Equipe da Lava Jato pode receber R$ 60 milhões de Sérgio Machado

 
Jornal GGN – O ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, anunciou ao Supremo Tribunal Federal (STF) que já pagou a primeira parte dos R$ 75 milhões de multa prevista em seu acordo de delação na Operação Lava Jato. O GGN revela que a equipe de procuradores da Lava Jato continua contrariando decisão do ministro Teori Zavascki, que ordenou a destinação de 100% da multa ao lesado, que no caso são as empresas Petrobras e a Transpetro. Ao contrário, apenas 20% foram encaminhados à estatal e 80% à União, com o objetivo de repassar aos núcleos do MPF e da PF que atuam na Lava Jato.
 
A primeira parte já transferida por Machado foi de R$ 8 milhões do total da multa acordada com o Ministério Público Federal para o acordo de delação premiada. Desse montante, seguindo cláusula do termo de colaboração, R$ 1,6 milhão foi para a Petrobras e R$ 6,4 milhões para a União – com o intuito de investir na estrutura de investigação da Lava Jato.
 
No dia 27 de junho, o GGN publicou que a equipe de procuradores da força-tarefa, comandada por Carlos Fernando dos Santos Lima, adicionou uma cláusula nos acordos de delação que repassava 20% da multa à equipe. A Folha de S. Paulo revelou que o destinatário era expressamente a conta da 13ª Vara da Justiça Federal de Curitiba, comandada por Sergio Moro.
 
Mas nos termos firmados, não estava claro se a destinação dos recursos era para os setores do MPF e da PF, uma vez que constava “União” como a recebedora da quantia. 
 
Por esse motivo, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, enviou uma solicitação para Teori Zavascki de que esse montante de 20% para a União fosse, na verdade, para a força-tarefa. O procurador Carlos Fernando dos Santos chegou a admitir que a equipe definiu um “critério” próprio para determinar quanto receberia.
 
“Definimos duas alíquotas, uma de 10% para acordos maiores e [outra de] 20% para acordos de menor valor. Não existe obviamente nenhum fundamento científico nisso, mas se trata da construção de uma prática do direito sancionador negocial”, disse, em entrevista à Folha.
 
“Os órgãos de persecução se beneficiariam muito do aporte de recursos para a aquisição de equipamentos e softwares sofisticados, essenciais em investigações modernas e eficientes”, disse ainda.
 
Entretanto, aquele pedido de Janot foi negado por Teori, que determinou o repasse não de 80%, mas de 100% à empresa lesada, no caso a Petrobras. Ao ser questionado sobre a determinação do ministro do STF, Carlos Fernando respondeu que era preciso “insistir”.
 
O GGN revela, agora, que os procuradores realmente seguem insistindo. Mas, no acordo de Sérgio Machado, a cláusula é ainda mais ousada: não são acordados 80% à Petrobras, mas 20%. A grande maioria da multa de R$ 75 milhões do ex-presidente da Transpetro vai para a “União”, mesmo termo usado pelos procuradores para tentar, posteriormente, repassar a quantia às equipes de investigação.
 
 
Pelas contas de Carlos Fernando, naqueles últimos dias de junho, contabilizando os 20% “devidos” por Paulo Roberto Costa e outros delatores, além das empreiteiras Andrade Gutierrez e Camargo Corrêa, em acordos de leniência fechados – sendo que a primeira recebeu o montante de R$ 1 bilhão de multa, e a segunda R$ 700 milhões, a força-tarefa da Lava Jato receberia mais de R$ 300 milhões na conta da Vara Federal de Curitiba.
 
Aos procuradores do MPF, se a eles destinados esses 80% da União da multa de Machado, serão acrescentados R$ 60 milhões.
 
Leia, abaixo, a íntegra do Termo de Colaboração de Sergio Machado e a decisão de Teori Zavascki, em junho deste ano:
 

71 comentários

  1. Pedágio de passagem e taxa sobre a galinha caipira

    Impressiona como o país em poucos anos regrediu a pré-1789…

    Então, mais duas sugestões contra a República e o Tesouro da União nos próximos “acordos”:

    1) Pedágio sobre a passagem de rios, de qualquer natureza;

    2) Taxa sobre o abate e a venda de galinha caipira…

    Não é?

  2. canalhice

    De quantas quadrilhas vive esse País?

    Tem a PF, a milícia, os contemporâneos capitães-do-mato da casagrande.

    Tem os procuradores e a sua corporação, os traidores engomadinhos saídos da classe média.

    Tem as estrelas do Supremo.

    Os mais de trezentos picaretas da câmara.

    Os tantos senadores.

    Os empresários delatores, que estão hoje em suas mansões abarrotados de muita grana limpa.

    Os governadores dos estados, principalmente os do Rio e os de São Paulo, e os prefeitos.

    Tem os entregadores da riqueza do Brasil aos gringos.

    Os narcotraficantes graúdos e invisíveis.

    …………………………………………………

     

     

  3. Quem duvida de que a LJ é uma ORCRIM?

    Prezados,

     

    Conclamo todos os leitores que tenham formação em Direito, os que atuam como advogados ou professores, quiçá algum que exerça a magistratura ou promotoria de justiça, mas que tenham apreço pelo Estado Democrático, que respeitam e cumprem as Leis, para que se manifestem contra essa postura indecorosa, para não dizer criminosa, assumida pelos procuradores do MP que compõem a FT da Farsa a Jato e pelo PGR Rodrigo Janot. 

    Não é preciso ser formado em Direito para saber que os recursos desviados de uma empresa – no caso a Petrobrás – quando recuperados pelas instituições burocráticas do Estado encarregadas de investigar, denunciar e julgar práticas criminosas devem ser restituídos à empresa lesada. Essa tentativa do MP de exigir uma ‘comissão’, que num português claro configura simples propina ou suborno, ou seja, o mesmo crime que executivos da empresa lesada em associação criminosa com executivos de empresas fornecedoras e com agentes políticos e lobistas cometeram, é um ACINTE, UMA CUSPARADA nos cidadãos brasileiros trabalhadores, honestos, pagadores de impostos.

    Os procuradores do MP, os magistrados federais e os policiais federais são muito bem pagos, com dinheiro público, para exercerem sua funções. Além disso, anualmente generoso orçamento é aprovado para essas instituições; no MP e no PJ juízes e procuradores têm uma série de mamatas, além dos altos salários. Essa ousadia, essa insubordinação, essa prepotência, essa empáfia do MP decorre do fato de que ninguém o controla. Sepúlveda Pertence proferiu uma sentença definitiva: “Criamos um monstro”. Ele disse isso quando percebeu que ao MP  tinham sido garantidos pela CF/1988 poderes ilimitados e nenhum controle sobre essa instituição. Hoje perguntamos: quem fiscaliza os fiscais, ou seja, o MP? Quem julga os julgadores que cometem crimes?

    Por tudo isso, digo sempre, sem medo de errar: a FT da Farsa a Jato é uma ORCRM, a quadrilha mais perigosa em ação no País. O MP é um monstro, sem qualquer controle ou limite. A PF é uma polícia política contrária ao governo popular que a equipou e reestruturou e que contribuiu para a deposição desse governo. A maior parte do PJ é oriunda e representa a plutocracia e não tem o propósito de aplicar a Lei para proporcionar justiça. Sérgio Moro cometeu vários crimes e foi acobertado pelo TRF4, pelo STJ e pelo STF. O PIG é uma organização criminosa das mais perigosas e sempre participou dos golpes de Estado, contra a Democracia, contra as esquerdas e em favor da plutocracia.

  4. Caixa 2

     

    Todos precisam de um CAIXA 2 !!

    Como eles mesmos acusaram: mesmo contrubuições ‘declaradas’ para o PT eram essenciamente Caixa 2. Pagamento de propina.

    Porque é diferente aqui: com o poder de pressão dos delegados uma grana extra é sempre mais facil. Pra sair da prisão ….

    Quem vai investigar os investigadores?

    Lavanderia na Lava-Jato…sei.

     

  5. Qual a diferença entre essa

    Qual a diferença entre essa atitude e a do juiz que pegou os carros ( e o piano de cauda que colocou na sala do seu apartamento)  do réu Eike Batista e foi passear na Barra da Tijuca?  AInda mais depois de uma recomendação da suposta Alta Corte nacional. Seriedade é o mínimo que a gente espera de pessoas e de instituições que defendem a lei. Ou deveriam defender. Talvez haja uma rebelião nos céus dos magistrados.

  6. E pelo visto, isso não é mais

    E pelo visto, isso não é mais delação, é compra de alforria. Ou custo da tornozeleira.

  7. Robin Hood às avessas

    E ainda tem gende que acredita que essa turma quer acabar com a corrupção.

    Agora que eles estão virando sócios da pilhagem, aí é que vão mesmo cavar culpados e sair caçando pelo em ovo de todo jeito para aumentar seu butim.

    São os novos Reis João Sem Terra junto com os xerifes de Nottingham.

    impressionante como este País não consegue sair da era medieval.

  8. Vlou aumentar o seguro do meu

    Vlou aumentar o seguro do meu carro. Vai que se a polícia recuperar  eu tenha que pagar estia pra recebê-lo de volata!

    • Ai tem

      Por que sera que a força-tarefa da Lava Jato sempre desafiou a Suprema Corte? E mais uma vez passam por cima da determinação do juiz do Supremo Teori Zavasck…. Eu estou achando que o juiz Sério Moro, Janot e mais alguns da força-tarefa sabem muita coisa sobre os nada discretos juizes do Supremo em Brasilia…

  9. quem pode, pode…

    quem não pode tomar na marra, que se invide

    ou sega sonhando poder sair no lucro de uma situação dessas

    se eu, por exemplo, um endividado honesto e esforçado, decidir aparelhar minha nano-construtora com dinheiro sujo,

    adeus liberdade

    querem a tal da justiça do começo ao fim

    e no meio tudo igual a qualquer crime anterior

     

  10. Tadinhos ! Não devem receber

    Tadinhos ! Não devem receber salários,  então querem avançar  num bom pedaço do que eles chamam de “propina ”   Pera aí    Propina ?

  11. E o BV.

    Será que o Santos Lima também vai querer isenção sobre o Bonus de Valor recebido da GLOBO sobre cada vazamento seletivo?

  12. Renda extra!!

    Bobinho é aquele que pensa que este dinheiro vai diretamente para a compra de equipamento para as investigações!!

    Mesmo usando a verba oficialmente, ainda conseguirão se dar bem. As viagens a serviço terão melhor diária e condições de luxo por exemplo. As instalações, como visto no blog do Marcelo Auler, internas, como banheiros, cozinhas etc  seram mais luxuosas também. No  almoço, no café, na janta etc se poderá gastar mais. E daí por diante, Enquanto isto as outras instituições do executivo ficam a mingua!

  13. Renda extra!!

    Bobinho é aquele que pensa que este dinheiro vai diretamente para a compra de equipamento para as investigações!!

    Mesmo usando a verba oficialmente, ainda conseguirão se dar bem. As viagens a serviço terão melhor diária e condições de luxo por exemplo. As instalações, como visto no blog do Marcelo Auler, internas, como banheiros, cozinhas etc  seram mais luxuosas também. No  almoço, no café, na janta etc se poderá gastar mais. E daí por diante, Enquanto isto as outras instituições do executivo ficam a mingua!

  14. No limite da irresponsabilidade

    Era uma vez um Pais com seu Estado de Direito, suas leis e Constituição. Se até o Ministério Publico e o Judiciario através de Sérgio Moro criam um estado dentro do Estado, o que podemos esperar mais ? Eles estão agindo no limite da irresponsabilidade, tal qual qualquer proprineiro que prenderem.

  15. O JornalGGN é o unico orgão

    O JornalGGN é o unico orgão da midia livre ou não que esta denuciando esses indicios de desvios e mal uso do dinheiro recuperado da Petrobras. Luis Nassif, logo começarão as perseguições e tentativas de intimidação contra voces e o portal. Mantenham-se firmes e contem conosco, seus leitores e colaboradores pontuais.

  16. Os procuradores da Lava Jato

    Os procuradores da Lava Jato estão fazendo um fundo partidário para as próximas eleições presidenciais. 

  17. Equipe da Lava Jato pode receber R$ 60 milhões de Sérgio Machado

    Novo modelo de corrupção ou outra forma de chantagem. Esses cretinos não têm a mínima vergonha. E o alto salário que eles ganham. E a chefia deles??????

  18. Lava Jato, milícia de neo-colonizados

    O grande sonho das elites é gozar da veneração dos subalternos, legitimar sua dominação de classe pela atribuição de superioridade intelectual, moral, estética, racial… Todo senhor prefere ter vassalos dóceis, fascinados pelo suposto mérito e infinita grandeza de seus déspotas. Alguns historiadores afirmam que os conquistadores espanhóis fizeram-se enxergar como deuses encarnados pelos povos que conquistaram, obtendo destes uma submissão reverencial.

    O colonialismo cultural dos americanos é uma reedição desse mecanismo. Moro, Janot e seus asseclas, ao que tudo indica, desenvolveram uma verdadeira veneração, uma submissão reverencial aos mestres gringos. Tornaram-se miquinhos amestrados dos sinhozinhos de uóxinton, suplicando ao menos a graça de ser aceitos como capitães do mato daqueles seres superiores – ajudando-os a processar a Petrobras, por exemplo. Onde já se viu um país atrasado como o Brasil, repleto de pretos e analfabetos, pretender ser soberano, e não um mero quintal de uma civilização tão infinitamente mais avançada, como os EUA?

    O colonizado desenvolve uma subserviência canina, uma sabujice visceral para com seus amos idealizados. Seu maior desejo passa a ser o de ir para o céu de Maiâmi e Orlando, se possível antes de morrer, e lá ser pelo menos tolerado como sub-raça inofensiva. Ajudar seus donos a desmantelar a soberania brasileira, apoderar-se das nossas riquezas e dominar o nosso povo será para o colonizado uma legítima missão de catequese. Muitos escravistas brasileiros (como o famoso Padre Vieira) também acreditavam, sinceramente, estar fazendo um bem aos africanos quando os escravizavam: acorrentavam seus corpos, mas salvavam suas as almas pela catequese cristã! Melhor facultar aos brasileiros a graça de ser limpador de latrinas dos gringos que abandoná-los a sua miserável autonomia e soberania!…

  19. a descoberta da roda

    Para cada tonelada de droga apreendida a PF vai ficar com 10%?

    Para cada multa aplicada o guardinha vai ficar com 10%?

    Para cada tratamento não feito no SUS o medico vai receber os 10% economizados?

    Resolvidos os problemas do Brasil, não precisa salario encargos e que cada um se vire.

      • Fiquei com a mesma impressão.
        Fiquei com a mesma impressão. 450 kg de pasta de cocaína valem muito. Que fim levou? Devolveram pros donos? Queimaram? Estão guardando?

        A Polícia Federal é uma instituição que caiu em descrédito com crise política. Não há mais grandes operações contra o tráfico, contra roubo de cargas. Parece que sempre tem algum político golpista ou empresário de midia envolvido em altos rolos. Helicoca, Paraty House, Triplex no Guarujá…

        Portanto, é DEVER da polícia ser transparente e provar à população qual o fim dado à carga ilícita apreendida no helicóptero do senador.

    • Exato, mcn
      Olha essa
      Delegado

      Exato, mcn

      Olha essa

      Delegado Eduardo Mauat: foi por ideologia ou pelas diárias?

      7 de julho de 2016Marcelo Auler

      Marcelo Auler

      O vídeo inserido pelo movimento NasRuas, com o delegado federal Eduardo Mauat conclamando a sociedade a questionar medidas administrativas adotadas pelo Departamento de Polícia Federal (DPF) é algo sui generis. Confesso que em 42 anos de jornalismo não vi nada igual. Menos ainda sem qualquer reação da cúpula do DPF dfiante de um ato que soa – pode até não ser – uma insubordinação.

      Curioso é que o próprio delegado fala que na instituição há profissionais capacitados para darem continuidade ao trabalho. Se ele próprio reconhece isso, o que o leva defender o questionamento público de atos meramente administrativos? Será que por detrás desta transferência existem outros fatores desconhecidos do público? Quais seriam?

      Quem ouve o vídeo, que reproduzimos abaixo, verifica que o conselho do delegado é a bastante democrático:

      “Espero que a Lava Jato deixe este legado, legado de questionamento, de inteiração, de protesto, de elogio, seja lá o que for. Que as pessoas questionem mais os problemas nacionais”

      [video:https://www.youtube.com/watch?v=ctkiV5g1Fsk%5D

      Não me cabe aqui questionar se a transferência dele foi ou não algum ato de retaliação. Mas, na medida em que ele sugeriu que “a sociedade é legítima para fazer o questionamento que ela entender pertinente para debater, interagir, para perguntar, o que cada ato vai repercutir no andamento da Operação”, me acho no direito de lhe fazer um questionamento direto. E desde já, como sempre, o espaço do blog está aberto para ele se manifestar da forma que quiser.

      Documento de junho de 2014 anunciando a transferência de Eduardo Mauat para a Delegacia de Polícia Federal de Santa Cruz do Sul (RS). Foi uma transferência a pedido,mas ele, pelo que informaram na própria delegacia, pouco apareceu por lá. É normal, isto?

      O documento ao lado é de junho de 2014. Portanto, três meses depois das primeiras prisões da Lava Jato. Revela o resultado de um concurso interno de remoção, no qual se inscrevem os policiais que têm interesse em mudar de local de trabalho. Ninguém é forçado a nada.

      Mauat, que em Curitiba viveu um período em união estável com a delegada Érika Mialink, inscreveu-se no concurso de remoção e foi contemplado com a transferência para a Delegacia de Santa Cruz do Sul, no Rio Grande do Sul.

      Mas, a pretexto de continuar atuando na Operação Lava Jato, Mauat recebeu a promoção e pouco apareceu no seu novo posto de trabalho. Não apenas era visto em Curitiba como na própria delegacia, por telefone, apuramos que ele ali pouco aparecia. E quando ia, ficava poucos dias, sempre justificando a convocação para a Lava Jato.

      Se o próprio Maut pediu a sua remoção e se ele mesmo diz que na instituição há profissionais com capacidade para tocar a operação, sem que ela corra risco, é de se questionar o por que dele não ter efetivamente acatado a transferência pedida? Não soa incoerente pedir a transferência, ser atendido, permanecer aonde estava e depois reclamar quando a Direção Geral efetivamente o faz cumprir a remoção? Como, diante do seu próprio pedido de remoção, entender seu comentário que:

      “Meu afastamento foi determinado pelo diretor-geral. Meu planejamento era continuar lá até agosto, para tentar encaminhar as demandas que estavam sob minha responsabilidade. Então, enquanto o Dr. Leandro (Daiello) for diretor-geral, eu não vou retornar à operação Lava Jato.“

      Provavelmente, por sentir a importância da Operação, talvez até por ideologia, ele tenha optado por permanecer ajudando a equipe da Lava Jato. Isso, porém, tem consequências. A vaga para a qual foi transferido estava aberta, o que significa que aquela unidade da Polícia Federal necessitava de um delegado. Se ele não assumiu, a vaga ficou vaga? Ou alguém foi mandado para lá para cobrir fazer o trabalho que ele deveria fazer? Pagaram diária a esse substituto?

      Mauat, se permaneceu em Curitiba por opção, abriu mão da ajuda de custo de R$ 200,00/dia uma vez que continuou morando na mesma cidade onde estava? Ou não teve esse gesto altruísta e recebeu a diária prevista legalmente? Em um cálculo superficial, foram mais de 17 meses em que ele, lotado no Rio Grande do Sul, continuou trabalhando no Paraná. Se não abriu mão do dinheiro, fez jus a, no mínimo, R$ 102 mil (200x30x17) todo este período. Nada mal.

      Surge, aí um outro problema, caso as diárias tenham sido efetivamente recebidas: a legalidade das mesmas. Pelas normas do DPF, um servidor pode, no máximo, receber 120 diárias/ano. É verdade que este prazo pode ser dilatado, e efetivamente isso acontece. Mas, como justificar o descumprimento de uma norma justamente por um policial que está atuando em uma operação que pretende passar o Brasil a limpo e acabar com corrupção e maracutaias?

      É legítimo descumprir as normas internas do Departamento, recebendo diárias, sem sair da cidade aonde morava, mesmo depois de pedir para ser transferido e dizer que isto se deve ao combate à corrupção?

      Ficam no ar estas questões para o próprio Mauat responder. O blog está aberto às suas explicações. Não precisa buscar o apoio do movimento NasRuas.

  20. Como vcs são implicantes

    Esse pessoal só quer o bem do Brasil. Estão nos levando à terra prometida. Uma nova era de moralidade, paz, prosperidade e ética se aproxima. O STF já decidiu que não cabe comissão sobre a propina. E daí?

    É preciso continuar a caminhada. O dinheiro é para garantir que não vai faltar água, cafezinho, papel e tinta nas impressoras para homologar as carradas de delação premiada.

    Se pintar alguma  premiação ou palestra em new york, o frete do jatinho e o traje de gala estão guardados na “poupança” do MPF.

    • como vcs…

      José B: esta foi ótima. Neste país corrupção é um ótimo negócio, O dinheiro vem de todos o lados, mas sempre sai do bolso de um só. Sabe de quem?

  21. A Petrobras está sendo

    A Petrobras está sendo roubada duplamaente; uma pelos politicos/empresarios e agora pelo procuradores salvadores da patria. Sao tantos absurdos que vao se sucedendo nessa operacao golpe a jato que fico pensando quando esse pesadelo vai terminar porque o Brasil so piora com esses caras !

  22. Equipe da Lava Jato pode receber R$ 60 milhões de Sérgio Machado

    Machado está cumprindo seu acordo devolvendo o dinheiro, além de ter feito um grande feito para a sociedade entregando toda essa cúpula.

    • Primeiro ele é um ladrão que

      Primeiro ele é um ladrão que deveria estar preso. Segundo que não fez favor nenhum pra sociedade, ele apenas negociou sua liberdade ao entregar alguns e poupar vários outros. Terceiro que o que se está discutindo aqui é o absurdo desses funcionários públicos, que ganham muito bem (vide abaixo), muitas vezes estuprando a constituição, quererem pegar para si um dinheiro que pertence ao país e não a eles.

      • Eu quero ver o do MPF/lava a

        Eu quero ver o do MPF/lava a jato/equipe, inclusive gastos com viagens etc e tal.

        Alguém tem este levantamento desde o início?

      • Nenhum funcionário público

        Nenhum funcionário público quer ou vai pegar qualquer real deste dinheiro.

        Infelizmente a manchete é dúbia e dar a entender isso.

        Mas basta ler o texto pra saber que a celeuma envolve a destinação de parte do dinheiro para o órgão público – e não para os servidores.

        • Esses órgãos públicos já

          Esses órgãos públicos já recebem dinheiro mais que suficiente. Muito mais que qualquer outro no Brasil. Judiciário, MP e PF são antros de nababos. Basta ver os salários dos seus funcionários, as sedes suntuosas, as poucas horas trabalhadas. É só comparar com outros país. A gente sabe muito bem onde vai parar esse dinheiro.

           

          E isso foi antes do aumento. 

  23. Direito sancionador negocial,

    Direito sancionador negocial, piada?? Isso não existe em direito criminal, estão inventado  e trazendo monstrengos da justiça americana que não cabem no nosso ordenamento juridico, e dez por cento de dinheiro desviado continuam sendo dez por cento de dinheiro desviado, propina, portanto.

  24. Quando O Crime É compensador

    “SE GRITAR: ‘PEGA LADRÃO’, NÃO FICA UM, MEU IRMÃO…” — música popular.

    Nassif: lembra daquele Juiz da Primeira Instância que “emprestava” carros e dinheiro, bens estes apreendido dos bandidos “não oficiais” e que estavam sob sua custódia? Ninguém sabe quanto e quando devolveu, mas parece fez escola. Com pequenas variações de local, bens e valores, essa do MPF e a 13ª Federal de Curitiba é o exemplo mais atual que temos. Parece funcionar como uma partilha de botim, só que agora, legalmente, como se “lavado”. Os bicheiros, do qual Cachoeira é o maior exemplo, tenta assim. Nem o pessoal de Nilópolis chegou a tanta ousadia. Natal, aquele saudoso bicheiro de Madureira, parece criança de pré escola se comparado com a rapinagem atual. E agora que as sombras tomam corpo no desenho, parece que só a Segunda Instância não definiu ainda seu quinhão. A PF, esta, parece, atua de modo diversificado nos ganhos extras. Não vamos nem falar do Executivo, onde os ladrões, normalmente extensões dos ladrões da maioria do Legislativo, agem diuturnamente. E se o ministro Teori insistir nessa de mandar o dinheiro para a Petrobras vai acabar sendo demitido ou por alguém da PGR ou pelo Inelegível do Jaburu. Isto se o ministro das Relações Exteriores não o exilar para Tailândia ou mais longe ainda. Ouvi dizer que o Povão esta com saudades do PCC e do CV. A evolução das quadrilhas, agora altamente organizadas, é fenomenal.

  25. Entendendo o processo por analogia

    Por analogia, entendi como funciona: você tem um carro roubado e a polícia o recupera. Você vai buscar o carro, mas quando dá a partida, o carro não funciona, está sem motor. Você fala para o policial que os ladrões roubaram o motor. Ele replica que não. O motor é o percentual da corporação para continuara trabalhando com eficiência contra o roubo de carros. Você pensa em argumentar que isto é uma loucura e criará um vínculo indissolúvel com o roubo de carro. Mas apenas diz que pelo menos os ladrões estão presos. Novamente o policial diz que não. Os ladrões estão soltos pois fizeram delação premiada entregando uma outra quadrilha.

  26. Ainda não fizemos uma boa

    Ainda não fizemos uma boa faxina depois que civis capitalistas usando nossos miliitares sujaram nossa democracia com autoritrismo e corrupção, desde ’64…

    Todo recurso à PF e ao MP, desde que não seja através de receptação. Quando foi que esses órgão pediram software ou recursos e não foram atendidos? Se não foram, tem que ser mas não através de produto de roubo senão tornaremos nossos os próprios policiais e procuradores, ladrões igualmente.

  27. Aviso aos nevegantes:

    Aviso aos nevegantes: Corrupção aqui sempre teve preço. Antigamente era mais fácil burlar o esquema, mas hoje, estamos com as tecnologias de ponta e suas informáticas, colaboração de cães farejadores japoneses préviamente treinados e mais os delatores ativos, não tem escapatória!! Agora, se você quer sair dessa numa boazuda, seja um  delator passivo! Esse sim um delator realmente premiado!!! Saia na frente e beba água limpa na fonte! Antecipe sua delação na calada da noite devolvendo um pouco do que propinou em suaves prestações e pague as comissões à polícia federal com o seu carnê fidelidade, o mais seguro do mercado com garantia total das primeiras, segundas, terceiras, quartas, e até as quintas dos infernos instâncias do Brasil!!! Converse com quem já fez lá no senado e na câmara para comprovar a jogada do século!.. 

  28. nem mesmo a empresa jamais

    nem mesmo a empresa jamais reigsrou queixa na polícia  por ter pago um centavo a mais. Tudo aqui relatado deixa claro que as empresa cobraram o  justo e fizeram o que empresa pagou. Portanto, toda essa grana que empregaram para tudo quando foi safadeza veio do pouco salário quem pagaram aos seus funcionários. Assim, depois que ratei uns 70¨% disso com os agentes que participaram da recuperação, o restante deveria ir para os ex- funcionáros das empresa e que hojes estejam desempregados

  29. Talvez seja tarde
    O STF, fez com Moro , o que os USA fez com Estado Islâmico, criou e depois não deu conta de controlar. o STF DEU as asas para o Moro, por estar metido no golpe, agora não dá conta de corolário, não tem autoridade, nossas instituições não estão funcionando; o Estado está virando estado policial, reprecivo,
    Juiz de primeira instância manda no STF, CONGRESSO barganha a luz do dia cargos, bandidos notórios da política desdenham da justiça.
    Onde vamos parar.

  30. ROUBALHEIRA GERAL NA LAVAJATO E NA UNIÃO

    Isso aí é muito mais que uma PEDALADA, é uma ACELERADA , uma roubalheira de grana da PETROBRAS.

    Se a grana FOI ROUBADA DA PETROBRÁS, porque ESTÁ SENDO DEVOLVIDA À UNIÃO?

    isso é compactuar com o roubo, ser cúmplice do roubo, ou será que eles, agora que estão com uma quadrilha de ladrõers no governo, especializados em roubar o erário e as empresas publicas, querem parte do roubo e então estão roubando o ladrão que roubou a PETROBRAS?

  31. Equipe

    Esse dinheiro, (honorários, sucumbência ou comissão),  vai para quem? A instituição ou diretamente para a conta de cada procirador ou juiz? Na segunda hipótese a propina passa de ilegal para legal, qual o nome da nova operação? Lava Toga?

  32. Fala mais Machado!
    A delação premiada é assim… Machado fez o acordo, devolveu o dinheiro e muito mais do que isso, está ajudando a prender os verdadeiros ladrões corruptos. Tudo que foi delatado por ele, com certeza só tem a vir melhorar, motivando reformas e melhorando ainda mais fiscalizações em empresas públicas.  Rumo às novas denúncias! Que venham mais provas! 

  33. Fala mais Machado!
    A delação premiada é assim… Machado fez o acordo, devolveu o dinheiro e muito mais do que isso, está ajudando a prender os verdadeiros ladrões corruptos. Tudo que foi delatado por ele, com certeza só tem a vir melhorar, motivando reformas e melhorando ainda mais fiscalizações em empresas públicas.  Rumo às novas denúncias! Que venham mais provas! 

  34. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome