Aprovação do governo Bolsonaro cai para 32%, mostra Ibope

Aprovação da gestão Bolsonaro é a pior do ano; levantamento mostra ainda crescimento de cinco pontos percentuais dos insatisfeitos com o governo

Jornal GGN – Cai para 32% a proporção de brasileiros que avaliam o governo Bolsonaro como ótimo ou bom. Esse é o resultado da pesquisa Ibope, divulgada nesta quinta-feira (27) por encomenda da Confederação Nacional da Indústria (CNI).

A pesquisa mostra ainda que 32% avaliam o governo Bolsonaro como ruim ou péssimo e outros 32% compreendem a gestão atual como regular – não souberam ou não responderam a pesquisa 3%.

O levantamento ouviu 2.000 pessoas em 126 municípios, de todas as regiões do país, entre os dias 20 e 26 de junho. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

O resultado da pesquisa mais recente mostra uma oscilação negativa de três pontos percentuais no grupo que considera o governo ótimo/bom, em relação ao levantamento CNI/Ibope divulgado em abril.

Na ocasião, 35% afirmaram que a gestão Bolsonaro era boa ou ótima e 27 ruim ou péssima. Portanto, neste último caso, ocorreu um aumento de cinco pontos no grupo insatisfeito com o Planalto.

O CNI/Ibope aponta ainda que, em comparação a todos os levantamentos mensais – com exceção de maio, quando não houve pesquisa – a aprovação do governo Bolsonaro mais recente é a pior do ano.

Em janeiro, 49% consideravam a gestão ótima/boa; em fevereiro passou para 39%; março para 34%, em abril oscilou para 35% e, agora, em junho, está em 32%.

O CNI/Ibope de junho mostra também que aumentou a proporção de brasileiros que desaprovam a maneira como o presidente Bolsonaro governa: de 40% para 48%, em relação a abril. Já a aprovação do estilo de governo Bolsonaro caiu de 51% para 46% no mesmo período.

A confiança em Bolsonaro como chefe do Executivo também sofreu queda: passou de 51% para 46%. E, no grupo daqueles que não confiam em Bolsonaro como presidente, houve aumento de 45% para 51%.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora