Moro faz considerações historicamente erradas sobre Watergate, por Leonardo Avritzer

Moro faz considerações historicamente erradas sobre Watergate

por Leonardo Avritzer

Um dos efeitos mais deletérios e humilhantes da operação Lava Jato é o de mostrar como é ruim o conhecimento de história das nossa elites políticas. Depois de escrever absurdos sobre o sistema político italiano pós operações Mãos Limpas, o juiz Moro faz algumas considerações historicamente erradas sobre Watergate. A primeira coisa a ser esclarecida. Não houve vazamento de gravações em Watergate. As gravações no caso foram feitas pelo próprio Nixon. A justiça federal nos Estados Unidos, através do procurador Archbald Cox, requisitou de forma legal as fitas. O juiz Federal John Sirica liberou as fitas para corroborar alguns testemunhos dados por testemunhas na investigação. As fitas não foram divulgadas para a opinião pública na época. Elas apenas foram divulgadas publicamente há alguns anos pela biblioteca presidencial do Nixon. Abaixo o verbete da wikipedia em inglês, já que a parte sobre as fitas não consta do verbete em português. Se alguém pudesse entregar para o Moro melhoria o nível da Lava Jato, pelo menos o conhecimento de história deles.

The Nixon White House tapes are audio recordings of the communications of U.S. President Richard Nixon and various Nixon administration officials and White House staff, ordered by the President for personal records.

The taping system was installed in selected rooms in the White House in February 1971 and was voice activated. The records come from line-taps placed on the telephones and small concealed microphones in various locations around the rooms. The recordings were produced on up to nine Sony TC-800B open-reel tape recorders. The recorders were turned off on July 18, 1973, two days after they became public knowledge as a result of the Watergate hearings.

Leia também:  OAS assina leniência e paga multa bilionária para voltar aos contratos públicos

Nixon was not the first president to record his White House conversations; the practice began with President Franklin D. Roosevelt and continued under Presidents Harry S. Truman, Dwight D. Eisenhower, John F. Kennedy, and Lyndon B. Johnson. It also continued under Presidents Gerald Ford, Jimmy Carter, Ronald Reagan, George H. W. Bush, Bill Clinton, George W. Bush, and Barack Obama. What differentiated the Nixon system from the others, however, is the fact that the Nixon system was automatically activated by voice as opposed to being manually activated by a switch. The Watergate tapes are interspersed among the Nixon White House tapes. The tapes gained fame during the Watergate scandal of 1973 and 1974 when the system was made public during the televised testimony of White House aide Alexander Butterfield. Only a few White House employees had ever been aware that this system existed. Special Counsel Archibald Cox, a former United States Solicitor General under President John F. Kennedy, asked District Court Judge John Sirica to subpoena eight relevant tapes to confirm the testimony of White House Counsel John Dean.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

38 comentários

  1. A ditadura dos idiotas

    Vievemos tempos sombrios.

    Onde estão os intelectuais deste país ??

    Os professores ? Os juristas ??

    Estão com medo do que ?

    Esse juiz Moro sequer sabe escrever um texto sem cometer inúmeros erros de ortografia e gramática.

    Ele também não sabe falar.

    Como esse cara virou juíz ??

    Não sabe escrever, não sabe falar, não conhece história.

    Esses conhecimentos são a ferramenta de trabalho dessa gente.

    Aliás, boa parte de nosso sistema jurídico é formado por militantes e gente sem nenhum preparo.

    ASSUSTADOR ISSO.

    ASSUSTADOR.

    • Cara você foi no ponto….

      é impressionante a incapacidade demonstrada tanto nos inquéritos quanto nos despachos.

      Lendo seus despachos acho que sua mamãezinha, professora de português, deve ter alucinações!

    • É isto mesmo ! ASSUSTADOR ! E

      É isto mesmo ! ASSUSTADOR ! E é o que venho me perguntando : COMO ESSES CARAS VIRAM JUÍZES e/ou PROMOTORES ?!

    • Engenheiros de obras prontas

      Onde estão?!

      Estão, com raríssimas exceções, apalermados nos cargos Universitários.

      Outra coisa certa é que vão deitar teses e mais teses depois do leite derramado.

      Nas “jornadas de junnho” se “acovardaram” com os brados dos donos da comunicação que repetiam: “quem disser que sabe o que está acontecendo é porque não sabe de nada!”

      Se intimidaram pura e simplesmente!

      Agora, logo agora, aos 47 do segundo tempo, vão falar algo?! Só se for para puxar o saco!

      Palermas!

      Pra que servem esses inúteis?

  2. É que ele leu a versão da

    É que ele leu a versão da história do escandalo Watergate narrada por Hegel… Pois é, qualquer Forrest Gump ou Rain Man com capacidade de decorar apostilas pode mandar mais do que presidente da república nesta nossa revivida república de bananas.

  3. sponsored by
    No jornal Washington Post:

    (…)

    Moro has said he learned from foreign corruption investigations, such as Italy’s “Clean Hands” case of the 1990s, which exposed kickbacks in state contracts. His approach also may have been influenced by his exposure to the U.S. legal process, friends say. In 1998, Moro and Gisele Lemke, a fellow federal judge, spent a month in a special program at the Harvard Law School. In 2007, Moro participated in a three-week course for potential leaders sponsored by the U.S. Department of State.

    (…)

    https://www.washingtonpost.com/world/the_americas/brazils-new-hero-is-a-nerdy-judge-who-is-tough-on-official-corruption/2015/12/23/54287604-7bf1-11e5-bfb6-65300a5ff562_story.html

    • inculto

      Depois do curso o menino moro escreveu a tese de mestrado: the book in on the table.

      Mais aindo o Mino Carta já suspeitava de qualquer abilidade na lingua dos seus ancestrais.

  4. Hummmmmmmmmmmm!

    As nossas Elites politicas e não politicas  muitas e muitas vezes não tem conhecimento histórico e são mal intencionadas.

  5. Moro é um

    Moro é um psicopata,dissimulado…eu sei muito bem qual o contexto que ele desejou aplicar.

    Nixon renunciou!

    Foi o que ele a globo se desesperaram na quarta feira para promover…uma manifestação dramatica,que não tive outra saida a não ser Dilma renunciar…

  6. Melhor ficar calado

    Nassif,

    avisa o dr. Sérgio Moro que existem tradutores automáticos capazes de dar uma ideia do que trata o texto em inglês.

    Agora, se ele for tomar decisões com base em traduções automáticas, vai acontecer a mesma coisa: ele vai falar o contrário do que está escrito.

    Melhor é ficar calado pra não falar besteira.

    Pobre Brasil que tem juiz que se mete a entender inglês e fala melda ;(

  7. Juiz Justiceiro cita qualquer coisa

    O juiz Justiceiro do Paraná, o herói dos coxinhas e dos analfabetos políticos, cita qualquer coisa para justificar o ato criminoso dele de grampear e divulgar conversa da presidenta da República. Com isso, ele escancara a enorme ignorância dele a respeito de um fato histórico relevante dos EUA, país que, provavelmente, ensinou a ele alguns métodos que empregou na “Vaza a Jato”. Falando em “Vaza a  Jato” , é salutar que os delegados federais aecistas ponham a barba de molho, pois o Ministro da Justiça avisou: se houver vazamento, troca toda a equipe. Voltando ao “Justiceiro do Paraná”,  a única coisa na qual ele demonstrou desenvoltura e conhecimento pleno foi na utilização da mídia conservadora para quem, sistemática e seletivamente, eram vazadas informações sigilosas com o objetivo de promover o linchamento midiático de acusados. Moro é um produto da maior sabotadora da Democracia, a Rede Globo de Televisão.

  8. Vamos aos fatos

    Apesar da arrogância do autor “sabe-tudo”, não foi bem isso que se passou.

    Primeiramente o Juiz Federal Sérgio Moro não citou Watergate, citou United States vs Nixon (1974).

    O contexto da citação foi o direito a confidencialidade absoluta alegada por Nixon para não entregar os áudios, e aí não importa quem os gravou, e também alegado por Dilma e alguns supostos “juristas”.

    A saber :

    “Ademais, nem mesmo o supremo mandatário da República tem um privilégio absoluto no resguardo de suas comunicações, aqui colhidas apenas fortuitamente, podendo ser citado o conhecido precedente da Suprema Corte norte-americana em US v. Nixon, 1974, ainda um exemplo a ser seguido”. 

    A decisão da superma corte não deixou nenhuma dúvida quanto a impossibilidade de um mandatário ter esse direito de confidencialidade absoluta :

    Neither the doctrine of separation of powers nor the generalized need for confidentiality of high-level communications, without more, can sustain an absolute, unqualified Presidential privilege of immunity from judicial process under all circumstances.

    https://supreme.justia.com/cases/federal/us/418/683/case.html

     

    E ainda por cima, nesse lance genial, o Juiz Federal Sérgio Moro deu o caminho das pedras para o STF.

     

    Passa a conta e fecha a régua.

     

     

     

    • Uma coisa é uma coisa…

      Tudo isso seria maravilhoso se fizesse parte de uma decisão do STF, sobre o uso ou não uso da gravação.

      Um ministro do STF usar esse precedente americano, vai lá.

      Moro, no entanto, usou a decisão americana para justificar um atropelo que cometeu.

      E, provavelmente sem querer, falou de corda em casa de enforcado: Nixon queria, além de pegar documentos, também “grampear” o escritório do Partido Democrata em Watergate. Ele, pois, era o grampeador.

      Não consta que o ex-presidente americano tenha sido grampeado e tido suas conversas vazadas por um juiz de primeira instância.

      Moro e seus companheiros da força tarefa da Lava Jato talvez conversem de vez em quando pelo telefone, entre si e com diversas outras pessoas e autoridades, o que é absolutamente normal. Será que sobreviveriam a alguns grampos? 

       

      • OMG

        Vou até relevar seu total desconhecimento de United States vs Nion, 1974.

        Mas você achar que o Juiz Moro conversa por telefone com membros da PF e do MPF sobre qualquer coisa referente aos processos que correm na vara do Juiz, é cômico.

        E você acha que seria “absolutamente normal” , é tragicômico.

        • OMD (porque eu sou brasileiro e falo portguês)

          Vou até relevar seu total desconhecimento de United States vs Nion (sic), 1974. (CFD)

          Mas você NÃO achar que o Juiz Moro conversa (por telefone comum com muito cuidado pois sabe dos riscos) com membros da PF e do MPF sobre qualquer coisa referente aos processos que correm na vara do Juiz, é cômico.

          E você acha que NÃO seria “absolutamente normal” , é tragicômico.

    • O sabe pouco e pensa nada voltou? Comemorando gols?

      Acho que o garoto (José CB = Jose Carlos Brandes?) assessor-protetor e porta voz do juiz ticeiro e Ilegal fofoqueiro político e insuflador popular do Paraná, reaparece “sob nova direção”?… Vamos pacientemente retrucá-lo sem “recorta-e-cola” da Internet:

      1) US x Nixon tem tudo a ver com Watergate, pois foi uma processo sobre a negativa à solicitação das gravações para serem utilizadas como prova naquele processo. Como Nixon se negou, abriram um “subprocesso” para prosseguir com Watergate. Ou seja, se não houvesse Watergate não teria havido USxNixon.

      2) Dizer que “não importa quem gravou” é tão estúpido quanto dizer que uma fita de sexo filmada pelo próprio casal e mantida apenas para uso privado deles é a “mesma coisa” que o vizinho esconder uma câmera no quarto do casal e depois fazer uma sessão para o condomínio no salão de festas, pra não falar em colocar no Youtube com propaganda do filme no horário nobre … Esse Zé CB não pode ter um cérebro com mais do que 50cc….

      3) Diferentemente de Dilma, sobre quem não paira sequer investigação legal (que é diferente de grampo,e espionagem), Nixon estava no olho do furacão de WATERGATE (o processo que pediu as gravações), pois tinha sido dedurado por um seu assessor (Haldeman), que era um do poucos que sabia do “sistema”, e não executou o pedido de Nixon (anterior ao pedido da Justiça) para “queimá-las”. Tivesse feito isso e Nixon não teria prejuízo criminal, apenas politico, atenuado por ter um bode expiatório que as teria queimado. Afinal as fitas eram “dele” e ninguém sabia de seu conteúdo

      5) Nixon não alegou um “direito à confidencialidade”, foi muito mais do que isso: alegou que não poderia ser intimado pela Justiça (além de dizer mentirosamente que havia informações de segurança nacional).

      6) Diferentemente de Moro, as fitas afinal cedidas NÃO FORAM TORNADAS PÚBLICAS, pois além de serem confidenciais e privadas da Presidência e da Casa Branca e só interessavam ao processo (que era de enorme interesse público!). Aqui, a lei é semelhante mas o juiz ticeiro e fofoqueiro-insuflador politico do Paraná resolveu, monocratica e ilegalmente divulgá-la ao mundo! Por que? Por que ele “acha que”…

      Enfim, meu caro assessor do juiz ticeiro politico futriqueiro que já causa gravíssimos (e desnecessários) danos ao país e à ordem institucional e social, dir-lhe-ei o que um “colega do MP” vomitou hegelianamente:

      Vai catar coquinho!

       

      PS: Quanto ao “lance genial”: em partidas ganhas com penalty roubado pelo juiz em lance inexistente, é assim mesmo: torcedores fanáticos e burros fazem a festa! O que importa é o time dele ganhar. Phoda-se o futebol…

    • Vamos aos fatos

      Só tem um detalhe. Lá nos US, foi a Suprema Corte que liberou os áudios, e até onde eu sei, Moro ainda é um juiz de 1ª instância que pensa ser ministro do STF. Caso típico de magalomania.

    • Negativo. No caso Nixon (e

      Negativo. No caso Nixon (e Delcídio) o que houve se chama gravação clandestina, em que o interlocutor grava a sua própria conversa com terceiros, no caso os auxliares do Nixon. No caso da Dilma o Moro gravou uma conversa de 3os, se chama interceptação telefônica. Avisa lá o Moro delinquente que esse ano ainda vai ter Enem para Direito.

  9. Estupro da Historia
    George Orwell (1984) nos ensina que: QUEM CONTROLA O PRESENTE, CONTROLA O PASSADO. QUEM CONTROLA O PASSADO, CONTROLA O FUTURO.

  10. cade os revoltados online que

    cade os revoltados online que vinham se informar neste blog de esquerda?

    Sairam para dar o golpe ou estão com vergonha do juiz tucano que não respeita a constituição?

     

  11. Ignorância à jato

    Este pessoal da vaza a jato é ignorante mesmo; já deu provas disto em mais de uma ocasião, como quando confundiu hegel com engles, etc.

    Por que o Juiz Moro deve ser destituído de seu cargo

    Ao tornar públicas gravações que deviam ter sido mantidas em sigilo, jogando ainda mais “lenha na fogueira” e agravando a crise política, Moro escancarou as suas reais intenções.
    O interesse público pela informação não deve prevalecer sobre  a presunção de inocência. 
    Quando isto ocorre pelas mãos de um Juiz, mostra que este senhor quer, apenas, ver sua opinião  fortalecida pela opinião pública.
    E isto é crime!…
    Juiz não pode ter ou fazer uso de opinião em seus julgamentos.
    E os senhores do STF não podem se deixar induzir e basear seus julgamentos em conversas privadas ao telefone.
    O Juiz Moro deve ser destituído do seu cargo.

    Assine a petição

    https://secure.avaaz.org/po/petition/CNJ_Conselho_Nacional_de_Justica_Destituicao_do_cargo_de_Juiz_Federal_do_Dr_Sergio_Moro/?kHoNzab

  12. Opiniões

    Moro desconhece Watergate, Mãos Limpas. Mas josé Padilha disse :” não há nada de propriamente político em corrupção: é crime , ponto.”  O mesmo cineasta também afirmou: “,,,a intelectualidade de esquerda vive em estado de negação quando confrontada com os fatos levantados na Lava-Jato”

     

  13. deficit de letramento

    o que esperar do grande 1ª instancia sergiu r$ 87 mil moro, que escreveu uma tese academica sobre a italia sem saber uma palavra em italiano? trabalhar com fontes de segunda mao dah nisso: ideias de segunda linha e manipulacao!

  14. Operação Mãos Limpas, Escândalo Watergate. . .

    Operação Mãos Limpas, Escândalo Watergate, as atitudes megalômanas, seu jeito esquisito de olhar e de procurar holofotes, me levam a acreditar que o juiz Moro é um bipolar nato. Ou, como dizem no nordeste: “Pode não ser do ofício, mas carrega as ferramentas”.

  15. Gazetearam as aulas de história

    Mais um que faltou as aulas de história ou não prestou atenção ou não entendeu.

  16. É só o STF tirar o Lula do Moro

    Mudando 1 pouço de assunto, se o STF tirar o lula do Moro, a lava-jato toma rumo. Eu gostei do Duque ser preso por tentar movimentar $$$, de bilionário corruptor ser preso pela 1ª vez (será ótimo se ele entregar as corrupções do tempo FHC).

    Não sei porque, mas ele (e todo coxinha) erra muito com lula e Dilma, quem discute a prisão de Duque após movimentar $$$ ?

  17. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome