Doria é multado em R$ 200 mil por se auto promover com slogan


Foto: Agência Brasil
 
Jornal GGN – O ex-prefeito de São Paulo e pré-candidato ao governo do estado João Dória (PSDB) foi condenado por usar programas políticos para promover pessoalmente a sua imagem. Pelo uso da expressão “Acelera SP”, o tucano foi multado em R$ 200 mil e foi lembrado que está proibido de usar novamente o slogan.
 
O nome foi usado pelo político quando disputava a Prefeitura de São Paulo, em 2016, usando o termo Acelera SP para batizar a sua coligação nas eleições. 
 
É a segunda ação civil de improbidade aberta contra Doria, desta vez, por decisão da juíza Cynthia Tomé, da 6ª Vara da Fazenda Pública de São Paulo, que o senteciou, no dia 23 de maio, por ter descumprido uma decisão anterior, que o impedia de usar a expressão, podendo ser penalizado com multa de R$ 50 mil.
 
De acordo com o promotor Nelson Luís Sampaio de Andrade, do Patrimônio Público e Social, Doria se usou de slogans de programas políticos para promover imagem pessoal: “O slogan tornou-se intimamente ligado à imagem de João Doria e foi recorrente o seu uso em atos e eventos oficiais da Prefeitura de São Paulo, mesmo após o término da campanha eleitoral”, disse na ação.
 
Ainda em março, a juíza decidiu proibir, por meio de uma liminar, o uso da frase em programas de governo. Na Justiça, Doria justificou que nunca usou o slogan em publicidade governamental, mas “exclusivamente na esfera privada”. 
 
“Restaram demonstrados os indícios que apontam que [Doria] divulga programas da Prefeitura do Município de São Paulo e vincula sua imagem em todos eles não como Prefeito, mas como João Doria, político, sem qualquer menção aos símbolos oficiais do Município de São Paulo”, entendeu a juíza.
 
 
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora