Ex-OGX adia apresentação de plano de recuperação na justiça

Jornal GGN – Enquanto discutem os termos de um empréstimo de US$ 200 milhões com pagamento prioritário, a ex-OGX de Eike Batista, agora batizada de Óleo e Gás, deve atrasar em uma semana a apresentação de seu plano de recuperação judicial aos credores. Este evento estava marcado para esta sexta-feira (24), mas foi cancelado.

Fontes da companhia disseram à Reuters que o atraso não atrapalhará as negociações, nem as operações, já que a empresa ainda tem recursos para mantê-las. Além disso, antes da apresentação do plano, a direção da Óleo e Gás deseja e precisa convencer seus credores a apoiá-lo.

O plano de recuperação da ex-OGX precisa ser apresentado à Justiça. A dívida da empresa com seus investidores ultrapassam os US$ 5 bilhões. Nenhum funcionário ou advogado ligado à companhia quis falar sobre o assunto.

Entenda o caso
 

Em 30 de outubro de 2013, a OGX entrou com um pedido de recuperação judicial na Justiça do Rio de Janeiro. Após meses de negociação, a empresa não conseguiu chegar a um acordo com os seus credores e só terá caixa por algum tempo, até conseguir levantar recursos com credores ou novos investidores.

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador