Agência Lupa usa notícia falsa para denunciar fakes

 
Jornal GGN – O caso começou com a visita do assessor do Papa Francisco, Juan Grabois. Em vídeo, em frente à Polícia Federal, em Curitiba, Grabois declarou que estava em visita por sua conta, mas como assessor do Papa jamais havia sido negada sua entrada em cárceres. Isso tem um motivo: ele é consultor do Pontifício Conselho Justiça e Paz. Ele tem uma missão que é única, e é ligada ao Papa de várias formas. 
 
O site do PT denunciou o fato. Um consultor do Vaticano, em ponto nevrálgico como o Conselho de Justiça e Paz no momento atual, não conseguiu visitar o ex-presidente Lula. Isso já é notícia até não poder mais. Toda a mídia independente fez eco ao absurdo da situação. Toda ela. Em graus diferenciados de tons, toda a mídia independente fez coro. E apontavam que Grabois trouxera a Lula um terço abençoado pelo Papa.
 
Então um post do Vatican News dizia, primeiro, que Grabois era ex-assessor do Papa. Bastou para começar a grita da grande mídia para desqualificar o trabalho da mídia independente. Foi um bafafá. A Agência Lupa, que se arvora a ser a checadora de notícias para identificar notícias falsas, entrou no circuito. E foi com os quatro pés ao peito da mídia independente. Sem avisar, sem pedir que se explicassem. Focando somente na questão do terço, questão menor, já que não deixar Grabois entrar havia sido o verdadeiro horror da notícia.

 
No meio da tarde a situação mudou um pouco. O tal post dito do Vatican News mudou o ex-assessor para consultor. E a notícia só era alcançada se você tivesse o link original. Se fizesse uma busca no site não encontraria nada. Absolutamente nada!
 
A pendenga continuou. A Agência Lupa recebeu e-mails dos responsáveis pelos sites citados, contestando a maneira como foi abordada a questão e a veracidade dos fatos.
 
Ficou um sobe-no-muro-mergulha-no-fato que não acabava mais.
 
Fim de tarde. A tal postagem do site Vatican News foi apagada e, no seu lugar, um erro qualquer aparecia. 
Será que a agência de checking facts não checou a procedência do link? Será que o link foi plantado? 
 
Isso traz à tona uma série de considerações: checar as notícias para garantir a lisura das publicações é válido. Usar esta agência para amedrontar e acuar opositores de seus sites de origem não pega bem.
 
Todos nós temos compromisso com a verdade. Podemos errar pela carência de braços trabalhando conosco, mas já demos provas que somos aqueles que, verdadeiramente, buscam desmontar fake news dos grandes veículos, ligados visceralmente com o atual sistema. Se a Agência Lupa é realmente compromissada com a verdade, precisa se esforçar mais antes de desqualificar o trabalho de pessoas que dão sustentação ao bom jornalismo. Nós nos orgulhamos disso.
 
Pode a Agência Lupa dizer o mesmo?
 
Noite: O Vatican News soltou nova nota. A Agência Lupa vai ler?
 
Vatican News

Precisação sobre o caso Grabois-Lula

Corrigindo um nosso serviço precedente sobre o caso Grabois-Lula, devemos ressaltar que havia imprecisões na tradução e nas transcrições que induziram a alguns erros.
 
Cidade do Vaticano

Corrigindo um nosso serviço precedente sobre o caso Grabois-Lula, devemos ressaltar que havia imprecisões na tradução e nas transcrições que induziram a alguns erros. Abaixo apresentamos a notícia correta.

O advogado argentino Juan Gabrois é Consultor do ex-Pontifício Conselho Justiça e Paz, que passou a fazer parte do Dicastério para o Serviço do Desenvolvimento Humano Integral, e é o coordenador do encontro mundial dos movimentos sociais em diálogo com o Papa Francisco.

Grabois concedeu uma entrevista (https://www.youtube.com/watch?v=A7F-C1Bi5Q0) depois de ter sido impedido de visitar o ex-presidente Lula no Cárcere de Curitiba, onde está detido há mais de dois meses. Grabois definiu inexplicável a rejeição de não ter podido se encontrar com Lula a quem queria levar um Terço abençoado pelo Papa, as palavras do Santo Padre e as suas reflexões com os movimentos sociais e discutir assuntos espirituais com o ex-chefe de Estado.

Grabois disse que está muito preocupado com a situação política no Brasil e em vários países da América Latina. Enfim, disse estar muito triste pela proibição de realizar esta visita, mas que o importante é ter conseguido levar a Lula o Terço.

 

25 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Jorge Vieira

- 2018-06-13 22:27:04

Fake news ?

Como prezo muito o companheiro João de Paiva e seus comentários, mesmo sem conhecê-lo pessoalmente, gostaria de saber do camarada se eu me encontro entre os comentaristas que, na sua avaliação, defenderam a Agência Lupa.

 

 

João de Paiva

- 2018-06-13 15:18:21

Interessante ver defensores da tal "Lupa" aqui nos comentários

Intrigante, pero no mucho, a presença de ferrenhos defensores dessa agência Lupa, manifestando-se de forma apaixonada aqui nos comentários. Não vou nominá-los porque não vale a pena debater com quem não tem razão e argumentos, mas que foi instruído (sabe-se a troco de quê) a defender e modo intransigente a ação de uma pseudo-agência de "checagem de fake news" patrocinada pelo PIG/PPV, hoje desmoralizado e sem qualquer credibilidade exatamente por praticar o jornalismo de esgõto, de guerra, desinformador e manipulatório, eivado de notícias falsas, sempre produzidas de modo a desqualificar os adversários políticos e ideológicos (a quem tratam como inimigos). Contei 6 desses defensores da pseudo-agência de checagem.

Como um cidadão que convive com INCLAMEs (apud Sebastião Nunes), observo diariamente a dificuldade que eles apresentam em admitir os próprios erros, por mais flagrantes que sejam; a arrogância, a auto-suficiência e um senso de que por terem grau universitário de estudos e alguns títulos acadêmicos (sobretudo em áreas como ciências médicas, exatas e da terra), eles fossem "ungidos" por uma sabedoria e conhecimento "superior", faz com que os INCLAMEs sejam presa fácil para as classes dominantes, que exploram com maestria o analfabetismo histórico, sociológico, mas principalmente político que caracteriza os estratos médios da sociedade brasileira. Os manifestoches e patos amarelos da FIESP e da CBF - que entre 2013 e 2017 foram às ruas, como manadas conduzidas pela Globo e satélites do PIG/PPV - são exemplo acabado dessas classes que hoje tentam relativizar os erros ou negar que os tenham cometido.

Mesmo após a barrigada e acusação feita pela pseudo-agência de checagem contra blogs e portais não controlados ou não alinhados como PIG/PPV, os INCLAMEs plantados aqui entre comentaristas insistem em negar a falsa notícia publicada pela agência Lupa, controlada pelo UOL, um dos maiores portais do PIG/PPv na internet brasileira.

Jorge Luis

- 2018-06-13 14:33:01

Se a agência tem o objetivo

Se a agência tem o objetivo de ser IMPARCIAL, analisando tecnicamente cada notícia, ela não pode ser COOPTADA por ninguém, seja pela esquerda, seja pela direita.

Ingeunidade é achar que uma agência ligada ao UOL será IMPARCIAL.

Jorge Luis

- 2018-06-13 14:28:16

Se a agência não pode

Se a agência não pode COMPROVAR que o Papa tenha enviado o terço especificamente para Lula, assim como não pode confirmar se "as palavras do Santo Padre" se referem a uma mensagem dirigida diretamente a Lula, tão pouco pode NEGAR que o terço e a mensagem sejam SIM dirigidas a Lula, pois a nota do Vaticano não deixa claro, embora, na minha opinião, dê a entender que SIM, o Papa enviou um terço e uma mensagem específica para Lula.

Se a agência não pode COMPROVAR nem tão pouco NEGAR, ela não pode usar o adjetivo FALSO para qualificar a notícia. No máximo, pode colocar como A COMPROVAR ou INCONCLUSIVO.

JFO

- 2018-06-13 13:53:05

E verificar os dois lados da notícia não precisa?

Os sites independentes NÃO mudaram sua versão.
Então, a Lupa deveria questioná-los porque mantinham uma versão contrária ao que o Vatican News informava.
Mas, a questão abrange outros fatos mais graves: as duas agências (Lupa e Aos Fatos) soltaram duras notas informando que a notícia era FALSA. E as acusações foram para os responsáveis sobre notícias no facebook. O facebook advertiu (ou reduziu) sobre o alcance das notícias dos sites independentes. Ou seja, uma acusação imediatista prejudicou os sites independentes.
Os sites estão aguardando a retratação das agências, haja vista que a notícia envolve, na verdade, jogo de palavras, pois o "ex-Consultor do Papa" na verdade é Consultor do ex-Pontifíco Conselho de Justiça e Paz, que passou a fazer parte do Dicastério para o Serviço do Desenvolvimento Humano Integral.
 

JFO

- 2018-06-13 13:41:14

Kkkkk, "só isso" mesmo...

Também acredito que, ao ser informado da confusão que ocorria "em seu nome", o Papa deu uma dura no pessoal.

Rei

- 2018-06-13 13:30:46

Resumo: MBL se aproximando da agência e a esquerda atacando

Lá vai nossa querida esquerda dar mais um tiro no pé!!!

Essa agência até então seria uma ótima aliada no combate ao "fake news", que é quase exlusividade da direita do MBL e Bolsonaro. 

A esquerda porém está conseguindo inverter o polo e colocar a Agência do lado do "fake news". 

ERRO DA AGÊNCIA: Se deixar enganar pelo próprio Vaticano e não citar o UOL como primeiro a dar a notícia.

PORÉM ESSE ERRO É 100% COMPREENSÍVEL DENTRO DO CONTEXTO ATUAL.

Se a esquerda demonizar a Agência o que vai ocorrer é exatamente o que está acontecendo: COOPTAÇÃO DA AGÊNCIA PELA DIREITA!

É 100% óbvio que esse tipo de erro vai acontecer com qualquer agência tanto para direita quanto para a esquerda... isso não pode se transformar em arma a favor do MBL ou pelo fim da "checagem".

A esquerda deveria apenas exigir retratação de forma educada... sem atacar a agência que até agora tem feito um bom trabalho!

AMAURI ALVES WENSKO

- 2018-06-13 13:13:47

Amigos, a agência Lupa está

Amigos, a agência Lupa está atualizando as informações em seu site.

Não voltou atrás em afirmar que se trata de notícia falsa, pois os elementos ainda não permitem. Não há até o momento qualquer informação de que o Papa tenha enviado o consultar para visitar Lula e que ainda permanece a tese de que se tratou de decisão pessoal de Grabois realizar a visita. Ele pode ter trazido um rosário abençoado pelo Papa, mas isso não significa que o Papa o enviou ao Brasil para presentear Lula. E a mensagem do Papa ao Lula é um mistério. Se existe uma mensagem especial do pontífice para Lula, espero que seja divulgada. Pois o que parece é que qualquer pessoa pode enviar uma mensagem do Papa para qualquer outra pessoa. Basta encontrar uma mensagem qualquer do Papa aos fiéis e reproduzi-la. Portanto, ainda não está correta a notícia de que o Papa o enviou em missão para a visita. A agência Lupa não tem do que se retratar, diferentemente de alguns sites que insistem em uma versão que não pode ser comprovada.

Aleandro Chavez

- 2018-06-13 13:02:07

A pergunta essencial é a

A pergunta essencial é a seguinte: o Papa enviou o terço pra o Lula?

A nota do Vatican News NÃO diz isso. Diz que é um terço abençoado pelo Papa. O próprio consultor pode ter recebido um terço abençoado pelo Papa e estar dando agora pra o lula.

Outra pergunta: o Papa direcionou alguma palavra pra o Lula?

A nota também NÃO diz isso.

Diz que vai levar levar palavras e reflexões do Papa sobre movimentos sociais, que pode ter sido ditas em qualquer contexto, não especificamente ligado à Lula.

 

Aleandro Chavez

- 2018-06-13 12:57:45

Uma coisa é o Papa enviar um

Uma coisa é o Papa enviar um terço pra o Lula, outra é alguém dar a Lula um terço abençoado pelo Papa.

Parece detalhe, mas também não é.

Em nenhum momento, a nota do vatican news diz que o Papa enviou um terço pra Lula.

Jorge Luis

- 2018-06-13 12:53:28

"...levar um Terço abençoado

"...levar um Terço abençoado pelo Papa, as palavras do Santo Padre e as suas reflexões com os movimentos sociais..."

Francisco Andrade

- 2018-06-13 12:06:03

a burocracia do Vaticano,

... cheia de gente da Opus Dei, tentou dar uma "entortada" na notícia.  Aí, apareceu o dedo do Chicão, que corrigiu tudo....

Só isso,....

Aleandro Chavez

- 2018-06-13 12:04:42

Nassif, Pelo que entendi, a

Nassif,

Pelo que entendi, a agência Lupa não utilizou uma "notícia falsa" pra denunciar fake news. Usou uma notícia da Vatican News, que depois foi apagada e alterada. Se houve erro, foi da Vatican News, e não da Agência Lupa.

De toda forma, nem na segunda nota é dito que o Papa mandou um terço pra o Lula. Essa pode parecer uma questão menor, mas não é. O Papa mandar um terço para alguém preso é uma mensagem com forte simbolismo.

Jorge Luis

- 2018-06-13 11:40:59

Acabei de olhar no site e

Acabei de olhar no site e eles estão MANTENDO a posição inicial, mesmo apos a retificação feita pelo Vaticano.

Uma agência de checagem de notícias ligada ao UOL, vocês queriam o quê?

Vladimir

- 2018-06-13 11:35:47

Uma agência que não é

Uma agência que não é independente,que não tem nenhum mecanismo de controle que envolva a sociedade civil,só poderia dar nisso: mais do mesmo.

A mídia golpista está completamente aterrorizada com esta história de fake news e tal qual o batedor de carteiras,sai gritando pega ladrão.

rdmaestri

- 2018-06-13 11:28:25

Os Blogs deveriam entrar com um processo contra esta ......

Os Blogs deveriam entrar com um processo contra esta "agência" pois está claro que HÁ CONFLITOS DE INTERESSE ENTRE A GRANDE MÍDIA DECADENTE E OS BLOGS.

mcn

- 2018-06-13 09:53:43

Agência Lupa agiu de forma canalha
Desceu porrada na blogosfera, sem ouvir o outro lado, como Lourdes mencionou no texto. Rovai, da Revista Fórum, disse que por conta das acusações fake da Lupa correram o risco de serem limados do Facebook. O último desmentido do Vaticano gerou uma bela entropia e expôs a irresponsabilidade da Lupa. Não fosse isso, o estrago seria imenso.

nilo filho

- 2018-06-13 09:53:03

VATICANO CONFIRMA GRABOIS -

VATICANO CONFIRMA GRABOIS - LULA

 

https://www.vaticannews.va/pt/vaticano/news/2018-06/precisacao-sobre-caso-grabois-lula.html
 

Correção sobre o caso Grabois-Lula - Vatican News

Correção sobre o caso Grabois-Lula

Corrigindo um nosso serviço precedente sobre o caso Grabois-Lula, devemos ressaltar que havia imprecisões na tradução e nas transcrições que induziram a alguns erros.

Cidade do Vaticano

Corrigindo um nosso serviço precedente sobre o caso Grabois-Lula, devemos ressaltar que havia imprecisões na tradução e nas transcrições que induziram a alguns erros. Abaixo apresentamos a notícia correta.

O advogado argentino Juan Gabrois é Consultor do ex-Pontifício Conselho Justiça e Paz, que passou a fazer parte do Dicastério para o Serviço do Desenvolvimento Humano Integral, e é o coordenador do encontro mundial dos movimentos sociais em diálogo com o Papa Francisco.

Grabois concedeu uma entrevista (https://youtu.be/A7F-C1Bi5Q0) depois de ter sido impedido de visitar o ex-presidente Lula no Cárcere de Curitiba, onde está detido há mais de dois meses. Grabois definiu inexplicável a rejeição de não ter podido se encontrar com Lula a quem queria levar um Terço abençoado pelo Papa, as palavras do Santo Padre e as suas reflexões com os movimentos sociais e discutir assuntos espirituais com o ex-chefe de Estado.

Grabois disse que está muito preocupado com a situação política no Brasil e em vários países da América Latina. Enfim, disse estar muito triste pela proibição de realizar esta visita, mas que o importante é ter conseguido levar a Lula o Terço.

13 junho 2018, 00:51 

 

Jorge Vieira

- 2018-06-13 07:25:20

Erro da Agência Lupa ?

Nesse caso, tenho que admitir que a Agência Lupa agiu corretamente ao denunciar como fake new - baseando-se na 1ª nota publicada pelo Vaticano - a versão original dos fatos relatada por Juan Grabois.

Como a 2ª nota do Vaticano confirma a versão original de Juan Grabois, resta à Agência Lupa corrigir o equívoco cometido e ponto final. 

Não acredito que a Agência Lupa saia chamuscada dessa história a menos que tente insistir em defender o indefensável.

 

rdmaestri

- 2018-06-13 02:03:25

Este pessoal do Vaticano está brincando com o Papa errado!

Já chamei atenção em outros lugares, apesar dos jesuítas serem uma das ordens religiosas mais fortes (se não for a mais!), desde o início da ordem a aproximadamente 500 anos jamais a igreja tinha eleito um papa jesuíta, principalmente por medo da ordem.

Mas qual a importância? Tudo, a ordem jesuíta (estudei num colégio jesuíta, logo sei muito bem), foi formada para combater a reforma, ou seja, para isto ela tem características singulares que as diferenciam de outras, primeiro é a única ordem que tem como voto religioso (obrigação a partir de juramento) de LEALDADE AO PAPA e o segundo e menos conhecido, a ordem tem quase uma estrutura militar e em lealdade ao Papa não há limites (é considerada uma ordem guerreira).

Se algum cardeal da cúria romana começar a incomodar o Papa, sem o mesmo pedir, pode aparecer suicidado!!! A ordem é eminentemente técnica, com padres muito bem formados em TODAS as áreas, e todos com uma disposição muito grande.

A Cúria Romana que se cuide, estão mechendo com o Papa errado!

Paulo Dantas

- 2018-06-13 01:53:33

Nem tanto nem tão pouco.

Nem tanto nem tão pouco.

 

Rei

- 2018-06-13 01:47:12

Possível aproximação do MBL com a Agência Lupa???

Atenção para a aproximação do MBL com a agência de checagem de notícias... até pouco tempo estavam em guerra declarada, o MBL estava demonizando a checagem de informações.

Perceberam que isso não levaria a nada... logo inverteram o polo... a tática agora é cooptar as agências.

De repeente a Agência aparece praticamente sendo pautada pelo MBL... e fazendo "tabelinha" com o movimento.

Isso mostra o que vai ocorrer com essa tal "Checagem de Informação"... no fim será pautada pela grande mídia e movimentos partidários.

Toda vez que surge uma "nova solução de todos os problemas"... rapidamente ela é anexada pelo sistema.

 

Frederico69

- 2018-06-13 01:39:11

imagina uma orelha que tá ardendo!

mas quem mandou fazer esse assunto mais enrolado que linguiça de bolicho.

esse papa chico é o máximo. e olha que eu nem curto religião.

J.J. Lopez

- 2018-06-13 01:12:14

LUPA embaçada

A Lupa se desmoralizou por completo. Uma agência de checking news jamais poderia incorrer num erro dessa magnitude sob pena de ser desmoralizada, perder a sua credibilidade. Mais a coisa é mais grave ainda quando deliberadamente não reconhecendo ter cometido uma falha grave, usa o fator político como forma de manipulação. Ora, como pode uma agência que pretende ser isenta ter claramente um viés politico?

Francisco de Assis

- 2018-06-13 00:48:44

Não é difícil deduzir que o Vatican Fake News levou uma bela...

Não é difícil deduzir que o Vatican Fake News levou uma bela enrabada de Francisco

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador