Menina se recusa a cumprimentar Bolsonaro em evento de Páscoa

Bolsonaro estava firme no seu papel, deu a mão para algumas crianças e pegou outras no colo.

Jornal GGN – Yasmin, assim parece se chamar a menina que, em evento de Páscoa no Palácio do Planalto, e de uma escola pública de Brasília, cruzou os braços e fez sinal de ‘não’ quando Bolsonaro teve intenção de cumprimentá-la.

Bolsonaro estava firme no seu papel, deu a mão para algumas crianças e pegou outras no colo. Mas, quando estendeu o braço para a menina, ela manteve os braços cruzados e fez sinal de ‘não’ com a cabeça.

A notícia foi publicada no Estadão e replicada em diversos veículos. O link do Estadão, no entanto, agora aponta para matéria não encontrada. O jornalão recuou.

O vídeo, divulgado por Bolsonaro, mostra bem o momento.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Que anti vai dar as cartas em 2022? Por Alon Feuerwerker

8 comentários

  1. A foto do Figueiredo tá melhor que o vídeo do Bolsonaro.
    O vídeo mostra que se um aluno não quer cumprimentar, muitos outros querem… Passa até um ideia de democracia. Não à toa quem editou o vídeo não cortou antes da menina negar-se a cumprimentar o inepto.

  2. Mesmo aqueles veículos de míRdia que fazem algum tipo de oposição ao Bozo (certamente NÃO por motivos nacionais, mas próprios), sabem que não podem derrubá-lo antes de que se cumpra a missão de vender o brazil e colocar o “povão” em seu devido lugar (na lama dos pântanos e esgotos).
    Portanto mesmo estes, em nome de seus compromissos indiziveis com os “owners” deste país gigante abobalhado que somos, têm que dar uma assoprada de vez em quando…né Estadinho?

  3. As crianças só foram por que disseram a elas que iriam encontrar com o Bozo. Yasmin não aceita falsificações.

  4. YASMIN JÁ APRENDEU O CAMINHO QUE DEVE ANDAR, jamais se juntar a mentirosos, ignorantes, que na verdade são FASCISTAS DISFARÇADOS, e a eles nem mesmo dar as mãos, pois podem contaminar.

  5. Patético político com baixa popularidade, deprimentemente em busca de beijos e abraços de criancinhas inocentes e, óbvio, sem a menor noção política, com exceção da garotinha linda que deve ser filha de algum “comunista”.

  6. “Ensina a criança o caminho que deve andar e mesmo quando for velho, não se desviará dele”

    Pelo visto os pais da criança que se negou a cumprimentar o Bozo ensinaram direitinho o caminho…

  7. Na falta de ser carregado nos braços pelo povo, apela-se para crianças inocentes. É deprimente essa demagogia barata. O Rio Grande do Sul teve um político que foi prefeito, deputado e governador que, após abraçar crianças nas vilas, voltava para a van que o carregava e “limpava” as mãos com álcool. São criaturas ignaras!!!

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome