PF prende Joesley Batista e ex-ministros da Agricultura

Foto: EBC
 
Jornal GGN – Joesley Batista, empresário da JBS e outros grupos, o vice-governador de Minas Gerais Antonio Andrade (MDB), o deputado João Magalhães (MDB) e o ex-ministro Neri Geller (PP) foram presos pela Polícia Federal na manhã desta sexta (9), no âmbito da Operação Capitu.
 
A operação investigada suposto esquema de corrupção no Ministério da Agricultura entre 2014 e 2015. Andrade e Geller foram titulares da pasta durante o governo Dilma Rousseff.
 
Ricardo Saud, ex-diretor da J&F (a holding que controla a JBS) também é alvo da PF, em sua residência em São Paulo. As informações iniciais dão conta de que ele deverá ser levado à sede da Polícia para prestar depoimento.
 
O advogado de Joesley, Pierpaolo Bottini, disse à Folha de S. Paulo que a prisão do empresário não faz sentido porque seu acordo de delação premiada na Lava Jato ainda segue firme e os fatos narrados nesta nova investigação são desdobramentos produzidos em seu termo de colaboração.
 
A prisão decretada é temporária e a defesa acredita que ele poderá sair quando encerrar os esclarecimentos necessários. Joesley e Saud teriam colaborado nessa operação com 3 depoimentos cada um e apresentação de planilhas e outros documentos.
 
A operação da PF se estende por São Paulo, Minas, Rio de Janeiro, Paraíba e Mato Grosso. São 63 mandados de busca e apreensão e 19 de prisão temporáriva, expedidos pelo TRF-1.
 
“Segundo a versão da PF, a operação é baseada na delação de Lúcio Funaro (apontado como operador financeiro do MDB), que disse que havia um esquema de distribuição de suborno pela JBS para políticos do MDB e servidores dentro do Ministério da Agricultura, na gestão de Antonio Andrade”, publicou a Folha.
 
Em troca de propina, medidas que beneficiariam os empresários, como licenciamentos e normas que, na prática, eliminaram a concorrência da JBS no mercado de carnes, foram aprovadas.
 
A JBS teria repassada R$ 7 milhões ao MDB na Câmara, em propina negociada com Eduardo Cunha. Além disso, a empresa doou ilegalmente a Cunha R$ 30 milhões para sua campanha eleitoral.
 
Em troca, o Ministério da Agricultura regulou a exportação de desposos, poribiu o uso de um remédio de longa duração que combate verminosos e parasitas e federalizou as inspeções de frigoríficos.
 
Os alvos da operação podem ser denunciados por organização criminosa, obstrução de Justiça, corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro.
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Aberto novo PAD contra desembargadora do Rio que divulgou boatos contra Marielle

6 comentários

  1. Enquanto isso ROCHA LOURES ta

    Enquanto isso ROCHA LOURES ta livre da tornozeleira

    Parece que aquelas gravações do Joesley que escancararam o GOLPE (com Temer, Congresso, STF e tudo) ta saindo caro pra ele  ..e barato pra todos os denunciados, incluso togados 

    sem entrar no mérito da culpa  ..mas acho melhor ele pedir desculpas e se valer da LEI ONIX Lorenzoni

    mais…

    Só espero que o BRASIL não abra mão deste conglomerado econômico JBS, assim como fez com o patrimônio de EIKE que hoje vive, só que na mão de fundos estrangeiros, ou dos Odebrecht, e que agora tb ensaiam fazer com o de ABILIO DINIZ

    Os Americanos, Europeus e chineses estão doidinhos pra por a mão nestes negócios, assim como já vem fazendo com a pré sal, e já fizeram ao longo desta ultimas décadas tb em demais setores (tipo agro business, leite, queijos e derivados, massas e biscoitos, auto peças, bebidas, fertilizantes, máq. agrícolas, doces e salgados, atacado, varejo, planos de saúde, telefonia, o pouco que se tinha de motos e automobilística etc)

  2. O Temer de Minas

    SÓ UM ESCLARECIMENTO: ESSE VICE-GOVERNADOR É CRIA DO TEMER. JÁ HAVIA ROMPIDO COM O PIMENTEL E O PT DESDE O INÍCIO DO GOVERNO. AGORA, É DA TURMA DO FARSANTE BOÇALNARO, JÁ QUE ESTÁ COM TEMER.

     

    “O vice-governador de Fernando Pimentel (PT) é conhecido como “Temer de Minas”, pois traiu o governador e, em articulação com Aécio Neves, tentou -sem sucesso- aprovar um impeachment na Assembleia Legislativa.”

  3. ANTICAPITALISMO DE ESTADO

    Empresa genuinamente Brasileira, onde os Cargos de Comando e Produção, toda Estrutura Diretiva é exercida por Brasileiros. Os Melhores Salários. Líder do Mercado Mundial. Marca que leva o Nome do Brasil para todos cantos do planeta. EMPREGOS de mais de 550.000 Brasleiros. MultiNacionais Estrangeiras se esbaldam com o Estado Brasileiro combatendo seu próprio Povo, Economia e Interesses.  País onde 98% das grandes Empresas são MultiNacionais Estrangeiras. Existe alguma sendo citada nas Perseguições Polixiais? Existe algum Diretor ou Dono de Empresas Estrangeiros sendo escurraçados? Pobre país rico. Miséria de muito fácil explicação.   

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome