Defesa pede novo depoimento de Lula, TRF4 nega

Jornal GGN – Gebran Neto, desembargador do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), negou pedido feito pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para ser ouvido novamente em ação penal que versa sobre o terreno para construção de sede do Instituto Lula e um apartamento em São Bernardo do Campo (SP).

O pedido de novo depoimento foi feito pela defesa de Lula depois que o juiz singular Sergio Moro aceitou o convite do eleito Jair Bolsonaro para ser ministro da Justiça e o processo ficar sob a condução da juíza de piso Gabriela Hardt.

A defesa de Lula sustenta que as alegações do Ministério Público Federal (MPF) ‘reforçam a perseguição política imposta ao ex-presidente sem que ele tenha praticado qualquer crime ou recebido qualquer benefício’.

O desembargador julgou o caso e entendeu que a decisão da juíza está fundamentada e que não há nenhuma ilegalidade. A decisão não diverge do cenário dos últimos tempos.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  'Inepta e lastreada por um amontoado de suposições', diz juiz sobre denúncia contra Lula, Frei Chico e Odebrecht

6 comentários

  1. Esse advogados do Lula não

    Esse advogados do Lula não ganham uma. Estão blefando. O processo é totalmente político e eles ainda não entenderam. Lula vai pegar perpétua e só quem não ainda não viu foram os advogados dele.

    • Sempre o PT

      Será que vc ainda não percebeuque existe uma grande conspiração iniciada com o aumento dos ônibus em SP ? Todos tem direito de atirar no PT, aliás ordem recebida e cumprida religiosamente. Quase todos já perceberam isto. E vc quer que o Lula faça o que ? Qual reação vc sugere ? O povo está atordoado ! É a única, ao meu ver, reação que eles podem fazer, pelo menos no momento, para provar que o Lula é um preso político !

  2. Estamos fora do Estado de Direito Democratico

    Mas não vai ser com os amigos do Mouro e da neo-juiza que a defesa do presidente Lula vai conseguir um pouco de legalidade dentro desse processo. Temos que admitir, até pela ultima declaração de Dias Toffoli, que Lula não saira de sua prisão tão cedo. O judiciario brasileiro esta atuando fora do estado de Direito, dentro dessa situação teremos que criar canais de comunicação, frentes, correntes, apelos internacionais etc, que falem à população brasileira e internacional mais claramente do que representa o Judiciario brasileiro e a prisão do ex-presidente Lula do PT.

  3. A turminha confunde direito à

    A turminha confunde direito à ampla defesa com defesa eterna.

    Os depoimentos são gravados, digitalizados e estão disponiveis. Se a juiza estivesse em coma até 15 dias atrás, tendo acesso aos videos e documentos, pode fazer seu julgamento. Ocorre que não estava em coma e ela não ficava guardada no armário só saindo quando o moro se ausentava. Ela atuava nos processos.

    A defesa deveria se preocupar mais em desconstruir as teses e provas da acusação e menos em teatro.

  4. O Alvo

    O PT se faz de desentendido e mesmo parte da esquerda também. Todo mundo sabe- até o reino mineral parafraseando Mino Carta – que Lula é a última barreira. Lula representa o alvo a ser atingido. Literalmente. A direita, os golpistas, a ultra direita reacionária sabem que com Lula vivo eles não conseguirão jamais atingir os seus objetivos por completo. Não conseguirão alcançar o “tudo dominado”. Portanto, meus amigos Lula corre seríssimos riscos. É uma questão de tempo e do momento certo. 

  5. Lula jamais será libertado se
    Lula jamais será libertado se sua liberdade depender da vontade do DOJ americano e da DOJ “brasileira”. Como disse o BozoNazi, ele vai “apodrecer na cadeia”. Enquanto isso os verdadeiramente corruptos viram ministros para continuar a pilhagem

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome