Antes do fim da Copa, Folha lança o #NãovaiterOlimpiadas

Enviado por Marco Stipp

Começou!!!

A Folha, pioneira como sempre, deu a largada ao #NãovaiterOlimpiadas, ainda antes da Copa do Mundo acabar.

Assim como no caso da Copa, a Folha se utiliza de um daqueles “relatórios” do TCU, baseado em documentos antigos, cheio de dúvidas do tipo: Pq o preço era tanto em 2009 e agora é outro em 2014?? (pausa para risos).

Mas a gente já sabe como vai funcionar, em Julho de 2016 a Folha vai dizer que foi a imprensa estrangeira que tocou o terror por aqui.

 

da Folha

Olimpíada tem atraso e aumento de preço em obras, diz TCU

Dimmi Amora

Preços mais altos que o previsto, atrasos, baixa transparência e ameaça de falta de legado.

O TCU (Tribunal de Contas da União) aprovou nesta quinta (26) um relatório apontando esses problemas mas não para a Copa do Mundo, e sim para os Jogo Olímpicos que serão realizados no Rio de Janeiro em 2016, daqui a dois anos.

O relatório analisou a primeiro documento oficial que relatava os preços e responsabilidades de cada ente público em relação aos jogos, divulgado apenas em janeiro desde ano pelos responsáveis pelo projeto.

A análise do TCU apontou que esse documento, chamado de Matriz de Responsabilidades, era pouco preciso e trazia informações vagas sobre os projetos.

Um dos dados apontados no documento é que os preços reais já começam a ficar muito mais elevados que o previsto inicialmente em 2009, quando a cidade foi escolhida para sediar os jogos.

Foram analisadas cinco instalações esportivas que já tinham preços definidos. Os valores em relação à previsão inicial cresceram entre 7% e 122%, para uma inflação de pouco mais de 30% no período. O custo total dessas obras passou de R$ 466 milhões para R$ 728 milhões.

Outra preocupação do órgão é que o governo separou em duas listas as obras para os Jogos Olímpicos. Uma refere-se apenas a equipamentos esportivos. E outra a obras públicas de transporte e melhorias urbanas na cidade, o que é considerado o legado da Olimpíada do Rio.

Segundo o órgão, um dos principais argumentos para convencer a sociedade a realizar os jogos era o legado deixado pelas obras de infraestrutura.

“Agora, não é razoável aceitar que apenas equipamentos esportivos sejam considerados como efetivamente relacionados à Olimpíada, deixando de fora as outras ações como se fossem secundárias”, diz o relatório.

Outra preocupação do órgão, já apontada em relatório anterior, é com o atraso no cronograma de obras, principalmente das arenas esportivas na região de Deodoro, uma das quatro onde haverá competições. O TCU determinou que a APO (Autoridade Pública Olímpica), órgão responsável pela organização do evento, faça um cronograma para adiantar as obras em alguns locais.

O órgão também deu prazo para que o governo melhore a divulgação dos dados sobre os Jogos Olímpicos.

OUTRO LADO

O presidente da APO, general Fernando Azevedo e Silva, afirmou que o relatório do TCU se refere aos documentos que foram lançados em janeiro deste ano.

Segundo ele, uma parte já foi atualizada e até agosto haverá uma atualização de todo o material, o que contemplará os pedidos do órgão de controle. Silva afirmou que o aumento de custo no projeto olímpico é causado, em parte, por novas exigências para a realização da competição.

O general afirmou ainda que os atrasos já estão sendo contornados e o principal problema, a lentidão nas obras na região de Deodoro, já preocupa menos que no início do ano porque as construções mais importantes já estão contratadas.

“O tempo ainda continua um pouco implacável. Mas está dentro do possível, mesmo para os eventos testes”, disse Silva.

23 comentários

  1. errei! eu achava que ia ser

    errei! eu achava que ia ser “imagina nas olimpíadas!”. E lá vai a manada, pra em 2016, no meio do evento, ser ironizada pelos  próprios  que lançaram a moda. Vão “convidar” 10 celebridades para escrever sobre a catátrofe que virá?

  2. O frias considera os leitores da fsp imbecis.

    É um fato irrefutável. 

    O PiG trata seus leitores como imbecis. 

    Que podemos fazer senão criticar estas oligarquias patéticas que só fazem mal ao Brasil?

  3. vou deixar para rir depois…

    quando a Folha passar a se preocupar com o valor, peso e origem das medalhas……………….

    como já inventaram que o filho tem uma fazenda cinematográfica, podem inventar também que as medalhas são da

    Fundição Lula e Família –  Medalhas, Moedas e Troféus Preciosos

  4. agora vou fazer o que mais gosto…

    lutar com a churrasqueira, visando acendê-la do jeito que eu quero, não pelo meio, mas sim pelas extremidades laterias e inclinadas para o centro, só para o braseiro ficar parecido com a estrela do PT………………….rs

    já consegui duas vezes e dessa vez vou tirar foto para colocar aqui

     

    cerveja no ponto, carnes na temperatura ambiente, garrafa de steinhagem já despejada na pia, e vamos nessa, torcer pela nossa Seleção

     

    bom jogo pra todos, grande abraço

  5. Cada um dá o que tem…..

    Freud explica: no afã diário de alavancar a retomada do poder por seus protegidos tucanos, os auto-proclamados gestores eficientes, e cá para nós, sabemos como são eficientes em racionamentos elétricos, racionamentos de água, em quebrar o País, e a cereja do bolo, a incompetência total na realização de obras de infraestrutura, pois o que sabem mesmo é destruir, o pensamento que permeia a sua redação é o de que, dado esta imcompetência, se o seu candidato vir a ganhar as eleições, de fato não, haverá olimpiádas. Simples assim!

    Xô urubuzada, deixem o nosso Pais em paz e trabalhando em pról de todos Brasileiros!

  6. Matéria da Folha Online de

    Matéria da Folha Online de hoje, falando sobre os aumentos nos pedágios em SP, tem 1 (UM) comentário, não reclamando do aumento, mas da reportagem, por não listar os novos valores em todas as praças de pedágio.

    #ImaginaSeFosseDoPT

  7. Sim, começa o “nao vai ter
    Sim, começa o “nao vai ter olimpiadas”. E logo vao aparecer os “ativistas” do novo “movimento social”. E vao aparecer, tambem, seus conenentes apoios e financiadores, na Suiça, Holanda, Alemanha, EUa. Com os ‘intelectuais” do protesto da hora. Isso já virou uma indústria…

    • Prezado robson_lopes

      Nós, a exemplo do que ocorreu com o “não.vai.ter.copa” poderíamos começar uma campanha “não.vai.ter.folha”, “não.vai.ter.globo”, “não.vai.ter.veja”, “não.vai.ter.estadão”, “não.vai.ter.outros.tais.imbecis”, para, enfim, o governo tomar vergonha retirando verbas desses veículos de comunicação. Já, de agora.

  8. P.Q.P. Esses idiotas não têm

    P.Q.P. Esses idiotas não têm vergonha na cara mesmo. “Está tendo copa, só não vai ter 2ª turno”

  9. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome