Deputado que fez pirotecnia no impeachment de Dilma é cassado

Jornal GGN – O deputado federal Wladimir Costa (SD), que ganhou os holofotes da mídia após fazer pirotecnia na Câmara, comemorando o impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff (PT), teve decisão desfavorável no Tribunal Regional Eleitoral, em função de irregularidades na prestação de contas da eleição de 2014. Segundo informações da TVRBA, o Diário Oficial do Tribunal deve publicar a sentença contra Costa na segunda (11). Ele pode recorrer da decisão.

Da TVRBA

Wladimir Costa tem mandato cassado

Na manhã desta sexta-feira (08), em decisão unânime, a Corte Eleitoral do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PA) cassou o mandato do deputado federal Wladimir Costa (Solidariedade).

De acordo com uma fonte do TRE ouvida com exclusividade pelo DOL, a decisão será divulgada somente na tarde desta sexta, mas já está confirmada.

Entre as irregularidades que causaram a decisão estão o recebimento de recursos financeiros para campanha, oriundos de fontes não declaradas bem como a omissão na declaração de montante que chega a R$410.800. A relatora da representação foi a Juíza Federal Lucyana Daibes Pereira.

O processo foi aberto após o Ministério Público Eleitoral entrar com representação referente aos gastos da campanha eleitoral de 2014. A expectativa é que a decisão seja publicada na segunda-feira (11) no Diário de Justiça Eleitoral. Ainda cabe recurso contra a cassação.

Wlad ficou conhecido nacionalmente nos últimos meses após a pirotecnia durante a votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Outras acusações

Desde 2010, o Supremo Tribunal federal (STF) investiga a contratação de funcionários fantasmas para o gabinete parlamentar do deputado Wladimir Costa.

Durante dois anos (de fevereiro de 2003 a março de 2005) a Câmara dos Deputados depositou altos valores em salários, vales refeição, férias, entre outros ganhos, nas contas da Caixa Econômica Federal para 3 funcionários. Esses “laranjas” eram obrigados a ir ao caixa do banco sacar o dinheiro e entregar toda a quantia nas mãos do irmão de Wladimir, Wlaudecir, que então depositava o dinheiro na conta do deputado. O valor total desviado por Wladimir e seu irmão pode ser superior a R$ 210 mil, em 2 anos.

Bens bloqueados

Em janeiro, o juiz Deomar Alexandre de Pinho Barroso, da 1ª Vara Cível e Empresarial de Barcarena, determinou o bloqueio de bens do deputado. Ele também ordenou a quebra dos sigilos fiscal, bancário e telefônico do assessor direto do deputado, Ildefonso Augusto Lima Paes, e do servidor da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel), Emersom Gleyber Leal de Souza, entre outras pessoas.

Eles são acusados de participar de um esquema de desvio de recursos públicos a partir de um convênio fechado entre uma ONG do deputado e a Seel. A secretaria é controlada politicamente por Wladimir, que integra a base de apoio parlamentar ao governador Simão Jatene (PSDB). Na mesma liminar, o magistrado determinou o bloqueio e indisponibilidade dos bens dos envolvidos. Emerson e Ildefonso também foram afastados de suas funções públicas, para não prejudicar as investigações.

17 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

BrunoFerreira

- 2016-07-11 18:49:42

Não fala merda. Soubesse quem

Não fala merda.

Soubesse quem é Wladimir Costa pelo menos...

Clovis 50

- 2016-07-11 13:59:26

Mais um mafioso que cai.

Mais um mafioso que cai. Provavelmente era mais um que tinha o CUnha como herói.

Alan Souza

- 2016-07-09 11:21:23

Menos, Ivan

Além de caber recurso ainda (pro TSE e pro STF), fica na mão do Judiciário, o poder mais parcial da República...

Luiz Parussolo

- 2016-07-09 05:08:48

Políticos

continuaçã..

 

Mo entanto seria absurdo sonhar ter mudança e trabalhar com riscos e habilidades próprias inexistentes, além da retórica e o bom discurso, salvo com uma nova intervenção constitucional militar novamente que venha construir de novo produção e parque industrial e trabalho por outros 20 anos e devolver novamente para brincarem de novo de estadistas quebrando tudo e todos os que trabalham verdadeiramente esperando nova intervenção para refazer e voltar a brincar de novo.

Luiz Parussolo

- 2016-07-09 04:57:53

Para ser político no Brasil

Para ser político no Brasil não pode saber trabalhar, administrar e gerir bens e atividades próprias, ser honesto e íntegro, ser verdadeiros e não hipócrita, ser virtuosos e altruísta, não ser enganador e picareta...porque as pessoas não votam em sua maciça maioria em pessoas dotadas e honradas convictos de que será perseguido, tripuado, ameaçado até com sua família, desonrado, denegrido em sua reputação. E também raramente trabalhador, honestos, criativo, administrador, cognitivo sujeita-se a misturar-se a vagabundos, como é constantemente afirmado. Isto nacionalmente.

Disso deduz-se e é mostrado que todos os poderes são desviruados e corruptos em consequência da cabeça política conduzir e nomear em todas as esferas e como todo vagabundo tem preço e falta razão os espertos e vagabundos que dominam o espaço econômico e o país com seus cartéis e lobbies são até esperados para o capachismo negociado.

O proejto de lei para primeiro para a regulamentação dos lobbies como em qualquer país sério do mundo sofre regulamentação desde 1989 ficou engavetado no plenário da Câmara enquanto existia papeis para as traças comer e ninguém tocou nele entre trantos governos e parlamentares sucessivos. contra a ética política, né!

Nisso tudo milhões como maioria mamam juntos, direta e indiretamente, inclusive a mídia e profissionais diversos das comunicações, vivendo de bonanças e sombra sem risco algum e enriquecendo com imunidade. No entanto seria absurdo sonhar em mudanças para ter que trabalhar e ter habilidades próprias além da retórica e do bom discurso, salvo com uma nova intervenção constitucional para dar mais uma nova acomodada de uns 20 anos e estimular a produção e a industrialização como foi feito no Regime Militar para depois brincarem novamente de estadistas e quebrar tudo de novo esperando uma nova intervenção.   

Edi Passos

- 2016-07-08 22:55:54

Pois é,

mais um bandido golpista golpista que cai. Do jeito que a coisa vai a coxinhada paneleira vai ficar sem ídolo antes do fim do golpe!

Zé da Silva

- 2016-07-08 21:45:49

54 milhões de votos de
54 milhões de votos de pessoas enganadas pela ilusão de estabilidade criada pelas pedaladas, você quer dizer.

jns

- 2016-07-08 21:28:13

Fumou a erva estragada e discursou

O Ignomioso 'Pêseudo' Deputado da Camarilha de Pilantras

[video:https://youtu.be/2Q2M2vahoWM width:600]

Vera Moreira Figueira

- 2016-07-08 20:54:19

Adorei!! Menos um oportunista na Câmara

Eu vi a sessão final da cassação do Cunha no Conselho de Ética e vi a agressividade de sua oratória desonesta contra o PT durante os debates. Pensei com os meus botões: "esse vai votar a favor do Cunha". Na hora da votação, depois do voto da Tia Eron (que nome ridículo), esse oportunista do Wladimir Costa vai e vota pela cassação. Aliás, também não entendi o regozijo do deputado que estava ao lado da Tia Eron  o tal do Júlio Delgado, que em reunião anterior tinha proposto um afastamento de 3 meses para Cunha (quando ele já estava afastado indefinidamente pelo STF com o voto da Tia Eron. Bando de hipócritas!

adolpho

- 2016-07-08 19:55:06

Cassação é golpe. Não está

Cassação é golpe. Não está sendo respeitada a vontade de quem o elegeu. Né, não?

João de Paiva

- 2016-07-08 19:09:25

Daqueles 367 golpistas, mais da metade cometeu crimes.

Prezados,

 

Se a justiça eleitoral, a polícia federal e o MP (seja o eleitoral seja o MPF) investigarem para valer aquels 367 picaretas e golpistas que deram aquele vexame em 17 de abril, mais da metade merece perder o mandato e ser condenados não só a devolver ao erário público o que subtraíram, mas também serem privados de liberdade.

Alan Souza

- 2016-07-08 18:57:22

Menos um palhaço na Câmara

Este palhaço arruaceiro nunca fez nada de relevante na Câmara. Era radialista, dono de conjunto musical e de um trio elétrico em Belém, o programa de rádio dele era daqueles típicos sensacionalistas, cheio de gritos e expressões indignadas contra tudo e todos, e aí com a popularidade que tinha se elegeu prometendo lutar "pelo povão". Tremendo embusteiro, sempre foi pau-mandado do Jader Barbalho. Em suma, não vale o que o gato enterra...

fernandes

- 2016-07-08 18:30:59

É a cara do golpe

Se o golpe tem cara, essa é a cara do golpe. 54 milhões de votos jogados no lixo por tipos assim entre outros.

Ivan de Union

- 2016-07-08 18:26:48

"Ele pode recorrer da

"Ele pode recorrer da decisão":

Essa "cassacao" eh cassacao de mentira ou cassacao de merda mesmo?

Eh mais cassacao, menos cassacao, ou cassacao igual a de Cunha?

Maria Luisa

- 2016-07-08 18:03:38

Roda viva

O outro ridiculo agora vai soltar papeizinhos coloridos e jogar purpurina pro alto na prisão!

Maria Luisa

- 2016-07-08 18:02:27

Muito bom

O deputado Silvio Costa, mais uma vez, falando em alta voz o que tudo mundo sabe, que todo mundo sabe sobre a Câmara, Eduardo Cunha, Michel Temer e seu governo.

emerson57

- 2016-07-08 17:50:44

philme

Não se salva quase ninguém:

[video:https://youtu.be/NHfoTlkBcDg]

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador