Governo britânico adia venda de fábrica de chips para chineses

Acordo de 63 milhões de libras será analisado por mais 45 dias, após enquadramento da operação na Lei de Segurança e Investimento Nacional

Foto: Vishnu Mohanan on Unsplash

O governo do Reino Unido adiou a venda da maior fábrica de semicondutores do país para um fabricante de semicondutores chinês.

A expectativa era que a venda da Newport Wafer Fab para a holandesa Nexperia, pertencente à chinesa Wingtech, fosse finalizada até a última terça-feira (05/07), mas a operação de 63 milhões de libras deve ser analisada por mais 45 dias.

No final de maio, o secretário de negócios britânico, Kwasi Kwarteng, enquadrou a operação na nova Lei de Segurança e Investimento Nacional, que deu a ele um prazo inicial de 30 dias para uma decisão, com a opção de prorrogação por outros 45 dias.

Democracia é coisa frágil. Defendê-la requer um jornalismo corajoso e contundente

Junte-se a nós: www.catarse.me/jornalggn

Depois desse período, Kwarteng pode bloquear a negociação, exigir a apresentação de outras alternativas ou permitir que a transação tenha continuidade.

Qualquer acordo que envolva a Newport Wafer Fab é particularmente sensível para o Reino Unido, uma vez que a empresa tem uma série de contratos com o governo – em especial em projetos relacionados à defesa.

Vale lembrar que países como Taiwan e Coreia do Sul concentram boa parte da produção global de semicondutores, mas o tema tem obtido mais importância geopolítica diante da consolidação chinesa no setor.

Enquanto isso, o Brasil governado por Jair Bolsonaro quer fechar a Ceitec, maior empresa de semicondutores da América do Sul, no momento em que os semicondutores se tornam um componente econômico – e estratégico – para os mercados.

Com informações do The Guardian

Leia Também

Audiência no Senado discute extinção do Ceitec, estatal que fabrica chips

Na contramão do mundo, Bolsonaro extingue estatal de tecnologia fabricante de chips

EUA tentam trazer de volta a indústria de semicondutores

2 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Paulo Dantas

- 2022-07-06 18:20:14

A Ceitec tinha contratos com a Defesa !? O risco é real , depois você descobre que a máquina de café te espiona ...

Edivaldo Dias de Oliveira

- 2022-07-06 15:37:07

País comunista é foda. Governo do Reino Unido proíbe uma empresa particular de ser vendida a uma holandesa que pertence a uma chinesa, aqui nóis vende a mãe na bacia das almas.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador