Ato impensado de Moro coloca país em risco

Jornal GGN – O juiz de primeira instância Sérgio Moro, em um ato sem a precedentes, autorizou grampos telefônicos do ex-presidente Lula, que acabaram por atingir a presidente Dilma Rousseff, o presidente do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, a ministro do STF, Rosa Weber, e também Eugênio Aragão, o novo ministro da Justiça.

O juiz de primeira instância Sérgio Moro, não só ordenou os grampos, como liberou gravações para a Rede Globo, num ato que coloca em xeque sua estabilidade. O condutor da força-tarefa da Lava Jato precisa enviar todo o processo para o Supremo Tribunal Federal, pois agora o ex-presidente Lula, perseguido por ele por conta de um triplex no Guarujá que é da OAS, dois pedalinhos e um bote de lata, agora tem foro privilegiado pelo cargo na Casa Civil.

Tudo indica que o juiz não gostou da ação envolvendo o ex-presidente Lula e resolveu a questão inflando os ânimos já acirrados da sociedade com um ato ilegal, inconstitucional e que pode colocar por terra toda a operação.

Eis o diálogo registrado nesta quarta-feira e que, de acordo com o próprio juiz de primeira instância, não carrega nada “inapropriado”:

Conversa com Dilma

– Dilma: Alô

– Lula: Alô

– Dilma: Lula, deixa eu te falar uma coisa.

– Lula: Fala, querida. Ahn

– Dilma: Seguinte, eu tô mandando o ‘Bessias’ junto com o papel pra gente ter ele, e só usa em caso de necessidade, que é o termo de posse, tá?!

– Lula:  Uhum. Tá bom, tá bom.

Leia também:  Jornal publica mensagem no Telegram para provar ação hacker contra Moro

– Dilma: Só isso, você espera aí que ele tá indo aí.

– Lula: Tá bom, eu tô aqui, fico aguardando.

– Dilma: Tá?!

– Lula: Tá bom.

– Dilma: Tchau.

– Lula: Tchau, querida.

Os grampos foram abertos para a Rede Globo. As críticas feitas por juristas e advogados é que liberar os grampos de tarde quando chamaram ato público é político, não é jurídico. E se é político vai ter que se explicar de alguma forma.

Tudo isso veio a público hoje, porque Moro decidiu abrir o conteúdo das interceptações sobre Lula, realizadas na última fase da Lava Jato.

Resta saber se a ação tresloucada de Sérgio Moro não prejudicará mais ainda o frágil equilíbrio em que nos encontramos. As manifestações pró-Dilma e pró-Lula acontecerão nesta sexta-feira, e se os ânimos se acirrarem ninguém sabe o que poderá acontecer.

O governo federal não gostou nada do que fez Moro, não só cometendo crime ao grampear presidente da República, presidente do STF, ex-presidente, ministro do STF, ministro da Justiça. Eis a nota que o Palácio do Planalto soltou:

Palácio do Planalto

Nota à Imprensa

Tendo em vista a divulgação pública de diálogo mantido entre a presidenta Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, cumpre esclarecer que:

1 – O ex-presidente Lula foi nomeado no dia de hoje ministro-chefe da Casa Civil, em ato já publicado no Diário Oficial e publicamente anunciado em entrevista coletiva;

2 – A cerimônia de posse do novo ministro está marcada para amanhã às 10 horas, no Palácio do Planalto, em ato conjunto quando tomarão posse os novos ministros Eugênio Aragão, ministro da Justiça; Mauro Lopes, Secretaria de Aviação Civil; e Jaques Wagner, ministro-chefe do Gabinete Pessoal da Presidência da República;

Leia também:  'Se fosse deputado ou senador, Moro estaria cassado ou preso', diz presidente do Senado

3 – Uma vez que o novo ministro, Luiz Inácio Lula da Silva, não sabia ainda se compareceria à cerimônia de posse coletiva, a presidenta da República encaminhou para sua assinatura o devido termo de posse. Este só seria utilizado caso confirmada a ausência do ministro.

4 – Assim, em que pese o teor republicano da conversa, repudia com veemência sua divulgação que afronta direitos e garantias da Presidência da República.

5 – Todas as medidas judiciais e administrativas cabíveis serão adotadas para a reparação da flagrante violação da lei e da Constituição da República, cometida pelo juiz autor do vazamento.

Secretaria de Imprensa

Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República

 

Damous e Lindbergh

O deputado federal do PT pelo Rio de Janeiro, Wadih Damous, se manifestou contra o ato do juiz de primeira instância Sérgio Moro. O feito é manchete em todos os veículos da mídia nacional dizendo que foi divulgado grampo da PF que interceptou Lula em conversa com a presidente Dilma, ‘supostamente’ agindo para ‘evitar a prisão’ de Lula. O sigilo foi do processo da Lava Jato foi quebrado exatamente no mesmo dia em que Lula foi nomeado ministro-chefe da Casa Civil.

Mesmo que no despacho de liberação das gravações, Moro tenha ponderado que “não há indícios” de que tenham agido de forma inapropriada, o vazamento é ilegal. “A lei de interceptação proíbe isso. Ele cometeu crime e vai ter que responder por isso”, alertou Wadih Damous, que também é advogado.

Leia também:  STF pode adiar julgamento sobre suspeição de Moro nos processos da Lava Jato, diz Bergamo

O deputado entende que se não há indícios de ilegalidade, conforme reconheceu o juiz, retirar o sigilo é uma tentativa clara de “insuflar a população contra o governo” e “provocar um clima de instabilidade”. Damous ressaltou que, mesmo se houvesse ilegalidade, o caso deveria ser investigado pelo Supremo, já que na gravação quem fala é a presidente da República.

Outro parlamentar a questionar a ação de Moro como crime, e que isso sim deveria ser tratado no Senado, e não falas que não traduzem nenhuma má-fé foi o senador do PT pelo Rio de Janeiro, Lindbergh Farias. Eis o vídeo.

 

 

(function(d, s, id) { var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0]; if (d.getElementById(id)) return; js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = “//connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.3”; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));

ESCÂNDALO!!!Vazamento despropositado de conversa privada entre Lula e a presidenta da República. É grave! É ilegal! É irresponsável!

Publicado por Lindbergh Farias em Quarta, 16 de março de 2016

 

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

134 comentários

  1. Ato impensado!!! Socorro…eu

    Ato impensado!!! Socorro…eu quero descer!!! Ato mais pensado do que este jamais houve na história da República.

  2. Ato impensado!!! Socorro…eu

    Ato impensado!!! Socorro…eu quero descer!!! Ato mais pensado do que este jamais houve na história da República.

  3. Ontem ou antes de ontem

    Ontem ou antes de ontem postei aqui no blog o seguinte Dilma tem poderes para:

    1 – Demitir Janot que quer enforcá-la e lançar o Brasil numa guerra civil.

    2 – Demitir toda a direção da PF no Brasil que compactua com os crimes da Lava Jato e do Moro e realocar essa turma pra onde ela quiser.

    3 – Usar parte substancial de nossas reservas internacionais que não rendem nada lá fora pra alavancar a economia.

    4 – Usar os setores da PF e outros sob o comando do executivo que não compactuam com a turma de Curitiba e lança-los no encalço dos crimes da Rede Globo e dos filhos do Roberto Marinho.

    5  – Ter a grandeza de espírito em reconhecer que perdeu o controle de tudo e deixar LULA comandar todo o processo que irá virar o jogo, respaldando todas e quaisquer decisões dele.

    O ítem 5 já esta em andamento e espero que continue e que dê início a execução dos demais.

    Voltarei agora a fazer a defesa de Dilma nas ruas e nas redes sociais.  Já tinha desistido.

     

  4. Cena 1:Lula assistindo a

    Cena 1:
    Lula assistindo a Globo (Sun tzu:Se você conhece o inimigo e conhece a si mesmo, não precisa temer o resultado de cem batalhas) quando o Bonner anuncia que segundo o milésimo delator havia motivos pra prender o Brahma.

    “O Brahma!” pensou… “sabe que esse cara me deu uma idéia!” Pega o telefone e diz: OBAMA, aqui é o Lula. E aí parcero.

    Hi, Lula? The man? achei que tinha acabado nossa parceria: seu ministro e sua candidata falam tanto em ser republicanos que achei que tinham deixado de ser democratas… e aí, qualé?

    desculpa aí, essas minhas crias acabaram metendo os pés pelas mãos… to precisando de uma ajudinha aqui .. soube que sua polícia sabe de umas coisinhas de certa tv brasileira… sabe como é, os russos tão vindo instalar um centro de pesquisa nuclear com fins pacíficos aqui na bolívia, o Evo é meu chegado, e aí vão negociar?

     

  5. É um crime. Coloca em risco a
    É um crime. Coloca em risco a própria segurança nacional. Como é possível que um juiz de província monitore as conversas de presidente da república, presidente do Supremo. Cadê a a Abin que deveria zelar pelo sigilo das conversas presidenciais?

  6. Esse juiz é um irresponsável
    E se as gravações foram feitas depois de Lula ser nomeado ministro? O juiz não teria cometido um crime nesse caso? Pois Lula já teria foro privilegiado

  7. Tudo leva à crer que é um
    Tudo leva à crer que é um grupo secessionista que se formou em torno do judiciário federal do Paraná. A postura de homem bomba desesperado de hoje afasta qualquer dúvida. Estamos diante de uma ameaça concreta a paz pública. Estes “senhores” do sul põe em risco a integridade física da população brasileira, têm que ser interditados imediatamente antes que produzam um mal maior.

  8. Na Globonews a reporter falou

    Na Globonews a reporter falou o bairro do Instituto Lula, so faltou dar o endereco e pedir comparecimento para o golpe, pura inflamacao. Mas pelo jeito o golpe ta falho mesmo porque disseram que a mesma quantidade de pessoas na frente do planalto eram mil e depois cinco mil, e na Fiesp que funciona com dinheiro publico fazendo pirotecnia na paulista em uma quadra.

  9. É um ato inconsequente e sem precedentes. . .

    É um ato inconsequente e sem precedentes, para grampear a presidência da república precisaria de autorização do STF, como disse um colega meu: “Em qualquer país sério, Moro seria demitido no dia seguinte a bem do serviço público”.

  10. É um ato inconsequente e sem precedentes. . .

    É um ato inconsequente e sem precedentes, para grampear a presidência da república precisaria de autorização do STF, como disse um colega meu: “Em qualquer país sério, Moro seria demitido no dia seguinte a bem do serviço público”.

  11. A nomeação de Lula pode acabar revelando os métodos da Lava Jato

    Em função da obrigação de enviar o processo contra o Ministro Lula para o STF os métodos da Lava jato serão revelados, e caso revele também alguma ilegalidade na ação da Lava jato ou do Juiz Moro podemos ter um reviravolta na situação, com o Conselho da Justiça Federal (CJF) sendo obrigado a punir o Juiz Moro por suas ações.

  12. Dúvidas?

    Para quem ainda tinha dúvidas sobre Lula estar fazendo a coisa certa ao aceitar ser ministro, a reação contrária e totalmente desesperada das cabeças do golpe demonstraram que sim: Lula fez bem em se tornar Ministro da Casa Civil!

    FHC surtou, Moro pirou, Globo se desnudou, etc.

    Todos mostraram o que já não dava mais para segurar. 

    Explode coração!

    [video:https://www.youtube.com/watch?v=7POZ1uT7jm4%5D

    • Você só se esqueceu do Janot

      Você só se esqueceu do Janot que também está histérico. O que  será que se passa com esse homem? Será que ninguém botou uma escuta nele também? Já pensou o que sairia de uma escuta desse homem? Eu nunca vi tanto corrupto derrubando uma presidente incorruptível na minha vida. 

  13. DOIDO OU GOLPISTA

    O Moro estava para deflagrar a prisão do LULA IMEDIATAMENTE?

    Antes que isso pudesse via a acontecer, teria que haver a decisão sobre quem julgaria o LULA se São Paulo ou não.

    Não é razoável que a Dilma tivesse uma conversa sobre este tema, ISSO NÃO SENDO URGENTE.

    O ato politico dele expressa muito bem seus objetivos.

  14. Cara,o povo já estava

    Cara,o povo já estava exaltado…Hoje no meu face,colegas…equilibrados…estavão histericos…acreditando que Lula,não seria mais investigado…Até curti alguns comentários que explicava que quem o investigaria seria STF…

    Esse louco vai causar um confronto,entre a população…

    • saudades mesmo!

      Se o velho gaúcho estivesse entre nós, seria o primeiro a estar nas ruas neste exato momento discursando pelo fim desse (des)governo. Ah se a Globo não tivesse dado uma forcinha pro Lula em 1989, e Brizola tivesse ido pro 2º turno com o playboy alagoano, esse país teria sido poupado de tantas mazelas!

  15. O Moro jogou essa cartada

    O Moro jogou essa cartada final porque sabe que daqui prá frente às coisas serão mais difíceis prá ele. Jogou tudo ou nada e quiz levar os coxinhas com ele.

  16. “Guerra total começa agora”

    Chega de notinhas do Planalto à imprensa. A Presidenta Dilma, ou mesmo algum ministro, deveria ter convocado uma transmissão extraordinária em todos os meios de comunicação esta noite e denunciado, sem rodeios, o golpe jurídico-midiático-policial, conduzido por Moro e pela Procuradoria. A República do Paraná ultrapassou todos os limites. E daqui pra frente, a Globo e seu mascote virão com baixarias ainda maiores. Como disse o Pepe Escobar, na RT (aqui): “Total war starts now.” 

  17. Nem se cocem: todas as ditas

    Nem se cocem: todas as ditas corregedorias (do tribunal da 4a, do cfj e do cnj) nada farão contra o douto Moro: morrem de medo dele e, principalmente, pelo visto, do que há por trás dele. Fosse país sério e ele já teria sido afastado: no máximo – mas, bota máximo nisso, será interpelado para responder em até trocentos dias sobre o que queria fazer que acabou fazendo. Depois, arquivam de imediato. Democracia não é para qualquer um: o arbítrio é algo que se aprende em casa e na infância…

  18. Moro,é um bandido!Para ele

    Moro,é um bandido!

    Para ele não basta,destruir a terra tem que passar sal.Como diz Rebolla.O que é isso quer sangue!

    O que restara do Brasil,as pessoas precisão trabalhar…viver….

    Falta apenas 2 anos para se encerrar o mandato da Dilma…Pt já esta fudido,Lula não se candidata mais,ta na cara!

    O que ele quer?

    Entrar para história de qualquer Jeito,ou que alguém mate o Lula!

     

  19. Crime contra a Segurança Nacional

    A gravação comprova que o grampo era no telefone da secretária da Dilma, não era no celular do assessor do Lula. É crime contra a Segurança Nacional.

     

    O criminoso do moro tem que ser preso imeditamente

  20. Assistindo ao jornal da

    Assistindo ao jornal da Gazeta, bem mais cedo, surpreendi-me ao ouvir o áudio com as vozes de Lula e Dilma. Ela pergunta como ele está, e ele responde que está bem. Em seguida, vê-se que Lula responde sobre sua ida ao aeroporto, quando diz que achou uma safadeza ter que passar horas respondendo tudo que já havia falado, e mais uma vez diz que nunca se furtou a dar depoimentos, etc.

    Pelo que vi, o áudio é diferente desse outro que trata da posse de Lula. Ficou claro que Lula se encontrava em São Paulo e a Presidente em Brasília. Aí, pelo que se sabia, o grampo estava no apartamento dele.

    Por que outros meios de comunicação não seguiram a Gazeta com esse mesmo audío?

  21. Nero

    Muito se fala que este cidadão-justiceiro, se inspirou na operação mãos limpas italiana. Depois do episódio de hoje, a conclusão que chego é que a verdadeira  inspiração deste cidadão-justiceiro, foi Nero que incendiou Roma no ano 64 DC.

    E mais, se ele tomou esta decisão tresloucada, teve o apoio e a aprovação de cima (PGR ??).  Que a lei seja aplicada exemplarmente contra este cidadão, que se acha acima do bem e do mal.

    Repito, agora se necessita descobrir quem foi o criador deste mosntro. E que seja punido também.

  22. Nero

    Muito se fala que este cidadão-justiceiro, se inspirou na operação mãos limpas italiana. Depois do episódio de hoje, a conclusão que chego é que a verdadeira  inspiração deste cidadão-justiceiro, foi Nero que incendiou Roma no ano 64 DC.

    E mais, se ele tomou esta decisão tresloucada, teve o apoio e a aprovação de cima (PGR ??).  Que a lei seja aplicada exemplarmente contra este cidadão, que se acha acima do bem e do mal.

    Repito, agora se necessita descobrir quem foi o criador deste mosntro. E que seja punido também.

  23. Não há Moro que sempre dure,

    Não há Moro que sempre dure, nem Moro que nunca se acabe. Quanto mais cedo essa praga for chamada de volta aos EUA, melhor. Que ele vá para seu ninho golpista e que Janot fique na Paris, onde se exibiu hoje todo catito e faceiro. Farsantes!

  24. Impensado??

    Impensado Nassif?? O coronel de Curitiba trabalha dia e noite esperando por esse momento e você diz que foi impensado? Pois eu digo que além de pensado foi orquestrado! As buzinas dos carros dispararam minutos antes do jornal começar! Insistentemente incitaram a classe média burra a bater suas panelas! Depois disso mini carreatas e buzinas permanecem incitando o ódio! Nas redes sociais convocações pré fabricadas com data e hora! Um telejornal feito sob medida para os midiotas! E o vendaval de manchetes homogêneas parecem brotar de uma mesma Central Golpe de “jornalismo”! Acabou! As massas ignorantes sedentas de sangue farão o restante do serviço! 

  25. Situação difícil para

    Situação difícil para governo,  a população que está nas ruas não quer mais governo PT, pedem a saída de Lula, querem vê-lo atras das grades. Para eles não importar que o juiz Moro cometeu crime, o povo das redes sociais não quer justiça, querem cabeça de Lula, Dilma.

  26. Juiz Caipira

    Este Juiz caipira estava mal-intencionado desde o início.  Destruiu a engenharia nacional e agora tenta derrubar a República. Será que não existe nenhuma instância que contenha este bandido?

    Vamos descobrir os podres destes que querem parecer os catões da República. Certamente estão com o rabo preso com algum interesse estrangeiro.

     

    • Moro foi irresponsável e torce par o pior!

      Moro foi esperto.  A GloboNews fez um comunicado escrito por ele onde revela que o grampo foi pedido para Lula.

      Ele grampeou Lula e Dilma ligou para ele. Se fosse sério e estivesse do Lado da Lei, ele deveria ter enviado a gravação para o STF anexar ao processo de Lula.

      Com esse ato ele pode ser responsável pelos cadávers que surgirem. 

      A Globo é o Alto Comando do Golpe o resto é comandado!

       

      SDS

  27. O dia da queda do Moro

    A pergunta a ser respondida agora é se as instituições estão funcionando no país.

    Não foi crime grampear o Lula.  O crime foi,  ao se deparar com conversas do grampeado com autoridades da República – presidente, ministros do Judiciário e do Executivo – divulgar o teor das conversas dessas autoridades.

    Sérgio Moro há muito tempo demonstrava uma obsessão mal escondida sob a toga,  a de prender o Lula e de contribuir com as forças que pretendem derrubar o governo Dilma.  O obsessivo demonstra extremo autocontrole em seus atos, é detalhista e calculista em seus passos e isso vem sendo demonstrado desde o início da Lava Jato.  Analisado por um jornalista de renome, poderia ser incluído na categoria dos “taradinhos do impeachment” ou dos “taradinhos do Lula preso”.  Por baixo da toga, veste uma máscara de sujeito contido, que não faz como um Fernando Capez, que vai fazer a dancinha contra a corrupção, na Paulista,  sem direito a merenda.

    Pela imagem que passa, conquista apoios e facilmente é visto como herói pelos incautos e pelos que veem nele a realização de seus íntimos desejos,  entre os quais a mídia,  todos com grande poder de insuflação de seu já exacerbado ego.

    Ocorre que esse tipo obsessivo,  que durante o curso dos acontecimentos vai se convencendo de que tem o controle de tudo, não suporta justamente isso que ele experimentou recentemente,  a sensação de que está perdendo o controle.  Aí, o caldo entorna e a obsessão leva o indivíduo a cometer bobagens, como se diria no Paraná, a “meter os pés pelas mãos”.  Foi o que motivou a desastrada condução coercitiva,  o fato de ver o tempo passando sem poder levar Lula à prisão ou sem estar certo de qual seria a reação a tal ato.  Resolveu fazer um teste no dia 04,  as reações o deixaram mais inseguro quanto a seu controle sobre a situação.

    Agora, desandou de vez.  Inconformado de estar fugindo ao seu controle a capacidade de determinar a prisão de Lula, em decorrência da nomeação como ministro, cometeu a lambança, expondo autoridades da República.

    Voltemos à pergunta inicial:  as instituições estão funcionando?  Se sim,  cabe responder a processo perante o CNJ, com afastamento preventivo de suas funções,  sujeitando-se às punições cabíveis,  podendo chegar à aposentadoria compulsória.

  28. Nassif, foi crime do Moro…

    A Lei que regula as escutas telefônicas é a 9.296, de 1996.

    O roteiro da Lei é claro: após a realização da interceptação telefônica (o nome legal do grampo), o delegado deve degravar a escuta e preparar  um relatório da diligência, que é enviado ao juiz.

    O juiz anexa isso ao inquérito, em autos separados (os autos “apartados”). É justamente pra preservar o sigilo da escuta.

    E aí vem o crime do Moro: o art. 8° da Lei 9.296/1996 diz que as escutas ficarão sempre em sigilo. Não existe, nessa lei, a possibilidade de “levantar o sigilo” da escuta.

    O que o Moro fez é crime. E compromete todo o inquérito a que se relaciona.

    Simples assim: Moro é um criminoso.

    • Uma pequena introdução:
      Isso

      Uma pequena introdução:

      Isso é um crime gravíssimo. Primeiro contra as vítimas, sobretudo contra a presidenta Dilma. E aqui cabe indagar em que lugar do palácio foi instalado o grampo. Foi retirado? Se foi, quem o retirou, e quem o colocou? Ainda está em funcionamento? Quem estava na escuta ou ainda está?

      As mesmas perguntas são cabíveis quanto aos grampos no STF.

      Moro tem de explicar tudo em detalhes. Observem a gravidade do crime cometido contras os ministros do Supremo. Por que grampeou ministros do Supremo? Qual era a sua intenção?

       

      • Não existe mais grampo físico, Cafezá

        Não se usa ,mais grampo físico (a não ser na instalação de escuta ambiental). O grampo é feito direto captando o sinal da linha e gravando o mesmo. É tudo informatizado.

        O grampeado aí foi o Lula. As conversas dele se referindo a ministros é o que o  Moro divulgou – ilegalmente, já que a Lei 9.296/96 não permite levantar o sigilo de grampo.

      • Ele que venha
        No tribunal dele, ele fala e os outros escutam, e quando falam tem que pedir licença à “excelência”. Na política ele vai ter que ouvir, e quanta coisa tem que ser dita na cara dele, olhando nos olhos, de igual para igual.

  29. Ataque de trolls pagos nas redes sociais comecando agora

     

    Nassif e todos:  minha esposa acabou de me dizer que “o Brasil” esta coberto be manifestacoes HOJE e AGORA a respeito de Lula assumir um ministerio.  Como eu nao sei nada do que esta acontecendo mas sei que minha esposa acredita qualquer bosta rala que alguem da familia dela a alimenta (eu respondi que nao tou disposto a escutar essa merda), eu gostaria muitissimo de saber se o Brasil esta “coberto de manifestacoes” contra Lula em um ministerio.  Tem alguem ai que me pode responder?

    O ponto NAO eh o que voces estao pensando.  O ponto eh desinformacao paga sendo espalhada pelas redes sociais.  Nao sei o que minha esposa frequenta na internet, nao tou interessado, nem encosto no computador dela, de fato, e o governo daqui me fecho TODAS as portas internautas que eu ja tive, e a unica que eu consegui manter a preco da minha sanidade foi esse blog.

    Mas o que ela acabou de me dizer nao faz uma goticula de sentido.

    • Ivan, a globo esta

      Ivan, a globo esta insuflando….o povo que foi para rua,foi devido o vazamento do grampo do Moro e náo pela nomeação do Lula… mas querem nos fazer crer o contrario…

  30. Moro ou PF?

    Moro já está se justificando.

    Do UOL

    PF gravou Dilma e Lula após Moro interromper interceptação telefônica

    24

    Felipe Amorim e Flávio Costa
    Do UOL, em Brasília e São Paulo

    16/03/201621h04  Ouvir texto  0:00 Imprimir Comunicar erro

    Pedro Ladeira/ Folhapress

    A interceptação telefônica, feita pela Polícia Federal, que gravou a conversa entre a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi realizada duas horas após o juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, ter determinado a suspensão das interceptações telefônicas sobre Lula.

    A decisão de Moro que determina o fim das interceptações ao ex-presidente foi juntada ao processo judicial às 11p2 desta quarta-feira (16). O juiz determina que a Polícia Federal seja comunicada da decisão “com urgência, inclusive por telefone”, diz o texto do despacho.

    Às 11p4, em outro despacho, a diretora de Secretaria Flavia Cecília Maceno Blanco escreve que informou o delegado sobre a interrupção. “Certifico que intimei por telefone o Delegado de Polícia Federal, Dr. Luciano Flores de Lima, a respeito da decisão proferida no evento 112”, diz o documento.

    O evento 112 refere à decisão de interromper as interceptações telefônicas do ex-presidente. Neste despacho, Moro afirma que não há mais necessidade das interceptações, pois as ações de busca e apreensão da 24ª fase da Lava Jato já foram realizadas.

    “Tendo sido deflagradas diligências ostensivas de busca e apreensão no processo 5006617-29.2016.4.04.7000, não vislumbro mais razão para a continuidade da interceptação”, diz o despacho, assinado pelo juiz.

    A conversa entre Lula e Dilma foi gravada pela Polícia Federal às 13p2, segundo consta em relatório encaminhado ao juiz.
    No diálogo, Dilma informa a Lula que está enviando a ele o “termo de posse” para que ele utilize o documento “em caso de necessidade”.

    Luciano Flores de Lima, o delegado que foi avisado pela manhã por Moro do fim do grampo, é o que manda juntar nos autos o áudio feito às 13p2. Também é o mesmo que interrogou Lula no dia 4 de março.

    A interpretação da força-tarefa da Lava Jato é de que Lula foi nomeado ministro como forma de escapar de um suposto pedido de prisão feito pelo juiz Sérgio Moro. Como ministro, Lula só poderia ser preso por ordem do STF (Supremo Tribunal Federal).

    Por meio da assessoria de imprensa da Justiça Federal do Paraná, Moro informou que só se manifesta apenas nos autos do processo. A reportagem do UOL tentou por telefone, mas não conseguiu entrar em contato com a assessoria de imprensa da Polícia Federal na noite desta quarta-feira.

     

    ReproduçãoEm despacho das 11p2 da quarta (16), o juiz Sérgio Moro solicita a interrupção da interceptação dos telefones do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva

     

     

    ReproduçãoÀs 11p4, funcionária da Justiça Federal informa que ligou para o delegado da Polícia Federal e avisou da interrupção das interceptações

     

     

    ReproduçãoÀs 13p2, as interceptações continuavam. Lula e Dilma Rousseff conversam. O conteúdo foi vazado no final da tarde da quarta (16)

     

    Quebra de sigilo

    O juiz federal Sergio Moro incluiu no inquérito que tramita em Curitiba uma conversa telefônica entre o ex-presidente Lula e a presidente Dilma Rousseff, na qual ela diz que encaminhará a ele o “termo de posse” de ministro.

    Dilma diz a Lula que o termo de posse só seria usado “em caso de necessidade”.

    Os investigadores da Lava Jato interpretaram o diálogo como uma tentativa de Dilma de evitar uma eventual prisão de Lula. Se houvesse um mandado do juiz, de acordo com essa interpretação, Lula mostraria o termo de posse como ministro e, em tese ficaria livre da prisão.

    O juiz Moro não pode mandar prender ministros porque eles detêm foro privilegiado.

    DILMA FALA DE “PAPEL” PARA USAR EM CASO DE NECESSIDADE

    compartilhevídeos relacionados   0:00  0:31360p1080p720p360p   

     

     

  31. Acho que isso é pra colocar povo na rua como nas primaveras

    Arabes….Pra mim ele cometeu vários crimes, mas o principal e de tentar levar as coisas para o patamar de guerra civil….

     

    sem falar que ficou claro o objetivo principal da Lava Jato!!!

      • Pois é…

        Aqui em Brasília, além de buzinaço, os coxinhas estão cruzando a cidade em altíssima velocidade, feito loucos, alucinados. Estão excitadíssimos e fora de controle. Fui buscar minha filha na UnB às 22:30, e por um momento achei que não iria chegar em casa sem levar uma batida de algum deles.

        • Eu não vou explicar porque este golpe tem tudo para não …

          Eu não vou explicar mais porque este golpe tem tudo para não dar certo, mas falta o mínimo de conhecimento das difernças do Brasil para os países das revoluções coloridas e da primavera árabe.

          E sugiro que se alguém tenha noção como ocorreram estes golpes (a maioria falhou) que fique quieto para não ensinar marginais.

    • Primaveras?

      As tais “primaveras árabes” foram promovidas pelos EUA para desestabilizar o Oriente Médio. O resultado foi um legado de milhões de mortes de civis inocentes e destruição de vários países.

  32. Ato impensado? Não creio,

    Ato impensado? Não creio, Moro tem seguido um script desde o inicio dessa novela chamada lava a jato, já revelou em diversas ocasiões ter se inspirado na mãos limpas da Italia, para cada movimento do inimigo, e podemos falar isso pois não se trata mais de um juiz mas sim de um politico fazendo politica com a toga, ele já tem planejado um contra-movimento, portanto a jogada de hoje apesar de ousada com certeza foi bem pensada, corre um risco calculado, descumpriu a lei? Com certeza, e ele sabe disso, mas quem vai atacar o “salvador da patria” e “único juiz com coragem para enfrentar corruptos e corruptores”? Óbviamente ele sabe que tem aliados no CNJ e STF e que um eventual processo contra ele só vai servir para jogar mais gasolina no clima altamente combustivel em que ele ajudou a colocar o país, o ironico é ver o juiz servindo-se da notoriedade adquirida para escapar das consequencias da violação da lei, exatamente o que ele acusa o presidente Lula de fazer.

    • ato bem pensado…

      Ficamos todos estupefatos diante da gravidade da situação Dilma diz que vai processar …o STF não se pronuncia oficialmente… a Dilma já deveria ter convocado os ministros militares e declarado “Estado de Sitio”.

    • ato bem pensado…

      Ficamos todos estupefatos diante da gravidade da situação Dilma diz que vai processar …o STF não se pronuncia oficialmente… a Dilma já deveria ter convocado os ministros militares e declarado “Estado de Sitio”.

  33. Entre a lei e a amizade…

    …Com quem o CNJ ou o STF irá ficar? 

    Me recordei que o Gal. Olympio tinha uma coluna de tanques…O efeito era bem mais dramatico…

  34. Juiz golpista e abusado,

    Juiz golpista e abusado, jogou todas as fichas numa espécie de noite dos cristais e jogou sua carreira no lixo.

    É um doente de direita.

  35. Não há Moro que sempre dure,

    Não há Moro que sempre dure, nem Moro que nunca se acabe. Quanto mais cedo essa praga for chamada de volta aos EUA, melhor. Que ele vá para seu ninho golpista e que Janot fique na Paris, onde se exibiu hoje todo catito e faceiro. Farsantes!

  36. A grande vontade do Moro é colocar todos na rua e provocar …

    A grande vontade do Moro é colocar todos na rua e provocar algum incidente, porém ele não sabe que não é assim que se dá um golpe.

  37. Atitude tão irresponsável

    Atitude tão irresponsável leva a crer que tem outras funções além da tentativa de convulsão social.
    Se o golpe não der certo, terá a garantia da anulação do processo. Será que a mesma não é interessante, haja vista o comprometimento de todos os partidos e a fragilidade das acusações contra Lula?
    Se o golpe não vingar, pelo menos os protegidos sairão ilesos ao final.

    Cadê a CUT, o MST e a UNE, hein?!
    Esse pessoal está levando uma surra para a classe média raivosa no quesito mobilização, ainda que a bendita classe tenha muito mais facilidade para se locomover.
    Não vai adiantar se mobilizar depois que o ato estiver consumado.

    • Dia 18 ainda virá

      Não sabemos se a direita (ou a extrema-direita) está “dando uma surra de mobilização” pois o dia 18 ainda não chegou.

  38. DESALENTO

    A nossa última esperança desvaneceu-se . O juiz é o Joaquim Silvério do séc XXI. O país vai virar pó.O apocalipse é aqui.Só restará cinzas. Procuramos a Fênix mas a coitada também ficou esturricada.Horror, horror, horror.

  39. A divulgação do áudio é crime

     

    A  quebra do sigilo telefônico é discutível juridicamente, mas  a dilvulgação não, e é crime e viola o inciso XII do Art. 5º da    Constutuição Federal,

    —-LEI Nº 9.296, DE 24 DE JULHO DE 1996.

    Art. 9° A gravação que não interessar à prova será inutilizada por decisão judicial, durante o inquérito, a instrução processual ou após esta, em virtude de requerimento do Ministério Público ou da parte interessada.

    —-Art. 10. Constitui crime realizar interceptação de comunicações telefônicas, de informática ou telemática, ou quebrar segredo da Justiça, sem autorização judicial ou com objetivos não autorizados em lei.

    Pena: reclusão, de dois a quatro anos, e multa.—-

    anexo-1

    Presidência da República
    Casa Civil
    Subchefia para Assuntos Jurídicos

    CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL DE 1988

    —TÍTULO II
    Dos Direitos e Garantias Fundamentais
    CAPÍTULO I
    DOS DIREITOS E DEVERES INDIVIDUAIS E COLETIVOS

    Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:

    —-XII – é inviolável o sigilo da correspondência e das comunicações telegráficas, de dados e das comunicações telefônicas, salvo, no último caso, por ordem judicial, nas hipóteses e na forma que a lei estabelecer para fins de investigação criminal ou instrução processual penal;       (Vide Lei nº 9.296, de 1996)

    anexo-2

    Presidência da República
    Casa Civil
    Subchefia para Assuntos Jurídicos

    LEI Nº 9.296, DE 24 DE JULHO DE 1996.

    art. 5°, inciso XII da Constituição Federal

    Regulamenta o inciso XII, parte final, do art. 5° da Constituição Federal.

    O  PRESIDENTE  DA   REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

    Art. 1º A interceptação de comunicações telefônicas, de qualquer natureza, para prova em investigação criminal e em instrução processual penal, observará o disposto nesta Lei e dependerá de ordem do juiz competente da ação principal, sob segredo de justiça.

    Parágrafo único. O disposto nesta Lei aplica-se à interceptação do fluxo de comunicações em sistemas de informática e telemática.

    Art. 2° Não será admitida a interceptação de comunicações telefônicas quando ocorrer qualquer das seguintes hipóteses:

    I – não houver indícios razoáveis da autoria ou participação em infração penal;

    II – a prova puder ser feita por outros meios disponíveis;

    III – o fato investigado constituir infração penal punida, no máximo, com pena de detenção.

    Parágrafo único. Em qualquer hipótese deve ser descrita com clareza a situação objeto da investigação, inclusive com a indicação e qualificação dos investigados, salvo impossibilidade manifesta, devidamente justificada.

    Art. 3° A interceptação das comunicações telefônicas poderá ser determinada pelo juiz, de ofício ou a requerimento:

    I – da autoridade policial, na investigação criminal;

    II – do representante do Ministério Público, na investigação criminal e na instrução processual penal.

    Art. 4° O pedido de interceptação de comunicação telefônica conterá a demonstração de que a sua realização é necessária à apuração de infração penal, com indicação dos meios a serem empregados.

    § 1° Excepcionalmente, o juiz poderá admitir que o pedido seja formulado verbalmente, desde que estejam presentes os pressupostos que autorizem a interceptação, caso em que a concessão será condicionada à sua redução a termo.

    § 2° O juiz, no prazo máximo de vinte e quatro horas, decidirá sobre o pedido.

    Art. 5° A decisão será fundamentada, sob pena de nulidade, indicando também a forma de execução da diligência, que não poderá exceder o prazo de quinze dias, renovável por igual tempo uma vez comprovada a indispensabilidade do meio de prova.

    Art. 6° Deferido o pedido, a autoridade policial conduzirá os procedimentos de interceptação, dando ciência ao Ministério Público, que poderá acompanhar a sua realização.

    § 1° No caso de a diligência possibilitar a gravação da comunicação interceptada, será determinada a sua transcrição.

    § 2° Cumprida a diligência, a autoridade policial encaminhará o resultado da interceptação ao juiz, acompanhado de auto circunstanciado, que deverá conter o resumo das operações realizadas.

    § 3° Recebidos esses elementos, o juiz determinará a providência do art. 8° , ciente o Ministério Público.

    Art. 7° Para os procedimentos de interceptação de que trata esta Lei, a autoridade policial poderá requisitar serviços e técnicos especializados às concessionárias de serviço público.

    Art. 8° A interceptação de comunicação telefônica, de qualquer natureza, ocorrerá em autos apartados, apensados aos autos do inquérito policial ou do processo criminal, preservando-se o sigilo das diligências, gravações e transcrições respectivas.

    Parágrafo único. A apensação somente poderá ser realizada imediatamente antes do relatório da autoridade, quando se tratar de inquérito policial (Código de Processo Penal, art.10, § 1°) ou na conclusão do processo ao juiz para o despacho decorrente do disposto nos arts. 407, 502 ou 538 do Código de Processo Penal.

    Art. 9° A gravação que não interessar à prova será inutilizada por decisão judicial, durante o inquérito, a instrução processual ou após esta, em virtude de requerimento do Ministério Público ou da parte interessada.

    Parágrafo único. O incidente de inutilização será assistido pelo Ministério Público, sendo facultada a presença do acusado ou de seu representante legal.

    Art. 10. Constitui crime realizar interceptação de comunicações telefônicas, de informática ou telemática, ou quebrar segredo da Justiça, sem autorização judicial ou com objetivos não autorizados em lei.

    Pena: reclusão, de dois a quatro anos, e multa.

    Art. 11. Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

    Art. 12. Revogam-se as disposições em contrário.

    Brasília, 24 de julho de 1996; 175º da Independência e 108º da República.

    FERNANDO HENRIQUE CARDOSO
    Nelson A. Jobim

    Este texto não substitui o publicado no D.O.U. de 25.7.1996

    URL:

    http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Constituicao/Constituicao.htm

    http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/L9296.htm

     

     

  40. GRAVAÇÃO ILEGAL!!

    Nassif, a se confirmar o que fala essa reportagem do “Globo” (não dá pra confiar 100%), não só a divulgação foi ilegal, mas  A PRÓPRIA GRAVAÇÃO FOI.

    Moro mandou suspender escuta de Lula antes da última conversa com Dilma

    PF diz que demora ocorreu porque tem que esperar companhia telefônica cortar sinal

           

    POR CLEIDE CARVALHO, THIAGO HERDY E DIMITRIUS DANTAS

    16/03/2016 21:54 / atualizado 16/03/2016 22:35

    PUBLICIDADE

    PUBLICIDADE

    O Juiz Federal Sérgio Moro – Geraldo Bubniak / Agência O Globo

    SÃO PAULO — O juiz Sérgio Moro havia determinado que a Polícia Federal suspendesse a interceptação telefônica do ex-presidente às 11p2m desta quarta-feira. A gravação em que a presidente Dilma Rousseff diz ex-presidente Lula que está encaminhando o termo de posse na Casa Civil, para usar se fosse necessário, foi feita mais de duas horas depois, às 13p2m.

    — Assim, determino a sua interrupção. Ciência à autoridade policial com urgência, inclusive por telefone — afirmou Moro. A Polícia Federal deu ciência à decisão do juiz às 12p3m.

    O áudio com a gravação da conversa entre Dilma e Lula foi inserido no inquérito às 15p7m. O juiz Sérgio Moro decidiu liberar o sigilo do inquérito às 16p9m.

    Em nota, a PF informou que a interrupção de interceptações telefônicas é realizada pelas próprias empresas de telefonia móvel e que, após receber a notificação judicial, a PF “imediatamente comunicou a companhia telefônica”.

    Segundo a PF, até o cumprimento da decisão judicial pela companhia telefônica, foram interceptadas algumas ligações. Quando a empresa parou de enviar o sinal “foi elaborado o respectivo relatório e encaminhado ao juízo competente, a quem cabe decidir sobre a sua utilização no processo”.

    Ao levantar o sigilo, o juiz Sérgio Moro afirmou em despacho que a decisão permite saudável escrutínio público sobre a atuação da administração pública e da própria Justiça criminal.

    — A democracia em uma sociedade livre exige que os governados saibam o que fazem os governantes, mesmo quando estes buscam agir protegidos pelas sombras — afirmou o juiz.

    Veja também

    Ministro Marco Aurélio comenta a gravação entre Dilma e LulaGrampo telefônico sugere que Dilma agiu para tentar evitar a prisão de LulaEm edição extra do Diário Oficial, Dilma nomeia Lula ministroNo plenário da Câmara, deputados da oposição gritam ‘renúncia, renúncia’

    As gravações foram juntadas ao inquérito que investigava as atividades do Instituto Lula às 15p7m. O juiz afirmou que, apesar de existirem diálogos com autoridades com foro privilegiado, “somente o terminal utilizado pelo ex-presidente foi interceptado e jamais os das autoridades com foro privilegiado, colhidos fortuitamente”, numa referência à presidente Dilma Rousseff e a ministros, como Jaques Wagner, que ocupava a Casa Civil.

    — Constata-se que o ex-presidente já sabia ou pelo menos desconfiava de que estaria sendo interceptado pela Polícia Federal, comprometendo a espontaneidade e a credibilidade de diversos dos diálogos — escreveu Moro em despacho divulgado nesta quarta.

    Segundo juiz, “alguns diálogos sugerem que tinha conhecimento antecipado das buscas” realizadas no último dia 4 de março.

    PUBLICIDADE

    O pedido para a quebra do sigilo foi apresentado a Moro pelo Ministério Público Federal. Os procuradores argumentaram que não havia motivo para manter o sigilo, já que a investigação havia se exaurido e que caberia ao Procurador Geral da República e ao Supremo Tribunal Federal “realizar juízo de valor sobre os fatos apontados”.

    Para os procuradores, as gravações mostraram mobilização de grupos para instigar manifestações públicas contra a investigação e contatos com pessoas com foro privilegiado onde há indícios de que procuram “turbar as investigações”.

    A Associação Nacional dos Delegados da Polícia Federal (ADPF) afirmou, em nota à imprensa, que a conversa do ex-presidente Lula grampeada pela Polícia Federal (PF) revela a “clara intenção” de uma interferência no trabalho da polícia. A Associação manifestou “total indignação e repulsa diante dos trechos” e garante ser “lamentável constatar que atos de ingerência política estão em curso para impedir a continuidade de uma das mais importantes investigações em curso no país”.

    Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/brasil/moro-mandou-suspender-escuta-de-lula-antes-da-ultima-conversa-com-dilma-18893806#ixzz437XHIJIb 
    © 1996 – 2016. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização. 

    • A defesa que complica a vida do Moro…

      Se ele mesmo determinara o fim da escuta, deveria ter dado a essa gravação posterior o caminho ditado pela Lei 9.296/19906, em seu art. 9°, que diz que as gravações inservíveis para a apuração serão destruídas.

      Nem deveria o delegado ter incluído essa conversa no relatório da interceptação, e nem o próprio Moro divulgado algo que foi feito após a própria ordem dele.

      A sustentar essa tese, Moro estará se enrolando mais ainda, carimbando a ilegalidade do próprio ato, e ainda levando a autoridade policial junto.

  41. Proposital

    Parece-me que Moro fez isso de forma proposital, para ser afastado da condução da Lava Jato, alegar perseguição e se lançar candidato a Presidente da República num eventual impeachment quadruplo (Dilma, Temer, Cunha e Aécio, este devidamente detonado pela Revista Época para não prejudicar o sonho de José Serra ser Presidente).

  42. o dia 18/03/2016 é agora
    numa investigação conduzida com argúcia todos os envolvidos são paulatinamente desmascarados. mas aquela que é realmente uma grande investigação, não se limita simplesmente a isto. sempre dá um passo a frente. sempre avança para o momento no qual a investigação acaba por desmascarar a si mesma. muito embora esta nunca tenha sido sua intenção…

    o Governo tem todos os elementos para agir. os cruzados de Curitiba acabaram tropeçando em sua arrogância. Sérgio Moro se revelou como marionete sem noção. os Generais do golpe estão em SP, Brasília e no mercado financeiro. sua tropa é a PF. seus operadores civis, os procuradores. no comando da rede de comunicações, o Império Globo. tudo está obscenamente escancarado.

    os golpistas precipitaram suas ações por desespero e não por calculismo. perderam momentaneamente a iniciativa.

    o anjo da História abriu suas enormes asas negras sobre o caos. não há retorno. é hora do contra-golpe: expor a Lava Jato como um atentado à soberania nacional e enquadrar os responsáveis.

    o dia 18/03/2016 é agora: sejamos nós a mídia do contra-golpe e a rede de resistência.
    .

  43. A Associação dos Juizes

    A Associação dos Juizes Federais do Brasil (Ajufe) já divulgou nota de apoio ao juiz Sergio Moro, embasada na Constituição Federal inclusive. Vamos prender todos os juizes federais do país junto com ele? Ou vamos simplesmente exonerá-los por motivo de incompetência por não entenderem nada da Lei Maior brasileira?

     

    A Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe) vem a público manifestar total apoio ao juiz federal Sérgio Moro, titular da 13ª Vara Federal de Curitiba, na condução dos processos relacionados à Operação Lava Jato.

    O juiz federal Sérgio Moro retirou o sigilo do processo de interceptação telefônica deferido judicialmente – com concordância do Ministério Público Federal – em face do ex-presidente Lula, que revela diálogos de graves repercussões, inclusive com a presidente da República Dilma Rousseff.

    O artigo 5º, LX, da Constituição Federal estabelece como princípio a publicidade dos atos processuais. A prova resultante de interceptação telefônica só deve ser mantida em sigilo absoluto quando revelar conteúdo pessoal íntimo dos investigados. Tal não acontece em situações em que o conteúdo é relevante para a apuração de supostas infrações penais, ainda mais quando atentem contra um dos Poderes, no caso o Judiciário.

    “Nos termos da Constituição, não há qualquer defesa de intimidade ou interesse social que justifiquem a manutenção do segredo em relação a elementos probatórios relacionados à investigação de crimes contra a Administração Pública”, diz a fundamentação da decisão do juiz federal Sérgio Moro.

    As decisões tomadas pelo magistrado federal no curso deste processo foram fundamentadas e embasadas por indícios e provas técnicas de autoria e materialidade, em consonância com a legislação penal e a Constituição Federal, sempre respeitando o Estado de Direito. No exercício de suas atribuições constitucionais, o juiz federal Sérgio Moro tem demonstrado equilíbrio e senso de justiça.

    A Ajufe manifesta apoio irrestrito e confiança no trabalho desenvolvido com responsabilidade pela Justiça Federal no Paraná, pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região, bem como pelo Superior Tribunal de Justiça e pelo Supremo Tribunal Federal – todas a partir da investigação da Polícia Federal, Receita Federal e do Ministério Público Federal.

    A Ajufe não vai admitir ataques pessoais de qualquer tipo, principalmente declarações que possam colocar em dúvida a lisura, a eficiência e a independência dos juízes federais brasileiros.

     

     

    • Deixa eu te contar um segredinho.

      Sabe a nota dos promotores e procuradores que saiu no Estadão de segunda? Pois bem, tenho amigos dentro do MP, são promotores recém ingressos na carreira, e eles me contaram que sofreram uma baita pressão para assinar o manifesto. Um cedeu, outro não. Então, não acredite nessas notinhas.

    • Meu chapa vai dizer pra ajufe que ele divulgou gravações ilegais

      Eu sequer estudei Direito, mas estudei lógica; Se ele suspendeu as gravações as 11:12h, tudo que veio depois é ilegal, não autorizado sequer por ele próprio.

      Portanto ele, se tanto, só poderia dar publicidade às gravações legais, isto é, as ocorridas até as 11:12h

      Além do mais, a gravação não diz nada demais, a não ser quando há poucos neurônios para absorvê-las.

      O resto é blá, blá, blá de torcedor, portanto, como diz um de seus prováveis heróis do MPE:

      Vá catar coquinho!

  44. LULA COMETEU O TERRÍVEL CRIME DE OPINIÃO

    Expressão do medievalismo reinante dos nossos dias, a LIBERDADE DE OPINIÃO parece que não vale mais para LULA e o PT de modo geral. Pergunta-se: qual foi o crime cometido por Lula? NENHUM, apenas emitiu opiniões sobre o jogo político atual. EXISTE CRIME DE OPINIÃO NO DIREITO MODERNO E CIVILIZADO? Resposta: NÃO, mas parece que este é outro direito que não vale mais para o Lula e os membros do PT.

  45. Não, não foi impensado.

    Foi desesperado.

    Os fatos que se desencadearam demonstram que Dilma atirou no que viu e acertou o que não viu.

    É óbvio que a intenção da nomeação de Lula era “o” ato de desespero de Dilma para salvar o mandato.

    Só que agora a coisa virou.

    Ao nomear Lula, o desespero caiu no colo do golpe judiciário-midiático para prender Lula e torná-lo inelegível. Moro se desesperou, a Globo ficou histérica, a direita resolveu bater o pezinho na Paulista.

    Só que agora essa vertente do golpe ficou escancarada.

    Tiro certeiro (mesmo que cego).

  46. O Grampo era no PLANALTO!!!

    O grampo estava no telefone da PRESIDENTE. Confiram que a gravação pega o tom de “chamando” do telefone, e isso somente é possível se o grampo estiver no telefone que esta FAZENDO a chamada, e não no que esta atendendo. Depois veja que o secretário do Lula atende, ou seja, quem LIGOU foi o gabinete da DILMA!!!!

  47. O Grampo era no PLANALTO!!!

    O grampo estava no telefone da PRESIDENTE. Confiram que a gravação pega o tom de “chamando” do telefone, e isso somente é possível se o grampo estiver no telefone que esta FAZENDO a chamada, e não no que esta atendendo. Depois veja que o secretário do Lula atende, ou seja, quem LIGOU foi o gabinete da DILMA!!!!

    • Jhony,
      Tua análise é

      Jhony,

      Tua análise é tècnicamente perfeita. Isso demonstra de forma cabal, que o juiz sergio moro cometeu um grave crime, pois não é da competência de um juiz de primeiro grau, autorizar escutas de conversas da presidente da república. Para piorar a situação dele, foi cometido um crime contra asegurança nacional.

      Se o STF não tomar as providências e destituir sergio moro, a presidência da república pode, inclusive, convocar as forças armadas e dar ordem de prisão para o juiz paranaense.

      A ver.

  48. É muito simples.Roberto

    É muito simples.
    Roberto Marinho já dizia: ” O importante não é o que a Globo diz, mas o que não diz”.  Eis o fio condutor.
    É a inspiração dos adeptos associados. O refúgio tático-ideológico contra o óbvio.

    Se há golpe jurídico-policial-midiático? Não sei. Constata-se uma mistura inusitada entre ficção novelesca
    aplicada ao jornalismo e realismo fantástico, fanático,  de interpretações milindrosas do arcabouço constitucional em
    meio a entes públicos com balas fornecidas a título de segurança pública. Seria isto por si um devio de função destes
    entes e entidades? Enfim. Estamos observando apenas hipoteses é claro.

    Mas digamos que, e se?

    Quem sabe a lava-jato de fato – tenho minhas dúvidas quanto ao controle de tantas váriaveis e reações a eventos aleatórios, mas tudo bem – consideremos que deste o início, tudo, todo o esforço só tinha um único objetivo: prender Lula.  O resto seria consequência positiva agregada aos interesses de grupos financeiros muitíssimo específicos, resguardados e discretos, mas infelizmente com efeitos colaterais que seriam amenizados conforme fosse, pelos parceiros de jogatina.

    Derrepente personagens mal descritos pelos roteiristas e enrolados acima da média, são expostos ao desejo (criado) de justiça, e de todas as conjurações, seja lá o que essas coisas signifiquem, para ver por inteiro esses personagens, e
    pior, o público fiel da ala ‘ golpista’ ( apenas por estar em voga) , quer porque quer ( outra expressão em voga )
    um final, um romance, um bandido preso, um herói, ação, sexo, violência, e quem sabe lá no fundo desse poço de hipocrisias, a fuga de toda e qualquer identificação.

    Então fico na dúvida se chuta-se o balde como derradeira jogada de desespero num ato de evidente disturbio com o
    mínimo do mínimo das prerrogativas e jurisdições, ou se, foi apenas unir o útil ao agradável para finalizar tudo antes que uma verdadeira operação comece a vigorar.

    Minha dúvida mesmo é: Por que o juiz iniciaria ato tão tresloucado e transparente quanto ao movimento de guerra política
    e se preocuparia no próprio ato em esclarecer que não havia nada nas informações interceptadas que pudessem ser imputadas como ilícitas? Se já estava na cara o efeito e as consequências. Uma mentirinha botando mais lenha na fogueira não iria fazer diferença nas consequências técnicas, e até contribuiria para a jogada. Mas toma uma medida explícita – quase suicida, visando atingir os inimigos – e ao mesmo tempo tenta limpar a barra dos atingidos?

    É o velho ditado: ” Manda quem pode e obedece quem tem juizo”.

  49. Esse bandido pau mandado…O

    Esse bandido pau mandado…O cerebro mandou comprometer a o STF…Globo news esta colocando o STF em suspeição.Golpe tramado…Ai galera o golpe foi dado…vão tentar fechar o STF.

  50. Concordo, Lourdes, “discordando”: o ato foi PENSADO!

    Não há resquícios de dúvida que o ato de Moro, com todos os riscos legais que lhe cabem, foi de caso PENSADO!

    Emocinal, como cabe a todo trapalhopata messiânico… mas pensado!

    1) Está cheio de “moral” conferida por cerca de 1,4 milhão de protesteiros (que a míRdia e oposição já amplificaram para até 6 e 8 milhões!).

    2) Pode ser que haja algum alto comando aquecendo as costas do rapaz, para dizer “manda ver que a gente segura”!…

    3) Parece fazer parte de uma parte de uma geração que não aprendeu limites nem bom senso. Muitos adolinquentes se formaram assim. Agir “sem noção” é até legal! (naquele outro sentido)…

    4) Vai saber se nesta barafunda toda de propinas e recuperações de grana escondida pelo mundo não sobrou um “troco bão” em algum lugar seguro, como os trocos que os delatores estão levando em suas delações MUITO BEM premiadas? De repente, como aquela Catapreta que tomou Doril, ele já pode chutar o pau da barraca e ir criar pelicanos em miamys…

    O fato é que esse cara não está nem aí para o país ou para os milhões de compatriotas (?) que possa desempregar.

    Mas já começa a mostrar que não passa de um trapalhão com uma missão…

    A próxima fase é o coxinheiro hiperativo perceber.

    Será que conseguem?

  51. Condordo, Lourdes, “discordando”: o ato foi PENSADO!

    Não há resquícios de dúvida que o ato de Moro, com todos os riscos legais que lhe cabem, foi de caso PENSADO!

    Emocinal, como cabe a todo trapalhopata messiânico… mas pensado!

    1) Está cheio de “moral” conferida por cerca de 1,4 milhão de protesteiros (que a míRdia e oposição já amplificaram para até 6 e 8 milhões!).

    2) Pode ser que haja algum alto comando aquecendo as costas do rapaz, para dizer “manda ver que a gente segura”!…

    3) Parece fazer parte de uma parte de uma geração que não aprendeu limites nem bom senso. Muitos adolinquentes se formaram assim. Agir “sem noção” é até legal! (naquele outro sentido)…

    4) Vai saber se nesta barafunda toda de propinas e recuperações de grana escondida pelo mundo não sobrou um “troco bão” em algum lugar seguro, como os trocos que os delatores estão levando em suas delações MUITO BEM premiadas? De repente, como aquela Catapreta que tomou Doril, ele já pode chutar o pau da barraca e ir criar pelicanos em miamys…

    O fato é que esse cara não está nem aí para o país ou para os milhões de compatriotas (?) que possa desempregar.

    Mas já começa a mostrar que não passa de um trapalhão com uma missão…

    A próxima fase é o coxinheiro hiperativo perceber.

    Será que conseguem?

    • Também acho que foi um ato

      Também acho que foi um ato pensado. Ele tem a proteção da mídia,  tem o apoio de parte da população, parte essa que está ocupando as ruas. Tinha as gravações, viu a oportunidade de aquecer o impeachment e o fez. Não importa se futuramente perca o cargo de juiz, se o perde terá o apoio da mídia, que o venderá como homem probo que caiu  por desafiar maior governo corrupto da história desse país. Enfim, se não perde o cargo continuará com seus desmandos na lava jato, caso perca será tratado como mártire pela mídia familiar e possivelmente se candidate para algum cargo politico.

  52.  
     
    Esse Moro é um

     

     

    Esse Moro é um hipócrita/golpista  juntamente com setores da PF.

    Moro  esta  querendo tirar o dele da reta.

    Tomara que Lula  vete propaganda para Globo e asseclas .

    CNJ terá, terá que afastar esse juizeco urgentemente caso contrário ficará ainda mais desmoralizado .

    Limpeza geral na tal PF do japona .

  53. “Ele pondera, no entanto, que

    “Ele pondera, no entanto, que “não há nenhum indício nos diálogos ou fora deles de que estes citados teriam de fato procedido de forma inapropriada e, em alguns casos, sequer há informação se a intenção em influenciar ou obter intervenção chegou a ser efetivada”.

    Deixa ver se eu entendi:  o cara grampeia um telefonema da presidente da república (de forma ilegal) falando com Lula, divulga pra globo news, exatamente quando terminava a sessão do STF que referendava os ritos do processo de impedimento da presidente, dando a última palavra sobre esse impedimento ao senado. Insufla o país, podendo causar uma convulsão social, e depois dá uma de Delcídio Amaral. Primeiro incendeia, depois finge ser bombeiro.  Tá pensando que todo brasileiro é trouxa, ou tem QI baixo.  

    • Ó céus !!!

      Às vezes penso que não estou vivendo isso, neste país !

      É um horror descomunal…

      Antes, me preocupavam as obstruções à justiça nesse processo todo.

      Agora esse cara quer botar fogo no Brasil?

      Ou é um louco desvairado ou alguém que foi inflado em demasia, para servir ao Golpe !

      E o PGR tem uma responsabilidade enorme nessa história.

  54. Para Moro, mais um “crime” de Lula: “estragou” as gravações!

    Segundo o juiztopata, em suas estapafúrdias explicações, ele acha que Lula “desconfiava” que estava sendo grampeado e “comprometeu a espontaneidade e a credibilidade dos diversos diálogos” (sic).

    Que história é essa de ser grampeado e desconfiar?

    Prisão para Lula: obstruiu a Justiça!

     

  55. Para Moro, mais outro “crime” de Lula: sabia que sofreria busca!

    Que história é essa de saber que vai ter sua casa invadida ?

    (segundo a gravação, pelo próprio noticiário, quem manda vazar tudo?)

    No despacho de Moro: “a democracia em uma sociedade livre exige que os governados saibam o que fazem os governantes, mesmo quando estes buscam agir protegidos pelas sombras”.

    Ou seja: conversas de governantes, juizes, parlamentares, se não forem públicas (isto é sob holofotes) estarão “nas sombras”.

    Espionagem pra que? CIA, FBI, chamem o Moro que ele resolve.

    Pensando bem, não vai lhes servir muito, pois as confidencialidades que vcs querem sabem ele espalha no ventilador.

    Nem pra isso serve

    É só pra insuflar zumbis mesmo!

  56. Sun Tzu

    “A possibilidade de derrotar o inimigo é dada pelo próprio inimigo.”

    Caiu como um patinho na arapuca armada por Dilma e Lula.  

    Além de outras iligalidades, atentou contra a Segurança Nacional!

    Se ferrou!….O ódio derrota!…

    • Moro saiu deixando rastro

      Moro saiu deixando rastro para tudo que é lado: Comentário em O Cafezinho, que se procedente é a chave: “Timoteo Batalha · 
      No áudio ILEGAL completo, verifica-se que o telefone grampeado era o DA PRESIDENTA DA REPÚBLICA e não o do LULA, pois, antes do rapaz (o segurança, dono do telefone) atender e repassar o telefone ao Lula já se ouvia o toque de chamada e em seguida a voz da secretaria da presidenta. Um absurdo!”

  57. Calma

    Agora o governo tem que ter a cabeça serena.

    Agir de acordo com a lei

    Ser duro, mostrar responsabilidade para não parecer acuado. E nem deve. Tanto Lula quanto Dilma.

    Eles, o Alto Comando, como diz o Nassif, entraram em parafuso, Estão desnorteados, perderam o chão.

    Tudo isso mostra as intenções desse juizinho de merda, PF, MPF com seus procuradores, todos ancorados no porta-avião do golpe.

    Com desespero, desculpe a expressão, partiu para o tudo ou nada: fudido por fudido, truco!

    E o pior, usou, como diz o Nassif, o acessório(?), a mídia. Lógicamente, tinha que ser a Globo.

    O porta-avião neste momento parece que não passa de um barco de lata, igual aquele do sítio em Atibaia.

    Se o STF realmente fizer a sua obrigação esse processo deve ser anulado. E botar o Moro na cadeia pelo crime de insuflar a desodem e desobediencia civil. Provocar o caos jurídico.

    Não se discute agora as responsabikidades dos acusados.

    Teria que começar do zero e com outro juíz.

    O episódio de hoje foi a gota d’agua. Desde o início foi uma loucara atrás da outra.

    Não me surpreende todos esses acontecimentos justamente com o Janot viajando.

    Alguém já disse aqui: o coordenador dessa bagunça é o Janot?

    Essa jogada não estava no tabuleiro de xadrez do Nassif.

    Não adianta fazer previsões.

    Ainda mais com o lado de lá perdendo o jogo.

  58. …qual a legitimidade de um juiz que viola a Constituição??

    ……qual a legitimidade de um juiz que não respeita as leis, viola a Constituição.

    …atingindo de forma brutal a dignidade e a humanidade de todos nós…

    …quem não respeita a lei… não respeita nada… que lei ele segue? as que ele cria? … para que todo um povo… para que toda uma luta… para que uma Constituição…se alguém que deveria ser um de seus guardiões… pode agir à revelia de toda legitimidade… à revelia de toda legalidade… à revelia de toda moralidade…à  revelia de toda decência… destruindo tudo aquilo que se chama civilidade…tudo aquilo que se chama democracia ..e com isso decreta a morte do que se chama convivência humana….

    …pergunta-se, que legitimidade tal pessoa pode ter… se viola a Constituição… se subverte as leis…

    …e o pior, me desculpem, mas não são atos  impensados… ele sabia o que estava fazendo… eventuais mortos e feridos estão na conta… só não avisaram as pessoas que serão sacrificadas…

    ..aos que compactuam com tais atos, ao arrepio da lei e da Constituição, não esqueçam que ao fim e ao cabo, não há retorno, não basta simplesmente desenterrar os mortos, para eles não existirá a centelha da vida… nem para eles, nem nos olhos dos responsáveis por tal barbárie…

  59. Vários setores da sociedade

    Vários setores da sociedade alertaram que a Lavajato era muito densa para um único juiz.

    Mesmo assim, nada foi feito. O fatiamento não saiu.

    As audiências já não serviam para nada, só importava a delação premiada.

    A PF só queria saber de grampos e escutas.

    Os procuradores se empenhavam em demonstrar aos advogados de defesa quem mandava mais.

    O tempo estava correndo e a turma de Curitiba fez coerção com Lula, mas poupava Cunha, Aércio e toda a turma do PSDB.

    Dai veio o Delcídio.

    Não havia mais tempo. 

    Só que a justiça não pode ter pressa.

    Então deixa com a PF.

     

  60. Caalma: os editores ainda estão escarafunchando os grampos…

    O traque atômico do grampo público fez “plic”, mas o que importou foi o frisson e gritaria já gerados pela expecativa (do plic)…

    O únco trecho que incomoda um pouco é quando um Lula ainda transtornado por sua “coercitiva” desabafa logo após que as “instituições estão acovardadas”, citando algumas, como o STF. Vão usar para fazer intriga contra ele. 

    Enfim, ainda vem muuuita fofoca, futrico, intriga e maledicência por aí. Todos ridículos como sempre, mas…

    Afinal eles têm que manter os zumbis em atividade na mais coxinha, digo, paulista das avenidas!

    (no JN o globocóptero esqueceu de filmar o protesto “não vai ter golpe” e depois voltaram para dar uma “espiadinha”)

  61. A direita nunca nos faltará
    Num momento mais crítico da esquerda no país, essa frase me parece muito apropriada.
    O que o PMDB queria era acabar com a lava a jato, o Moro fez isso pra ele, que coisa.
    Na mente de um ditador, nada escapa de sua análise, considera seus julgamentos livres de falhas.
    Hitler igonrava os conselhos de seus generais, perdeu a guerra.
    O que Moro fez hoje foi um desespero total, resta aos golpistas incitar conflito nas ruas.
    Acho o golpe agora muito improvável, seria suicídio para a oposição.
    Lula vai saber se utilizar desse episódio, nem entrou no governo e já fez um estrago.

  62. O que o medo não faz

    O processo da vida do Juiz escapuliu por entre os seus dedos, quando a aeronáutica impediu o sequestro do Lula em Congonhas foi tudo por água abaixo.

    Dê lá em diante só desespero da Mídia e dos que estão lucrando em termos de publicidade  e impunidade com o processo da lava-jato.

    Os manifestantes pelo visto foram todos contratados e mobilizados há dias, pois tinham materiais elaborados e a tática de convocação foi organizada, mesmo as palavras de ordem estavam ensaiadinhas e a tropa de desestabilização e confronto estava já contratada para iniciar os confrontos. Nenhuma espontâneidade em um movimento cuidadosamente coreografádo.

    A piada maior era os manifestantes na frente do sindicato dos patrões, a FIESP, na Paulista, se têm uma elite que desdenha dos pobres é justamente os industriais de São Paulo, o caricato da situação beira o ridículo, os empregados foram mostrar “serviço” para os patrões rsrsrsrs….

    Já a rede Globo pelo jeito deve muito mais do que sabemos, e quem tem c… têm medo, seus donos devem se auto-exilar em breve, pelo visto. Mas a conta vai para eles com certeza.

    No fim, perde o Brasil, que poderia estar rodando azeitado, com suas empresas sendo saneadas, como a Petrobras e o BNDES, e com suas construtoras, mineradoras e grandes empresas gerando lucros e riquezas aqui dentro, fechando oportunidades para açambarcadores abutres que ficam a espreita de carniça.

    O congresso pode dar um exemplo, retirando o Cunha da presidência e moralizando e organizando suas sessões para que matérias realmente relevantes e de interesse para o povo e a nação possam novamente voltar a sua pauta, nos poupando de deputados mal educados, gritando palavras de ordem e mostrando uma ignorância e um desrespeito pelo Estado de Direito que justificaria até suas expulsões.

    O povo não é bobo e percebe quando se luta por seus interesses e quando é usado para manobras escusas, as urnas provavelmente não os perdoarão.

  63. Moro vacilou? Merece punição!!!!

    Relembro que o então Delegado Protógenes foi expulso da Policia Federal por divulgar, indevidamente, questão sujeita ao sigilo profissional. Vai valer agora também para o Dr, Moro? Ele já não era mais competente para julgar, então deveria simplesmente remeter ao juiz competente, a quem caveria, doravante, decidir sobre a manutenção ou não do segredo de justiça.

  64. Moro vacilou? Merece punição!!!!

    Relembro que o então Delegado Protógenes foi expulso da Policia Federal por divulgar, indevidamente, questão sujeita ao sigilo profissional. Vai valer agora também para o Dr, Moro? Ele já não era mais competente para julgar, então deveria simplesmente remeter ao juiz competente, a quem caveria, doravante, decidir sobre a manutenção ou não do segredo de justiça.

  65. Chocada!

    A Ave além de trabalhista é trabalhadora e não assisti TV. Cheguei a pouco e lendo as noticias. Esse juiz é louco! Perdeu a noção! Inflama  os transloucados paulistas na maior cara de pau! Quer se tornar heroi por vias excusas! Enojada!

  66. Meu tabuleiro de Xadrez diz o seguinte:

    O Jogador principal do time da Lava Jato (mentor espiritual da Lava Jato) deixou a partida porque foi exilado em outro planeta e agora o Moro joga sem a sua mãozinha.

    Como diria Daniel 8:25 “sem mão será quebrado”.

  67. E a Globo divulgar esta e

    E a Globo divulgar esta e todas as outras gravações ilegais que estou aqui vendo agora na globonews e no jornal do bobo, quero dizer, da globo, não seria crime também?

  68. O golpe envolvendo o juiz da

    O golpe envolvendo o juiz da CIA Moro, sua equipe de Curitiba e a Globo está mais claro do que a luz de um dia ensolarado. É preciso detê-lo urgentemente. Urge formar uma nova rede da Legalidade para se contrapor ao monopólio da mídia golpista. Este juiz já passou de todos os limites toleráveis e não será barrado pelas instâncias superiores que temem a represália da mídia, Globo à frente, que de forma irresponsável está disposta a provocar uma guerra civil até derrubar o governo eleito democraticamente pela maioria do povo brasileiro. É preciso barrar essa gente. Ou será o fim da nossa democracia, das garantias constitucionais duramente conquistados e dos direitos sociais e trabalhistas de décadas.

  69. O Juiz Moro sem a Lava Jato não seria ninguém.

    O Juiz Moro sem a Lava Jato não seria ninguém. O que ele fez foi uma ação pensada para sair da magistratura e se transformar em herói nacional. Ele lançará um movimento fascista e reunirá toda essa massa sedenta de ódio em torno de um projeto político associado com o que há de mais nefasto no país a mídia e a direita.

    A classe média brasileira está sendo arrastada como rebanho e guiada por ódio e ressentimento. Quando recebeu o prêmio da globo vestindo camisa preta, ele estava simbolicamente fazendo referência aos camisas pretas fascistas italianos. Esse sujeito é um psicopata insano. As nossas instituições serão colocadas à prova, principalmente o Supremo para conter esse monstro.

    Será decisiva importante a resposta da esquerda dias 18 e 31 deste mês.

  70. Moro, o ressentido

    A divulgação do grampo contra Lula e a presidenta Dilma Russsef revela mais do que a operação política e partidária do palestrante de eventos do PSDB, juiz (?) Sérgio Moro. Como a derrota eleitoral  tucana, denota aquilo que os procuradores de SP, no infundado pedido de prisão do ex-presidente, ignoravam de Niezsche:  a natureza do ressentimento. Afecção presente na alma do menor do homens – eficazmente  representada por  Dostoiévski em sua obra –  patologicamente se manifesta naqueles que acham ter contas a ajustar e são movidos pelo desejo de vingança.  

    O grampo e o vazamento foram as formas encontradas pelo juiz (?)  para extravasar o ressentimento  e frustração derivadas de sua impotência perante as normas do Estado de Direito; foi a derradeira tentativa de triunfar sua obsessão em  perseguir e condenar, sem respeito às garantias constitucionais. Amargurado  com a nomeação de Lula, cujo julgamento será apreciado pelo STF,  não fez mais que dar continuidade  ao processo de incriminação, evidenciando de forma cabal a troca do papel de juiz pelo de  promotor público e acusador sem provas.

    Ficam as provas de que Moro, em conluio com a grande mídia e setores atucanados da política e da economia nacional, quer interferir a qualquer custo   no processo democrático; quer alimentar a intriga, o golpe  e o terror com uma gravação que não indica qualquer violação à lei;  e que  gostaria, ao final das contas ser incondicionalmente amado e apoderado,  e qualquer contrariedade aos desejos são prova de maldade e culpa do outro.  Pobreza e a baixaria foram  o que lhe restou deste  pavão que não olha para os próprios pés que palmilham atentados contra o Estado de Direito.   

  71. Erros legais.

    Longe de ser o primeiro erro. Longe de ser o primeiro vazamento ilegal. Com a convência da imprensa e de poderes ocultos, Moro esta fazendo o que sempre fêz, mas sempre teve o afago de quem paga a Waack. Quem se recorda do vazamento de dados da filha de Marcelo Oderbrecht, e de uma caderneta de anotaçoes que forma manipulados pela imprensa e claramente não podiam ter sido legalmente obtidos.  Todas as invasões no Instituto Lula, foram cobertos de ilegalidades. O vazamento dos conteudos de um cofre do acervo da presidência, foi e continuará sendo ilegal. O grampo de  qualquer cidadão, necessita de uma justificativa legal, muito séria, e que mostre a pertinência com o caso judicial.  Como vemos não ha justificativa para grampear a conversa pessoal entre Lula e Presidente, assim como não há desculpa legal para deixar um grampo na casa de Lula apos a invasão,.  Em todos os casos usou vazamentos ilegalmente com fins políticos. Porém agora o vazamento já chegou longe demais. Não foi  um ato impensado, foi uma tentativa desesperada, mas deu continuidade a uma prática que tem sido usada para torturar os presos. O Moro está dizendo é que ele tem grampos  suficientes para expor a intimidade de qualquer indiciado e sua família. No caso de Lula o ato pode parecer um desespero, e me parece que o é, pois me parece que ele prometeu a cabeça de Lula  ela , esta escapando de suas mãos. Observem que um juiz  comum nada teria a obstar, já que deveria confiar  no STF.  Mas Moro sabe também que com peças jurídicas tão falhas, e tão cheia de falta provas, como as que usou contra Dirceu, sair de suas mãos pode depor contra ele. Moro tentou mais um ato contra Lula.  O desespero agora é que atravessado pela Procuradoria Paulista, se desesperou. E agora atropelado pela indicação ao Ministério, surtou.  Quanto aos erros , ele sempre os cometeu, seu voluntarismo é conhecido.  Mas agora sofre a pressão daqueles que o designaram para esta missão de afundar o país e detruir a politica social e economica que foi a marca do PT, e destruir integralmente a prova  de que a saída para este páis é uma liderança operária.

  72. É, a lava jato chega a um
    É, a lava jato chega a um fim, trágico, pela cunha suicida de seu maestro. Trágico para o Judiciário que está vivendo seu pior momento (ajude desesperada e visando o governo dos juízes). Trágico para a globo, e para os opositores, já que todas as relações decreptas com setores do Judiciário estão a mostra. Trágica para a esquerda que nunca teve Moro, não teve manifestação, e não tem mídia, ou seja, não tem nada e sai com menos ainda. Mas trágico mesmo é para os priapicos otimistas, que perderam sua paz política por uns 20 anos e nem sabem disso ainda. Há maiores riscos, mas o mal está feito: ou 20 anos de ditadura, ou 20 anos de luta de classes pornográfica! Meio termo não haverá
    Os dividendos serão repartidos pelos estrangeiros do norte. Para eles, mil maravilhas!

  73. O Que Esperam Pra Cadeia Nacional no Horário Nobre de Radio e TV

    Será o Benedito, que o governo não tenha ainda um pessoal dedicado a analisar a estratégia inimiga, sobre todos os angulos, jurídico, político, midiático e ter constituida uma cadeia de comunicação, via um portal por exemplo, e rapidamente a cada golpe, como o de hoje preparar o contra-ataque rápido e desconcertante e passar a estratégia, através da cadeia de comunicação a partir do Portal, a todos interessados pelo Brasil afora

    Hoje já deveriam ter ocupado, em cadeia nacional de radio e tv, para impedir que ocupassem o horário nobre para propagarem a versão deles, das 20:30 as 21:30 horas, calando-os e estabelecendo o contraditório, ao anunciar a nação que estamos sendo vitimas de uma quadrilha golpista paraguaia, constituida por setores do judiciário, PGR, PF  e monopólio da mídia, que não se furtam a ilicitos, atrás de ilicitos, na tentativa de desalojarem o governo eleito pelo povo e retomarem o poder central. Que ao vislumbrarem, na ida de Lula para o ministério do governo Dilma, a possibilidade de estabelecer-se a normalidade política no Brasil, com o consequente destravamento da economia, paralisada em função da lava jato, que vende aos cidadãos o combate a corrupção, mas que na realidade apenas se ocupa do PT pelo fato do objetivo na realidade ser a derrubada do governo Dilma para que possam retomar o que perderam em 2002, a chave do cofre, que não conseguem através do voto do povo.

    Como infelizmente não foi hoje, espero que amanhã ocupem ao menos por 30 minutos para informar a nação o que a rede Globo está a vender aos desavisados que se informam pela mesma, estabelecendo o contraditório que faz o cidadão começar a pensar. Lembremos ao público quem é a Globo na história política brasileira, pois a memória é curta e a juventude não a conhece.

    Nada de 10 minutos, tem que ser no minimo meia hora para dar caimbra na mão de paneleiro e ativar o cérebro do pessoal com contraditório, bem didatico e esclarecedor de quem é quem nessa farsa engana povo.   

  74. Uma súcia de transviados

    PF e Moro formam uma súcia capaz do mais torpe crime para atingir os seus fins. Enquanto isto, estrategicamente Janot, o PGR, está  viajando. 

    Ou se aplica as duras penas da lei para conter estes golpistas ou teremos mais um pinochetaço na América Latina!

  75. Moro, chefe de torcida irresponsável

    O chefe de torcida, Moro, não tem limites. Só uma prisão preventiva ou temporária para Moro e seus agentes, para estancar tanta loucura e irresponsabilidade, Moro (o juiz da sentença pronta) colocou o CNJ, STF, Chefia da PF, MPF, Ministério da Justiça, PGR e a Presidência onde queria: acossados num canto com medo de tomar as providências legais cabíveis com medo de que o juiz da vez, Moro se torne um mártir para os fascistas e golpistas, ressurgindo como o salvador da pátria, preferem que o país entre em convulsão e a democracia seja destruída!

  76. Desculpe Lourdes Nassif,
    O

    Desculpe Lourdes Nassif,

    O grampo era no telefone do Palácio

    Não há dúvida alguma que a gravação se deu apartir do aparelho do Palácio: (1) Som ambiente anterior ao telefonema; (2) Toque de chamada do aparelho recepetor (de Lula); (3) Telefone sendo atendido; conversa…..

    Para melhor compreender ouça-se – aqui mesmo no bloq – a gravação do telefonema de Dilma ao Lula no dia seguinte a condução coercitiva:

    http://jornalggn.com.br/noticia/grampo-pode-ter-sido-no-telefone-de-dilma

     

     

  77. Nova Versão da República do Galeão

    Nassif: o erro está em atribuir o ato do Verdugo de Curitiba como impensado.

    Pelo contrário, ele deve ter sido medido e orquestrado nos mínimos detalhes. Abastecido pelos grampos por ele mesmo autorizado deve informar seus colegas e amigos, seja do Ministério Público, seja da grande mídia, seja de Cortes Superiores, de quem tem aval de uma ala não tão grande, mas de força suficiente para garantir-lhe imunidade e incentivá-lo a continuar praticando coisas dignas de um Estado Policial de Direito.

    Inclusive, atentar contra a Segurança Nacional.

    Onde já se viu um reles magistrado expor conversas da mandatária da Republica, seja de que cunho for? É sinal de pura arrogância.

    E sabemos que mais tipo de diálogos da presidenta, inclusive com chefes de Estado estrangeiros, ele dave ter em seu alforje.

    Pode, inclusive, ser um agente de serviços secretos do exterior, considerando que tem curso na Inglaterra e contatos com outros órgãos de segurança de paises estrangeiros. É hipótese a que não se pode desprezar.

    Sobretudo, quando sabe que nem o Conselho Nacional de Justiça o puniria pelo ato.

    Quando muito uma censura interna e pessoal, da qual ele, afoitamente, haverá de responder que se estiverem descontes com ele que o mandem embora.

    Portanto, não concordo com essa de “ato impensado”.

    Ele foi, é e será criminoso e doloso, à luz do direito brasileiro, para o qual o dirigente desta nova versão da República do Galeão possivelmente esteja se lixando.

  78. Por que o argumento mudou? Agora é: renuncia presidenta!

    Alguem consegue explicar por que houve mudança no argumento da oposição?

    Estou surpresa como escantearam o impeachment em nome de pedidos de renuncia que é um ato voluntário. Se as provas são contundentes pq desistir do impeachment? 

    Daqui não sei se me preocupo ou se aplaudo o desespero de manifestantes superficiais em análise e pautas.

    Força sempre! Vamos tod@s pela Frente Popular defender a democracia!

    • O argumento deve ter mudado

      O argumento deve ter mudado porque a ficha caiu ao se convecerem  que não há base legal para o impedimento da presidente.  Estão desesperado. Vão acabar se convencendo que a única solução é aceitar a derrota. Gostaria de fazer uma pergunta para quem puder esclarecer: Há condição de abrir um processo de danos moral e material a favor do Brasil?, em que instância?

       

       

       

       

       

  79. Sumiram os grampos do dia 04/3?

    Nassif,

    O juiz Moro e a Globo vazaram de forma covarde inúmeros grampos envolvendo personagens dos mais variados, inclusive aqueles que nenhuma relação direta possuem com a Lava jato. No entanto não apareceu até agora nenhum grampo do dia 04/3, o dia em que Lula foi quase “sequestrado” pela SS do Paraná. Surge a indagação, por que a assessoria de imprensa da LJ até agora não vazou nada? Talvez para não expôr o imbroglio que foi aquela malfadada operação, ou evitar que se evidenciasse a terrível violência e humilhação contra um ex-presidente da República. Temos aqui um bom tema para a paura do GGN. 

     

  80. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome