TVGGN exibe depoimento de Tacla Duran ao juiz Eduardo Appio

Tacla Duran citou o nome do ex-procurador Deltan Dallagnol e do ex-juiz Sergio Moro em contexto de perseguição, vingança e extorsão

A TVGGN exibe o depoimento de Rodrigo Tacla Duran, ex-advogado da Odebrecht, no âmbito da Lava Jato. O depoimento relacionado ao relaxamento da prisão de Tacla Duran ocorreu às 15 horas desta segunda (27/3/23), e foi tomando pelo atual juiz da 13ª Vara Federal de Curitiba, Eduardo Appio. É a primeira vez que Tacla Duran é ouvido no Brasil. Perante o juiz, Appio se disse perseguido pela extinta força-tarefa da Lava Jato, então coordenada pelo atual deputado federal Deltan Dallagnol. Tacla Duran alega que a perseguição internacional teria começado após ele se recusar a aceitar “extorsão” por parte do advogado Carlos Zucolotto, amigo pessoal de Sergio Moro. Tacla Duran. Acompanhe o depoimento com comentários do jornalista Luis Nassif.

Lourdes Nassif

Redatora-chefe no GGN

6 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Nos jornais da grande imprensa, silêncio! Silêncio! Vermes a desonrar o Jornalismo! Por isso os canalhas latem contra a regulamentação da Imprensa! Moro, desmascarado, terá afinado a voz ainda mais hoje.

  2. Se fosse uma “delação” de um condenado, o fato ném sequer seria revelado. O cara não teria cumprido a pena prevista antes e ainda por cima, teria ganho dinheiro como premio por ter “colaborado” com DD e SM.
    Mas, o Tecla Duran não tinha nada à dizer contra Lula e ném sabia nada contra os dirigentes da Odebrecht que pudesse implicar Lula.
    Se a mídia tradicional brasileira não fosse tão golpista, parcial e suja, teria hoje nas capas, manchetes com fotos do Dallagnol, Moro, Rosângela, advogados associados e o depoimento escancarado tim-tim por tim-tim.
    Mas não, algumas linhas, no segundo artigo, com letras menores, só pra não dizer que não comentaram o caso.

  3. Sujo Moro ficou totalmente despido, como aquele rei da história infantil que pagou uma fortuna para desfilar num manto tecido com fios invisíveis preciosos. Os fios que ligavam Sujo Moro à corrupção sistêmica da Lava Jato e do judiciário lavajatista ficaram visíveis.

    “O rei está nu”, disse a criança inocente ao ver aquilo que todos os demais súditos dele não queriam ver. Em breve o ex-herói da midia ficará vestido. Hoje o uniforme de presídio de Sujo Moro começou enfim a ser confeccionado.

  4. “Vamos organizar congressos e eventos e lucrar, ok? É um bom jeito de aproveitar nosso networking e visibilidade. As palestras e aulas já tabeladas neste ano estão dando líquido 232k [R$ 232 mil]. Ótimo… 23 aulas/palestras. Dá uma média de 10k [R$ 10 mil] LIMPO.” – Dallagbosta. O dinheiro que seria recebido do Tacla Duran seria LIMPO também? Ou ainda precisaria lavar?

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador