Justiça Federal no DF manda soltar Joesley Batista e Ricardo Saud

Foto: Agência Brasil

Por Felipe Pontes

Da Agência Brasil

O juiz Marcos Vinicius Reis Bastos, da 12ª Vara Federal de Brasília, mandou soltar os executivos Joesley Batista e Ricardo Saud, da holding J&F – dona do grupo JBS, que se encontram presos preventivamente desde setembro do ano passado.

Joesley Batista está preso na Superintendência da Polícia Federal em São Paulo e Ricardo Saud, na Penitenciária da Papuda, em Brasília.

Na decisão, o magistrado escreveu que a prisão dos dois executivos perdura por mais de seis meses, “prazo muito superior aos 120 dias previstos para a conclusão de toda a instrução criminal e flagrantemente aviltante ao princípio da razoável duração do processo”.

Os executivos estavam presos preventivamente após terem sido acusados pela Procuradoria-Geral da República (PGR) de obstrução de Justiça, por supostamente terem ocultado informações em seus acordos de delação premiada.

A PGR pediu a rescisão dos acordos ao Supremo Tribunal Federal (STF), mas o juiz Reis Bastos ressaltou que as delações ainda não tiveram a respectiva revogação homologada, motivo pelo qual os executivos ainda gozam de imunidade penal, também não podendo, dessa maneira, permanecer presos em decorrência das investigações ligadas ao inquérito de organização criminosa do qual são alvo na Justiça Federal no Distrito Federal (JFDF).

Mesmo soltos, os dois devem usar tornozeleira eletrônica, por força de uma medida cautelar vigente em outra investigação sobre manipulação de mercado financeiro.

Reis Bastos determinou que os dois executivos entreguem seus passaportes. Com a decisão, não restam outros decretos de prisão contra Joesley e Saud, e ambos devem ser soltos. Segundo informações da JFDF, o alvará de soltura deles deve ser expedido ainda nesta sexta-feira, por meio de malote digital, podendo assim ter cumprimento imediato.

Joesley e Saud são alvo do inquérito que investiga a formação de quadrilha no PMDB. Em outubro do ano passado, o ministro Edson Fachin, do STF, mandou descer as investigações relativas aos executivos para o juiz Sérgio Moro, da primeira instância da Justiça Federal em Curitiba, uma vez que eles não têm prerrogativa de foro. Em dezembro, entretanto, o plenário da Corte decidiu que o inquérito deveria ter prosseguimento no Distrito Federal.

9 comentários

  1. Justiça….

    Na Terra da Aberração e do Absurdo, a Vitima Extorquida vai para a cadeia, enquanto o Bandido Achacador e sua Quadrilha continuam soltos com Cargos Públicos.  Qual ´Crime da JBS? Construir Empresa e Marcas Brasileiras, reconhecidas mundialmente e produzie mais de 500.000 Empregos? Vitima do Crime Organizado do AntiCapitalismo de Estado. O Brasil é de muito fácil explicação.  

  2. O referido juiz pode ir se

    O referido juiz pode ir se preparando para responder processo no cnj.

    Ei, as suspeições do Moro não haviam sido pautadas – mais uma vez, entre tantas – para reunião do cnj nesta semana que se acaba?

    Deu em nada novamente? Nada mais li sobre o “causo-carmencita”.

    E a dona carmencita continua sentada sobre a prisão em 2a. instância?

    Ela e seus pruridos de freira, sempre a serviço da globosta e dos golpistas-diversos-ladrões.

    Haja saco aguentar essa estrepolia no stfezinho-de-araque.

  3. E a “Não tenho provas mas vou

    E a “Não tenho provas mas vou condená-lo por que a literatura  (algum livro do Merdal achado no sebo) me permite” acaba de arquivar o processo do Serra pois tem muitas provas (50 + 113 milhões na Suiça) pois a literatura (alguma apostila do cursinho do Gilmar Mendes) lhe permite.

    Se existe Deus, ele só pode ser tucano uai?

  4. Parece que você tá surpreso, não?

    Crime de rico a lei encobre

    O estadio esmaga o oprimido

    Não há direito para o pobre

    Ao rico tudo é permitido.

  5. Caro Nassif
    Serra é um dos

    Caro Nassif

    Serra é um dos muitos golpistas, golpista só prende golpista, quando este trair os demais colegas.

    Os inimgos são: o PT, o povo e os movimentos sociais.

    Estes serão presos.

    AH sim, também, muitos de nós comentaristas ou blogueiros sujos, seguramente estamos nas listas deles.

    Saudações

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome