TCU quer saber se Lava Jato usou equipamentos de grampo no Paraná

Dantas determinou ainda que o Ministério Público Federal informe todos os equipamentos que foram adquiridos nos últimos anos em todo o Brasil para gravação e interceptação

Jornal GGN – O Tribunal de Contas da União (TCU) entra na investigação sobre a denúncia de que a força-tarefa da Operação Lava Jato comprou e usou aparelhos de interceptação telefônica que depois sumiram. A informação é de Monica Bergamo, na Folha.

O ministro Bruno Dantas determinou diligências para saber se a informação procede. É ele que relata o caso no tribunal.

Dantas determinou ainda que o Ministério Público Federal informe todos os equipamentos que foram adquiridos nos últimos anos em todo o Brasil para gravação de ramais internos ou de interceptações telefônicas.

No entanto, Dantas recusou e arquivou o pedido do procurador Lucas Furtado para que se investigasse os critérios de distribuição de processos da força-tarefa do Paraná.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Vítima de criminalização, professor universitário do Pará é absolvido de acusação feita pela Vale

1 comentário

  1. Nassif: não vai dar em nada. Tão dizendo que quase todos os aparelhinhos usados pelos aloprados do sul chegaram via mala diplomática, sem rastro. Era só passar na Embaixada dos donos do Quintal onde moramos e levar pros GogoboysCuritibanos. E eles nem escutavam aqui as gravações. Mandavam pra “interpretação” da CIA, que filtrava e devolvia pra eles a macaxeira já descascada. Era só montar o PowerPoint. Dia desses já te disse os “garotos” cumpriam ordens das Agulhas. Você acha que o KhmerVerda vai deixar seus pausmandados à beira da estrada, como fez o Partido do CarcamanoDaMoóca com PauloMoreninho? Tome tento. Você precisa para com essa mania de sonhar…

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome