Às vésperas de deixar o Planalto, governo Bolsonaro vai anunciar bloqueio de R$ 3,8 bi no Orçamento

Ana Gabriela Sales
Repórter do GGN há 8 anos. Graduada em Jornalismo pela Universidade de Santo Amaro. Especializada em produção de conteúdo para as redes sociais.
[email protected]

O governo deve usar como desculpa a necessidade de cumprir a Lei Paulo Gustavo

O presidente da República, Jair Bolsonaro e o ministro da economia, Paulo Guedes. Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

O governo Jair Bolsonaro (PL) deverá anunciar, na próxima semana, um novo bloqueio no Orçamento. A cerca de um mês para deixar o Palácio no Planalto, este será o quinto corte da gestão bolsonarista este ano. 

A estimativa até o momento é de um bloqueio em torno de R$ 3,8 bilhões, segundo fontes do governo, informou a jornalista Ana Flor, do G1.

O valor do corte, no entanto, ainda pode variar porque depende de outras despesas que podem acabar não ocorrendo. 

O governo deve usar como desculpa a necessidade de cumprir a Lei Paulo Gustavo, que prevê o repasse de R$ 3,8 bilhões a estados e municípios para o setor cultural, afetado durante a pandemia da Covid-19. 

   “Democracia é coisa frágil. Defendê-la requer um jornalismo corajoso e contundente. Junte-se a nós: www.catarse.me/jornalggn”      

“O governo havia editado uma Medida Provisória jogando apenas para 2023 os repasses, mas os efeitos da MP foram suspensos pelo Supremo Tribunal Federal (STF)”, relembra a jornalista. 

Até o momento, o governo Bolsonaro já bloqueou R$ 10,5 bilhões no Orçamento, sendo R$ 6,8 bilhões em emendas de relator, que somam mais de R$ 16 bilhões neste exercício.

Os bloqueios acontecem para cumprir a regra do teto de gastos, que limita a despesas da União à inflação do ano anterior.

Leia também:

A má herança do governo Bolsonaro: TCU lista “altos riscos” deixados a Lula

Lula recebe de Bolsonaro um corte de R$ 2,7 bilhões em Educação

Ana Gabriela Sales

Repórter do GGN há 8 anos. Graduada em Jornalismo pela Universidade de Santo Amaro. Especializada em produção de conteúdo para as redes sociais.

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Dizendo a mesma coisa com outras palavras

    “Aqueles que escrevem ótimos códigos constituirão a maioria da nossa equipe e terão maior influência.” – Elon Musk sobre as demissões em massa no Twitter

    Dizer o que tá dito acima equivale a dizer o que está dito abaixo:

    “Aqueles que não escrevem ótimos códigos constituirão a minoria da nossa equipe e terão menor influência”.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador