Por falta de verbas, Dnit pode paralisar obras em rodovias

Jornal GGN – De acordo com documento enviado pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) para o Tribunal de Contas da União (TCU), o órgão, que cuida de 55 mil km de estradas do país, “está na iminência de ter suas obras paralisadas”.

O alerta, assinado pelo diretor interino de Infraestrutura Rodoviária, o engenheiro Luiz Guilherme Mello, é uma contestação do órgão federal a uma decisão do TCU que impediu o reajuste de valores pagos às empresas pela compra de asfalto.  Para o departamento, sem reajuste as obras serão paralisadas.

O Dnit é ligado ao Ministério dos Transportes e há menos de um mês o ministro Antonio Carlos Rodrigues já reclamava da falta de verbas. “Eu nunca esperava chegar no início de maio sem saber quais recursos teríamos”, disse à época. “Vou receber várias reclamações dos senhores de ‘parou a obra tal’ e vai parar sim. Assusta receber um telefonema dizendo ‘ou você paga hoje ou eu paro a obra’ e eu não tenho dinheiro para pagar”.

De acordo com o Dnit, as empresas que fazem manutenção e construção de estradas estão com mais de R$ 1,7 bilhão a receber. No documento, o órgão diz que se a situação perdurar, os usurários das rodovias poderão ter prejudicado o “direito de ir e vir”.

Além disso, a crise afeta toda a cadeia de valor. O departamento informou que já houve queda de 43% nas compras de asfalto este ano na comparação com 2014. O material é o insumo principal para as obras de rodovias.

A crise no Dnit começou no fim do ano passado, quando os pagamentos começaram a atrasar. As empresas que prestam serviço para o departamento fecharam 2014 com dívida ativa de quase R$ 2 bilhões. Esse valor diminuiu, mas pode voltar a subir, já que as empresas não interromperam suas atividades e continuam emitindo faturas de obras realizadas.

Mas algumas já paralisaram as obras. Empresas que estão há 90 dias sem pagamento estão comunicando ao órgão que não querem mais continuar o serviço. Esse é o prazo contratual para parar as obras oficialmente por falta de pagamento.

Com informações da Folha de S. Paulo

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

3 comentários

  1. Que isso? Não há gestão?Não
    Que isso? Não há gestão?
    Não há como paralisar esta e não aquela?
    Tem que ser todas?

    Não pode paralisar as obras não iniciadas?
    Explique melhor está falta de dinheiro!

  2. Noticia do pig. Manchete do pig. Desinformação agora no blog.

    Agora o blog do nassif dá notícias truncadas e com as manchetes do pig. Será que não vê que presta um serviço a estes bandidos.

    Lendo a matéria não diz nada. diz que há ameça de atraso e depois diz que empressas com 90 dias sem receber estão parando.

    Há contratos assinados e o pagamento tem que estar saindo. Algum empedimento do mp, sempre ele, pode estar dificultando alguma coisa, mas aí a situuação é outra.

    Lendo aqui é clara a intenção de desinformar e o nassif ainda reproduz?

    Deixei de ler os jornais devido a desinformação, agora vou ter que deixar de ler este blog? Que coisa!

  3. Uma vergonha realmente a

    Uma vergonha realmente a situação das BRs brasileiras. Dilma está pisando na bola mesmo. Abre o olho,Dilminha!

     

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome