Elo dos Bolsonaro com milícia cresce após prisão do tio de Michelle

Tio da primeira-dama é militar acusado de integrar milícia que atua com grilagem. Governo Bolsonaro não quis comentar o caso

Foto: Agência Brasil

Jornal GGN – A ligação da família Bolsonaro com as milícias ganhou um novo capítulo na noite de quarta (29), com o Correio Braziliense revelando que o tio de Michelle Bolsonaro foi preso sob a acusação de integrar uma organização criminosa no Distrito Federal envolvida com grilagem.

O tio de Michelle se chama João Batista Firmo Ferreira, e é sargento da reserva. Ele foi um dos sete militares presos na quarta (29) durante a Operação Horus, que investiga PMs por crime de loteamento irregular do solo, extorsão e até homicídios.

Imagem: Reprodução/Twitter

Os investigadores têm contra o tio da primeira-dama grampos telefônicos e transferências bancárias que comprovariam sua ligação com a milícia investigada.

Segundo reportagem do Correio, o suposto miliciano é irmão de Maria das Graças, mãe de Michelle Bolsonaro.

Os sete policiais-milicianos presos trabalham ou já trabalharam na região do Sol Nascente, onde vive a família de Michelle.

A participação do tio da primeira-dama e dos outros militares na milícia foi delatada por um de seus integrantes, que procurou a polícia para oferecer detalhes do esquema em troca de benefícios, como redução de pena.

“A operação foi realizada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Distrito Federal, em parceria com a Coordenação Especial de Repressão à Corrupção, ao Crime Organizado e aos Crimes contra a Administração Pública e contra a Ordem Tributária da Polícia Civil DF e com a Corregedoria Militar do Distrito Federal”, afirma o Correio.

Leia também:  Bolsonaro usa governo e seguidores para boicotar a Folha de S. Paulo

Procurado, o governo Bolsonaro não quis comentar o assunto.

HISTÓRICO

Não é a primeira notícia sobre a proximidade dos Bolsonaro com as milícias.

A campanha de Flávio Bolsonaro, no Rio, também comportou entre seus colaboradores dois milicianos presos ainda em 2018.

Em 2019, a imprensa revelou que a esposa e mãe do miliciano Adriano Nóbrega, ex-Bope, trabalharam por 10 anos com Flávio, em seu antigo gabinete de deputado. A contratação foi feita por Fabrício Queiroz, investigado por esquema milionário de desvio das verbas parlamentares.

Um dos milicianos investigados na operação também era vizinho de condomínio de Bolsonaro e está sob suspeita de envolvimento com a morte de Marielle Franco.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

17 comentários

  1. De boa: a pessoa que continua apoiando esse governo ou está levando algum ou é muito teimosa. Não dá mais para dizer que é irracional, crédula, tresloucada, inconsciente, alienada ou ignorante.

    Imagina se um décimo do que já há de provas (sem falar nos indícios) contra esse governo fosse contra Lula, Dilma ou qualquer pessoa do PT…

  2. Resposta para o Naldo.

    “Tem orelha de porco, rabo de porco, pés de porco, mas não é porco?”

    NÃO, NALDO, tem tudo isso mas não é porco, É FEIJOADA.

  3. Nossa Senhora, mãe de Deus, estamos cercados por esta gente, o que o Brasil virou, alô justiça leniente, aonde vai parar tantas denúncias e será que a impunidade vai continuar rolando solto neste país ?

  4. Está aí, agora pra milícia tomar conta do Brasil. 6 meses de decepção, e ainda tem coragem de dizer que Lula que é bandido, bandido é Mouro e Bolsonaro. E ainda quer tirar a aposentadoria dos pobres.
    Poderia para de pregar ódio na igreja, esse filho de Ustra, deveria parar de brincar de ser presidente, engraçado
    …Diz ele que ganha de lula no Enem, e não sabe nem falar as proposta, que diz ele que tem. O certo é nós irmos para as ruas pedir a saída dele do poder…

  5. Esse filho de ustra não nasceu para ser presidente. Aos poucos está destruindo o direito da nossa gente, Nosso presidente, um pregador de ódio, que não sabe falar, tão bom é este presidente que só fala “merda” na Internet…
    Dizei-me se no mundo há um presidente tão perverso e demente como Bolsonaro, Ah tem! Somente ele mesmo…
    Os pastores presidente não se arrependem em ter votado em Bolsonaro? Fazendo as ovelhas votarem nele?

  6. É interessante que ultimamente as notícias são sempre dessa forma: o tio, do primo, da amante, do filho, do vizinho, da ex mulher, do sogro, do professor, da aluna, do eleitor, do sobrinho, do sei lá o que do cara é acusado de algo. Isso tudo é feito para tentar associar esse alguém a algo de erado cometido por outras pessoas. Isso é jornalismo? Não, com certeza é um desespero descomunal.

  7. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome