Se o brasileiro sabe ler só o ônibus que está vindo, o ministro não leu a Constituição

Na visão do ministro Abraham Weintraub, o governo tem apenas a missão de destruir a educação para que nos tornemos lacaios dos Estados Unidos

Foto: Agência Senado

Comentário de Eugenio

Sobre a publicação “Ministro da Educação ataca estudantes e defende ensino privado

Reza a Constituição Federal:

“Art. 211. A União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios organizarão em regime de colaboração seus sistemas de ensino.

§ 1º A União organizará o sistema federal de ensino e o dos Territórios, financiará as instituições de ensino públicas federais e exercerá, em matéria educacional, função redistributiva e supletiva, de forma a garantir equalização de oportunidades educacionais e padrão mínimo de qualidade do ensino mediante assistência técnica e financeira aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios; (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 14, de 1996)

§ 2º Os Municípios atuarão prioritariamente no ensino fundamental e na educação infantil. (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 14, de 1996) § 3º Os Estados e o Distrito Federal atuarão prioritariamente no ensino fundamental e médio. (Incluído pela Emenda Constitucional nº 14, de 1996)

§ 4º Na organização de seus sistemas de ensino, os Estados e os Municípios definirão formas de colaboração, de modo a assegurar a universalização do ensino obrigatório. (Incluído pela Emenda Constitucional nº 14, de 1996)

§ 5º A educação básica pública atenderá prioritariamente ao ensino regular. (Incluído pela Emenda Constitucional nº 53, de 2006) 

Art. 212. A União aplicará, anualmente, nunca menos de dezoito, e os Estados, o Distrito Federal e os Municípios vinte e cinco por cento, no mínimo, da receita resultante de impostos, compreendida a proveniente de transferências, na manutenção e desenvolvimento do ensino.”

Como o ministro Weintraub, pelo quanto depreendi da sua exposição sobre os estudantes, sabe apenas ler que “o ônibus está vindo”, é pacífico que jamais tenha lido a Constituição Federal.

Leia também:  Bolsonaro corta verba de creches, escolas integrais e alfabetização

Logo, não sabe que o PISA que avalia alunos do ensino médio, está se referindo à incapacidade dos estados e municípios de proverem educação básica de qualidade.

Deve descartar o governo federal, cujas instituições de ensino médio são consideradas as melhores no Enem e no teste PISA. Em sua mente desvairada, tem apenas a missão de destruir a educação para que nos tornemos lacaios dos Estados Unidos.

Mal sabe ele, que lacaio é sua excelência e seu chefe. Lacaios que serão sempre lembrados, como os homens que tentaram destruir o país.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

7 comentários

  1. Vivemos a era dos ressentidos. Pessoas sob efeitos da baixa autoestima não tem como alimentar em si, bons sentimentos pelo próximo, de querer que o outro melhore ou ao menos que fique bem, que fique na sua. São pobres pessoas tristes que o continuado ressentimento só os vem a tornar mais ressentidos e com espírito de vingança. Desprovidos de empatia e de senso de justiça, não sobra muito ao ressentido senão odiar as obras alheias, invejar os feitos dos demais e por isto se entregam ao que lhes cabe: querer destruir “o sistema” que está ai e ser cego às outras possibilidades e soluções. Triste destino.

  2. Já tivemos um ministro da educação desse naipe, esqueceram?
    O da era fhc, o ministro das mp´s, aquela época voce pagava a mensalidade, o desgoverno emitia uma mp e a faculdade lhe entregava um segundo carne para pagar no mesmo mes……e o tal crédito educativo? Fui me inscrever………….tinha seis vagas para uma universidade de cinco mil alunos, rasquei o papel e joguei fora, só voltei a estudar dois anos depois……
    Foi a era dos tubarões do ensino…..há uma unica diferença, esse é tosco demais……..

  3. Essa triste figura parece estar empenhado em vomitar todo o ódio guardado nas sua entranhas com declarações que só podemos qualificar como absolutamente abomináveis. Como alguém que ocupa tão importante cargo pode direcionar seu foco para destruição, movido pelo sentimento de vingança que alimenta e que parece ter origem na sua própria frustração pessoal. Eu sou um nada e vou acabar com tudo, minha missão é transformar tudo em nada. É assustador como esse bando de malucos nos brinda dia dia com suas sandices. O mais assustador é que não reconhecem sua incompetência, querem apenas virar a direção da nau em 180º, como se quisessem demonstrar a todo custo que a direção anterior estava totalmente errada, que não havia nada que se pudesse aproveitar. É um esforço doentio e que não reverbera, pois o povo tem uma sensibilidade nata e que desconfia do discurso fajuto quando o resultado não se apresenta na sua mesa, ou mesmo na sua faina cotidiana.

  4. Educação? O que o governo bolsonaro sabe sobre isto ? Não pode se esperar a mais deste desgoverno e continências para Trump.
    Sempre helenão .

  5. O ressentimento é fruto de uma mente traidora em si mesmo. E a traição está inseridada no querer as benesses egoístas para se mesmo. E o ódio é a forma máxima extremada da traição. Exemplos na história não faltam. Recordemos alguns: Judas, o Iscariote, Joaquin Silvério dos Reis, o da Inconfidência Mineira, os Cunhas, os Aécios, os FHCs, os Temers, os Moros, os Coisos e a lista na minha memória recente não dá conta de enumerar.
    Tamujunto, a luta continua 🤜

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome