Citada como exemplo por Terra, Suécia é país com mais mortes na Escandinávia

Deputado fala que país teve menos mortes em comparativo, mas gabinete do primeiro-ministro sueco foi demitido por má gestão da pandemia

Ex-ministro da Cidadania, deputado Osmar Terra (MDB-RS). Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

Jornal GGN – O deputado Osmar Terra (MDB-RS) usa a Suécia como exemplo de gerenciamento da covid-19 e afirma que a República Tcheca, com a mesma população, apresenta o dobro de casos.

Em seu depoimento à CPI da Pandemia, Osmar Terra afirmou que a Suécia é, dos países com mais de 10 milhões de habitantes, que menos mortes teve, e que a República Tcheca “tem o dobro da mortalidade da Suécia. O Rio Grande do Sul tem o dobro da mortalidade da Suécia, com a mesma população”.

Os dados foram refutados pelos senadores. “O senhor falou da Suécia?”, questionou o vice-presidente da CPI, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP). Após a confirmação, Randolfe lembrou que o gabinete do primeiro-ministro da Suécia caiu nesta segunda-feira por conta do que aconteceu na pandemia.

“O senhor está errado”, interveio o senador Otto Alencar (PSD-BA). “A República Tcheca tem a mesma população da Suécia. Na Suécia, morreram cinco vezes mais pessoas”. Randolfe precisou intervir. “Vamos garantir a palavra, vamos garantir ao depoente. Todo mundo sabe que o dado está errado – na Escandinávia, a Suécia foi onde mais matou gente”.

“Na Suécia morreram seis vezes mais, foram a óbito seis vezes mais pessoas do que na Noruega e na Dinamarca. O senhor deu um dado completamente errado. Lá teve uma CPI e foi demitido, como falou o senador, o gabinete caiu porque os deputados tomaram a iniciativa de retira-lo. Se no Brasil tem parlamentarismo, Bolsonaro já estava retirado do poder há muito tempo”, ressaltou Alencar.

Acompanhe a CPI da Covid-19 na TV GGN

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome