Juízes de Geórgia e Michigan rejeitam ações de Trump contra apuração dos votos

Campanha do republicano tem aberto ações judiciais contra a contagem dos votos em vários Estados-chave que podem levar o democrata Joe Biden à Casa Branca

Foto: Alex Brandon/AP Photo

Jornal GGN – O presidente americano Donald Trump já foi derrotado em dois processos judiciais abertos por sua campanha para interromper a contagem de votos nos estados de Geórgia e Michigan, locais-chave que podem levar o democrata Joe Biden à Casa Branca.

Na Geórgia, apesar de uma pequena vantagem sobre Biden, Trump levantou suspeitas sobre 53 cédulas de votos, encaminhadas pelo correio, que não fariam parte de um lote original. A ação foi indeferida pelo juiz do Tribunal Superior do Condado de Chatham, James Bass. 

Já sobre as apurações em Michigan, Trump afirmou em comunicado que havia iniciado “um processo em um tribunal de apelações para interromper a contagem”, que apontam a vantagem de Biden. Mas, a juíza Cynthia Stephens negou um pedido e sua decisão deve ser formalizada por escrito amanhã, 6.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

1 comentário

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome