Matéria-bomba do Estadão provocou a carta de Temer

Jornal GGN – Os repórteres do Estadão Andreza Matais e João Villaverde levantaram sete decretos de pedaladas fiscais com assinatura de Michel Temer. Esses decretos abriram crédito suplementar de R$ 10,8 bilhões. Ao procurá-lo para que explicasse seu lado nessas assinaturas de decretos iguais aos que são utilizados como base para um pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff, o vice-presidente Michel Temer tentou jogar a bomba no colo da presidente.

Segundo a reportagem, “os decretos foram assinados por Temer antes da aprovação, pelo Congresso, da mudança da meta fiscal. Tanto em 2014 quanto neste ano, o vice os editou em períodos em que Dilma estava fora do País, em viagens oficiais internacionais”.

Para um constitucionalista, fica difícil o argumento invocado de que “não entra no mérito das matérias objeto de decretos ou leis, cujas justificativas são feitas pelo Ministério da Fazenda e pela Casa Civil da Presidência, em consonância com as diretrizes definidas pela chefe de governo”.

Na época em que assinou os decretos, Temer não os tratou como pedaladas nem os considerou arriscados, caso contrário não teria assinado. Como constitucionalista, não pode alegar desconhecimento da matéria.

Se agora considera que é argumento para um pedido de impeachment, algo mudou no seu entendimento. E não parece ter sido por questões jurídicas propriamente ditas..

Tudo indica que o levantamento do Estadão foi o estopim para que ele soltasse a carta aberta, um gesto de desespero para se livrar de ser impedido juntamente com a presidente, no mesmo pedido e pelos mesmos motivos. Leia a matéria a seguir.

Atualização: conforme apontado pelo leitor Arthur de Aquino, ao contrário do que a matéria do Estadão afirma, os juristas alegam que governo infringiu o artigo 85 da Constituição Federal, e não da Lei 1079/50

Do Estadão

Temer autorizou mesma manobra usada por Dilma

ANDREZA MATAIS E JOÃO VILLAVERDE

Leia também:  Bolsonaro saqueia o petróleo brasileiro e coloca em risco o meio ambiente

Vice-presidente assinou decretos que abriram crédito suplementar de R$ 10,8 bilhões; medida embasa pedido de impeachment da petista

BRASÍLIA – O vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), assinou no exercício da Presidência, entre novembro de 2014 e julho de 2015, sete decretos que abriram crédito suplementar de R$ 10,807 bilhões mesmo num cenário de crise econômica e queda na arrecadação. A prática é a mesma adotada pela presidente Dilma Rousseff e que consta, agora, como um dos principais motivos para o pedido de impeachment aberto contra a petista na Câmara. Diante disso, a oposição vai pedir ao Tribunal da Contas da União (TCU) uma investigação sobre os atos assinados pelo peemedebista.

O senador Álvaro Dias (PSDB-PR) disse que, se o TCU confirmar que o vice-presidente cometeu os mesmos ilícitos de Dilma, ele será “envolvido” no processo de impeachment. “Se a conclusão for de que o vice também cometeu crime de responsabilidade, é óbvio que o processo de impeachment deve ser ampliado e os dois deverão ser colocados no mesmo banco dos réus”, disse o tucano.

‘Em nome’. Temer, que assumirá a Presidência em caso de afastamento de Dilma, não consta até o momento como alvo de nenhuma das irregularidades apontadas pelo parecer que será colocado em discussão para o impeachment em Comissão Especial da Câmara. Questionado ontem sobre os decretos, Temer disse que agiu em nome de Dilma.

“Nas interinidades em que exerce a Presidência da República, o vice-presidente age apenas, formalmente, em nome da titular do cargo. Ele deve assinar documentos e atos cujos prazos sejam vincendos no período em que se encontra no exercício das funções presidenciais. Ele cumpre, tão somente, as rotinas dos programas estabelecidos pela presidente em todo âmbito do governo, inclusive em relação à política econômica e aos atos de caráter fiscal e tributários”, disse Temer, por meio de sua assessoria.

Leia também:  Líder do PSL retruca que ‘quintal de Bolsonaro também está sujo’

Temer também deixou claro que seguiu a política econômica e fiscal de Dilma. “O vice-presidente não formula a política econômica ou fiscal. Não entra no mérito das matérias objeto de decretos ou leis, cujas justificativas são feitas pelo Ministério da Fazenda e pela Casa Civil da Presidência, em consonância com as diretrizes definidas pela chefe de governo”, afirmou Temer, em referência direta a Dilma.

Em 2014 e 2015, o governo perseguiu uma meta de superávit fiscal ao mesmo tempo em que aumentava gastos por meio dos decretos. Somente em dezembro, nas duas ocasiões, é que o Congresso alterou a meta, permitindo um déficit fiscal. Até o momento, o TCU analisou apenas os decretos não numerados editados por Dilma.

Os decretos foram assinados por Temer antes da aprovação, pelo Congresso, da mudança da meta fiscal. Tanto em 2014 quanto neste ano, o vice os editou em períodos em que Dilma estava fora do País, em viagens oficiais internacionais.

Meta fiscal. Tanto no pedido de impeachment, feito por juristas com endosso da oposição, quanto o parecer do presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB), que autorizou a abertura de uma Comissão Especial para analisar a admissibilidade do processo de cassação de Dilma se embasam, entre outros pontos, em seis decretos não numerados assinados pela petista, que liberaram R$ 2,5 bilhões em créditos suplementares em julho e agosto deste ano, meses antes da nova meta fiscal ser aprovada pelo Congresso, o que só ocorreu na semana passada.

Os decretos assinados por Temer, somente em 2015, apresentaram um volume três vezes superior aos de Dilma. Foram quatro decretos editados por ele neste ano: um em 26 de maio, liberando R$ 7,28 bilhões; e três em 7 de julho, que abriram crédito suplementar, de pouco mais de R$ 3 bilhões, ao todo. As justificativas foram, também, iguais àquelas apresentadas nos decretos de Dilma: “Os recursos necessários à abertura do crédito decorrem de excesso de arrecadação”, de “superávit financeiro apurado no Balanço Patrimonial da União do exercício de 2014” e “anulação parcial de dotação orçamentária”.

Leia também:  Na tentativa de se blindar sobre casos de corrupção, Bolsonaro radicaliza discurso contra imprensa

Os decretos de Temer, em 2015, foram editados antes de o governo ter enviado ao Congresso Nacional o projeto que reduzia a meta fiscal do ano. Os quatro decretos não numerados assinados pelo vice foram publicados antes de 22 de julho, quando o governo propôs a alteração de meta, que seria alterada em outubro e aprovada na semana passada.

De acordo com o parecer dos juristas Hélio Bicudo, Miguel Reale Jr. e Janaína Paschoal, que foi acatado por Cunha para dar início ao impeachment, a edição dos decretos não numerados liberando crédito suplementar antes da aprovação de mudança da meta fiscal “violou a Lei Orçamentária”, além da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e a própria Constituição. Por isso, os juristas sustentam que o governo infringiu o artigo 85 da Lei 1.079/50, que prevê como crime de responsabilidade a infração da Lei Orçamentária. É o crime de responsabilidade que, se comprovado, permite a cassação do mandato presidencial. O parecer, no entanto, somente cita os decretos assinados por Dilma.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

66 comentários

  1. Pode ter sido a matéria o

    Pode ter sido a matéria o estopim para Temer escrever uma carta a Dilma, como pretexto para sair de cena apiedado pelo povo, mas acho que nos últimos dias não faltaram comentários sobre o silêncio oportuno dele, seguido de manobras, como a de ter ido a São Paulo fazer articulações com os tucanos emplumados.

    Hoje, após tanto tempo escondido, vi uma matéria sobre Álvaro Dias, que entende ser Michel Temer tão envolvido em pedaladas quanto Dilma, e que se ela cair ele deve ir junto. Pra quê, e por quê?, para que fique Eduardo, que caído também, será substituído por outro, ou quem sabe, para que se entre em nova disputa eleitoral.

    As coisas andam mais difíceis a cada dia para o Brasil, que virará o ano na incerteza, com tudo de pior que possa nos acontecer.

  2. pode contratar o advogado do cúnha!!

    só assinei por obrigação. kakakaka

    se achasse ruim assinar, inventava motivo pra viajar também! agora só resta negar! traíra brabo. nunca mereceu o cargo!

    acho que  a dilma quando viajar nos próximos anos, deve levar ele junto, pra evitar que ele assuma a presidência!

    se disser que não vai leva um tapão na cara, em lembrança da carta!

  3. tremer

    Está tudo muito claro,mas para golpistas tipo cunha, aécio,FFHH,padilha,alquimia et vaterva, “”NÃO VEM AO CASO””.

  4. Faz tempo que Temer é sujo.A

    Faz tempo que Temer é sujo.

    A próprio Folha, se não me engano, noticiou há vários anos que Michel Temer era o dono/destinatário do dinheiro ilícito que fluía do Porto de Santos.

    Curiosamente os jornalistas abandonaram este caso.

    Não seria o caso de retomar esta questão também? 

  5. É PRECISO PARAR COM A

    É PRECISO PARAR COM A PALHAÇADA.

    OU ESSES DECRETOS SÃO CONSIDERADOS CRIMES E PASSÍVEIS DE ABERTURA DE PROCESSO DE IMPEDIMENTO OU NÃO SÃO. ME PARECE QUE HA DÚVIDA RAZOÁVEL NO MEIO JURÍDICO.

    PORTANTO, É PRECISO QUE O PLENO DO STF DELIBERE A RESPEITO DISSO. TODOS OS MINISTROS, SEM DECISÕES MONOCRÁTICAS.

    NINGUEM VAI PROVOCAR ?

  6. A história é, digamos,
    A história é, digamos, kafkiana.

    Dilma tem processo de impedimento aberto por ter assinado decretos de aumentos de despesas sem consultar o congresso.

    Ok.

    Se ela cair, quem assume ?

    Temer, que também, no exercício da Presidências, assinou decretos identicos aos de Dilma, de aumentos de despesa, sem consultar o congresso.

    Que beleza, não é mesmo.

    Será que não cabe um questionamento ao STF com relação a isso ?

    Se o Governo se abdicar de lutar e continuar agindo com tibieza e leniencia que sempre agiu não poderá reclamar depois, quando já estiver fora do Poder.

  7. “Os repórteres do Estadão

    “Os repórteres do Estadão Andreza Matais e João Villaverde levantaram sete decretos de pedaladas fiscais com assinatura de Michel Temer. Esses decretos abriram crédito suplementar de R$ 10,8 bilhões. Ao procurá-lo para que explicasse seu lado nessas assinaturas de decretos iguais aos que são utilizados como base para um pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff, o vice-presidente Michel Temer tentou jogar a bomba no colo da presidente”:

    Finalmente Jose Serra conseguiu emplacar uma pauta nos jornais paulistas?

    A ver…  Pra mim:  em observacao.  A historia faz pouquissimo sentido exceto se Temer caiu em uma cilada -o cara eh constitucionalista, um especialista, desde 1900 e borrachinha e tenta tirar o corpo fora agora???  Tenta jogar a batata quente pra cima de Dilma???  AGORA???

  8. Impeachment….programa na TV Brasil em 07/12

    Assisti ao programa e parabenizo Nassif pela realização do mesmo pelo que teve de esclarecimentos, mormente pela fala dos Professores Doutores, porém vejo que faltaram referencias ou análises mais profundas sobre alguns detalhes:

    – até que ponto, mais do que por suposta incapacidade da equipe econômica do governo e sem que nos esqueçamos de que  Dilma/Temer compoem a cúpula, quanto dos graves problemas atuais se devem às pautas-bomba detonadas, inclusive sem respeito o regimento da casa, detonadas por Eduardo Cunha?

    – quando o programa foi gravado, salvo engano de minha parte, a matéria do Estadão que escancara os decretos chamados de ilegais assinados por Michel Temer, quando no exercício da presidência, não foi motivo de análise pelos Professores Doutores, especialmente o fato de terem sido “esquecidos” tanto por Bicudo & Reali & Pascoal, talvez sob orientação de Eduardo Cunha?

    – por fim, penso que admitido como inexorável o impeachment de Dilma como opinaram dois dos seus convidados, deveriam os quatro convidados se manifestarem sobre as condições de governabilidade de um futuro governo Temer, talvez com uma antevisão das forças políticas que apoiariam o mesmo..

  9. não conheço mais a minha republica bananeira

    Acuado cu-nha define o impeachmen.

    Acuado temer escreve carta infantil com adesão ao golpe.

    Os dois não cogitam pedir demissão do cargo?

    Em caso de renuncia do temer quem assume?

  10. A FARSA
    Já que tudo está a virar uma farsa – pois como explicar que o TCU não tenha mencionado, em sua análise sobre as contas governamentais, os decretos assinados por Temer – , então só resta ressuscitar a teoria do domínio do fato… Todos sabiam… Todos se calaram… E agora, quem de fato é o culpado? Quem deu a pedalada jurídica?

    O Teatro está lotado. Todos os atores, em cena. Portanto, só resta começar o espetáculo… Abrem-se a cortinas… (Ação…):

    …………………………………………………………………………………………………
    …………………………………………………………………………………………………
    …………………………………………………………………………………………………

    • Boa indagação. O TCU não viu

      Boa indagação. O TCU não viu as assinaturas de Temer por incompetência técnica? Então, como tanta incompetência pode querer reprovar as contas de um governo, ainda mais em situação de crise? Não tem a mínima moral para tanto.

  11. A CADEIRA DO DRAGÃO

    Pelo andar da carruagem nem TEMER nem AÉCIO. 

    Como reza a CONSTITUIÇÃO.

    Mesmo que seja para um selfie.

    Se JANOT ou TEORi não agirem antes.

    Advinha quem vai sentar na cadeira do DRAGÃO???

     

  12. Temer vai se dando conta, aos

    Temer vai se dando conta, aos poucos, que o golpismo não será um passeio que os golpistas imaginam.

    Ciro Gomes foi mortal na entrevista à Rede TV, já causou um estrago enorme às pretensões golpistas de Temer ao dizer que seria o primeiro a entrar com pedido de impeachment contra Temer devido as suas “pedaladas fiscais”.

    Desnudou o conspirador por completo e, de lambuja, já mostrou o caminho das pedras entre ele e Cunha.

     

    A impressão que tenho é que ele é o que mais está em uma sinuca de bico: a escolha entre assumir o papel de um golpista traidor ou de ser um legalista e fiel, mas ser retaliado por Cunha.

  13. Ia ser interessante ver esse

    Ia ser interessante ver esse desfecho absurdo: Dilma e Temer impedidos e Eduado Cunha assumindo graças a omissão criminosa do PGR/STF e golpismo da oposição/mídia.

    • Desfecho ainda pior, sai a democracia e assume o Príncipe fajuto

      Temer impedido, Eduardo Cunha igualmente impedido achacador, envolvido até o talo na lava jato, Renan Calheiros também está na lava jato, quem é o quinto na sucessão presidencial? Ele o Tiririca. Mas parece que ele também vendeu para o suplente o cargo por uma boa bolada. FHC o príncipe da privataria lesa pátria então assume o trono como Rei, e falso pai do Real e não se fala mais nisso.

  14. Temer

    Prezado Nassif,

    em 04/09/2015 fiz um comentario acerca dessa figura desprezível chamada: Temer. Nunca me enganou, porém o fez para mutia gente, conseguindo enganar muitos leitores desse blog, que inclusive ainda reverberou matérias dando conta de que não era bem assim e que Temer era um correto vice, que traria apoio à Dilma.

    Minha avaliação se confirmou  em todos os sentidos e agora, se dão como que surpreendidos pela “carta” desse abjeto político.

    Relamente o PT e muitos de seus admiradores são o máximo da inocência ou non sense político. Tudo de primario que poderia ser feito para que a situação chegasse aonde chegou foi feito ou tudo foi deixado de fazer para evitar ou contrapor.

    Agora aqueles que consideraram Temer um patriota e um porto seguro de Dilma, mesmo com os índicios que começavam a aparecer na época, chupem que a cana é doce.

    • De fato, uma cacetada.  Voce

      De fato, uma cacetada.  Voce em 15 de setembro:

      Não adianta esconder, fazer que não vê, dizer que não é bem assim, e por aí vai.

      A situação é uma só e somente uma: Temer é o retrato escarrado do que se tornou o PMDB de Ulisses. Um partido oportunista, negociateiro (sic), antro de um quadro de corruptos aproveitadores, somente isso.

      Dar a esse Senhor ares de supra sumo e altaneiro é a mais pura idiotice. Verdadeiramente namora a única oportunidade que terá na vida de assumir a chefia desse país e ponto final.

      Não adianta dourar a pílula.

      O PT foi extremamente ingênuo ao baixar, literalmente, as calças a uma mídia corrupta e antipovo, extremamente infantil a dar crédito a uma sustentação por um partido de fariseus.

      Paga o preço duro de hoje se ver enganado literalmente por todos esses picaretas. Uma coisa foi o Vice de Lula, outra coisa diametralmente oposta sempre foi o vice de Dilma. O primeiro primando pelo caráter o segundo pela falta dele e pelo oportunismo latente.

      Se hoje temos uma grande parcela da população desinformada, manipulada, vendo escuridão para onde quer que olhe, a culpa é de Frankilin, Lula, Bernardo, Dilma, Mercadante, Dirceu (esse tá literealmente em tudo), Suplici, Tarso, e por aí afora englobando todo um partido de covardes frente a uma luta que deveriam ter enfrentado, até que para guardar posição, não deixando o povo ser manipulado até a medula (ex: o jornal da cidade em seu editorial louvando a evolução do indices de vulnerabilidade social como resultado apenas do plano real e das políticas sociais de FHC – poooooooooooode? – metade da cidade lendo um absurdo desse e dando como verdade)

      É sacanagem do editor? não. É falta de ocupação de espaço que se deixou criar em nome do bom relacionamento com os poderosos da mídia. Quantas vezes não vimos Lula, Dilma, seus Ministros e auxiliares louvando em eventos o papel da imprensa (irritava vê-los dizer que imprensa deveria continuar fiscalizando sendo livre – que fiscalizando, livre de que? apenas da necessidade de ter dizer a verdade e serem imparciais), que deveriam: criticá-los? não, ferrá-los no próximo telejornal, jornal ou revista com mentiras e distorções, deixando aos blogs independentes a tarefa de arrumar a situação.

      Agora tente-se dormir com um barulho desses com Temer expondo bem devagarzinho sua verdadeira face.

    • Temer

      Antonio Carlos Magalhaes (TONINHO MALVADEZA  OU TERNURA ) onde estiver ,deve está se deliciando,   pois nada mais apropriado do que conferir ao nosso vice TEMER caricaturata de MORDOMO DE FILME DE TERROR.Estamos vendo a sua confirmação no epílogo do deste filme pastelão.TITULO DO FILME.

      TARADINHOS DO IMPEACHMENT ou tavez fosse mais apropriado TARADINHOS DO GOLPE. 

  15. Já que estão condenando as

    Já que estão condenando as pedaladas como um crime de responsailidade, ambos praticaram tal crime. Como bem diz a matéria, o vice não pode alegar desconhecimento, por ser conceituado contistucionalista, com vários livros publicados. Mas  a mídia não vai levar essa história adiante. Fica cada vez mais claro,no apoio ao Cunha (somos todos Cunha) e agora ao Temer, que ninguém quer moralizar coisa alguma. Coitados daqueles iliudidos que acham que “o país está sendo passado limpo”. Querem mesmo é apear o PT do poder e se conseguirem seu intento, o Brasil volta à orgia dos últimos 500 anos. Mídia calada, judiciário garantista e os de sempre no governo. De que lado está o poder?

  16. Pizza à vista!

    Creio, que a descoberta das pedaladas fiscais de Temer e a sua possível inclusão no processo de impeachment, fará muita gente tremer, temer e reavaliar suas convicções. Então, imagino que em razão desse novo enredo apresentado haverá bandeamento de políticos que eram do lado pró impeachment, para o lado não impeachment . Paralelamente, penso que pela postura e vaidade faraônica de Temer e pela sua firme determinação de não permitir manchas ou respingos amorais e imorais em seu currículo, pode ser que ele faça forte pressão e/ou até use de chantagem política para que esse processo seja encerrado imediatamente. Seria um duelo de titãs, ele contra Cunha, mas está mais para um acordo já que ambos são tão intimos e parceiros, como fez crer Ciro Gomes. Contudo, acredito que esse fato foi até providencial para os grupos da coligação golpista, que na desculpa de salvar Temer encontrará a brecha ideal para eles próprios abortarem o já internacionalmente criticado e derrotado pedido de impeachment contra Dilma Rousseff. Ao povo restará o dissabor de curtir mais uma grande traição da política contra a ética e a moral. Todavia, o governo terá que se manter em estado de alerta contra essa inconformada, estúpida, mafiosa e anti patriótica coligação golpista, que já deve estar pesquisando um meio de criar novo ataque de ilegalidade contra a democracia.

  17. Já vivemos aquele rebuliiço

    Já vivemos aquele rebuliiço do ano de 1968, o ano que não terminou. Agora padecemos de 2015, o ano que não começou.

  18. que se vayan todos

    Começou a campanha para o Cunha presidente ou é para novas eleições? – partidários do Aécio?  ou seriam os do Lula??

    Que se vayan todos!

  19. É a chantagem, estúpido!

    O que leva uma cobra política septuagenária a enlamear sua biografia (ok, não era lá uma brastemp, mas é melhor do pode vir a ser) embarcar, primeiro no estilo adolescente de Aécio Neves, e, agora, num infantilismo do jardim de infancia político?

    A sedução de uma posse na presidência tão firme quanto um castelo de cartas?

    Um ser que sempre viveu nas sombras sair à luz do sol desta maneira?

    Uma raposa como Temer acreditar que o PSDB lhe entregará o poder e esperará sentado até 2018?

    Não seria mais provável mais uma chantagem de Eduardo Cunha? Quem sobrou para ele chantagear? Ele deve saber todos os podres do Temer que não devem ser poucos. Na base do se vc não embarcar nesta, eu te ferro.

    • “O que leva uma cobra

      “O que leva uma cobra política septuagenária a enlamear sua biografia (ok, não era lá uma brastemp, mas é melhor do pode vir a ser) embarcar, primeiro no estilo adolescente de Aécio Neves, e, agora, num infantilismo do jardim de infancia político?”:

      Com Aecio foi as contas de Liechtenstein.  Se Temer esta envolvido na LavaBunda, o fato vai continuar escondido no judiciario.  Mas ha possibilidade que ele agiu por medo da LavaBunda  e nao por covardia com Dilma.

      Nao ha motivacao plausivel para a carta.  Nem em conteudo nem em timing.

      Simples assim.

  20. Uééé… Diz que assinava as

    Uééé… Diz que assinava as pedaladas porque era em nome de Dilma e se queixa de ser “decorativo”?

  21. Interessante é que os malucos

    Interessante é que os malucos dos golpistas, inclusive os tucanos, acham que podem tranquilamente dar o golpe tirando os dois do poder, Dilma e Temer. Eles têm a mesma fé cega do Estado Islâmico e como este esperam contar sempre com a segurança de um poderoso país estrangeiro em suas costas. Gozado é que o Obama é mesmo muito dado a graçolas. Quando aqui veio, sabedor do caráter independente do Brasil, fez questão de mandar assassinar o Bin Laden de seu quarto de hotel no Rio. Só para cantar de galo no poleiro alheio. E agora, acaba de telefonar à Dilma para ajustrem os relógios, a pretexto de falar sobre o tempo.

  22. Faz sentido, estão preparando a derrubada de Temer e Cunha.

    O Estadão é que está dando o rumo do Golpe e fica claro que este tem por objetivo emplacar não só um aliado de ocasião como Temer, como também um aliado incômodo que é Cunha.

    Se há a cassação do mandato de Cunha e Temer sofre o impedimento, acontecendo primeiro a saída de Cunha, a Câmara fica sem Presidente e será necessário eleger um novo, o senhor ou a senhora X.

    Este senhor ou senhora X escolhido a dedo pela grande Imprensa, deverá ser alguém duro o suficiente para aplacar todos os movimentos que surgirem após o inpedimento, ou seja, alguém com estômago para mandar bater , prender e violar a constituição mais ainda.

    Tanto Cunha como Temer não tem um perfil para isto, porém podem achar na Câmara alguém que satisfaça os pre-requisitos SINISTROS que serão necessários.

    Logo nada melhor do que começar a queimar o Temer já de início, por isto a reportagem do Estadão.

  23. O que me dá mais medo é o

    O que me dá mais medo é o dinheiro. Antes, só não confiávamos em certos políticos. Hoje a falta de espírito público nos espanta todo dia. Se correr dinheiro em abundância, venha de onde vier, o povo, que não o tem, estará em imenso perigo.

  24. Impeachment.

    Se a presidenta Dilma tiver o mandato cassado o Sr. Temer tem que i junto, não podemos aceitar dois pesos e duas medidas.ou vai os dois ou nenhum, que seria melhor para o pais é que esta corja que esta procurando chifre na cabeça de cavalo, queren tirar do poder quem foi eleito pelo povo, ou PSDB murrinha, investigue tambem de onde veio o dinheiro que financiou a campanha deles, inclusive a campanha do PSDB nos governod de Minas.

     

  25. Assinatura

    Cartinha pessoal, sigilosa e marota, só que CC pra toda imprensa.

    Ora, não foi simplesmente por assinar empréstimos do PT que José Genoino foi condenado, mesmo sem tê-los lido?

    O golpe vai decepar a cabeça de alguns golpistas.

  26. Cada dia me convenço mais de

    Cada dia me convenço mais de se tratar de uma conspiração malsucedida, a começar pelo Petrolão tema de campanha tucana, o braço jurídico dos conspiradores detonou 10 % do PIB brasileiro sabotando as maiores empresas brasileiras. Concomitantemente o braço político faz de tudo por paralisar o país.  Se vitimizam para justificar a entrega do Petroleo brasileiro a grandes corporações em troca de vultuosas propinas. As “pontes do futuro” são uma visão do passado.

  27. Vale-tudo

    Nestes tempos de vale-tudo para tirar a Dilma não duvido de nada.

    Se fosse um decreto para jogar um bomba nas escolas de SP acho que ele não assinaria. Aliás, o Temer é daqueles que só assinam depois de muito ler, o que é muito bom. O problema é que o dirigente que trabalha de verdade não tem tempo nem de de ler o que assina.

    Mas o que eu gostaria de assinalar é que está informação (dos decretos do Temer) foi divulgada por Ciro Gomes em entrevista à Mariana Godoy há 4 dias atrás .

    Ciro chama Cunha de ladrão e diz que Temer assinou decretos de “pedaladas”. Assista – TIJOLAÇO | “A política, sem polêmica, é a arma das elites.”

  28. artigo 85 da lei 1.079?????

    Imagino que haja uma imprecisão na matéria citada.

     

    Lá consta que a presidente teria infringido o artigo 85 da lei 1.079/50 (ver as quatro últimas linhas da matéria). Ora, consultando a lei vejo que ela possui apenas 82 artigos, e nunca foi alterada.

     

    Sugiro ao Luís Nassif que corrija a inconsistência, já que os jornalistas do Estadão – veículo da matéria citada – não conferem as informações antes de publicá-las.

  29. Se ele não entrou no mérito

    Se ele não entrou no mérito dos assuntos dos decretos que assinou, então ele assumiu ser vice-decorativo.

  30. Quem está por trás desta carta sem sentido???

    Pensei, repensei,pensei novamente e não consegui ligar os pontos.

    Por que Temer se lambusaria de merda até o pescoço?

    Um eventual e muito improvável impedimento também o impediria. 

    Ele entende das leis. 

    Sabe que este impeachment não passa e sabe que,se passasse, ele iria junto. 

    Então, porque uma carta tão idiota dizendo para toda a nação:

    – sou traidor

    – sou idiota

    -sou chorão

    – sou oportunista

    – sou covarde???

    Só achei uma explicação:

    CHANTAGEM.

     

     

     

     

     

  31. Pelo que eu sei sobre as

    Pelo que eu sei sobre as pedaladas assinadas em decretos por Temer , quem deu a primeira informação sobre os decretos assinados por Michel Temer foi o Ciro Gomes no programa da Mariana Godoy no dia 04/12. O Estadão, que não tem credibilidade não merece esses créditos. O Ciro gomes respondendo a Mariana Godoy quando perguntado se o Temer seria presidente, o Ciro Gomes respondeu “Vai não, vai não porque se ele for quem vai entrar com o pedido de impeachment sou eu, e quero anunciar para o Brasil, eu estou com cópias das pedaladas fiscais que ele assinou como interino na Presidência da República, só para você ver como é a molecagem que funciona no Brasil”  : https://www.youtube.com/watch?v=hcy1ExLB_3k

  32. TeMente:

     

    Agenda da Vice-Presidência desdiz carta de Temer

    08/12/2015 Carlos Eduardo

    por Lupa News, primeira agência de fact-checking no Brasil

    “Na carta que entregou ontem à presidente Dilma Rousseffi, o vice-presidente Michel Temer enumerou 11 episódios que, segundo ele, evidenciariam o desprezo do governo petista em relação a seu trabalho. No ponto número dois da lista, Temer disse o seguinte:

    “Jamais eu ou o PMDB fomos chamados para discutir formulações econômicas”.

    A Lupa checou a agenda pública do vice-presidente ao longo de 2015 e constatou que, neste ano, Temer teve 15 encontros com o ministro da Fazenda Joaquim Levy, (http://goo.gl/XTOAZ3) três a mais do que o número de reuniões públicas entre Dilma e o ministro. (http://goo.gl/TmV4i0)

    Doze dessas 15 reuniões aconteceram no Gabinete da Vice-Presidência, em Brasília. E as outras três, no Palácio Jaburu, residência oficial do vice-presidente, também na capital federal.

    Dos 15 encontros de Temer com Levy, quatro também contaram com a presença do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa. Uma em fevereiro, duas em abril e uma em agosto. (http://goo.gl/n87hLH)

    Duas destas reuniões entre Temer, Levy e Barbosa ainda tiveram a participação do ex-ministro da Casa Civil Aloizio Mercadante. (http://goo.gl/qIUVhg)

    O grupo composto pelos ministros da Fazenda, do Planejamento e da Casa Civil (até 2 de outubro Joaquim Levy, Nelson Barbosa e Aloizio Mercadante, respectivamente) é conhecido no governo como “junta orçamentária” e costuma se reunir para discutir e definir formulações econômicas. Entre abril e agosto de 2015, o vice-presidente atuou como articulador político do governo Dilma Rousseff.

    O PMDB, partido do qual Temer é presidente licenciado, também teve representação nas diversas reuniões do vice-presidente com os ministros da área econômica. O ex-ministro da Aviação Civil Eliseu Padilha, do PMDB do Rio Grande do Sul, por exemplo, participou de seis reuniões entre Temer e Levy, segundo consta na agenda oficial da Vice-Presidência. (http://goo.gl/XTOAZ3)

    A LUPA solicitou oficialmente à Vice-Presidência as pautas dos 15 encontros mencionados nesta checagem.

    Siga-nos também no Twitter:@LupaNews

    ‪#‎AgênciaLupa‬ ‪#‎CartaDoTemer‬

     

  33. A rigor, meu chapa

    Covarde, nem homem foi, jogou a culpa na Dilma.

    Mas a verdade, nua e crua, o que consta nos decretos é a sua assinatura, e que a rigor, legalmente, no periodo que os assinou, o Presidente em exercício era você.

    Fim de papo.

  34. Então, Michel Temer, vou te

    Então, Michel Temer, vou te mandar um papo reto mas é só pq eu sou muito legal.  Tu é um tremendo de um vacilão mas vou aliviar devido a tua  idade avançada e a ilusão de esperteza…. É o seguinte: presta bem atenção na alma sem luz que te colocou nessa furada da cartinha.  Isso é inimigo brabo! Tem que colocar o nome dele na pólvora pra ontem! Eu não sei quem te deu essa calça arriada mas é certo que acabou com a tua carreira.. Agora é isso aí… Tu se achando bonitão; todo esticado; penteadinho… parece que saiu de casa vestido e penteado pela vovó. E, tudo isso pra quê? Produzido ao melhor estilo Fuxeano para ser esculachado/zoado/trollado nas redes sociais por conta de uma cartinha safada… Nem o PMDB aguenta tanta humilhação… Fizeram vc sacudir a ávore para juntar as folhas… E, o bobalhão, assumiu a autoria da cartinha pra ninguém menos que DILMA VANA ROUSSEFF… Caraca, Temer! Olha a cara de “adoro cartinhas com desabafos” da Dilma! Tu “é” um sem noção! Nem a ministra Rosa Weber que é super light, entubava essa missiva. O FDP que fez isso contigo queria e quer te ferrar. Só faltou o ” esta vai para a jovem Dilma… “,

    Minha única dúvida é com relação a reação do destinatário. Já que somos obrigados a achar muito natural o envio dessa correspondência; não seria natural que uma pregada pesada na orelha do remetente por parte de um destinatário tão indignado qto nós ao tomar ciência do conteúdo.

     

    • NA MOSCA!!!

      Aposto que quem escreveu a carta foi o BEBÊ CHORÃO, o GATINHO ANGORÁ. É bem o seu estilo.

      Mas, também acho que há aí, nessa infantilidade, um componente para uma indentificação de CHANTAGEM.

    • Já estava tudo acertado entre

      Já estava tudo acertado entre Temer e Cunha, eles iam derrubar a Dilma. Quando Ciro Gomes e o Estadão avisaram que ‘o crime’ da Dilma também tinha assinatura do Temer. E pior, acho que o Cunha já sabia.

  35. Como na canção O Indio, de

    Como na canção O Indio, de Caetano Veloso,  ” ….  e aquilo que então se revelará no instante, surpreenderá a todos, não por ser exótico, mas por poder sempre ter estado oculto quando terá sido o óbvio.”

  36. Rindo muito até hoje

    A carta era pra se justificar por ter assinado os decretos de pedaladas fiscais? Não bate uma coisa com outra. Além de viralizar como a piada do Natal, só na cabeça de um completo imbecil isso vem a justificar os decretos que assinou, ou salvar a sua pele. É tão covarde e cinico que até o Estadão não aguentou. Constitucionalista meus ovarios …

    • A carta de Temer

      A carta dele foi para tentar se desvincular da Dilma e chamar a atenção. E conseguiu chamar a atenção, desviando o foco da imprensa, que de outra maneira iria explorar a matéria publicada pelo Estadão.

  37. Como assim materia bomba do
    Como assim materia bomba do estadao?
    Essa lebre não foi levantada por Ciro Gomes em recente entrevista à rede record, anterior mente a essa materia??

  38. Um dos erros do governo na

    Um dos erros do governo na articulaçlão política – que não tem nada a ver com os que falam por aí – é não ter dado o sinal verde pro Kassab criar o otro partido pra colher as dissidências e aagrupar um póuco essa fragmentação extrema do Congresso. Demorou demais. Tudo pra não melindrar esse PMDB escroto de chantagistas

  39. A carta do TEMER

    O  Amigo  da  onça  está  parecendo  um  menino  mimado :  fica  brabo  quando  a  Presidenta  DILMA  manobra  dentro  do

    PMDB , que  é  da  base  aliada ,  com  a  maioria  dos  Ministerios  e  com  a  vice-presidencia  da  República …

    No  entanto  vive  traindo ,  como  quando  foi  contra  a  convocação  da  CONSTITUINTE  exclusiva  e  agora  ao  lançar  o

    PONTE  para  o  Futuro — um  programa  de  Direita .

    Vive  conspirando  com  o  SERRA , FHC , Ed.  Cunha  e  outros  da  oposição  e  não  quer  que  a  PRESIDENTA  articule

    sua  defesa .  Foi  mordido  pela  môsca  azul ,  pois  sabe  que  no  voto  nunca  subirá  a  rampa  do  Palacio  Alvorada .

    Sua  memória  histórica  será  de  um  traidor !…

                                                                                     OCG   

  40. Vice decorativo que se preza

    Vice decorativo que se preza não assina pedalada. Depois que assina não pode se auto proclamar decorativo. Tá me cheirando manobra do Cunha que só assume se derrubar a Dima e o Temer. Vai ter que escrever cartinha pro Cunha e pro Estadão também. 

  41. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome