PF insiste em confusão dos apartamentos 141 e 174 no Guarujá

 
Jornal GGN – Em um dos trechos do inquérito contra o ex-presidente Lula e dona Marisa, o delegado da Polícia Federal sustenta ato de falsidade ideológica por informarem que a cota-parte que o casal detinha no edifício Mar Catábrico, quando ainda era de responsabilidade da Bancoop, era a unidade 141 e não a 174-A, apontada pelos investigadores.
 
Entenda: Inquérito contra Lula apela com exposições, falta de provas e ilações
 
A confusão se dá porque a Bancoop era a responsável pela construção do edifício. Á época, o ex-presidente Lula e dona Marisa eram cooperados e pagavam as chamadas “cotas-parte”, que asseguravam a compra de um dos apartamentos do condomínio. Naquele momento, o imóvel do edifício Mar Catábrico destinado a eles era o apartamento 141.
 
A Bancoop faliu e a empreiteira OAS assumiu a continuidade das obras, modificando inclusive o nome do edifício, que passou a se chamar Solaris. Naquele momento, Lula e Marisa deveriam decidir se desistiriam ou não da compra do imóvel, mas simplesmente não se manifestaram. Apesar de não seguir pagando as cotas-partes, supostamente continuaram com o direito de adquirir uma unidade do condomínio no Guarujá, por já terem investido R$ 179 mil em cotas-parte. 
 
“Quando o empreendimento Mar Cantábrico foi incorporado pela OAS e passou a se chamar Solaris, os pagamentos foram suspensos, porque Marisa Letícia deixou de receber boletos da Bancoop e não aderiu ao contrato com a nova incorporadora”, explicou o Instituto Lula ainda em janeiro deste ano.
 
Por este motivo, perderam a unidade 141, vendida a outro comprador. Ainda em dúvida se adquiriam ou não o apartamento, a OAS, então, decidiu oferecer ao casal um triplex, que foi a união dos apartamentos 164-A e 174-A, inicialmente fora da planta da Bancoop, mas modificada pela empreiteira quando adquiriu a sequência da construção.
 
Essa tese foi defendida pelos promotores de Justiça de São Paulo, quando denunciaram o ex-presidente Lula a nível da Justiça Federal de São Paulo, em 9 de março deste ano. Para isso, usaram testemunhas de moradores do edifício, faltando também documentos formais.
 
O tal documento foi agora apresentado pelo delegado Márcio Adriano Anselmo, no inquérito concluído. Mas a teoria é a mesma defendida pela criticada peça dos promotores de São Paulo.
 
Uma perícia realizada na “proposta de adesão” do imóvel, apreendida em buscas na residência do ex-presidente, em março, quando Lula também foi levado a prestar depoimento coercitivamente, o documento mostra uma rasura do número 141 sobre o número 174. Os investigadores concluíram que Lula estaria tentando mentir que houve o pagamento dessa cota-parte e que o apartamento destinado a ele sempre foi o 174.
 
 
Mas a rasura, que pode ter sido feita depois de a OAS oferecer a proposta de aquisição do triplex, não comprova nada.
 
Um “Termo de Adesão e Compromisso de Participação” com a Bancoop – Habitacional dos Bancários de São Paulo, assinado em abril de 2005, que foi o primeiro documento assinado e que comprovava o interesse de Lula e de sua esposa no apartamento, traz a identificação: Empreendimento – Nome: Residencial Mar Cantábrico / Tipo: 3 dormitórios AP. 141 Ed. Navia.
 
 
Outros documentos de comprovantes das cotas-partes foram apresentados aos investigadores, mostrando que o imóvel da obra em construção destinado ao casal era a unidade 141.
 
 
Em nota oficial em janeiro deste ano, o Instituto Lula assumiu que o casal tinha a intenção de seguir com a compra do outro apartamento oferecido pela OAS, o triplex 164-A e 174-A. Mas optaram por desistir pelas “notícias infundadas, boatos e ilações romperam a privacidade necessária ao uso familiar do apartamento”, em 2015.
 
Leia aqui e aqui o inquérito da Polícia Federal que indicia o ex-presidente e dona Marisa.
 
 

26 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Alan Souza

- 2016-08-29 13:59:43

No caso de D. Marisa pior ainda
Que a turma da Lava-Jato queira confundir presidente da República com servidor público, bizarro mas possível, para operadores do direito muito ruins. Mas D. Marisa era primeira-dama, função meramente cerimonial, que não ocupa qualquer cargo. Aí não forçaram a barra, quebraram mesmo!

Almeid

- 2016-08-27 16:24:16

Marfig "era funcionário

Marfig

"era funcionário do.."

pelo que eu me lembre ele era assessor de deputado na Assembléia Legislativa de MG, recebia do poder público daquele Estado . 

Jorge Luis

- 2016-08-27 16:23:17

Deve ser o primeiro caso da

Deve ser o primeiro caso da história onde a "vantagem indevida" é recebida QUATRO ANOS após um eventual ato de ofício que o corrupto possa ter praticado.

alexis

- 2016-08-27 16:11:06

Boa!

rs, rs, rs

Jorge Luis

- 2016-08-27 15:04:35

Sendo de esquerda, eu diria

Sendo de esquerda, eu diria que tem 0% de chance de você conseguir o triplex, mas a possibilidade de ser indiciada por ocultação de patrimônio, mesmo sem ganhar o apartamento, é bem maior.

Jorge Luis

- 2016-08-27 15:01:19

Humm. Interessante. Obrigado

Humm. Interessante. Obrigado pelo esclarecimento.

Também Dona Marisa e Paulo Okamoto foram indiciados pelo mesmo crime, sem nunca terem sido funcionários públicos federais.

Alan Souza

- 2016-08-27 14:10:21

Lula nunca foi funcionário público

Presidente da República é cargo político, não é funcionário público, que é um empregado do Poder Executivo. O Presidente é membro de poder. É mais uma das definições básicas de direito Constitucional/Administrativo, que a turma da Lava-Jato ignora de propósito.

O crime nesse caso, se houvesse um da parte do Lula, seria de responsabilidade, de acordo com o disposto na Lei 1079/1950, art. 9º, possívelmente o inciso 7.

Messias Franca de Macedo

- 2016-08-27 11:54:29

  O meme que a Globo divulgou

 

O meme que a Globo divulgou como o que seria um grande achado da Polícia Federal
Cadeia é pouco!
Para o autor do meme!
E para os bandidos mafiosíssimos Marín(ho) das organizações Globo
http://www.ocafezinho.com/wp-content/uploads/2016/08/Untitled-4.jpg

 

FONTE [LÍMPIDA!]: http://www.ocafezinho.com/2016/08/26/a-pf-foi-enganada-por-uma-crianca-de-cinco-anos-vale-tudo-contra-lula-e-dilma/

 

Messias Franca de Macedo

- 2016-08-27 11:53:14

  … Quando a PF gosta de ser

 

… Quando a PF gosta de ser enganada!
Ou gosta de enganar?
***
Observe-se o contorno do rosto que destacamos com duas linhas amarelas abaixo. A impressão que dá é que foi feito um recorte com tesoura, colado em seguida sobre o fundo branco da geladeira. Será apenas o efeito de uma resolução muito baixa? Ou a resolução está muito baixa para encobrir uma edição que, de outro modo, ficaria evidente?

http://www.ocafezinho.com/wp-content/uploads/2016/08/Foto-com-contorno-em-amarelo.jpg

alexis

- 2016-08-27 11:21:21

Campanha...

Sugiro a seguinte campanha: O APARTAMENTO É MEU!

Desde já eu reclamo para mim o apartamento e afirmo que é meu.

(quem sabe fico com ele, adoro viajar para a praia)

Messias Franca de Macedo

- 2016-08-27 11:17:50

  "OS GOLPISTAS SÃO

 

"OS GOLPISTAS SÃO SENSACIONAIS!"

Entenda-os!

Risos

 

$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

 

PARA TENTAR SE SAFAR DIANTE DE MORO, GIM DIZ QUE APOIOU AÉCIO EM 2014

 

“Todo mundo pensava que eu era próximo do PT, que eu era da base do governo, não senhor eu apoiei foi o Aécio Neves, fiz esse enfrentamento na eleição de 2014”, afirmou o ex-senador Gim Argello, que foi preso sob a acusação de achacar empreiteiros

27 DE AGOSTO DE 2016 ÀS 07:03 


Brasília 247 – Ao depor diante do juiz Sergio Moro, o ex-senador Gim Argello usou uma estratégia inusitada. Disse que "até apoiou" o senador Aécio Neves.

“Todo mundo pensava que eu era próximo do PT, que eu era da base do governo, não senhor eu apoiei foi o Aécio Neves, fiz esse enfrentamento na eleição de 2014”, afirmou.

Preso na Operação Vitória de Pirro, 28ª fase da Lava Jato, Argello deu seu depoimento na ação penal em que é acusado de extorquir empreiteiros para evitar a convocação dos executivos nas duas CPIs da Petrobras, uma no Senado e uma Mista no Congresso.

 

FONTE: http://www.brasil247.com/pt/247/brasilia247/252015/Para-tentar-se-safar-diante-de-Moro-Gim-diz-que-apoiou-A%C3%A9cio-em-2014.htm

 

 

Hcmagalhaes

- 2016-08-27 03:57:07

Avisem a estes bobos

Avisem a estes rapazes: fazer política com inquerito criminal é crime. Mais cedo ou tarde vai dar cadeia, para eles.

Outro aviso à globo: "apagar" pessoas envolvidas em atos públicos, como a olimpíadas, é facismo espresso, mais cedo ou tarde vai dar cadeia.

PauloBR

- 2016-08-27 01:24:26

A lista do churrasco...

E no site do antagonista, digo, anta golpista, a foto de uma lista de convidados de um churrasco no tal sítio em Atibaia, encabeçada pelo casal Lula e Dilma, vira prova de que Lula é o proprietário. Com certeza, se algum dia a Polícia Federal organizar um churrasco com a presença de um ex-presidente, jamais irá colocá-lo no topo da lista. Com certeza... Onde já se viu colocar os nomes mais importantes acima dos demais convidados? Prova insofismável, dirão os asininos...

ramao

- 2016-08-27 01:24:26

Coitados

Coitado desse povo inocente e, sem cultura.

marcio Barretos santos

- 2016-08-27 01:21:42

Aposentadoria de anistiado

Aposentadoria de anistiado politico, aposentadoria de presidente, aposentadoria de deputado, palestrante pelo mundo afora, parece fundação de jogador de futebol, sera que paga imposto?, Pena que sou assalariado. Chupa que é doce

Jorge Luis

- 2016-08-27 00:03:16

Chega a ser engraçado terem

Chega a ser engraçado terem indiciado Lula e Dona Marisa por corrupção passiva, crime que obrigatoriamente é realizado por funcionário público.

No caso de Lula, as supostas "vantagens" recebidas datam de 2014, mas Lula não é mais funcionário público desde 2011. Já Dona Marisa, nunca foi.

Isso é que eu chamo de ginástica digna de medalha de ouro.

Edna Baker

- 2016-08-26 23:48:34

Adorei o fdps. Esses caras

Adorei o fdps. Esses caras nāo merecem outra coisa.

Celso Paulo da Silva

- 2016-08-26 23:16:25

Desculpe Henrique, mas quem

Desculpe Henrique, mas quem cala consente. Se há policiais verdadeiramente corrretos, eu acredito que existam, devem denunciar a mau-caratismo dessa corja que estão todos os dias na mídia dando falsas declarações bombasticas contra corruptos, quando na verdade estão é fazendo política partida´ria da pior espécie.

JB Costa

- 2016-08-26 23:13:39

Isso é que é "aparelhamento

Isso é que é "aparelhamento das instituições para fins políticos". Tentam, por todas as formas, incriminar um cidadão através de um rame-rame sem sentido algum e à revelia da montanha de argumentos plausíveis acompanhados de provas materiais. 

Espero que num hipotético terceiro governo de Lula ocorra uma assepsia nessas instituições que hoje abusam das suas prerrogativas por ânimo político. 

Isso não é combate à corrupção coisa nenhuma: é uma cruzada de cunho discricionário. 

MarFig

- 2016-08-26 23:12:15

O helicóptero era do

O helicóptero era do Pórrella, o piloto era funcionário do Pórrella, mas para a PF a droga não era do Pórrella.

O apartamento nunca foi do Lula, o Lula nem ninguém da sua família nunca morou lá, mas para a PF o beneficiário da reforma foi o Lula.

É revoltante pagar os salários desses fdps.

anarquista sério

- 2016-08-26 23:10:17

Confusão.Nassa

Confusão.Nassa ?

 OHHHHHHHHHHHHHH

É MESMO, É ?

Jura mesmo que vc acha que esse apto nao era um mimo pro LuLA?

e ATENÇÃO 

 aLGUÉM dá mimo sem contrapirda ?

Nem vc lendo os documentos que coloquei ?

MAS o ponto nem é esse , é outro.

Só nas vésperas do julgamento que essas VERDADES vem a tona. Por que será ?

    Foque nisso, Nassa  e nãosobre a veracidade dos fatos.

       É tudo calculado---embora verdadeiro.

Edi Passos

- 2016-08-26 23:09:05

Pois é,

mas onde estão os verdadeiros Policiais Federais que não fazem nada para desmontar a farsa? Um Delegado de Curitiba tentou trazer à baila os fatos criminosos dos grampos ilegais, mas como ficou sozinho, transformaram-no em investigado também!

rita scaramuzzi

- 2016-08-26 23:07:35

esse papo do triplex e sitio

esse papo do triplex e sitio já cansou. a midia devia arranjar um pavão, ou quem sabe um faisão, ou quem sabe um risoto...

Marcos Antônio

- 2016-08-26 22:44:18

Até Self vale...

Usaram um self feito com o LULA como prova de que ele conhecia o empreiteiro...

Self pode dar dinheiro e livrar da CADEIA, que o diga Ulsan Bolt...

Junior Sertanejo

- 2016-08-26 22:40:44

Tiro Curto.O meu amigo

Tiro Curto.O meu amigo Ricardo Kotscho,apos  ter sido curado do virus da senilidade,trocou o Datafolha pelo Ibope,ao anunciar a vitoria dos candidatos do PRP,na disputa pela Prefeituras de Sao Paulo e do Rio de Janeiro.Ha fortes suspeitas de que tenha tido uma recaida.Desta vez o virus contraido foi o mesmo que deixou o Senador Cristovam Buarque enfermo.

Henrique Finco

- 2016-08-26 22:33:44

Não é a Polícia Federal

Quem está agindo desta forma não é a Polícia Federal: são algumas pessoas que não merecem ser chamadas de policiais.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador