Em despacho contra ações de Dilma no STF, Janot defende Temer de impeachment

Jornal GGN – Nota na coluna Painel (Folha) nesta quarta (6) destaca que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, saiu em defesa do presidente interino Michel Temer (PMDB), contra quem já foi aceito um pedido de impeachment na Câmara Federal.

Segundo o informe, Janot assinalou, em manifestação encaminhada ao Supremo, que a PGR opina “contra dois recursos que tentavam travar o impeachment de Dilma Rousseff”.

“Neles, Rodrigo Janot sustenta que a responsabilização independente da rejeição das contas pelo Congresso e diz não haver motivo para que os processos dela e de Temer andem juntos, pois o vice assinou decretos antes de o Planalto assumir a revisão da meta fiscal.”

A defesa de Dilma diz que a presidente eleita não cometeu crime de responsabilidade fiscal. Perícia técnica do Senado concluiu que não houve pedaladas, e a defesa insiste que a assinatura dos decretos deixou de apresentar problema quando o Congresso aprovou a revisão da meta.

Nesta terça (5), o presidente da Câmara, Waldir Maranhão (PP), enviou um ofício aos líderes dos blocos e partidos para que indiquem seus representantes na comissão que vai analisar o pedido de impeachment do presidente interino Michel Temer.

Em 4 de abril, o ministro do STF Marco Aurélio determinou à presidência da Câmara, então ocupada por Eduardo Cunha (PMDB), que aceitasse denúncia contra Temer e criasse uma comissão especial para analisar pedido de impeachment, em razão das pedaladas fiscais e dos decretos assinados pelo interino.

Desde então, partidos atrasam a indicação de nomes para a comissão, numa manobra para dar tempo a Temer.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Celso de Mello arquiva ação contra General Heleno por ameaça velada ao STF

8 comentários

  1. Interessante que Marco

    Interessante que Marco Aurélio que dava entrevistas contra os abusos do judiciário e do parlamento agora permanece calado após o seu pedido de impeachment de  pelo MBL no senado. Será que foi um cala boca no Marco Aurélio feito pelo PMDB e demais partidos com viés à direita através de seus representantes “populares” MBL? 

    O mesmo ocorreu com Janot que estava apresentando denuncias contra o PMDB e PSDB. Agora tbem com seu pedido de impeachment no senado, ele não mais trás a tona denuncias contra esses partidos…

     

  2. Ilusão

    “no tempo das ilusões perdidas” ( pelo money, pois idealismo é que não foi) Acho que não só o Moro foi “domesticado” pelos EUA, o PGR tb o foi e a polícia Federal.  Assim, acrredito que nada mais poderá ser feito, e o PSDB será o grande vitorioso  das eleições de 2014, como queriam e fizeram de tudo para consegui-lo.

  3. O presidente interino e seu

    O presidente interino e seu grupo de notáveis estão enredados na lava jato. 

    Mas a é a que Dilma vai cair por causa das tais pedaladas.

    Nada temam! As instituições estão funcionado… 

     

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome