Nelson Jobim rechaça possibilidade de ser candidato a presidente

Foto: Agência Brasil
 
 
Jornal GGN – O ex-ministro Nelson Jobim negou publicamente, nesta quinta (24), a possibilidade de ser candidato a presidente em caso de renúncia ou cassação de Michel Temer pelo Tribunal Superior Eleitoral. Segundo reportagem da revista Piauí, Jobim, sócio do BTG Pactual, participou de almoço promovido pelo banco, em São Paulo, ocasião em que foi pressionado a comentar as apostas feitas em Brasília em torno de seu nome. Foi quando rechaçou a ideia e colocou a culpa no trabalho e na esposa.
 
Segundo relatos da revista, Jobim disse que, em tom descontraído, que tinha muito trabalho no banco e que sua mulher, Adrianne de Senna, ex-presidente do Coaf (Conselho de Controle das Atividades Financeiras) “não gosta nem de ouvir falar da hipótese”.
 
Nos bastidores, contudo, Jobim enfrenta outro tipo de entrave: a resistência de André Esteves, fundador e controlador do BTG Pactual. Esteve passou uma curta temporada preso em Bangu, no Rio, em 2015, e não quer saber de ver o banco retornar ao centro das atenções por causa das investigações da Lava Jato.
 
Além disso, Jobim foi ministro de FHC, Lula e Dilma Rousseff. Sua passagem pelo Ministério da Defesa pode ser alvejada considerando que a Lava Jato criminalizou a compra dos caças Gripen.
 
Com a delação da JBS, a Lava Jato atingiu o governo Temer em cheio e até aliados mais próximos, como o PSDB, reconhecem que ele perdeu as condições de se manter no poder e aprovar as reformas impopulares. Em caso de renúncia, o Congresso deve realizar uma eleição indireta em até 30 dias. É nesse cenário que entra o nome de Jobim, além do presidente da Câmara Rodrigo Maia (virtual candidato do baixo clero) e Tasso Jereissati (PSDB).
 
No encontro com os banqueiros, Jobim avaliou que Temer não vai renunciar, mas tampouco chegará politicamente vivo em 2018. Ele não quis comentar os cenários para a próxima disputa presidencial e classificou a proposta de Diretas Já como devaneio.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Weintraub compara Operação Fake News com chacinas e perseguição a judeus

5 comentários

  1. Então o Jobim é sócio do BTG.

    Então o Jobim é sócio do BTG. Seria perfeito para os golpistas. Deve ser por isso que não está aceitando, para não jogar na lata do lixo sua razoável biografia. 

  2. Ferrou (2)

    Estava já imaginando alguns meses na frente. Jobim vai aos EUA, visita de chefe de Estado, é recebido em jantar na Casa Branca. E Donald trump pede pro Nelson Jobim tocar Garota de Ipanema. 

  3. Quem quiser que acredite

        Mas nos conciliabulos noturnos, envoltos nas sombras, alguns pombos-correios voam, um do norte e outro do sul, encontrando-se em São Paulo, na região metropolitana, ambos procurando diminuir distancias entre Higienópolis e São Bernardo do Campo, mas o pombo sulista tem um problema, que por sua visão deve ser atenuado o mais rapidamente possivel, ou nada feito, não irá colaborar , pois ele não pode passar, muito menos quer escalar em Curitiba.

         A dirimir-se o protagonismo do aeroporto Afonso Pena, claro que com o apoio especifico do jardim botanico de Lopes Quintas, tudo pode acontecer, até certas pessoas mudarem de idéia, ou mesmo de conduta.

  4. TEMER JOGA “BOMBA NUCLEAR”… MAS NO PRÓPRIO PÉ

    TEMER JOGA “BOMBA NUCLEAR”… MAS NO PRÓPRIO PÉ! 24/5: O DIA EM QUE O GOLPE FOI DERROTADO

    Cadê o meteoro?

    – Temer/Jungmann/Maia dão um baita tiro no próprio pé – mais para míssil nuclear (!): o “blefe” da “intervenção militar”…

    – … queimou na largada!

    – Isso porque ninguém na Praça dos Três Poderes teve culhão para bancar o Exército – de novo! – descendo o cacete no… próprio povo que jurou defender!

    – Insólito: Meirelles, gay semi-assumido (!), delirou que podia se tornar Presidente – no Brasil da homofobia assassina?!

    – Peraí… “Presidente”? Portanto “Comandante-em-chefe”? Da repressão? Tocada pelos… ~machões~ fardados?! Esquece, Meirelles! (rs)

    – Veja por que Lula é um estadista: o que é “Política” com “P” maiúsculo.

    – Na qualidade de Estadista, Lula não se opõe a um freio de arrumação, sob Nelson Jobim. Para ~começarmos~ o looongo caminho de volta à democracia, ao Estado de direito e à normalidade institucional.

    – Agora é com a Esquerda: a bola está na marca do pênalti! Começamos a transição pós-golpe, de volta à democracia? Ou não?!
     

    LEIA MAIS »

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome