O relatório da participação do BTG no sistema previdenciário do Chile

Proibida de escrever sobre o tema, publico um dos relatórios usados na reportagem "Quanto ganha o BTG com os aposentados no Chile e o fim do discurso do Banco Mundial"

Foto: Patricia Faermann/GGN

Jornal GGN – A reportagem Quanto ganha o BTG com os aposentados no Chile e o fim do discurso do Banco Mundial, uma das censuradas e que motivaram o processo pelo BTG Pactual, integrou o especial sobre o sistema de aposentadoria privado no Chile, chamado de AFP.

Impossibilitada de seguir escrevendo sobre o tema, apresento o estudo “AFP para quem? Aonde são investidos os fundos de pensão no Chile”, produzido pela Fundação Sol, um entre as dezenas de documentos utilizados na investigação do especial.

As informações sobre o grupo BTG Pactual estão disponíveis nas páginas 11, 24 e, principalmente, a página 30 (tópico Grupos Multinacionales de Capital Extranjero – Ficha N° 3 – 3.19. Grupo BTG Pactual):

IBV15-AFPGGE-1-1 (1)

 

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  STF não pode agir por "paixão política ideológica", diz Marco Aurélio sobre Bolsonaro

2 comentários

  1. Conversando com um ser que trabalha no setor jurisprudencia, no pais, ele disse:”Ta ficando mais e mais dificil manter integridade na funcao. Estamos perdidos e a constituicao ja era.”

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome