Em meio a novos temporais, Defesa Civil alerta para riscos no Rio Grande do Sul

Ana Gabriela Sales
Repórter do GGN há 8 anos. Graduada em Jornalismo pela Universidade de Santo Amaro. Especializada em produção de conteúdo para as redes sociais.
[email protected]

O órgão reforçou o pedido para que a população “fique em segurança”. Enchentes e deslizamentos já causaram 163 mortes no estado. Confira boletim

Imagem captada durante sobrevoo em Canoas, no Rio Grande do Sul, no dia 5 de maio. | Foto: Ricardo Stuckert / PR

Em meio às chuvas intensas sobre o Rio Grande do Sul (RS), a Defesa Civil emitiu alerta, na manhã de quinta-feira (23), para risco de alagamentos, ventos fortes e descargas elétricas, válido até às 17h. 

O órgão reforçou o pedido para que a população “fique em segurança”, retirando eletroeletrônicos da tomada durante os temporais e que mantenham suas casas bem fechadas. 

Caso seja surpreendido pelo tempo severo, busque abrigo, e não atravesse alagamentos a pé ou, mesmo, de carro”, diz comunicado.

Ontem (22), o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu avisos sobre a gravidade da situação meteorológica no Estado.

O alerta vermelho, de “grande perigo”, foi emitido para parte das regiões central e sudeste do RS, com previsão de chuva superior a 100 milímetros, em 24 horas.

Já outros 200 municípios, localizados nas demais regiões do Estado, estão em alerta laranja, de “perigo”, com previsão de chuva que varia entre 30mm e 100mm, em um dia.

Atingidos

De acordo com o último boletim da Defesa Civil, emitido às 9h de hoje (23), as enchentes e deslizamentos causados pelas fortes chuvas já causaram 163 mortes no RS. Além disso, 72 pessoas continuam desaparecidas e há 806 feridos.

Segundo o informo, os desastres causados pelas chuvas já afetaram 2.342.460 pessoas em 468 municípios do estado, o que corresponde a cerca de 94% das 497 cidades gaúchas.

Além disso, mais 647 mil ainda estão fora de suas casas. Desse total, 65.762 estão em abrigos e 581.643 desalojadas, ou seja, hospedadas nas casas de familiares ou amigos.

Leia também:

Ana Gabriela Sales

Repórter do GGN há 8 anos. Graduada em Jornalismo pela Universidade de Santo Amaro. Especializada em produção de conteúdo para as redes sociais.

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador