Bolsonaro avisa que vai liberar exploração na reserva Raposa Serra do Sol

Jornal GGN – “[É a] área mais rica do mundo. Você tem como explorar de forma racional.” Foi com essa frase que o presidente eleito Jair Bolsonaro avisou, nesta segunda (17), que seu governo vai editar um decreto para liberar a exploração na reserva indígena Raposa Serra do Sol, em Roraima. A informação é do Valor Econômico, que anotou que Bolsonaro fugiu de outras perguntas após a inauguração de uma escola militar no Rio de Janeiro.

Segundo Bolsonaro, os índios será compensado com “royalty” e “integração à sociedade. O jornal Folha de Boa Vista informou que o território da Raposa, onde vive aproximadamente 17 mil indígenas de 5 etnias diferentes, é considerado um tesouro em recursos hídricos e minerais que atraem o garimpo clandestino, muitas vezes comandado pelos próprios índios. Existem jazidas de nióbio, metal leve empregado na siderurgia, aeronáutica, espacial e nuclear, que podem chegar a ter 14 vezes todo o metal conhecido no planeta, e a segunda maior reserva de urânio do planeta.”

Há décadas, a região vive um conflito com a União tentando dermarcação contínua da reserva, e a consequente retirada de não-indígenas. A questão central é que produtores de arroz se recusam a deixar o local, e eles têm o apoio do governo de Roraima.

“Em 2009, decisão final do Supremo Tribunal Federal (STF) confirmou, por 10 votos a favor e um contra, a demarcação contínua da Terra Indígena Raposa Serra do e manteve a homologação decretada pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva, determinando a retirada dos não indígenas da região”, lembrou o jornal de Boa Vista.

Leia também:  MP que reestrutura Esplanada dos Ministérios pode ser votada hoje, mas com ressalvas

Um novo decreto de Bolsonaro mudaria o cenário e já era esperado pelo Supremo.
“Em tese, a demarcação pode ser revista e um novo decreto editado. Não há precedentes, mas é possível. Assim como, certamente, haverá uma nova contestação que acabará no Supremo Tribunal Federal”, explicou o ministro Marco Aurélio Mello, o único voto contra a demarcação contínua no julgamento de 2009.

MUDANDO O FOCO

Sem tocar na pauta do momento, que é o caso do ex-assessor de Flávio Bolsonaro pego pelo Coaf por ter movimentado 1,2 milhão de reais de forma suspeita, o presidente eleito preferiu falar de “ideologia de gênero” na inauguração da escola militar.

Segundo Bolsonaro, a ideologia de gênero é “malfadada” e reafirmou que, na sua visão, “ou se nasce homem ou mulher”. “[Ideologia de gênero] é negação a quem é cristão”. Os relatos são do Valor.
 

6 comentários

  1. Eu acho tão engraçado como os

    Eu acho tão engraçado como os fazendeiros brasileiros acham horrivel terem as suas terras invadidas por pessoas sem-terra mas ao mesmo tempo não vêem o menor problema em roubar as terras dos indígenas.

  2. Cuidado com a crítica
    Para fazer esta reserva foi necessário expulsar um monte de produtores de arroz do local.
    Aquilo, bem como todas as reservas indígenas, estava se tornando um pedaço de terra não brasileiro em território brasileiro.
    Realmente são terras riquíssimas do ponto de vista mineral.
    A medida é correta em princípio: desde que os produtores rurais possam retomar seu plantio.
    Como não acredito em “bondade”, acho que essa terra vai ser explorada pelos detentores do capital estrangeiro e brasileiro e no final vai ficar na mão de gringo.
    Ainda assim é melhor que os brasileiros plantem lá e esse pedaço de terra seja brasileiro.
    Não confio em Bolsonaro nem minimamente em sua inteligência: tem gente cantando essa jogada (o Guedes?). Mas o fato é que muitas reservas indígenas foram demarcadas só pra reservar a exploração mineral para o futuro.
    https://youtu.be/SqIQKIanbv8
    Entrevista a AEPET

  3. #

    Com as medidas anunciadas pelo presidente eleito o Brasil vai entrar nos eixos.

    Fim das demarcações de terras indígenas.Fim das demarcações de terras quilombolas.Liberação para exploração de terras indígenas já demarcadas.Transferência da embaixada brasileira em Israel de Tel Aviv para Jerusalém.Liberação de armas à população.Perseguição a professores socialistas.Extinção do Ministério do Trabalho e consequentemente, das leis trabalhistas.Ex-juiz Moro no Ministério da Justiça prendendo inimigos e soltando amigos.Transferência do COAF da Receita Federal para o Ministério da Justiça.Sobre a Economia é preciso perguntar ao Posto Ipiranga Guedes, que provavelmente vai propor a venda do País aos EUA.

    Agora vai!! Esse é o mito que nós estávamos esperando. O que seria do Brasil se não fossem os bolsominions elegerem esse deus?

    Fora PeTê!!! Dilma é uma anta!!! Paulo Freire é um subversivo!!! Boçalnaro é um mito!!! Viva os EUA!!!

     

  4. Começou a entrega da amazônia.

    Começou a entrega da amazônia. O nióbio e o Urânio não poderão ser explorados por índios ou garimpeiros, mas sim por estrangeiros. E assim vão entregando tudo sem sequer consultar a nação.  Ele não está cedendo apenas a terra, mas também o solo, que é constitucionalmente  brasileiro.

  5. O QUE ARROZEIROS TEM A VER COM EXPLORAÇÃO MINERAL?

    Por aí já se nota a contrariedade dos argumentos e a imbecilidade anticapitalista esquerdopata em não explorar tamanhas riquezas, que mudariam a pobreza nacional e a condição social dos indigenas, que na grande maioria já está aculturada e indo formar favelas nas periferias de Porto Velho e Boa Vista. As condições de vida perto das capitais são melhores que nas reservas. Mas, então, nas mãos de quem ficam as riquezas? Bem Vindos ao Grande País da América do Sul, Gigante em Berço Esplêndido : com as Elites do Poder Público e Político entranhadas em IBAMAS, CONAMAS, FUNAIS da vida. Não é a história deste país nestes 88 anos?  

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome