Governo Bolsonaro processa servidor do Inep que analisou projeto do PT

Servidor público desde 2008, Alexandre Santos teria apontado bons resultados em programa de alfabetização implantado no governo Dilma

Divulgação/INEP

Um servidor do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais) foi processado pelo governo de Jair Bolsonaro (PL) devido a um artigo onde aponta os bons resultados de um programa de alfabetização implantado durante o governo Dilma Rousseff (PT).

No material em questão, Alexandre André dos Santos (servidor do Inep desde 2008) faz uma avaliação do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (Pnaic), e mostra que o programa trouxe melhoras no aprendizado.

Segundo reportagem do portal UOL, Santos teve seu texto inicialmente barrado no ano passado e pediu a “retirada da solicitação de publicação do estudo”, deixando claro que “sempre respeitou o rito”.

Entretanto, outra pessoa acabou publicando o material e agora o servidor público responde uma ação na Justiça e ainda é alvo de processo administrativo disciplinar onde o governo pede a retirada do material da internet e o pagamento de R$ 20 mil como indenização,

Na visão de Santos, o processo do qual é alvo é uma “decisão política institucional contra a técnica e a ciência”. Além disso, o pedido do servidor público para que o material não fosse publicado não consta no processo movido pelo governo federal.

Leia Também

“Sem Educação não tem ciência, sem ciência não tem tecnologia, sem tecnologia não tem inovação” – diz Helena Nader

CPI do MEC deve ser instalada no Senado Federal, diz Weiller Diniz

O clima de intimidação e censura na educação brasileira

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

ed.

- 2022-08-01 10:45:41

Este desgoverno nos cobre de uma imensa vergonha, aprofundada pelo fato de ter sido eleito! Ou seja a vergonha é de todos os brasileiros e braZileiros.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador