As suspeitas que as fitas lançam sobre Rodrigo Janot, por Luís Nassif

Uma análise cuidadosa das fitas entregues pela JBS traz apenas um indício de crime: as ligações entre o Procurador Geral da República Rodrigo Janot e o ex-procurador Marcelo Miller.

Fica nítido, nas gravações, de que Miller operava antes de pedir demissão, que Janot tinha ciência desse meio campo com a JBS e que a delação premiada da JBS superou qualquer concessão feita anteriormente a outros delatores.

Os movimentos de Janot, na divulgação de fita, levantam suspeitas fundadas:

1.     Tratou de assumir a interpretação do conteúdo das fitas, dar o lide para as matérias.

2.     Lançou suspeitas graves e infundadas contra o Supremo Tribunal Federal e o ex-amigo José Eduardo Cardozo, que não se confirmaram na análise das gravações. É evidente que foi manobra de despiste.

3.     Na sequência, faz um copia e cola para gerar uma denúncia apressada contra Lula e o PT, tratando de atender à demanda da mídia por ativismo judicial, chamando o PT de “organização criminosa” e outros recursos de retórica ao agrado dos jornais.

Não cola. Tem coisa grave por aí, que precisa ser investigado.

Miller saiu do MPF e uma semana depois ganhou uma bolada de mais de R$ 1 milhão pelo fato de ter trazido a JBS para o escritório de advocacia Trench Rossi & Watanabe.

Um acordo de leniência com o maior grupo empresarial brasileiro tem um valor incalculável. E as próprias gravações mostram um Joesley embriagado não dizendo coisa com coisa, por conta da tensão com o desfecho do caso.

Leia também:  PT volta ao Conselho do Ministério Público contra Deltan, agora por "empresa de fachada"

Agora, surgem essas fitas. Nela fica claro que a JBS estava interferindo diretamente nas investigações, através do próprio Miller. É caso mais que justificado para prisão preventiva. No entanto, o máximo que Janot ameaçou foi de uma revisão do acordo e uma futura punição, uso de tornozeleiras e quetais.

Se nos próximos dias não for decretada a prisão de Joesley Batista, ficará consolidada a suspeita de que há mais fatos obscuros nas relações Janot-JBS. E o Ministério Público Federal estar sendo instrumentalizado para manobras de despiste.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

44 comentários

  1. A situação do procurador
    A situação do procurador Marcelo Miller fica bastante complicada…… Ora, se ela era um dos braços direitos de Janot, jamais teria feito tudo o que fez sem a bênção do chefe…… Interessante o exercício de imaginação: e se um juiz federal pede a prisão preventiva de Marcelo, o deixa mofando na cadeia um, dois anos, ATÉ CHEGAR O MOMENTO IDEAL DE UMA DELAÇÃO PREMIADA?
    .
    Seria errado, é claro, como foram dezenas de prisões na Lava Jato, feitas obviamente como instrumento de tortura e chantagem…..
    Mas que seria irônico que Janot provasse de seu próprio veneno, seria….. E muita sujeira e até crimes, provavelmente viriam à tona.

  2. Aragão: não há como salvar Janot

    EUGENIO ARAGÃO: NÃO HÁ COMO SALVAR RODRIGO JANOT

     

    “O episódio revelado em fragmentos na noite de ontem é mais um espécime prático de aplicação da lei da nudez. Rodrigo Janot se contorceu para explicar o inexplicável e concluir: ‘no meu não'”, escreve o ex-ministro da Justiça, que dispara diversas críticas ao procurador-geral da República; “Das duas uma: ou o Procurador-Geral se revelou um grande irresponsável, deixando o barco correr enquanto gente de sua equipe pintava e bordava com falta completa de ortodoxia técnica; ou então ele era parte da trama, aquiescendo com a “técnica” de Miller. Afinal, defendia e defende com unhas e dentes a atuação do grupo da Lava Jato como íntegra e profissional. De uma forma ou de outra, terá ainda muitas explicações a dar”, diz ele

     

    5 DE SETEMBRO DE 2017 ÀS 17:28 // 247 NO TELEGRAM  // 247 NO YOUTUBE 

     

     

    “Nu d’ês é bão…”: não há como salvar Rodrigo Janot.

    Por Eugênio Aragão

    O título desta nota não contém erro ortográfico. Remete a uma das frases preferidas de Rodrigo Janot em legítimo mineirês, também disseminada como “lei da nudez”: “nu d’ês é bão, no meu não!”.

    A frase denuncia escapismo, atitude de quem não gosta de enfrentar riscos a si. Quem a escolhe como moto de vida profissional demonstra não ser um líder, no sentido próprio da palavra, alguém que sobressai por virtudes que possam ser tomadas como exemplo a ser seguido pelos outros. Nenhuma sociedade sobreviveria regulada pela “lei da nudez” e, muito menos, uma instituição.

    O episódio revelado em fragmentos na noite de ontem é mais um espécime prático de aplicação da lei da nudez. Rodrigo Janot se contorceu para explicar o inexplicável e concluir: “no meu não”.

    Reconheceu o óbvio: as gravações de Joesley foram fabricadas em casa, por instigação da equipe do Procurador-Geral da República e sem autorização judicial. Insistiu, porém, em que, como provas, seriam íntegras, plenamente aproveitáveis. Afinal, não seria a “suposta” molecagem de Marcelo Miller, seu ex-auxiliar, que colocaria tudo a perder. “No meu não”.

    Nenhum penalista, ainda que iniciante, subscreveria a ressalva sobre a integridade da escuta ilegal de Michel Temer. Escutas ambientais só são lícitas, sem autorização judicial, se forem tomadas por quem, partícipe no interlóquio, queira usá-las em defesa própria. Este é o entendimento solidamente firmado pelo STF. Não foi este o caso das gravações de Joesley.

    O que se tornou público ontem foi o uso de um prospectivo delator premiado como longa manus do ministério público, clandestinamente plantado no domicílio alheio, para ali extrair informações da boca de um alvo de devassa política. Sim, porque aquilo que estava em curso quando da gravação do alvo não podia ser chamado de “investigação”. Esta pressupõe fato determinado, completado no passado. Já a devassa é a busca frenética de um fato comprometedor. É o que a Força Tarefa da Lava Jato tem feito incessantemente, em Curitiba e em Brasília. Usar um prospectivo delator premiado para essa tarefa é iniciativa do melhor estilo mafioso.

    Lembra cena típica de filme sobre a “Cosa Nostra”, em que um pequeno batedor de carteira com sonhos de grandeza quer entrar para a organização e é submetido a teste de valentia e lealdade: obriga-se o pobre coitado a matar um policial, para mostrar do que é capaz, como um aperitivo de sua utilidade para a organização. Joesley, ao que tudo indica, foi usado como o batedor de carteira. Foi obrigado a oferecer à Procuradoria Geral da República um aperitivo para conquistar a premiação. O aperitivo era Temer.

    Ninguém no grupo da Lava Jato pode dizer que não sabia dessas práticas. Muito menos o chefão. O uso de prospectivos delatores para a escuta ambiental não autorizada tem sido recorrente. Foi assim com Bernardo, filho de Nestor Cerveró, que gravou Delcídio do Amaral; foi assim com Sérgio Machado, que gravou José Sarney, Renan Calheiros e Romero Jucá. No caso de Delcídio, a crueldade foi requintada: após ter, este, fechado negociação com a Procuradoria Geral da República, por acordo do qual constava cláusula de sigilo por três meses, deu-se que a cláusula não foi aceita pelo relator, Ministro Teori Zavascki, por não encontrar amparo legal.

    Por um desses acasos da vida, a gravação de Delcídio foi tornada pública logo a seguir, impedindo o senador a voltar atrás no acordo de delação. Entre as patacoadas do acerto constava declaração do senador de que Dilma Rousseff teria, com a nomeação de Marcelo Navarro para o STJ, visado a obstar investigações contra a construtora Odebrecht. Uma hipótese sem qualquer lastro, como, agora, reconheceu a polícia federal, mas que serviu para abrir inquérito contra a Presidenta às vésperas da votação da admissibilidade do impeachment no Senado, com clara finalidade de desgastá-la perante a opinião pública.

    O que causa perplexidade é o cinismo da gestão de Rodrigo Janot à frente do Ministério Público Federal, quando insiste em que sua atuação tem sido estritamente “técnica”. Façam-me rir. Já o disse alhures, o técnico é uma forma de dar roupagem de isenção a decisões que são essencialmente políticas. O direito usa a técnica como meio de legitimar essas decisões. Mas decidir sempre é optar. O julgador opta entre, no mínimo, duas teses: a do autor e a do réu, ambas revestidas de fundamentos jurídicos e, portanto, ambas plausíveis se sustentadas com boa técnica. A independência do juiz está no intervalo entre essas teses, que tem o nome de lide. Não pode decidir fora dela, pois seria decidir “ultra petita”, como se diz no bom jargão profissional. A opção, quando não balizada por sólida jurisprudência, é algo completamente subjetivo. E o juiz faz política ao optar. Assim também o faz o ministério público quando decide, ou não, levar um caso adiante.

    Mas política não é sempre molecagem. Ela funciona como tempero necessário para preservar as instituições e a governabilidade. Pressupõe-se de quem vai decidir que tenha equilíbrio e senso de justiça, de correção, de critério – virtudes que só se adquirem com muita experiência, ao longo de anos de atuação. Por isso, não é crível tenha o Procurador-Geral da República deixado um grupo de procuradores verdes, sem seu cabedal, rolar solto. O procurador Marcelo Miller, que, pelo que se anuncia, estaria por detrás dessa “técnica” de exigir aperitivos de prospectivos delatores premiados, com meros treze anos de casa, não pode ter agido por conta própria. As informações colhidas por sua “técnica” foram usadas não só em juízo pelo chefe da instituição, mas, também, pela instituição-corporação (hoje é difícil divisar entre ambas), para fazer seu barulho e adquirir musculatura – política (neste caso, com sentido de molecagem mesmo).

    Das duas uma: ou o Procurador-Geral se revelou um grande irresponsável, deixando o barco correr enquanto gente de sua equipe pintava e bordava com falta completa de ortodoxia técnica; ou então ele era parte da trama, aquiescendo com a “técnica” de Miller. Afinal, defendia e defende com unhas e dentes a atuação do grupo da Lava Jato como íntegra e profissional. De uma forma ou de outra, terá ainda muitas explicações a dar.

    Por sinal, curioso é o tratamento diferenciado dado a Marcelo Miller, se comparado com o que foi emprestado a outro colega, o Doutor Ângelo Goulart. Ângelo nunca pediu aperitivos ilícitos de prospectivos delatores; nunca plantou escutas em domicílios alheios sem autorização judicial; nunca negociou passe com escritório de advocacia para atuar em prol dos investigados depois de exonerado do ministério público. E nada se provou de concreto contra Ângelo. Disse o falastrão Joesley, na conversa plantada no Jaburu, que tinha um procurador e um juiz no bolso. Depois disse, em delação premiada – sabe-se lá instigado por quem – que Ângelo estaria a receber 50 mil reais para auxiliá-lo. Não acharam um tostão com Ângelo. Sua casa, seu carro, tudo foi revirado. Suas movimentações financeiras foram absolutamente regulares.

    Mas ele foi tachado de corrupto aos olhos da Nação, com direito a transmissão pelo programa dominical “Fantástico” da Rede Globo e ficou preso por mais de setenta dias sem poder contar sua versão dos fatos a ninguém. Mais recentemente, em outra entrevista, mesmo sem nenhum avanço na investigação contra Ângelo, Rodrigo Janot voltou a expô-lo como colega envolvido “em corrupção”. O que fez Ângelo? Passou uma gravação de uma audiência entre um colega e diretores da Eldorado Celulose para um advogado de Joesley Batista. A entrega da gravação nada tinha de ilícita, porque tomada de ato que deveria ser público, a bem da higidez do trato do ministério público com as partes. A gravação servia, ao que tudo indica, para convencer Joesley a aceitar fazer delação premiada para evitar a derrocada de seu império empresarial. Mal sabia Ângelo que as negociações sobre a delação já estavam em curso e adiantadas, com Marcelo Miller à sua frente.

    Já Marcelo Miller, exposto nas novas gravações de Joesley, após ter abandonado o ministério público para se lançar em mais rentável carreira de advogado, defendendo o império empresarial de Joesley, recebe o benefício da dúvida. Nada de pedido de prisão. Nada de acusação de corrupção. Ele pode prestar suas declarações, sua versão, até próxima sexta feira, sem nada temer. Para os lavajateiros, a atuação de Marcelo merece ser prestigiada e honrada. Diferente de Ângelo, diretor da associação de classe, que teria se aproximado perigosamente da candidatura de Raquel Dodge ao cargo de Procuradora-Geral da República e merece ser publicamente apedrejado e ter sua reputação destroçada. “Nu d’ês é bão”.

    Mas, por erro de cálculo estrutural, desabou o edifício que homiziava a política da “técnica” de Janot. Ficou exposta à curiosidade coletiva. Fez tudo errado. Confiou em quem não devia ter confiado. Omitiu-se na defesa da democracia e deixou de exercer o que a Constituição lhe atribuiu – ser “Chefe do Ministério Público da União” (art. 128). Preferiu as intrigas da politicagem interna e o discurso corporativo fácil. Revelou-se um ignorante no jogo da macropolítica. Traiu quem lhe dera a mão, não para beneficiar quem quer que seja, mas para tirar o país da polarização inaugurada com o processo do chamado “Mensalão”. Não o tirou e acirrou o conflito. Permitiu que jovens procuradores partidariamente motivados destruíssem a economia e levassem o moralismo doente ao judiciário. E nem conseguiu tratar os colegas com dignidade. Ângelo Goulart que o diga.

    A “lei da nudez” falhou e não tem como salvar o do Rodrigo Janot.

     

  3. Muito além de obstrução da justiça

    As manobras demonstram corrupção e utilização da cúpula do MPF como instrumento nas mãos de um criminoso confesso.

    É inacreditável!

    São estes aí que querem nos convencer de que Lula é o criminoso, segundo a tática “nu dê’s é bão”.

  4. O desespero de quem teve
    O desespero de quem teve todas as facilidades por muito tempo seguido, e agora vê parte de seu mundo desmoronar……
    É o prenúncio de sua ruína moral, é agora que se inicia a biografia de Janot.

  5. Governo do PT

    A acusação do Janot envolve o Governo do PT e apenas o Governo do PT. Antes disso era o paraíso? O mensalão apenas do PT e as suspeitas de pedalinhos e de um triplex fuleiro….

    Vergonha da justiça.

    Lula e Dilma (e o PT) são  acusados por ter sido Presidentes do Brasil.

    Enquanto aparecem helicópteros cheios de droga (como aquele helicóptero do senador Zezé Perrela, que estamos proibidos de chamar de helic…), malas e apartamentos cheios de dinheiro, a justiça brasileira fica cada vez mais ridícula ao julgar Lula por crimes inexistentes.

  6. O bom combate
    Geddel, Sérgio Moro, Joesley, Cunha, Temer, Jucá, Angorá, Serra, Janot.

    Esse é o nível dos trambiqueiros que os coxinhas escolheram para mandar no Brasil. Não tem como dar certo. Da guerra de esterco em que esses caras se meteram não nascerá uma nação.

    A luta contra a corrupção não gerará um novo país, especialmente se os combatentes forem corruptos. A luta contra a desigualdade social, sim. É hora de escolher um dos lados.

  7. Dar carne((Lula,Dilma e PT)aos Leões pra se salvar covarde Janot

    Os Leóes são os a Mídia, o mercado financeiro e os comandantes da corrupção que tomaram de assalto o poder.

    Janot, Moro, LIDE, Temer Cunha Aécio PSDB e PMDB formam o complexo político econômico encarreado de manter o “status quo”, ou seja , : que a Elite opressora e corrupta não perca do comando do Brasil  e mantenha como serviçal edo capital financeiro nacional e internacional

  8. As manifestações do Janot

    As manifestações do Janot parecem sua própria delação premiada. É incrível…

  9. Pra mim uma coisa esta

    Pra mim uma coisa esta clara

    JANOT conhece como ninguém um método maravilhoso de emagrecimento de C.P. que deveria ser divulgado pra todo Brasil obeso ..método superado apenas, do que sei, por Geddel Vieira Lima

    Olha  ..de todo esse fogo cruzado fica claro que Odebrecht e JBS estão ATOLADOS no GOLPE  ..e como outros, que estes gangsters buscaram desesperadamente se proteger com versões pouco críveis a respeito do PT

    mas isso a serviço de quem : ..pra mim, foi coisa montada com o PSDB (Paulista)  ..mesmo que isso nos custasse a independência como país ..a democracia, e o trabalho e conquistas sociais de DECADAS agora perdidas, ou gravemente feridas

     

     

  10. Janot nunca nos enganou!


    Janot acusa Lula e Dilma sem provas, fez o serviço sujo para a Globo não enterrá-lo de vez,

    Duas auditorias internacionais o desmente.

    Audios de Joesley colocam Janot sob suspeita.      –   Turquim 5.

  11. Saudades até de um tempo em

    Saudades até de um tempo em que os corruptos, crápulas, gangsters e quetais eram mais bonitos, mais simpaticos, mais engraçados, principalmente mais inteligentes e, incrivelmente menos gananciosos ! Não seria comparar ouro com pirita, impossível dar um ouro, por exemplo, a Adhemar de Barros. Mas se dermos a ele a pirita os de hoje são uma massa que pode até ter uma cor parecida com a de ouro, só que muito fedida, nauseabunda. E como são toscos !

  12. O que mais assombra no Brasil

    O que mais assombra no Brasil é que toda a instabilidade política que não dá descando ao país vem das mais altas autoridades: judiciário e ministério público.

    A busca pelos holofotes, pra ver quem é o mais fodão, pra ver quem vai estrelar o jornal nacional criou nessas instituições um exército de vaidades e de fofoqueiros desocupados à busca de furos… a própria profissão de jornalista está ameaçada por essa gente.

    O fim patétido desse aventureiro chefe do MPF podia ser previsto por sua sanha em aparecer como salvador da pátria, já viciado em notoriedade montou um esquema com seu próprio braço direito como fonte da JBS e ao mesmo tempo seu informante ganhando nas 2 pontas.

    Num país sério janot estaria preso neste momento. 

  13. Máfia fhc! Esgoto a céu aberto desde 2002…antes era na moita!

    Será que o janot vai ser o boi de piranha de toda essa máfia???

    TÁ TUDO NA INTERNET PESSOAL!!! É CTRL C CTRL V!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

      

  14. Todo esse escândalo ajuda a

    Todo esse escândalo ajuda a dissipar as suspeitas de corrupção da turma da lavajato no milionário manejo das delações super premiadas.

  15. O Congresso Nacional deveria fazer uma CPI para apurar

    O Congresso Nacional deveria fazer uma CPI para apurar a entrega de documentos sigilosos da Petrobras e do programa nuclear brasileiro ao governo americano pelo Janot. Houve crime contra a segurança nacional e deveria ser apurada a responsabilidade do Janot e da força tarefa da lava jato nos casos dessas cooperações internacionais insidiosas.

    • Vai sonhando Wilton. O

      Vai sonhando Wilton. O Congresso Nacional vai fazer uma CPI pra livrar o Temer e o Aécio. Petrobrás e Programa Nuclear rende malas de dinheiro. Inclusive para Temer e Aécio.

    • o…

      Fica esperto “Joesley Jorgina de Freitas Batista”. A pizza para livrar os políticos da cadeia está no forno há meses. Você viu alguém nas ruas pedindo a condenação de Temer ou Aécio, mesmo pegos em flagrante? Você viu alguém nas ruas tentando derrubar uma Presidência golpista e criminosa? Alguém incomodado? E o silêncio? Ensurdecedor?! Para que mudar time que está ganhando? E ganhando em bilhões. E com discurso AntiCapitalista. A culpa é do Empresário inescropuloso, ganancioso e capitalista.O Golpe vem dando certo há 40 anos para que mudar? Até porque quem está preso é a Odebrecht e seus 400 mil empregos. A culpa desta cleptocracia tupiniquim já colou “Marcelo Jorgina de Freitas Odebrecht”. Quem é o próximo?    

  16. Meu comentário está no corpo da nota, com ligeira modificação

    “Agora, surgem essas fitas. Nela fica claro que a JBS estava interferindo diretamente nas investigações, através do próprio Miller. É caso mais que justificado para prisão preventiva [tanto de Joesley Batista como de marcelo Miller, quiçá do próprio Rodrigo Janot]. No entanto, o máximo que Janot ameaçou foi de uma revisão do acordo e uma futura punição, uso de tornozeleiras e quetais.”

  17.  
    No desespero de se salvar,

     

    No desespero de se salvar, Janot joga para a mídia golpista, denunciando o PT, Lula e Dilma. Será desmascarado !

    • Apenas um mandado de prisão

      Apenas um mandado de prisão contra Joesley?

      Ana. Seria mais prudente, aproveitar a viagem, para pedir a prisão de toda a súcia de concurseiros envolvidos nesta farsesca maracutaia golpista, denominada “lava a jato.”

      Orlando

  18. Será que os outros países são

    Será que os outros países são esculhambados como o Brasil?

    Tirando o traje fantasia da Carmén Lucia com as suas duas voltas de pérolas que dão elegancia e sobriedade quá,quá,quá ao Supremo e as camisas pretas com a gravata vermelha brilhante do Moro…

    TOCA RAUL: 

    A solução pro nosso povo
    Eu vou dá
    Negócio bom assim
    Ninguém nunca viu
    Tá tudo pronto aqui
    É só vim pegar
    A solução é alugar o Brasil!…

    Nós não vamo paga nada
    Nós não vamo paga nada
    É tudo free!
    Tá na hora agora é free
    Vamo embora
    Dá lugar pros gringo entrar
    Esse imóvel tá prá alugar
    Ah! Ah! Ah! Ah! Ah! Ah!…

    Os estrangeiros
    Eu sei que eles vão gostar
    Tem o Atlântico
    Tem vista pro mar
    A Amazônia
    É o jardim do quintal
    E o dólar dele
    Paga o nosso mingau…

    Nós não vamo paga nada
    Nós não vamo paga nada
    É tudo free!
    Tá na hora agora é free
    Vamo embora
    Dá lugar pros gringo entrar
    Pois esse imóvel está prá alugar
    Alugar! Ei!
    -Grande Soluça!…

    Nós não vamo paga nada
    Nós não vamo paga nada
    Agora é free!
    Tá na hora é tudo free
    Vamo embora
    Dá lugar pros outro entrar
    Pois esse imóvel tá prá alugar
    Ah! Ah! Ah! Ah!
    Nós não vamo paga nada
    Nós não vamo paga nada
    Agora é free!
    Tá na hora é tudo free
    Vamo embora
    Dá lugar pros gringos entrar
    Pois esse imóvel
    Está prá alugar…

    Está Prá Alugar Meu Deus!
    Nós não vamo paga nada!
    Nós não vamo paga nada!
    É tudo free!
    Vamo embora!

    • Só que a solução do Raul tem

      Só que a solução do Raul tem que ser logo. Minha sugestão é começar amanhã com uma declaração de dependencia dos Estados Unidos. Já imaginou o Supremo deles mandando aqui sem ministra com duas voltas de pérolas pra dar sobriedade ao Judiciário? E os militares deles defendendo o pré sal, a Amazonia e o Programa Nuclear? E a imprensa deles defendendo a soberania do país? 

      Bom… os Poderes Executivo e Legislativo continuarão quase iguais. Mas isso não importa, nos Estados Unidos são só figuração mesmo. 

  19. Não tem suspeita nenhuma

    Não tem suspeita nenhuma contra este indivíduo.Tudo que ele fez foi concreto. Foi e continua a ser uma peça do golpe.

    Ou será que nos esquecemos da “cordialildade” com que tratou ,durante sabatina no senado,o senador que disse que teria que matar seu primo antes que delatasse?

    Bandido!

  20. Nassif e colegas do blog.
    O

    Nassif e colegas do blog.

    O País precisa de prioridades.

    Temer realmente é um grande problema com sua agende economica erronea.

    Porém, ele não durará muito e 2018 está próximo.

    O PRINCIPAL problema do País, que deve ser pautado e tratado, para ontem, é o MPF e a PF. Além de alguns setores do judiciário.

    São os órgãos de investigação e persecução penal do País.

    Estão completamente fora de controle.

    Se não forem contidos, podem causar danos irreparáveis, maiores do que os que já causaram.

    A lista é interminável: quebra da industruia naval, de infra-estrutura e petróleo, abalo na industria de carnes, investigação contra o próprio País em caso de escolha de sede de evento esportivo internacional ( caso de traição ao Estado Nacional), perseguição penal contra ex-presidentes, grandes políticos do pais e grandes empresário, devassa ( e não investigação) contra esses agentes.

    Nenhum País aguentará isso por muito tempo. O caso é grave.

    É de se juntar forças, com quem quer que seja, GM, STF, Temer, as forças armadas inclusive, para conter e enquadrar esses órgaõs. Independente do que PRECISAR SER FEITO.

    O papel deles têm que ser revisto e a autonomia, completamente perdida.

    Essa lei de delação tem que ser sumariamente revogada, é um absurdo completo.

    Não é possível que o País irá continuar se suicidando diariamente dessa forma.

     

     

  21. Janot pode responder com base na teoria do dominio do fato

    O Rodrigo Janot pode ser responsabilizado pelas maracutaias do Ex-Procurador Marcelo Miller com base na teoria do domínio do fato.

    Ou essa teoria só é aplicável aos petistas?

  22. Janot é exatamente aquilo que

    Janot é exatamente aquilo que Nassif diz que é e os procuradores da lava jato idem, idem. O edifício dos criminosos do judiciário está des( moro) nando. Isso não quer dizer, entretanto, que o golpe terminou. Pelo contrário, as oligarquias e forças externas continuarão com o massacre de Lula e das forças progressistas (vide ataque ao GGN, censura ao DCM), trocando algumas peças do tabuleiro, atenuando os métodos de “tortura” . Mas a mídia do exército neoliberal permanecerá a mesma, por que seu poder é econômico e goza da liberdade do mercado. Os blogs sujos não possuem esse poder e portanto, não gozam dessa “liberdade” e ainda enfrentam os ataques do judiciário golpista à sua liberdade de expressão. As forças que desencadearam o golpe permanecem intactas, livres para agir. Sem mobilização popular efetiva, essas forças poderão se perpetuar no poder, ora estreitando, ora alargando o estado de exceção, porque sua força reside no poder econômico , no domínio completo do aparelho de estado, em última instância, no comando do judiciário  e no comando das forças policiais e de repressão. O legislativo se transformou na sala de estar da Casa Grande. O único caminho para abalar os alicerces da Casa Grande é a conquista do poder executivo pelos moradores da Senzala. 

  23. O MPF não tem conserto …

    Não tem jeito. Não acredito que ainda haja alguem sério no MPF. Toda instituição esta corrompida. É o pior partido plitico do país. O mais torpe, o mais canalha. Usam o poder de Estado para enriquecer, fazer acordos espurios, derrubar governos eleitos. Essa porra tem que fechar. Acabar. Não serve ao pais, não serve a sociedade. É uma miseria ideologica e fisiologica. 

  24. Resumo da ópera

    Resumo da ópera: Tudo vai acabar em pizza. Como previsto únicos responsáveis Lula e o PT. temer e Cia. sairão livres leves e soltos. E nós aqui discutindo Janot. 

  25. Haja cinismo.É obvio lulante

    Haja cinismo.É obvio lulante que são manobras de puro despiste deste patife chamado Rodrigo Janot.Do mesmo gene de Eduardo Cunha,Aecio Neves,Gilmar Mendes,Joesley Batista(quem se junta com porco farelo come),e quetais.Safadeza das grossas no seio da PGR,e não é d’agora.É certo que nunca chegou a patamares tão fétidos.Comentar o que?O resto é silencio.

  26. Janot é o herói de ninguém, só dele mesmo

    Janot é o herói de ninguém

    De todas as tentativas de fazer “justiça” só conseguiu fazer quando o acusado era petista ou quando as provas eram absurdamente reais, com raríssimas exceções

    Não conseguiu tirar do poder nem Temer e nem Aécio, apesar do áudio em que um dizia que tinha que ser um delator que pudesse matar depois, algo que, de tão grave, transformou a nossa nação em chacota até em Plutão

    O jeito foi acusar o PT e seus dirigentes, mesmo sem provas de nada, para alimentar a turba de ignorantes afilhados do PSDB: Vem pra Rua e MBL, Globo, Folha, Veja e Estadão

    São esses decrépitos que são a tropa de choque do Janot, e se alguém conta com eles como apoio, boa pessoa não pode ser…

    Janot e Moro vão passar pra história como o Procurador  e o Juíz que colocaram Temer no poder e que fizeram o país retroceder 40 anos, todas as ações de Temer: congelamento de investimentos e da educação e da saúde por vinte anos, crescimento do desmatamento, aumento do desemprego, aumento do custo-brasil, acabar com a aposentadoria, da violência por conta da crise econômica, etc… etc.. e etc.. tudo vai ser depositado na conta de Janot e Moro por destruírem um projeto de país e por colocarem um meliante como Presidente da República, por isso não adianta se esconder sob o véu do combate à corrupção, se não fosse assim teriam que entrar também na roda da justiça, que há tempos virou bonequinha de luxo do dois

    Se eles acusam o PT por formação de quadrilha, qual o crime do MPF e do Judiciário por livrar a cara do PSDB e por deixar todo esse estado de coisas acontecer no Brasil? A população sabe!

    Porque de que adianta TENTAR acabar com a corrupção sem acabar com os verdadeiros corruptos e ferrando com todo o país?

     

    https://www.cartacapital.com.br/politica/12-retrocessos-em-12-meses-de-temer

    http://jornalggn.com.br/noticia/professor-ha-momentos-em-que-precisamos-escolher-o-lado-certo-da-historia-por-marcio-valley?page=1

    https://www.brasil247.com/pt/247/poder/303427/Temer-apela-e-insinua-que-Janot-levou-dinheiro-da-JBS.htm

    https://www1.folha.uol.com.br/poder/2017/09/1915331-justica-manda-destruir-as-provas-da-operacao-castelo-de-areia.shtml

    http://www1.folha.uol.com.br/poder/2017/06/1893632-citados-no-mensalao-tucano-se-beneficiam-de-prescricoes.shtml

    http://cartacampinas.com.br/2017/07/poder-judiciario-pesquisa-revela-que-forca-politica-do-psdb-em-sao-paulo-opera-dentro-da-justica/

    http://www.redebrasilatual.com.br/politica/2017/04/perseguicao-e-parcialidade-fazem-cair-apoio-a-lava-jato-aponta-pesquisa-cut-vox

    https://www.pragmatismopolitico.com.br/2017/07/procurador-lava-jato-tirar-dilma-nao-corrupcao.html

    https://www.brasil247.com/pt/247/brasil/256912/Intelectuais-condenam-o-arb%C3%ADtrio-da-Lava-Jato.htm

    http://www1.folha.uol.com.br/poder/2017/08/1909075-decisao-de-fachin-nao-muda-estrategia-de-janot-para-nova-denuncia-contra-temer.shtml

     

  27. O OVO

    Janot é o OVO da corte. Resta saber o que há chocando dentro dele – uma futura candidatura para algum cargo público, talvez. 

  28. este Janot é um mafioso dissimulado

    a impressão que dá é que o Janot usaou o Miller para manobrar as armações do Joesley em garvar os principais adversários politicos e dar um limpa no PMDB e PSDB

    ou sej, o Janot armou o jogo pra se livrar dos rivais

    esbarrou no Temer que não é igual a Dilma e soube resistir

    e no Gilmar que no STF tem peitado o Janot

    possivelmente o Jonot pretendia assumir o poder, talvez num segundo golpe…

    já pensou?  Presidente Janot e vice Moro?

     

     

  29. Janot: incompetência ou vista grossa?

    Janot não detectou as maracutaias do Marcelo Miller, seu inferior hierárquico, porque é incompetente ou porque fez vista grossa?

    Concluo, pois, considerando que as relações espúrias do Procurador Marcelo Miller com o Joesley, debaixo do nariz do Rodrigo Janot, sem que este Procurador Geral da República Bananeira as detectasse, constitui omissão, negligência e imperícia, conformando a figura da improbidade administrativa, a ensejar a abertura de um processo de responsabilização do Janot com base na teoria do dominio do fato.

  30. Prezados camaradas
    Vendo essa

    Prezados camaradas

    Vendo essa patifaria toda, essa bagunça, dá para pensar na Segunda lei da Termodinâmica, que fala do aumento da desordem interna do sistema (um fenômeno conhecido por entropia)

    O golpe só está de pé (até os podres da liga da justiça de curitiba começaram a vazar pela tampa da fossa) porque a banca mantém essa podrera toda de pé (a foto daquele suíço pilantra, que destruiu as cervejarias brasileiras, dando risada é um insulto a todos brasileiros)

    Nassif, e nem é a globo que coordena isso tudo: os três irmãos patetas sacaram que a empresa deles é uma merda, só querem pegar algum e passar essa porcaria para frente

  31. Enquanto isso, na China, o

    Enquanto isso, na China, o temeroso vende tudo. Ele viajou e deixou tudo azeitado. Enquanto se fala em Janot, Janot, Janot, o país escorre pelo ralo. Quero ver qual será o próximo “assunto” para abafar os verdadeiros acontecimentos.

     

  32. O Ex- auxiliar,mais nem tao ex……

      Quando li aqui mesmo que seu auxiliar teria ido trabalhar com os mafiosos da JBS fiquei pensando sera que ninguem esta vendo nada errado??? Ta ai, a resposta!!!

  33. Corrupissão brasileira

    Cansado e até nauseado de tanto ouvir sobre bandidos criminosos corruptores que devem apodrecer na cadeia. Ora, a corrupção é uma pista necessáriamente de duas vias: para haver corrupção tem de haver corruptor & corrompido, ambos tão bandidos criminosos que devem apodrecer na cadeia. Em minha já não tão curta vida, nunca soube de um corruptor corromper à força um corrupto, tampouco raramente vi a santa ira dos santos desencadeada sobre os corruptos que embolsaram as prebendas. Todos querem estripar apenas os pagantes.

    Achacadores também desfrutam de um tolerante silêncio, raramente nomeados mas nunca castigados ou ao menos execrados, que eu saiba. Até parece que não existem.

    Parece que somos uma sociedade hipócrita ou cega de um olho.

  34. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome