Após comentário homofóbico, Bolsonaro diz que “estava brincando” e Dino o processará

"Bolsonaro veio ao Maranhão com sua habitual falta de educação e decoro. E o mais grave: usou dinheiro público para propaganda política. Será processado", afirmou o governador

Jornal GGN – Após dizer que virou “boiola”, “igual maranhense”, por tomar o “guaraná cor-de-rosa do Maranhão”, referindo-se à bebida Guaraná Jesus, o presidente Jair Bolsonaro disse que a piada homofóbica era brincadeira.

“Se alguém se ofendeu, me desculpa, eu fiz uma brincadeira com a cor do guaraná Jesus, que é cor-de-rosa. E a brincadeira que eu fiz não foi para a televisão, eu estava falando com um cara lá”, disse o mandatário, em transmissão ao vivo de suas redes sociais, na noite desta quinta (29).

Antes de responsabilizar os meios de comunicação que divulgaram pela “maldade”: “Falei uns troços e divulgaram como se eu estivesse ofendendo o pessoal do Maranhão. Muito pelo contrário. Com quem eu tava brincando era um maranhense, que levou na esportiva. Agora, a maldade está aí.”

O comentário homofóbico do presidente também gerou repercussão entre políticos. O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), disse que iria processar o mandatário pela piada com maranhenses.

Dino, contudo, disse que iria entrar com ação contra o presidente por usar dinheiro público, na agenda oficial ao estado, para realizar propaganda política. Antes de viajar, Bolsonaro criticou publicamente o governador e disse que era preciso “tirar o PCdoB do estado”.

“Bolsonaro veio ao Maranhão com sua habitual falta de educação e decoro. Fez piada sem graça com uma de nossas tradicionais marcas empresariais: o Guaraná Jesus. E o mais grave: usou dinheiro público para propaganda política. Será processado”, comentou.

Nesta quinta, Dino já havia criticado o presidente: “O Brasil está precisando de energia patriótica. Vamos todos, hoje à noite, comemorar essas conquistas tomando Guaraná Jesus, o guaraná do povo do Maranhão. É uma coisa boa, a gente serve aqui para os visitantes. Até aos visitantes mal-educados a gente serve.”

4 comentários

  1. Jair BiBizarro se mantém e até melhora sua popularidade porque há uma incompetência (até da miRdia) em focar no que importa e não em suas bizarrices.
    E ele sabe disso, pois construiu sua vida pública, de sustento sempre público, as custas dessa “diferenciação aparecida”.
    Todos nós já deveriamos ter assimilado que ele faz essas coisas para distrair e capitalizar.
    Seus seguidores e apoiadores diretos e indiretos não estão nem aí para estas babaquices, parte até aplaude.
    Nem um linha para dizer que numa BR de mais de 2 mil km e 90% feita, ele foi inaugurar, com o devido estardalhaço, 3,7 km de asfaltamento (menos q a av. Atlântica em Copacabana).
    Sem sequer ter chegado à metade do seu mandato, está (desse sempre) em campanha eleitoral, com a experiência adquirida de umas 8 campanhas.
    “Inaugura” obras alheias, estaduais e municipais, já quase prontas antes de si, e vai capitalizando, sempre fazendo alguma ação ou vomitório de frases em cima de palanques, motos, jet skys, carrinhos de lanche, cavalos e até helicópteros pagos por nós.
    Enquanto não formos aos pontos que importam de verdade continuará, como um neo Jânio varre-varre, chegando na “sua casa” (sic) do Alvorada, dando boas risadas de seu “sucesso”.
    E o braZil, ó!

  2. Lula fez algo parecido com Pelotas.
    Certo não é , mas cabe processo ?
    Meter o STF em mais um assunto ?
    Focar no necessário.

  3. Exatamente. Sou Gaúcho, Pelotense, e Lula fez a mesma brincadeira o Fernando Marroni, na época prefeito de Pelotas. Não vi as redes de televisão chamarem o Lula de HOMOFOBICO nem alguém processar o Lula por isso. Agora qualquer piada é motivo de processo. Haja paciência para tamanha hipocrisia.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome