Ex-senador é condenado por Moro a 19 anos de prisão

Jornal GGN – O juiz Sergio Moro condenou o ex-senador Gim Argello a 19 anos de prisão pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e obstrução à investigação. A sentença saiu nesta quinta-feira (13). Ainda cabe recurso.

Argello foi acusado, na Lava Jato, de pedir dinheiro a empresários para evitar convocações na CPI da Petrobras, em 2014.

Pelo menos dois executivos envolvidos na operação admitiram ter pago propina a Argello: Leo Pinheiro, ex-presidente da OAS, e Ricardo Pessoa, sócio da UTC. De acordo com os delatores, os repases foram feitos por meio de doações eleitorais oficiais e de uma transferência a uma igreja no Distrito Federal, base eleitoral de Argello.

Pinheiro foi condenado a oito anos e dois meses de prisão. Já Pessoa e seu sócio na UTC, Walmir Pinheiro Santana, também condenado, fizeram um acordo de delação premiada, e por isso não cumprirão pena além das que já foram previstas no acordo.

Os assessores do ex-senador, Paulo Cesar Roxo e Valério Neves Campos, que também eram réus, foram absolvidos por Moro, assim como o filho de Argello, Jorge Afonso Argello Júnior, e os ex-executivos da OAS Roberto Zardi Ferreira e Dilson de Cerqueira Paiva Filho. Moro entendeu que não havia provas suficientes para condená-los.

As informações são da Folha de S. Paulo.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Ministro usa AGU para processar jornalistas e cientistas que discordam de sua gestão

16 comentários

  1. Berrando, esse “ninguem” do Parana ja ate sabe porque:

    CUNHA CONTINUA SOLTO, MORO.  AS MUIEH DELE TAMBEM.  E VOCE, E VOCE SOMENTE, SERGIO MORO, EH O CULPADO.

    • Vc não lê as notícias ?
      Moro

      Vc não lê as notícias ?

      Moro aceitou denúncia contra ambos.

      E quando Moro aceita denúncia,não se questiona se será condenado.

      Questiona-se o tempo que ficará na cadeia.

      • Sob observacao dos que nao sao pulgas de igrejas:

        “quando Moro aceita denúncia,não se questiona se será condenado”:

        Entao ta…  mas nao me conte nessa plateia.

      • Entretanto, ele absolveu

        Entretanto, ele absolveu quatro pessoas no processo em que condenou Gim Argello.

        Portanto, não se sabe se Cunha e sua consorte serão condenados – embora pareça altamente provável.

        Aliás, ainda bem. Se fosse um juiz que só condena e não absolve nunca, seria o caso de dizer que não se trata de um juiz, e sim de um bandido, um justiceiro, um miliciano togado.

  2. (GGN, POR FAVOR avise pra

    (GGN, POR FAVOR avise pra gente se o GGN ta com excesso de acessos ou se ha problema no Brasil!  Nao da pra saber e o site ta uma lesma ha varios dias!)

  3. Para um cidadão em carne e

    Para um cidadão em carne e osso como este que ora escreve emerge a dúvida: por que um pena tão pesada se confrontada com as impingidas a crimes contra a vida, por exemplo?

    O réu é primário e vai devolver os recursos recebidos a título de propina. Então,  por que tão rigor assim? Pelas regras da progressão da pena, terá que cumprir pelo menos um 1/6  em regime fechado, ou seja, mais de 3 anos num presídio. 

    Isso não é mais pena: é vingança; é ressentimento com o mundo.
     

    • “O réu é primário e vai

      “O réu é primário e vai devolver os recursos recebidos a título de propina. Então,  por que tão rigor assim?”:

      Porque o juiz de primeira instancia e quinta categoria o decidiu.

    • O tamanho da pena de um crime

      O tamanho da pena de um crime é previsto na Lei. O Juiz faz a dosimetria.

      Eu sou favorável a penas grandes pra casos de corrupção.  São também crimes contra a vida, pois desviam recursos da saúde, educação etc.

  4. Igrejas

    hehehe ……. sempre as igrejas . 

    Gostaria de saber como é a prestação de contas e a fiscalização dessa gente que tem imunidade tributária e domina a cena poítica : Cunha , Crivella , Magno Malta , Marcos Feliciano , Russomano …… essa turma investe pesado . Sob a rubrica de “doações de fiéis” deve passar um mundo inteiro .  

    Já passou da hora desse setor ter sua operação Lava Jato .

     

  5. Ex-senador é condenado por Moro a 19 anos de prisão

    Uma coisa é certa, o condenado  . . . .  não é do PSDB !

    Na “República dos Estados Unidos de Curitiba” tucano é inocente até com provas em contrário.

    São todos “gente nossa”, pessoas “de bem”, os que “fazem a diferença”, etc, etc, etc.

    E se acham imparciais . . .

    • a ladainha não para!!

      Antes era: “Só petista é preso!”

      Agora é: “Se for tucano, não vai preso!”

      Vcs estão ficando sem desculpas!

      rsrs

  6. Tudo um jogo de cena para o objetivo principal

    Moro é um juiz de partido único: o PSDB…tá no DNA….tá foi estagiário do PSDB,,,o pai criou o PSDB…tudo isso é um grande despiste para o ato principal desse teatro do absurdo: pegar Lula….prá isso, fazem de conta que efegacê também está à mercê da lei quando se sabe que fhc é amigo da globo, então nos reportemos a  2 pontos do paper no qual Moro deu base a Lava Jato: 1- desnacionalizar a economia/entregar o pré-sal; 2- poupar os amigos da midia….por isso a Lava Jato é uma operação de guerra como a que ocorreu por exemplo na Líbia palco da primavera do mercado sanguinário…a diferença é que aqui não houve disparo de misseis, o mercado sanguinario conseguiu tudo bem baratinho: Como a Lava Jato foi pensada como uma operação de guerra, por Nassif

    http://jornalggn.com.br/noticia/como-a-lava-jato-foi-pensada-como-uma-operacao-de-guerra

    • O pai do Moro NÃO criou o

      O pai do Moro NÃO criou o PSDB e o Moro NÃO foi estagiário do PSDB.

      Quando vcs vão entender que a mentira só faz diminuir a credibilidade de vocês? 

  7. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome