Intenção de consumo das famílias de São Paulo permanece estável em dezembro, diz Fecomercio

São Paulo – Em dezembro, a Intenção de Consumo das Famílias (ICF) da cidade de São Paulo ficou estável em relação ao mês anterior. Segundo a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), o indicador se mantém estável há três meses consecutivos, com 125,3 pontos. Na comparação com dezembro do ano passado, o índice apresentou queda de 11,4%.
 
Três dos sete itens que compõem o índice apresentaram queda em dezembro na comparação com o mês anterior: acesso ao crédito (recuo de 5,7%), momento para duráveis (-2,5%) e nível de consumo atual (-0,2%). Os demais tiveram alta: renda atual (3,1%), perspectiva profissional (3,2%), emprego atual (1,8%) e perspectivas de consumo (0,1%). 
 
O índice é divulgado mensalmente pela Fecomercio e vai de zero 200 pontos. Abaixo de 100 pontos é considerado insatisfação e acima de 100 é denotado como satisfação.
 
De acordo com a Fecomercio, nem mesmo o Natal conseguiu alterar a intenção de consumo das famílias. “Analisando o histórico do indicador pode se notar que ele permanece em um patamar baixo, considerando que no pior momento do ano – no terceiro trimestre – a média ficou em 122 pontos”, informou a entidade. 
 
Para a federação, com o crédito mais caro e o provável aumento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) em São Paulo, as perspectivas para o próximo ano não são favoráveis para os varejistas paulistanos.
 
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador