Para evitar greve de caminhoneiros governo anuncia crédito de R$ 500 milhões

Após episódio do diesel, governo faz reunião no Palácio do Planalto para vencer o descontentamento da categoria com o pacote de medidas que inclui ainda R$ 2 bi de investimentos em rodovias

Greve dos Caminhoneiros, Junho de 2018. Foto Fernando Frazão/Agência Brasil

Jornal GGN – O governo Jair Bolsonaro anunciou nesta terça-feira (16) uma linha de crédito de R$ 500 milhões para a categoria dos caminhoneiros. O valor será disponibilizado será de até R$ 30 mil para profissionais com até dois caminhões no CNPJ via BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social).

A proposta surgiu de uma reunião realizada ontem (15), no Palácio do Planalto, e que contou com a participação do presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, e dos ministros Onyx Lorenzoni (Casa Civil), Tarcísio de Freitas (Infraestrutura), Paulo Guedes (Economia), Bento Albuquerque (Minas e Energia), Santos Cruz (Governo) e Floriano Peixoto (Secretaria Geral) que discutiram medidas que funcionem como uma contrapartida para que o governo não interfira mais na precificação do diesel.

Na semana passada, a Petrobras havia anunciado um reajuste de 5,7% no preço do combustível nas refinarias, mas a medida foi suspensa em poucas horas por recomendação de Bolsonaro. O mercado reagiu à interferência e as ações da empresa na Bolsa de Valores sofreram desvalorização de 8,54% gerando uma perda de R$ 32 bilhões em valor de mercado da petroleira.

Ao ser questionado pela imprensa, Bolsonaro admitiu que telefonou ao presidente da estatal na noite de quinta, pedindo para cancelar o reajuste no combustível. Após a reunião desta segunda-feira, Castello Branco afirmou que a decisão de suspender o reajuste do óleo diesel foi empresarial, e não uma determinação do governo, assegurando que a petroleira é “livre” e “tem vida própria” em relação ao governo.

Leia também:  A linha do tempo do coronavírus no Brasil

”A decisão foi tomada pela diretoria da Petrobras. Ninguém ordenou a Petrobras que [não] reajustasse. O presidente [Bolsonaro] alertou para os riscos”, completou segundo informações da Agência Brasil.

Na reunião, além da linha de crédito, o governo anunciou também que o ministério da Infraestrutura recebeu R$ 2 bilhões para serem investidos na conclusão de obras prioritárias e que atendam aos caminhoneiros, como a pavimentação da BR-163 e a recuperação da capacidade da malha rodoviária.

O pacote inclui ainda a construção de pontos de descanso em rodovias federais. O governo trabalha também na criação do cartão combustível Petrobras, direcionado para caminhoneiros com vantagens para reduzir o impacto da flutuação no preço do diesel.

Segundo informações da Folha de S.Paulo, nos bastidores do governo a discussão é sobre a impossibilidade de evitar a flutuação do preço do combustível de acordo com a variação do valor do petróleo e câmbio. Por isso a ideia é vencer o descontentamento da categoria com o pacote de medidas.

Ao ser questionado sobre de onde sairão os R$ 2 bilhões para as obras rodoviárias, uma vez que o Orçamento Federal está sob contingenciamento, o ministro da Casa Civil respondeu que o ministério da Economia está estudando como equacionar o rearranjo.

“Vai fazer um rateio entre todos, cada um vai dar sua contribuição”, disse Lorenzoni.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

7 comentários

  1. Se “essa porra” não é uma espécie de cala boca; compra de apoio; compra de votos e etc…,, então o que será? Quem te ouviu e quem te vê, hein! Moralizador de araque.

  2. Resolve bastante, ao menos para o governo divulgar nas lives e não dar prosseguimento sério, como fizeram com o Mais Médicos. Empréstimos bancários dependem de garantias. Os caminhoneiros terão que dar seu bem mais importante para isso, o caminhão. Os bancos que agora começam a ficar cheio de imóveis devolvidos vai querer fazer o que com uma frota de caminhões?

  3. Hoje a cotação nao chegou a 72US$. é sabido que o preço do diesel é composto de petroleo / cambio, processo industrial, custo adm, lucro e impostos, cada qual com seu percentual especifico. Para o produto final subir 5,7% na refinaria significa que um ou mais desses fatores explodiu na planilha de custos.
    e aí fica duvida … como se chegou a esse aumento e a todos os aumentos juntos ?
    Mais parece que os aumentos são modificação de politica de preço e nao de reajuste nos insumos.
    O país produz 85% do petroleo que consome, portanto, é produto nacional e a moeda é Real, aspectos que parece não levados em conta na formação do preço do diesel e dos demais combustiveis.
    Quem tem que ser bem servido: o povo ou a empresa ?

  4. A grande questão que as pessoas não estão entendendo, é que a politica hoje da Petrobras é uma só entregar para os americanos o controle do nosso petróleo, por isso se iniciou dodo o golpe e o desmonte de nossas empresas genuínas, será que ninguém ver isso, outra coisa vocês acham que o governo de araque vai dar razão para acionista ganhar mais ou para o povo brasileiro, olha acionista mesmo não são os que compram um punhadinhos de ações são milhares de estrangeiros que enchem seu “” de dinheiro mundo a fora mais precisamente americanos, então parem de pensar que isso vai mudar e que esse governo vai fazer alguma coisa por esse país, vai sim acabar de entrega-lo.

  5. A Petrobrás não produz Álcool ou o tal Etanol. E acabaram com o Monopólio da Estatal sobre Combustíveis apenas para privatizá-la. O que melhorou com a abertura de Capital da Empresa? Merda nenhuma !! Álcool é mais fácil de produzir que pinga. Por que não se abre o Mercado para pequenas e micro usinas? Por que não se permite a venda direta do álcool para o Consumidor? Por que não se permite a importação direta de combustíveis, já que foi extinto o Monopólio da Estatal? Não era para a concorrência e melhoria das condições de mercado para o Povo Brasileiro? Por que não posso comprar a gasolina barata da Venezuela? Por que não se pulverizou as ações da Petrobrás entre seu verdadeiro e único dono que é o Povo Brasileiro, distribuindo bilhões e bilhões em valorização e dividendos? Quanto representa o Mercado Nacional de Combustíveis no Faturamento da Petrobrás? Todas grandes Petrolíferas tem seu patrimônio atrelado em exportações de petróleo. A Rússia comanda a 2.a maior força militar do planeta financiada desta forma. O que “Nosso Petróleo” financia? Venezuela, Arábia, Russia, Colômbia, Irã,… ter mercados pífios para consumo de combustíveis. Quanto é o pagamento de dividendos da Petrobrás? Para que continuamos a pagar Pedágios Extorsivos, principalmente Caminhoneiros, se revelados a máfia e extorsão destas ‘Privatarias’ entre Governos Tucanos em SP e PR?

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome