Mais de 200 entidades pedem impeachment de Guedes

Embora pedido não cite offshore, coalizão aponta crimes de responsabilidade na gestão do ministro da Economia durante pandemia de covid-19

Jornal GGN – Mais de 200 entidades mobilizadas pela coalizão Direitos Valem Mais protocolaram pedido de impeachment contra o ministro da Economia, Paulo Guedes, junto ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Segundo o jornal Correio Braziliense, o pedido em questão não está relacionado ao caso da offshore que o ministro mantém no Caribe e que foi divulgada no último final de semana, mas sim à sua gestão durante a pandemia de covid-19, uma vez que Guedes não incluiu recursos para o combate ao coronavírus no Orçamento deste ano.

“O pedido de impeachment chama a atenção para a condução do Ministério da Economia dada por Paulo Guedes desde que assumiu o cargo como ‘superministro’ em janeiro de 2019 e seus impactos nas políticas sociais e ambientais”, diz o grupo, que também apontou discriminação em declarações do ministro, que declarou que o dólar alto seria bom, pois “até empregadas domésticas estavam indo para a Disneylândia”.

“No entendimento da Coalizão, o Ministro atua na perspectiva de fomentar a pobreza, o que contraria os preceitos da Constituição. Segundo dados do Cadastro Único para programas sociais (CadÚnico), a pandemia aprofundou a desigualdade social, aumentando o número de pessoas em situação de extrema pobreza no país”, afirmam.

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador