Gilberto, Darcy e a semiótica no LIDE, por Rui Daher

Gilberto, Darcy e a semiótica no LIDE, por Rui Daher

Viva Sérgio Porto e Ivan Lessa!

Tenho que a leitura que hoje em dia mais me agrada são as colunas do sociólogo e professor da Federal de Juiz de Fora, Gilberto Felisberto Vasconcellos, na revista Caros amigos.

A mais recente tem o título “Darcy Ribeiro Piccoloburguese Petucano Conciliador Republicano”. Quem não se assustaria? Ainda mais eu, que já confessei ter longas conversas com o espírito de Darcy na Redação do BRD e sucursal no FB, O Fígado Diário.

Não dura muito tempo o espanto. Já no primeiro parágrafo ele reconhece a galhofa provocativa: “Na verdade, foi Darcy Ribeiro revolucionário, nacionalista, anti-imperialista, inconformado com a miséria da Pátria grande, com a classe dominante perversa, denunciando os intelectuais vendáveis e os burocratas ladinos”.

Precisaria mais? E vocês ainda estranham quando conto de suas aparições em nossa Redação.

Gilberto é assim em seus textos. Anárquico, debochado, não tem medo de fazer firulas com as palavras, nunca deixará você se acomodar. A cada parágrafo introduzirá uma sacada para fazer pensar: “Será? O que esse cara tá falando? Louco ou gênio”? Apresentará uns caras fora da digitação atual, politicamente correta e comportada.

Agorinha mesmo, lembrou o pensador católico Tristão de Athayde, o hegeliano Álvaro Vieira Pinto, Gunder Frank, Ruy Mauro Marini. Livros que passaram em minhas mãos, sim, livros, livros e livros, não sketches digitais.

E que não se pense que Gilberto apenas cumpre loas à esquerda.  Alfineta ícones como Glauber, Brizola, Dilma, e o próprio Darcy. Para a direita reserva Mentira y Safadeza, solamente.

Percebem meu cansaço leitor? Estufei. Monotonia mata, melhor cagá-la antes. O “Tá na Cara” de nosso momento político atual precisa mesmo de tantos artigos e análises, que pioram muito quando suposta esquerda na oposição? Tudo é batido no liquidificador da Ciências Sociais e vira suco de qualquer nota com déjà vu. Mesmo líquido, não se desmancha no ar, e começa a empanturrar, empapuçar.

Sempre, no entanto, há salvação.

Leia também:  Canção da Partida, por Gustavo Felicíssimo

Para melhorar a criatividade nas escritas digitais, aventureiros deveriam procurar o LIDE, Grupo de Líderes Empresariais, trazido ao Brasil pelo atual prefeito de São Paulo, Doriana Júnior.

Em 17 de abril, realizará um debate-almoço com Alexandre de Moraes, ministro do STF.

Não só. Nestor e Pestana descobriram que lá está sendo ministrado um curso de semiótica. Na primeira aula, um aluno (não digo o nome por medo de processo) ao ser informado da ciência que estuda signos, linguagens e acontecimentos culturais como fenômenos produtores de significado, pôs-se a rir desbragadamente.

Interrogado sobre os motivos de tanto riso, tanta alegria, esclareceu:

– Quando li o nome do curso pensei que iríamos tratar de óticas que para não falir precisaram abrir uma tinturaria na outra metade da loja. Sabe né, “papi” é dono de uma.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

11 comentários

  1. O professor Gilberto Felisberto Vasconcellos

    Grande alegria ter tido a oportunidade de conhecer o professor Gilberto Felisberto Vasconcellos. Já era assíduo leitor de suas colunas na CAROS AMIGOS até o dia em que minha irmã, graduanda em Ciências Sociais e bolsista do professor Gilberto na UFJF, me apresentou a ele. Fiz a tradução do protuguês para o inglês de dois de seus artigos. Conversamos no seu gabinete lá na Universidade. O professor Gilberto tem um pensamento pra além do nosso tempo. É um intelectual no maior dos significados da palavra. Ele incomoda. E é esse o papel de um intelectual: incomodar.

  2. Fantástico! Sua palavra é

    Fantástico! Sua palavra é singular, e ai de quem não souber colocá-la no devido lugar: Viverá a flutuar.

  3.  
    Doria(na) tá usando o LIDE

     

    Doria(na) tá usando o LIDE como partido, da mesma forma que o Skaf usou a FIESP dos patos. Dias atrás usou como marketing um empresário do grupo Condor, de Santa Catarina, doando produtos de higiene e limpeza da sua marca a Condor. Doria(na) tem essa estruturua empresarial por todo o pais. Se é legal, não é nenhum pouco legitimo uma empresa usar um Órgão Público para fazer propaganda disfarçada de sua marca. Deve ser sobre esse trambique o curso de semiótica. Com o sinistro Morais.

     

    • José Carlos,

      toda a carreira profissional de Doriana Júnior foi construída de oportunismos. Isto requer cara-de-pau, falta de opiniões firmes, conchavos. Nada a ver com um gestor público sério.

      Abraços

  4. Como dira Tom Jobim “é um craque”

    Ainda ha pulso que pulsa na imprensa…. Viva os não-conformes.

    “Se a MPB for o espelho da realidade, então o Banco de Boston de Meirelles é o coqueiro que dá coco.”

    “A ofensiva política de direita está em consonância com a música popular da telenovela, cujo padrinho foi Roberto Campos, sobre quem Glauber Rocha, de Havana, em 1972, escreveu o seguinte perfil psicológico: “Ex-embaixador, ex-padre, um dos tarados sexuais de maior periculosidade do Ministério das Relações Exteriores, amante espiritual de Castelo Branco, antimarxista e fanático por tudo que é americano”.”

    http://www.carosamigos.com.br/index.php/colunistas/212-gilberto-felisberto-vasconcellos/8461-dilma-no-maraca-e-impichada-pela-mpb-mishell

  5. gilberto…..

    Prestes tentou sua revolução. Correu os quatro cantos deste paíse acabou funcionário do Presidente que mandou sua mulher para o incinerador. Veio Marighela, abandonado por todos, porque não abandonou sua fé no lunático Stálin. Nem os paredões nem os gulaguis, o convenceram.  Lamarca, Jango, Darcy, Lula  procuraram a Terra Prometida. Logicamente enquanto o Estado Brasileiro sustentava esta odisséia. Por que a missão desta gente é nobre, não é mesmo? Enquanto isto, os outros milhões de brasileiros tem que acordar cedo e merecer o seu sustento. Mas eu já sei: a culpa é da direita.    

  6. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome