Oposição alerta para estado de sítio e Marco Aurélio diz estar preocupado


Foto: Mídia Ninja
 
Jornal GGN – O decreto assinado por Michel Temer de colocar tropas federais nas ruas do Distrito Federal, em Brasília, por uma semana, está sendo visto como um estado de sítio. Neste momento, a oposição no Congresso tenta sustar o decreto, e o ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), interrompeu a sessão para dizer que está preocupado.
 
A decisão assinada por Michel Temer, pelo ministro da Defesa, Raul Jungmann, e pelo ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Sérgio Etchegoyen, foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União, nesta quarta-feira (24).
 
Em comunicado sobre a medida, o Ministério da Defesa disse que o uso das Forças Armadas, descrita na Constituição como “Garantia de Lei e da Ordem” (GLO), ocorre quando há “o esgotamento das forças tradicionais de segurança pública em graves situações de perturbação da ordem”.
 
Temer publicou o decreto após o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), pedir “reforço na segurança” na região da Esplanada dos Ministérios, onde ocorre uma manifestação pelas Diretas Já e pela queda de Michel Temer.
 
O presidente, o ministro da Defesa e a base aliada do mandatário no Congresso consideraram que as reações populares no protesto eram graves. “Eu pedi o apoio das Forças Nacionais, sim. Agora, qual foi o instrumento que ele [Raul Jungmann] usou foi uma decisão do governo. Agora, de fato, o ambiente na Esplanada era grave e, para garantir a segurança tanto dos manifestantes quanto daqueles que trabalham na Esplanada e no Congresso, eu fui ao presidente que a Força Nacional pudesse colaborar neste momento junto com a Polícia do Distrito Federal”, disse Maia.
 
Entretanto, o governo não justificou porque estendeu o decreto de Lei e Ordem por sete dias, uma semana. Contrariado com as manifestações, Jungmann disse que, para Temer, os protestos eram “baderna”. “O senhor presidente da República faz questão de ressaltar que é inaceitável baderna, inaceitável o descontrole e que ele não permitirá que atos como esse venham a turbar o processo que se desenvolve de forma democrática e com respeito às instituições”, disse o ministro.
 
“Tem que suspender o decreto porque ele é ilegal, completamente fora da Constituição. Nós estamos em estado de sítio, com o Exército em torno da casa agredindo o pessoal lá fora”, disse a deputada Jandira Feghali (PcdoB-RJ). Jandira alarmou: “se sair um cadáver lá fora, é de vocês. Se não é seu [do presidente da Câmara, Rodrigo Maia], é do governo”, declarou.
 
Em plena sessão de julgamentos do Supremo Tribunal Federal, o ministro Marco Aurélio Mello interrompeu, preocupado: “Voto um pouco preocupado com o contexto, e espero que a notícia não seja verdadeira. O chefe do Poder Executivo teria editado decreto autorizando uso das Forças Armadas no Distrito Federal no período de 24 a 31 de maio”, disse.
 
Vídeo: Reprodução Buzzfeed 
 
Leia o decreto:
 

53 comentários

  1. Se um Min. do STF que junto

    Se um Min. do STF que junto com o MPF e Mídia armou o golpe, está preocupado, imaginem como nós que lutamos contra o golpe, desde sempre, devemos nos sentir.  O duro é que muitos companheiros ainda estão em Brasília.

    • Boa, kkkk!

      Tive a curiosidade de ler a lista todinha e confesso que dos mais de seiscentos nomes só tinha ouvido falar de Cristóvam Buarque (Senador e ex-Governador  traíra eleito com os votos do PT do DF), Eros Grau (traíra que só virou Ministro do STF porque Lula indicou),  Marcos Palmeira e Soninha Francine, e olha que leio de tudo um pouco pelo menos duas horas por dia!

      De qualquer forma, esses aí, que são os mais conhecidos, deveriam agora dar o exemplo e ser os primeiros a agradecer e pedir desculpas à sábia e sofrida maioria do povo nordestino, que evitou que eles elegessem um gangster para Presidente da República.

    • Não podia faltar!

      O professorzinho mais cínico do Brasil, o Cristóvão Buarque.

      Está em todas as oportunidades onde possa destilar o seu ódio e frustração pelo fato dele não ter sido Lula.

  2. Tantos queriam os militares de volta, esta ai o resultado

    O Ministro do Supremo nao devia estar consternado, afinal nunca julgaram o merito do golpe porque, segundo eles, “nao ha perigo na demora”. Pois é!

  3. devemos esperar que as cenas

    devemos esperar que as cenas escolhidas pela mídia comercial nojenta para mostrar os vândalos (inflitrados) não atinjam a capacidade dos manifestantes, que não despertem medo em nós, que já deixamos sangue nas ruas em manifestações de antes. (fica-se imaginando o usurpador na presidência armando um plano com seus comparsas para acontecer exatamente baderna e desviar o foco dos seus crimes. desesperado, não tem um pingo de dignidade, de visão mais além do seu corrompido umbigo. triste figura que assina no diário oficial do Brasil após um golpe de traição das mais abjetas.) 

  4. Se é para “Garantia da Lei e

    Se é para “Garantia da Lei e da Ordem,” então começa prendendo o presidente , todo ministério e o congresso nacional. Eu tinha certeza que ia terminar assim, repetindo 1964. Afinal, as chamadas “forças armadas”, n”ESSA PORRA”, só serviram até hoje  para isso mesmo, garantir que o Brasil nunca se estabeleça como um Estado perante a comunidade internacional. Queria ver esses golpistas fardados se tivessem de encarar um “ditador” Norte Coreano, cabra disposto a ir até às últimas consequências em defesa do seu povo, do seu território.

  5. SOBRE O DECRETO INFORMADO NA MATERIA “Oposição alerta para estad

    O Temer está tão apavorado que assinou o decreto com data de  24 de dezembro de 2017. Ó chente.

      • Deboche

        Mais uma no currículo do treme: Publicou um decreto pré futuro com efeito retroativo.

        Quem agarantche que no dia assinado o treme poderá se valer do decreto de dentro da Papuda?

         

        • phora

          -Ô treme, pede para ir c…. e não volta mais!       Sae phora. Logo tu, que outrora phoi um portentoso prophessor da USP (se-nho-res!), adevogado e prophessor, se sujeitar a um ridículo destes de assinar sem ler!    Esse erro vacilão nem a doutora Jenaina !     Desse jeito o povo vai te odiar tanto que pode pensar até em pesquisar as salinhas do seu philhote.       Que história você vai poder contar lá na lojinha?    Infelizmente você não foi aprovado, um ano se passou e você não fez nada que preste. O povo não gosta de você, ao contrário debocha da sua pessoa.     Vai ser ruim ao chegar em casa a patroa vai te olhar com aquela cara de -Eu te disse que era para tu não se meter nisso, que era muita areia e tals.    Pior ainda é ter que mentir para o gurizinho. Isso sem contar os livros de história que o teu filho vai ter que decorar. Que trapalhada em?      A sua ambição foi maior que o seu talento!       Ô dó. 

  6. Nada mais, nada menos, que a

    Nada mais, nada menos, que a última cartada de Temer para adiar a sua “morte” política. O que estamos presenciando é inédito na nossa história: um presidente da República investigado por crime comum, rejeitado por boa parte da população, instrumentalizar as Forças Armadas como reles guarda pretoriana, mesmo que de forma indireta. 

    Segurança Pública em qualquer país democrático do mundo é incumbência do Poder Civil, jamais do Poder Militar. Este, é raso lembrar, existe precipuamente para garantir a soberania do país e, EM CASOS EXCEPCIONAIS, a ordem interna se os diretamente responsáveis – a Polícia, perder essas condições.

    Ora, manifestações maiores e mais virulentas do que a ocorrida em Brasília já viscejaram às dezenas nos últimos anos sem que fosse necessário se recorrer a tal extremo. Mas a irresponsabilidade e a vilania não se restringe apenas ao ato em si, mas ao modo sorrateiro, próprio de covardes e oportunistas, com que foi impetrado, qual seja, sob as escusas de que teria sido um pedido do presidente da Câmara dos Depurados, Rodrigo Maia. O fato é que este negou isso peremptoriamente do alto da Mesa da Câmara alegando que houvera solicitado a intervenção, não das FFAA, mas da Força Nacional. 

    Enquanto isso a mídia corporativa faz seu carnaval particular. Em vez de cumprir o papel de mediar, de dirimir dúvidas e, principalmente, ser o vetor pelo qual os fatos cheguem a população, insiste no mesmo: distorcer, manipular e direcionar o público para as suas “verdades”. 

    Infelizmente, a mesma condenação eterna dada por Zeus à alma de  Sísifo foi nos imposta como nação: muito esforço, muita dor, muito sangue, para no final retornarmos ao ponto de partida. 

    • Isso é mais uma patranha do

      Isso é mais uma patranha do mafioso Temer.

      Infiltrados pôem fogo no Ministério e incitam à violência.

      O decreto pronto na gaveta só aguarda o momento ensaiado com o outro Maia.

      E ele tem uma desculpa esfarrapada para por o Exército como protetor de bandido.

      E ainda tem brasileiro se ocupando em falar mal de LUla e Dilma, e achando tudo isso muito bom.

       

  7. Min. MAM, Pelamodedeus! Dá um

    Min. MAM, Pelamodedeus! Dá um sacode nessa galera leitinho com pera aí da Corte pq a barra tá pesando.   O mínimo que o STF pode fazer pra  tentar colaborar é anular esse impeachment fraudulento e sair do circuito pq essa parceria criminosa com MPF e Mídia atirou o país no breu. O plenário do STF é o maiior responsável pelo inferno que estamos vivendo, hoje. Qdo JB & Cia colocaram a Corte como cenário pra novelinha do Mensalão, explodiram  o Estado de Direito e inauguraram o vale tudo da perseguição política. O Judiciário/MPF parecem ter conseguido superar a classe política em termos de baixaria.

  8. Já escrevi aqui e em outros blogs:

    O golpe só foi possível porque os milicos deram aval e eles estão prontinhos desde o início do golpe para impor a “ordem” no Brasil. Isso implica em acabar com os movimentos sociais e os sindicatos dos trabalhadores.

     

  9. Exército ataca a população que sustenta seus privilégios
    “A guerra é travada, pelos grupos dominantes, contra seus próprios súditos, e o seu objetivo não é conquistar territórios nem impedir que outros o façam, porém manter intacta a estrutura da sociedade.” – George Orwell

  10. Lá do ” Forte Apache “…………

      Esqueçam o “tonto” do MinDef, pois esta GLO em BSB , que quase significa um “estado de defesa” e não de sitio , tanto o “tonto” como o Dracula, foram na “vibe” do Sérginho Cavalaria, que tipo assim, ainda esta na fase do “prendo e arrebento” ( a molecada não vai lembrar desta frase, mas ela existiu ), mas bateram de frente com instancias superiores ( EMCFA e ComEx ), tanto que o Almirante Ademir (EMCFA) afirmou que as “tropas federais” ( FFAA ), cumprirão suas obrigações constitucionais referentes a esta GLO, mas somente de proteção, pois cabe as unidades de segurança publica estaduias, e as organicas dos Poderes, atuarem nestes casos.

        Esta GLO/BSB foi irresponsavel, ainda mais pelo espaço de tempo ( 7 dias ), afinal nem existe “tropa” ( nem no Forte Santa Barbara ) para “manter” BSB fechada, seria exigido um deslocamento de unidades do MT/MS/MG, ou até mesmo do sudeste ( as de Campinas ao Rio de Janeiro – passando por Taubaté/Caçapava ), ações caras que demandam tempo > que 3 dias.

         Uma das leituras sobre esta GLO/BSB, é que Michel desejou trazer o estamento militar para “sua” crise, e Serginho bombou esta idéia visando ser o futuro EMCFA, ou no minimo substituir o “Chinês” no ComEX , algo que não interessa pela atual situação, e serem lançados nesta crise de “conduta” / “doutrina “, já Serginho foi contaminado pela politica, e alem do mais : não tem tropa – já Jungmann é o “tonto”, ele obedece – ou como diria Serginho – arreia-se.

    • Vixe!
      Quer dizer, então, que

      Vixe!

      Quer dizer, então, que não houve nas FAs a unanimidade insinuada pela imprensa?

      A iniciativa foi somente de um e os demais só assinaram o decreto?

      Mas, o Temer soltou uma nota meio zangado…

      Enfim,  tá tudo muito turbulento…

       

       

       

  11. Fazendo o que quer o Temer…

    O Temer queria uma bagunça e ela veio…

    Derrota-se um regime pela crítica, pela indiferença aos apelos do governo e pela rejeição do arbítrio – reagir sem violência!

    O dinheirinho que deixamos nos impostos além de pagar juros para os ricaços, altos salários para justiceiros, ainda vai pagar a compra de gás lacrimogêneo e balas de borracha!

    Vai sobrar menos para saúde  e educação!

    A nossa indiferença a propostas do governo quebrará a economia…

    A nossa rejeição aos arbítrios forçará a reedição de outras medidas…

    A nossa crítica acordarão mentes…

    A nossa luta é justa – Lutamos por democracia!

    A quebra na economia implodirá o governo…

    O confronto fortalece o Temer e deixa a globo sonhando em reeditar a dobradinha de 64!

    Os parlamentares corruptos – o temer junto – agora poderão se esconder atras das fardas…

    • Não houve bagunça

      Não houve bagunça nenhuma.

      Não compre a narrativa mentirosa dos golpistas. Houve uma manifestação pacífica que foi atacada sem provocação pela polícia do DF de forma brutal e indiscriminada. Grupos mascarados claramente alheios aos manifestantes fizeram as depredações dos prédios, coisa que por sinal é muito menos importante do que o massacre feito pela polícia, com vários feridos, inclusive por armas de fogo letais.

      O que você quer? Que todos fiquem quietos? Ora, isso é o que o Temer quer.

       

  12. Primeiro protesto e o Temer já bambeia…

    Primeiro protesto mais agarrado que o Temer encara, e ele já chama um general pra se esconder atrás.

    Imagina se esse sujeito Temer tivesse que encarar o que a Dilma enfrentou na presidência. Já teria se matado, fugido ou ficado louco. Como um vilão de folhetim…

  13. Brasil vive seu pior momento histórico

    No Golpe de 1964, mesmo que conservador, os militares possuíam um Projeto de Nação definido. É certo que eles cancelaram as reformas de base propostas por Jango que poderiam atribuir ao capitalismo brasileiro novas potencialidades para promover o desenvolvimento social e humano. Também é certo que o Estado foi usado para perseguir e matar adversários políticos.

    Contudo, preservaram algumas funções civilizatórias importantes do Estado, como as conquistas trabalhistas, cujo principal arranhão se deu com a instauração do FGTS, expandiram as políticas sociais de educação e saúde, os investimentos públicos em áreas estratégicas da economia e da infraestrutura do país, criaram grandes projetos de integração nacional, mantiveram a soberania sobre riquezas estratégicas e projetaram respeito à imagem do país no exterior.

    Com isso, criaram empregos, oportunidades, elevaram a autoestima dos brasileiros e projetaram um futuro de esperanças e bem-estar para a nação.

    Os Golpistas de 2016 não possuem nenhum projeto de nação, aliás, seu único PROJETO É DE SAQUEAR A NAÇÃO, destruir o aparato social civilizatório construído ao longo do século XX, acabar com os investimentos públicos, entregar nossas riquezas estratégicas às grandes corporações internacionais, a soberania da nação ao capital financeiro e transformar o Estado num mero indutor e administrador da barbárie, por meio do controle e do uso da força para impor e alcançar a “ordem social”.

    Internacionalmente, o Brasil perdeu completamente qualquer credibilidade e respeito, Temer é visto como um câncer geopolítico e o Estado brasileiro uma espécie de escritório das máfias que saqueiam a nação.

    A autoestima do brasileiro está no subsolo e não há qualquer esperança no horizonte, qualquer medida por parte de um governo ilegítimo e criminoso que projete um futuro de prosperidade aos brasileiros. A única certeza é de que, caso prosperem estas medidas de saqueamento da riqueza social e econômica do país, elas levarão grandes contingentes das classes baixas e médias à inanição. 

    O Brasil enfrenta, sem dúvida, o pior momento de sua história. Sem um projeto de nação, com o poder tomado por criminosos e a riqueza social que protege a dignidade dos mais fracos sendo destruída o cenário que se projeta é de radicalização da resistência popular.

    Estas reações que começam a pipocar em ondas coletivas de violência, caso se organizem, poderão transformar o país em mais um laboratório e mercado para as indústrias armamentistas dos EUA e Europa. 

  14. Se o STF quiser, a crise política acaba

    A solução é simples, se o STF quiser restabelecer o Estado Democrático de Direito:

    (1) marca uma sessão imediata cuja pauta é analisar o mérito do impeachment

    (2) reconhecer que houve um golpe

    (3) reconduzir Dilma à Presidência da República imediatamente.

    (4) a primeira decisão da Presidente Dilma seria apoiar Eleições Diretas Já !

    A crise política acabaria em 24 horas.

  15. Decreto assinado no futuro vale?

    Além de bandidos, são incompetentes. 

    Decreto nenhum pode ter validade retroativa. 

    Se foi assinado na data futura de Dezembro de 2017, não pode retroagir ao presente. 

    Aliás, em Dezembro de 2017, nosso presidente não será um “constitucionalista”. No máximo, um curso de torneiro mecânico com experiência no mercado de tapioca.

     

    • Mas o próprio governo o criminoso intimidadado

      Como assim, Cara Pálida, se o próprio Temer é o criminoso que, intimidado, põe o Exército contra os que exigem sua punição?

  16. QUANDO A INJUSTIÇA SE TORNA LEI… A REBELIÃO TORNA-SE UM DEVER”.

    QUANDO A INJUSTIÇA SE TORNA LEI… A REBELIÃO TORNA-SE UM DEVER”.

     

    A HORA É : POVO NAS RUAS.

     

    O ESTADO MODERNO É SIMPLESMENTE UMA INSTITUIÇÃO CRIMINOSA

    “QUE DEU “CERTO”.

              A prova inequivoca da veracidade desse pensamento é o desfecho do golpe institucional, sofrido por um governo legítimo e democrático, referendado pela justiça cega, parlamento corrupto e pela mídia aristocrática. A quadrilha do Jaburu, tomou o pais de assalto, em um golpe sorrateiro com o apoio das instituições criminalizadas e da imprensa aristocrática tradicionalmente golpista. Desrespeitou-se a opção referendada nas urnas por  54 milhões cidadãos brasileiros, que votaram  em um projeto de governo e foram subestimados pela iniciativa de 360 deputados 61 senadores, majoritorialmente investigados e denunciados em atos generalizados de corrupção.

             Equivocaram-se, acreditaram na ingênua possibilidade da renúncia da Presidente eleita Dilma. Historicamente mal acostumados, quebraram a cara. Esqueceram que a dona é que nem vara verde, enverga mas não quebra. Grande exemplo de liderança feminina a ser  seguida, incondicionalmente, por todos nós.

              Cabe aqui salientar que, aqui no nosso Brasil, golpe institucional é meramente uma trágica tradição. Com 500 anos de existência, 120 anos de independencia enquanto pais, nossa República da Bananada, nossa adolescente democracia, tem apenas 50 anos, sendo porem, constantemente interrompida por sucessivos golpes institucional de estado. Tais fatos, possivelmente nòs ajude a compreender o motivo, pelo qual, sejamos de fato uma economia pujante, (9º maior PIB), ao passo de determos o vergonhoso Índice de desenvolvimento Humano (62o IDH), do nosso planeta. Em se tratando da América Latina ficamos em situação conforavel somente quando comparado à Venezuela.

              Mas por que devemos nòs permitir ser governado pela Quadrilha do Jaburu, por um governo ilegítimo, cujo vice- presidente, sem aprovação popular, rotineiramente se esconde do povo, se borra com poucas vaias ?. Por que acreditar na capacidade técnica e política de um governo usurpador, formado por um ministério com 13 nótaveis ministros denunciados em inquéritos da Lava Jato ?. Por que permitir que a conta da robalheira patrocinado por esses “notáveis” corruptos recaiam sobre o bolso do humilde trabalhador??.

              Dificil entender  como o cidadão brasileiro é capaz de matar  par subtrair um simples aparelho  celular do seu próximo, é capaz de se armar-se  até os dentes para traficar drogras, mas é incapaz de armar-se politicamente par defender-se de um ESTADO CRIMINOSO DE DIREITO. Tomaram o Brasil de assalto e agora já não sabem exatemente o que fazer. A a economia se disolve, a sociedade se marginaliza. O jogo de improviso é a regra. A ordem por hora é o caus notavelmente estabelecido.

              Mas o barulho dos indignados e mais forte que o silêncio dos omissos. Em respeito e reconhecimento a todos aqueles que deram suas vidas pela DEMOCRACIA, à dor dos familiares, que não tiveram a oportunidade de enterrar os corpos  dos seus filhos, vitimados pelo GOLPE MILITAR, mas sobretudo por um compromisso maior, por um futuro mais digno para os nossos filhos, devemos sim fechar esse trágico livro e escrever uma nova história. Os novos versos a serem escritos propõem ao povo ocuparem as ruas, em forma de manifestações, sem pedir licença e autorização a nenhuma instituição criminosa que representa o aparelho de segurança desse estado criminoso. Afinal de contas é um direito absolutamente constitucional e como tal, está a disposição para ser exercido por todo e quaisquer cidadão plenamente consciente.

              Caso a aventura evolua para a segunda fase do golpe jurídico-parlamentar e este venha a se concretizar, tornando o Presedente Lula um preso político, esse seguramente será tratado como heroi. A partir desse momento o AI-5, sob uma nova configuração do golpe institucional jurídico-parlamentar estará instaurado. Sendo assim esgota-se toda possibilidade a discursão pela vias políticas, dando assim margens para que todo tipo de revolta e indginação oculpem os espaços públicos e privados. Novas formas de instrumentação e intervenção política, aconvencionais seguramente surgirão e serão aplicadas, seguindo a receita das medidas amplamente adotadas e aplicadas pela resistência ao golpe militar instaurado no nosso pais, em passado recente.

              Quanto a repressão, não devemos nos preocupar, a história da humanidade resume-se aos conflitos de classes sociais. Fazer oposição política a um governo ilegítimo, usurpador, como todos sabem, é uma tarefa bem mais fácil do que governar. As eventuais sequelas provocadas pela máquina estatal de repressão, a despeito das que já veem sendo utilizadas, ficarão mais uma vez registradas nos autos da história da Republica da Bananada e dessa forma deverão ser objeto de preocupação daqueles que as praticam. Que o Estado Criminoso recorra a todas elas. O tempo e a história lhes darão a avaliação e as credencias necessárias.

    “Quando a injustiça se torna lei… a rebelião torna-se um dever”.

     

    NÃO DEVER, NÃO TEMER!!!.

    Abraços, a todos que se permitem indignar-se

     

     

     

     

     

  17. As forças armadas vão virar jagunços de uma quadrilha?

    O exército brasileiro vai se sujeitar ao papel de um bando de jagunços a serviço de uma quadrilha de criminosos?

  18. Não existe governo melhor pra
    Não existe governo melhor pra se fazer oposição do que este governo Temer.
    Vai ficando, Temer!

  19. Esse pigmeu moral que ocupa

    Esse pigmeu moral que ocupa atualmente a presidẽncia do país, além de criminoso, é também um covarde. Fora Temer!

  20. 49 contra 8

    Essa estatística demonstra o objetivo das Forças de ordem ontem, em Brasília.

    Foram 49 manifestantes feridos, por conta do bombardeio geral e apenas 8 arruaceiros detidos, mediante ações direcionadas.

    A polícia poderia facilmente ter encurralado e pego esses mascarados.

    Ficou evidente a conivência.

  21. NECESSÁRIO PEDIR AJUDA AS
    NECESSÁRIO PEDIR AJUDA AS NAÇÕES AMIGAS DO MUNDO E DENUNCIAR O APOIO A CORRUPÇÃO DE NOSSAS INSTITUIÇÕES, NÃO PODE PREVALECER INTERESSES EMPRESARIAIS!

  22. OHH OS NOMES DOS ALGOZES DA

    OHH OS NOMES DOS ALGOZES DA DEMOCRACIA:        TEMER   …. JUNGMANN….WESTPHALEN..  

    DEPOIS FALAM QUE O PROBLEMA DO BRASIL É A COLONIZAÇÃO PORTUGUESA…

  23. Depois disso podemos

    Depois disso podemos acreditar que as forças armadas estão do lado dos golpistas e não cumprem o papel constituciuonal que justifica sua existência.

    Obedecer uma ordem absurda de atacar cidadãos indignados com o que acontece no país é estar do lado do golpe na proteção de bandidos, ladrões, traficantes de drogas e até, possivelmente, assassinos.

    Este governo destrói os projetos de interesse nacional  até na área militar, destrói os direitos dos trabalhadores brasileiros, destrói a democracia e o estado de direito, dilapida o patrimônio do país, chantageia, rouba, etc etc etc a ainda as FAA obedecem ordens de atacar o Povo?

    Se estão defendendo bandidos é porque são bandidos também. Atrasaram o país uns 50 anos com o golpe de 1964 e aparentemente querem atrasar outros 50 mantendo este governo bandido.

  24. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome