A receita dos tucanos para a crise, por Ilimar Franco

Do Blog do Ilimar Franco

Em O Globo

Para enfrentar a crise, o PSDB defende a adoção da idade de 65 anos para a aposentadoria; rever a estabilidade no emprego no setor público; para o setor privado, valeria o negociado em detrimento da lei. As propostas são, no caso de uma vitória de Aécio Neves à Presidência, do seu ministro da Fazenda, Arminio Fraga. Ele também gostaria de acabar com as vinculações, o que permitiria a redução dos gastos com Saúde e Educação. Além do rigor fiscal, que tem sido negligenciado pela atual gestão, apoia alguns remédios adotados pelo governo Dilma: reformar o PIS/Cofins; unificar o ICMS; desvincular a aposentadoria do mínimo; e manter o fator previdenciário.

Maior rigor fiscal

O Instituto Teotônio Vilela (PSDB) reuniu ontem seus pensadores, como Arminio Fraga e Gustavo Franco. Esses defendem a definição de metas de saldo primário, limite para a dívida bruta e do crescimento dos gastos do governo. 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

17 comentários

  1. ?????????
    No caso de uma

    ?????????

    No caso de uma vitoria de Aecio Neves??????

    Uau!

    Hoje eu cafundi um estado com um partido politico.  Pensei que ja tinha visto e era o autor da maior mancada da semana no blog!

  2. Esta notícia saiu por erro.

    Esta notícia saiu por erro. Várias são as razões, mas a mais importante delas é o estranho fato dos tucanos admitirem que querem diminuir os gastos públicos com Saúde e Educação e com a Previdência. 

  3. receita de Portugal e Espanha

    Essa foi a receita de Portugal e Espanha para enfrentar a crise. Só agora  voltaram a crescer um pouco e isso porque têm eleições este ano.

    Se quisermos ser um imenso Portugal (  não aquele cantado por chico Buarque à 40 anos atrás, epoca da revolução dos cravos) estamos no caminho certo com esses senhores.

    Chamar Franco e Fraga de pensadores é forçar a barra.

     

    • Clareamento dental…

      … dói o dente. É melhor ele arrancar tudo e fazer um conjunto de implantes.  E aproveitar pra colocar uns caninos de vampiro que é mais adequado ao seu papel nesse país.

  4. Que coisa curiosa…

    O Governo pensa,de acordo com O Palácio, e a oposição que não tem plano nem projeto tira da cartola uma dúzia de projetos de lei sobre o assunto.T

    Timing perfeito!

    Quem teve a idéia no governo? O Palácio ou Levy?

     

  5. Receita de Coxinha, muita farinha pouco recheio

    “no caso de uma vitória de Aécio Neves à Presidência, do seu ministro da Fazenda, Arminio”

    Ué, vai ter eleição esse ano?

    “gostaria de acabar com as vinculações, o que permitiria a redução dos gastos com Saúde e Educação”

    Programa de Governo Coxinha:  Menos Saúde, Menos Educação

    “reuniu seus pensadores, como Arminio Fraga e Gustavo Franco”

    Pensadores??? rsssssssss!

    etc.,etc….

  6. Vale lembrar que a

    Vale lembrar que a estabilidade do servidor público não é uma garantia do servidor, mas do interesse público e da democracia, pois só assim o servidor pode negar “pedidos” de “gente do andar de cima” com independência e republicanismo.

     

    Sem a estabilidade, o servidor ficará exposto a todo tipo de interesse (e pressão) sobre as suas atribuições.

  7. Estado mínimo

    O PSDB quer acabar com tudo, inclusive educação e saúde, e claro, aumentar impostos, mas com que finalidade?

    Para usar todo o dinheiro do Estado para pagar aos seus amigos e correligionários que serão os donos das terceirizações que assumirão os serviços públicos. 

    Será que isso não é CORRUPÇÃO? 

    Feita pelo PSDB não. Votem nesses senhores e realmente terão senhores…..

  8. No caso de uma vitória do Aécio????

    Como assim, o Aécio é candidato a quê?

    A presidência?

    O PIG declara que ainda está em campanha, assim, desavergonhadamente?

    Que o Arminio é o ministro do Aécio, no caso de uma vitória??????

    Céus!

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome