Assessor de Teori que assinou petição de apoio a Lula pede demissão

Jornal GGN – O ministro Teori Zavascki, relator dos processos da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), informou nesta terça-feira (2) que seu assessor técnico Manoel Volkmer de Castilho – que assinou na véspera uma petição de apoio ao ex-presidente Lula – pediu exoneração do cargo. Teori afirmou que aceitou o pedido de demissão do assessor. Castilho é casado com a vice-procuradora-geral da República, Ela Wiecko.

Ele assinou um documento entregue ao presidente do STF, Ricardo Lewandowski, no qual juristas defendem o direito de Lula recorrer à ONU contra a atuação do juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da Lava Jato na primeira instância. Lula alega abusos de Moro e de procuradores, como vazamento de grampos telefônicos, cerceamento de defesa e uso de prisões para obter delações.

Na quinta passada, a defesa de Lula protocolou uma petição na ONU e, em seguinda, recebeu críticas da Associação dos Magistrados Brasileiros. A carta do juristas ao STF foi uma resposta.

Hoje, Zavascki elogiou o assessor que pediu demissão. Segundo o magistrado, Castilho é uma “excelente profissional”, mas, para evitar “constrangimento”, o assessor pediu exoneração. Na avaliação do ministro, a permanência do funcionário em seu gabinete poderia gerar “leituras incompatíveis”, apontou o G1.

“Um excelente profissional, uma excelente pessoa. Foi juiz do Tribunal Regional Federal, juiz federal. Depois que se aposentou, trabalhou com a ministra Ellen [Gracie], trabalhou com o ministro Gilson Dipp no Conselho Nacional de Justiça, trabalhou comigo em um período anterior e, agora, voltou. (…) é uma figura fora de série, um profissional de altíssimo nível. Eu compreendo as razões pelas quais ele assinou esse manifesto. Ele foi consultor-geral da União, mas, para evitar constrangimento, tomou a iniciativa de pedir exoneração do cargo e eu aceitei”, complementou.

Leia também:  PGR abre investigação sobre assessores de Bolsonaro na Câmara

No gabinete de Teori Zavascki, o ex-assessor não atuava na área criminal nem nos processos relacionados à Lava Jato. “Exercia no meu gabinete um papel importantíssimo que era de coordenar uma área que não era criminal. Para todos os efeitos, o importante não é só ser, mas parecer”, enfatizou.

O ministro não quis comentar o recurso apresentado por Lula à ONU. Ele chegou a ironizar o questionamento dos jornalistas sobre o assunto, afirmando que já tem “problemas para resolver”. “Esse assunto não é comigo. Eu já tenho problemas para resolver. Vou resolver os meus problemas. […] Eu não vou me manifestar sobre esse assunto porque realmente acho que é impertinente eu me manifestar. Eu vou continuar seguindo meu modelo de trabalho. Vou procurar resolver os problemas de maneira muito clara. […] Agora, sobre outros assuntos, eu prefiro não me manifestar porque cada macaco no seu galho.”

O ministro Gilmar Mendes, por outro lado, disse que a ação de Lula na ONU era muito mais política que jurídica.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

26 comentários

  1. Porque não estou

    Porque não estou surpreso???

    De um certo lado da política, todos os cuidados para ser e parecer republicano, honesto, imparcial, democrático.

    Já do outro lado, escárnio, cinismo, truculência, autoritarismo, parcialidade, manifestação fora dos autos, golpe, condenação prévia, encarceramento ilegal, condução coercitiva desnecessária, ingerência sobre outros poderes etc, etc, etc…

    • Sobre a demissão do assessor de Teori

      Muito bom, Jorge L. Pinto. Sua manifestação está perfeita e eu a endosso.

      Da mesma forma que você não estou nada surpreso.

      E as posições dos dois lados desse enfrentamento político-jurídico são exatamente as que relacionou.

  2. Foi amadorismo ter repercutido a posição do assessor

    Unica coisa que o assessor conseguiu com essa petição foi perder o proprio cargo, com o ministro Teori(a) alegando que aceitou para não ter constrangimento.

    Impressionante como o judiciario é desregrado. Gilmar periodicamente se reune com politicos para assessora-los “por fora”, minando a autoridade do presidente do STF…e nada acontece? Serio? 

  3. Deveriam se manifestar, Lula

    Deveriam se manifestar, Lula foi á ONU justamente por isso ministro,

     

    os senhores não se manifestam, o stf se tornou um orgão inutil,m e a caixinha da vergonha ministro, vai engolir ou vai peitar???

  4. Quer dizer que assinar uma

    Quer dizer que assinar uma petição justa causa “constrangimento” e um ministro do STF, Gilmar Mendes, receber para um churrasco a cúpula da quadrilha de golpistas para arquitetar golpe não é nada constrangedor não é mesmo? Estou decepcionada com esses brasileiros que não se indignam mais com um ministro da mais alta Corte tão despudorado. O que será que estão colocando na água dos brasileiros que estão tão anestesiados?

  5. Dr. Castilho, homem de bem,

    Dr. Castilho, homem de bem, honesto, ético. Magistrado com lista interminável de elogios. Como brasileiro, de acordo com a sua consciência de homem público, assinou o requerimento. Motivo para ser exonerado? Sim, apenas um: o golpismo estende seus tentáculos. Mais um probo sacrificado. E não fique o ministro querendo falar sobre “constrangimento”. Se assessor de ministro não pode exercer sua brasilidade, então, a exceção extrapolou todos os limites democráticos. E, qual a razão para o dito ministro não pedir ao GM que cale sua boca de cloaca? Afinal, defender o direito não pode, mas, diariamente lançar acusações ao vento, pode? Haja paciência.

    • Essa foto parece concurso de sósia do Darth Vader

      Mas falando sério, essa ideia é péssima.

      Como se já não tivéssemos milhares de coxinhas bem-nascidos calcificando o judiciário, ainda quer fazer concurso pro STF? Aí que estamos perdidos.

      Repita comigo:

      -Meritocracia não existe, somente berço-explêndido.
      -Meritocracia não existe, somente berço-explêndido.
      -Meritocracia não existe, somente berço-explêndido.

      O caminho é justamento o contrário, eleger TODOS os membros do judiciário e mp no início da carreira, ANTES dos estudos de direito, inviabilizando o privilégio dos filhos da elite. Depois disso faz um mecanismo parcialmente interno de promoção e novas votações para determinar as cortes.

      Chega de oligarquia no funcionalismo!

  6. A insistência no que a turma

    A insistência no que a turma chama de “republicanismo” mas que é, a meu ver, apenas fazer o certo ainda vai acabar, ao longo do tempo – que, espero, seja curto – fazendo com que os que abusam do poder público para fins pessoais sairem de fininho pela porta dos fundos da História. O livros contarão de Castilho e Teori de uma forma, e dos outros, de outra.

    Não vejo grandes heroismos em Castilho, apenas fez o certo. E é bom a gente ir acostumando, acho.

  7. Li o texto e é ENCHER A ALMA

    Li o texto e é ENCHER A ALMA DE ESPERANÇA NA HUMANIDADE…

    Uma das coisas mais BELAS DA VIDA, depois da mulher, É A JUSTIÇA!

    Pena QUE JUSTIÇA COMO VALOR ANDA MEIO SEM VALOR…

  8. no caso

    Se o ministro concordasse com o apoio ao Lula

    ou, ao menos concordasse com a livre opção do auxiliar em assinar a petição,

    não teria aceitado o pedido de demissão.

    Isso é a madeira. O resto é o verniz.

  9. Parabéns Manoel Castilho,

    Parabéns Manoel Castilho, nossas posições firmes, pode custar emprego. Mas a grandeza são feitos de atos desta magnitude de ver proximo de ti, mas não aceitar os excessos contra um cidadão humilde que venceu a vida e foi presidente Republica 2 vezes.

  10. Presumo que o ministro Teori

    Presumo que o ministro Teori conheça a expressão latina ESSE QUAM VIDERI, que significa exatamente o contrário do que ele declarou: é mais importante ser do que parecer.

    Está claro que Teori preza muito mais a própria imagem – para os golpistas, claro – do que aquilo ou aquele que realmente é. Ou será que ele é esse mesmo que faz qualquer coisa para evitar constrangimentos próprios?

    Nessa altura dos (des)acontecimentos, creio que ele, como qualquer Cunhazinho da vida, só quer mesmo é ficar bem na fita do golpe. Pode até ser que livre sua cara, hoje. Mas, no futuro, essa abominável atitude de aceitar a “demissão” de um assessor que ele mesmo reputa honesto e competente, apenas para evitar críticas de golpistas, como Gilmar Mendes, o toga falante, acrescentará mais um ponto negativo em sua biografia e na história do STF brasileiro.

    Antes que me esqueça: #ForaTemer

  11. O ministro diz que o mais

    O ministro diz que o mais importante não é “ser”, mas “parecer ser”. Ou por outra, com sua atitude, o assessor deixou de parecer… com um golpista de direita. Calado, ele parecia com esta categoria, e resolveu então “ser” outra coisa e deixar de “parecer ser” aquilo. É, porque aí não há a opção da isenção. Ou o direito ou a direita. Ou ele se revela ao lado do direito, ou então “parece ser” golpista.

  12. Nem todas as maçãs estão podres

    Parabéns a todos os que assinaram o abaixo-assinado, principalmente o Manoel Volkmer de Castilho.

  13. Na semana passada fiz um

    Na semana passada fiz um comentário,que por certo está muito bem guardado nos anais desse Blog.Dizia eu na ocasião que se utilizasse as estrelas de avaliação,as mesmas aqui usadas,para avaliar os atuais membros do STF,entendo que na atual composição,eu daria uma estrela ao Ministro Marco Aurélio,e quanto ao Ministro Teori,ficaria eu a pensar.Pensei.O Ministro Teori não seria agraciado com nenhuma estrela,por ser ele detentor de um defeito inadmissível em um Ministro da mais alta corte de Justiça do País:o medo.A bem da verdade,o medo não é privilégio só dele.A esmagadora maioria do STF o tem.Nao teria receio em afirmar que a atual composição do STF,não está à altura de representar a última trincheira que um cidadão ou cidadã de bem desse País,pudesse recorrer quando as forças das trevas,em plena atividade,recairem sobre nós.Um paquiderme dessa mesma corte de justiça,vomita sobre nós,o que há de mais abjeto em um ser humano pode produzir,e os demais assistem,por omissão,medo ou covardia,a justiça brasileira sendo,diariamente,destruída,dizimada e avacalhada nos microfones e redações da vida.Papai a ensinar-me,que coragem não para todo mundo.Para um certo alívio dos homens e mulheres de bem,o Editor do Blog não foge à luta.É um guerreiro,corajoso,destemido e valente.A luta dele,contra a célula incrustada na República de Curitiba,não é só dele,mas de todos nós.

    • Que perdoem o acima assinado,

      Que perdoem o acima assinado, por uma ou outra palavra empregada por equivoco.É que escrevo de impoviso.

  14. Parece mas não é

    “‘Para todos os efeitos, o importante não é só ser, mas parecer’, enfatizou.” (Teori Zavaski)

    é diferente de

    “É mais importante parecer do que ser.” (interpretação distorcida do que disse Teori)

     

  15. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome