICE É A ALMA DO FANATISMO!!

      • Ora Ax, fique em casa então,se o vírus LETAL mata mais q todas as outras doenças juntos,conforme a propaganda da mídia, não tô discordando,FIQUE EM CASA !!
        Obs:O modus operandi de divulgação da mídia sobre a terrível pandemia me lembra muito a perseguição recentíssima de certo partido e seus líderes no Brasil,acharam o jeito de manipular mentes e corações!!!!

  2. Uma observação interessante, olhando os gráficos de casos e de mortes, bem como a taxa de letalidade geral, que era crescente e chegou a superar 7%, vem caindo e está em 5,9%.
    Isto demonstra que, embora ainda não haja remédio ou vacina comprovadamente eficazes, o despreparo, desconhecimento e inexperiência iniciais estão evoluindo para uma melhora de combate e resultados no tratamento da doença.
    Não é muito, mas já é alguma coisa.
    Embora aqui na “pátria desalmada” a situação ainda seja preocupante…,

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome