As encrencas da Globo com os escândalos da FIFA, por Luis Nassif

Primeira Encrenca

Das 11 pessoas com pedido de indiciamento à PGR no relatório da CPI da FIFA, Marco Polo Del Nero, José Maria Marin, Ricardo Teixeira, Kleber Leite e J. Hawilla são beneficiários diretos do esquema que envolvia a Globo.

Antônio Osório e Carlos Eugênio Lopes tinham cargos de diretores da CBF (o primeiro financeiro e o segundo jurídico) – portanto também executavam os planos criminosos.

Outros dois são políticos: o deputado federal Marcus Antonio Vicente (PP) da bancada da bola, atuante na defesa da CBF e seus “negócios” no Congresso. O outro é Gustavo Feijó, que no relatório é apontado como recebedor de dinheiro para campanha eleitoral – nada a ver com a Globo ou algo relacionado a contratos.

Como era de se esperar, Feijó foi o único que sofreu uma ação do MP. Foi no início de junho último, conforme artigo do nosso colunista Augusto Diniz (clique aqui)

O Ministério Público Federal investiu contra Feijó poucos depois da prisão do ex-presidente do Barcelona, Sandro Rossel pelo Ministério Público espanhol. O inquérito espanhol apontou Ricardo Teixeira como chefe e beneficiário da organização criminosa. A prisão de Feijó pareceu, a muitos, uma ação para evitar críticas ao MPF brasileiro de seus colegas espanhóis e do próprio FBI, que não escondia o desconforto com a falta de ação dos procuradores brasileiros.

Após o estouro do caso FIFA, em maio de 2015, só teve mais uma ação contra envolvidos: uma busca e apreensão de documentos de Kleber Leite, no Rio de Janeiro, a pedido da Justiça norte-americana. Acabaram retidos aqui por decisão da Justiça do Rio de Janeiro.

Leia também:  Bolsonaro derruba verba publicitária da Globo, privilegiando Record e SBT

Segunda Encrenca

Assim que estourou o escândalo, em maior de 2015 a Globo tratou de demitir seu principal lobista, Marcelo Campos Pinto, mais três executivos que participaram diretamente dos esquemas de propinas.

Em comunicado oficial, Roberto Irineu Marinho anunciou a aposentadoria de Marcelo. Na época, estudo do BBA Itau indicavam que a Globo obteve um faturamento publicitário de R$ 1,21 bilhão com os patrocínios dos campeonatos.

Todos os executivos receberam uma boa bolada com duas condições: não trabalhar para nenhum concorrente da Globo; e assumir a culpa, caso as investigações sobre a corrupção na CBF chegassem até a Globo.

Três assinaram. Marcelo se recusou.

É ele o elo da corrente que poderá jogar a Globo nas redes de um poder imune às interferências políticas: a Justiça norte-americana.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

56 comentários

  1. A pergunta que não quer calar:

    Porque a justiça americana teria interesse em derrubar a Globo se ela fez boa parte do serviço sujo necessário para a entrega do patrimonio brasileiro aos estrangeiros ?

    Um dos objetivos desta ação da justiça americana contra a FIFA é manchar a imagem do Brasil e do futebol brasileiro. Acabar com um dos, senão o mais importante soft power brasileiro.

    Afinal, porque os Estados Unidos se envolveram nisso já que o futebol nem é o principal esporte deles e nem relação direta com a FIFA eles tem ?  Logo em 2015 estoura esse escândalo ? Justamente após a copa e com a atmosfera já se voltando para o impeachment da Dilma …. Coincidência! 

    O golpe já aconteceu e a globo atua conforme os intereses americanos. Tem um nó faltando nessa história. Vale a pena colocar a globo em risco, por isso ?  

    Supondo que consiga-se acabar com essa farra da globo e das emissoras dos demais paises envolvidos o que aconteceria ?

    As emissoras americanas, fox sports e outras conseguiriam em uma só tacada aumentar o acesso ao mercado Brasileiro, Argentino e Mexicano e de quebra enfraquecendo a Globo e a Televisa (as maiores emissoras de tv em cada país).

    As consequencias disso seriam imprevisiveis no Brasil indo desde:

     – Nada acontece e a Globo continua a Globo. (Mais provável). 

     – Globo sai enfraquecida na área esportiva, mas mantem seu dominio jornalistico. (pode acontecer) 

     – Globo se ferra e a Record (evangelica) toma conta do pedaço. (Duvideodó ! )

    S.O.S ! 

    • O motivo para os EUA odebretchizar a Globo é bussiness

      O futebol virou o maior negócio de entretenimento do mundo. E o Brasil é uma potência econômica mal explorada em termos de futebol (tem a maior população de torcedores fiéis, tem as maiores torcidas de clubes do mundo e tem um PIB maior do que a Espanha e a Itália). Se o golpe e lava jato serviu para de tirarem as construtoras brasileiras da concorrência, se serviu para pegarem o pré-sal, porque não usarem o caso Fifia para tomarem também o setor de mídia?

      O golpe já foi dado, o papel de baba ovo da Globo pelos EUA já é descartável. O que interessa agora é dinheiro. É tomar fatias de mercado lucrativos para as corporações estadunidenses. É o dinheiro falando mais alto.

      A Globo para eles é um alvo fácil. É provinciana, não tem capital aberto em bolsa, é protegida por reserva de mercado que gera conflito com os EUA (a Sky é contra a lei do cabo que dá reserva de mercado de 30% para produções brasileiras, tendo a Globo como maior beneficiária). E a Globo controla o futebol no Brasil de forma provinciana e coronelesca, atrapalhando gigantes de mídia não só televisiva como de internet. A Globo controla os direitos do Futebol para tv aberta, tv a cabo e internet, e subutiliza os próprios direitos. O futebol brasileiro tem um potencial enorme para empresas estadunidenses de mídia (não só tv, mas google, facebook e amazon) ganharem muito mais dinheiro do que a Globo ganha, e ainda exportar os direitos de transmissão.

      • Excelente comentário,

        Excelente comentário, Neotupi. A Globo é uma empresa familiar vagabunda, incompetente, estabelecida e mantida por dinheiro público desde a ditadura militar, sem qualquer condição de competir em igualdade de condições no mercado global, contra empresas profissionais.

        A ironia é ser a Globo, por meio de seus jornalistas de aluguel, a maior porta-voz brasileira do livre-mercado(para os outros), sendo fundadora do Instituto Millenium, instituto defensor do Liberalismo formado por grandes empresários que apenas sobrevivem graças a subsídios, financiamentos públicos, corrupção e reserva de mercado!

        • Globo rachando

          Acho que o principal problema da globo hoje ee a fusão AT&T e Time Warner.

          Eles querem muito o mercado brasileiro para crescer, mas as nossas leis não os favorecem.

          Rachando a globo nos estados unidos e no mercado mundial (onde a globo se financiaria em USD depois desse processo?) o panorama muda.

          Se esse jogo continuar, a globo perdeu.

          **Só um pitaco: ninguém achou estranho o corinthians ser campeão brasileiro no dia seguinte ao depoimento-bomba na justiça norte americana?

          • É isso aí, entrei só para

            É isso aí, entrei só para concordar com voces. O Ivan respondeu sucintamente, o beisebol não é produto internacional. Os americanos estão altamente interessados em entrar no mercado do futebol, um dos mais lucrativos do mundo.

            O caminho mais simples é esse. Antes da globalização do judiciário, dos acordos de cooperação internacional, não dava para botar a mão nos mafiosos do futebol. Agora Blatter, Teixeira e a cambada toda viraram alvo fácil para a justiça americana. 

            Preparem-se futebol agora vai se chamar soccer. E soccer is money, muito money

      • Concordo com essa análise. E

        Concordo com essa análise. E se isso acontecer, e a Globo se ferrar, me lembrar uma história que o CAco Barcelos  de um sujeito que idolatrava a Rota – e por tabela concordava com sua violência dirigida contra a  população periférica. No fim, ele acaba assassinado por esta mesma Rota. Pode ser esse o roteiro da relação Globo-Eua. 

        Ah, acho também importante lembrar que uma queda da globo ajudaria muito a única concorrente da emissora nessa área, que é a Fox Sports. 

      • Caro Neotupi
        Eu concordo com

        Caro Neotupi

        Eu concordo com o que vc diz sobre a Globo, mas tem uma empresa americana no rolo (Fox Sports). Não sei se estas pestes de americanos iam sacrificar uma empresa deles para detonar esta porcaria de Globo

        • Fox é novata e paga multa pequena. A Globo quebra.
          Acho que até a Fox vai admitir culpa e cumplicidade com a Globo para tirar a Globo do páreo. A Fox é novata no ramo e pagou poucas propinas, deve resolver sua situação com uma multa razoável. Já a Globo tem décadas de estrada, as multas serão bilionárias, suficientes para obrigar os Marinhos a venderem a Globo para corporações estadunidenses (quem sabe a própria fox) ou, no mínimo, vender os próprios direitos sobre o futebol para pagar a multa.

      • Prezado Neotupi
        Bom

        Prezado Neotupi

        Bom dia 

        Justamente por entender do “soccer” é que a globo mandou seus asseclas implementar modelos de maketing do futebol na terra do basebol, basket e futebol americano. A audiencia começou a atrapalhar as mafias que comandam esses esportes por aquelas bandas.

        Tava na hora de dar um basta, e o alvo foi o assecla J.Hawilla!

        Abração

      • Lacrou …

        É isso mesmo. A Globo vai ser odebrechizada. Fragilizada e expulsa do “mercado”. Aliás, esse mercado hoje, de livre não tem nada. É totalmente movido a propinas. Ganha quem paga ou suborna. Vou copiar e colar seu comentario, para divulgar, com o devido credito.

      • Correto Neotupi.
        Realmente o

        Correto Neotupi.

        Realmente o mercado nacional é imenso e mal explorado. 

        Acredito que a revevogação da proibição de concessões para emissoras internacionais de tv no brasil é estratégico tanto para a expansão de mercado dos americanos, quanto para a dominação nacional ao capital internacional e ao poder estrangeiro. Já leva tudo num tiro só. 

    • Caro Felipe, os EUA têm

      Caro Felipe, os EUA têm interesses, não amigos, essa “política externa da amizade” é típica dos jecas daqui, que defendem que se propstar de quatro aos americanos é uma maneira de ampliar nosso poder.

      Porém, como podemos ver na guerra da Síria, os interesses estratégicos dos EUA estão sendo sacrificados em prol dos interesses econômicos dos agentes privados, sinal da decadência do Império Americano. A intervenção precisa e vitoriosa da Rússia na Guerra Síria, com um orçamento militar muito inferior ao dos americanos, deixou escancarado como a indústria bélica americana se tornou um mastodonte corrupto e ineficiente, movido pela ganância por dinheiro dos agentes privados, e não pelos interesses estratégicos do país. Aliás, muito difícil encontrar um estadista na política americana, vide o nível de seus últimos presidentes, talvez desde Nixon.

      Sobre a Globo, óbvio que as emissoras americanas querem abocanhar mais esse mercado(noa EUA – ao contrário do que defendem nossos jecas neoliberais, que não devemos vender para países pobres, ou comerciar com países não alinhados com os EUA – mercado é mercado), e, se a Globo está no caminho, azar dela.

      Coloco na conta, também, a capacidade cada vez menor da Globo influenciar os brasileiros. As seguidas derrotas eleitorais desde a primeira eleição de Lula foram, com toda certeza, derrotas da Globo. Os derrotados não foram o PSDB e demais partidos de direita, mas a Rede Globo, que é o verdadeiro líder do Partido da Direita, seja lá a sigla utilizada. Tanto que, depois de tantas derrotas, a ponto de ter que recorrer a um golpe sujo contra Dilma, nesse ano vemos a emissora assumindo o comando direto do projeto, na candidatura de seu empregado, Luciano Huck.

      A influência da Globo atualmente se limita aos idiotas que se vestem de Batman e vão pra avenida Paulista bater panelas, e mesmo nesse grupo, a influência da Globo é dividida com tipos como MBL, Alexandre Frota, Lobão e outros “intelectuais”, ao menos nos olhos do movimento dos patos amarelos!

      • Olá Daytona, 
        Concordo com

        Olá Daytona, 

        Concordo com você com relação à dificuldade do exercito americano na guerra da síria, do alto nivel de corrupção desta instituição, mas esse é um dos principais pilares da economia americana. É quase um keynesianismo bélico. Estava vendo as entrevista com o Putin feitas pelo Oliver Stone e o Governo americano investe cerca de 400 bi por ano no exercito, que movimenta uma cadeia produtiva interna gigantesca ! 

        Com relação à decadência americana, eu não acredito. Todos estão falando da decadência americana desde os anos 1970 e a única que acertou a previsão foi a Maria da Conceição Tavares. Enquanto os EUA conseguirem manter a Diplomacia do Dólar (manutenção do dólar sem lastro real enquanto moeda internacional, e com o controle do fluxo monetário internacional a partir do aumento ou diminuição da tx de juros do BC americano) e a Diplomacia das Armas (com as guerras à distância, com bases espalhadas pelo mundo, avioes e drones, aliadas agora à previsão e sabotagem da NSA) eles continuarão na liderança. 

        Por isso os BRICS foram tão perigosos para o domínio americano. Estavam ensaiando a diminuição do poder do dólar a longo prazo, do FMI, Banco Mundial, das agencias de rating americanas e inclusive ensaiando acordos militares. Ou seja = Golpe no Brasil. 

        Agora, não se esqueça que os interesses americanos são os intereses dos entes privados também. São os interesses privados que comandam o governo a manutenção do poder americano para continuarem com seus lucros exorbitantes. 

        Um texto bom da Tavares é a Retomada da Hegemonia Americana e o Pós Escrito de mesmo título em 1997. 

        Quanto á influência da Globo, ela tem diminuido, mas ainda é muito grande. Os únicos influenciáveis (patos idiotas) foram os que pavimentaram o impeachment e ele aconteceu. Pela força das organizações globo em conjunto com o judiciário.

        Abrs.   

    • “Afinal, porque os Estados

      “Afinal, porque os Estados Unidos se envolveram nisso já que o futebol nem é o principal esporte deles e nem relação direta com a FIFA eles tem ?”:

      Porque baseball eh invendivel na maior parte do mundo.

    • É o pre sal

      Simples.

      O maior e mais lucrativo negócio dos americanos no país, é o pre sal. Reservas de petroleo que valem trilhões. Temer está entregando o pre sal pros americanos a troco de banana, por isto tem a proteção deles.

      A rede Vênus de TV ( rede glo**) tentou derrubar Temer, ao noticiar a mala de dinheiro de Joesley. Então, a Rede Vênus mexeu com Temer, mexeu com os americanos. O processo contra a corrupção da rede Vênus é apenas uma forma de intimidá-la para ela deixar Temer em paz .

      Por isto é tão difícil tirar Temer e seu grupo de poder. Enquanto o pre sal não esgotar, dificilmente alguém tirará o grupo de Temer do poder. Por isto a PEC de corte de gastos por 20 anos, período que os EUA levarão para extrair a maior parte do pre sal, a PEC é uma cortina de fumaça. E neste meio tempo, os americanos não querem ninguém mexendo com seus protegidos, que administram a entrega do presal. Nem a rede Vênus.

        • Mudar o time é perigoso

          Sim, Maia continuaria, porém, com Temer está garantido, ele provou que não decepcionará seus ” empregadores ” do Império.

          Maia pode ser uma incógnita que o Império não vai arriscar, tentará manter seu time ao máximo, pois time que está ganhando não se mexe. Escolher um Judas do calibre de nosso odioso presidente, não é fácil, não se acha todo o dia um cara com a experiência dele.

          O Império sabe que tem tempo contado para extrair ao máximo o pre-sal, e não vai arriscar, cada dia, são milhões de barris a mais, um contra tempo custaria centenas de bilhões para o Império. Cedo ou tarde o mandato de Temer chegará ao fim, e o império quer aproveitar ao máximo, antes de ter de ” escolher ” um sucessor para ele.

    • Se a Globo falir, a Record

      Se a Globo falir, a Record não vai assumir o seu espaço. Chegamos num ponto em que só o Grupo Globo investe em cultura de massa no país de maneira efetiva – muita gente ficaria na rua se isso acontecesse.

      Eu iria numa quarta alternativa: tentarão mexer a Constituição para permitir que estrangeiros sejam donos de concessões de telecomunicações no Brasil, colocando a nossa “reserva de mercado cultural” em outros pontos da legislação.

       

  2. “Todos os executivos

    “Todos os executivos receberam uma boa bolada com duas condições: não trabalhar para nenhum concorrente da Globo; e assumir a culpa, caso as investigações sobre a corrupção na CBF chegasse até a Globo. Três assinaram. Marcelo se recusou.”

    Mesmo sem conhecer o inteiro teor do documento assinado, podemos supor a total ineficácia jurídica de tal disparate. O acordo firmado pelos três executivos, ao contrário do que aparenta, determina, subliminarmente, a culpa da Globo por corromper os três patetas, seus funcionários.

     

    • Creio que seja algo mais sutil

      Deve ser declaração de que tinham autonomia e delegação para negociar por conta própria os contratos com os cartolas “sem cometer nenhum ilícito”, e só apresentando aos donos da Globo os resultados.

      É claro que nenhum documento de gaveta pode explicitar que “fulano declara que tem total responsabilidade pelas propinas pagas pela emissora”. Afinal a própria emissora estaria admitindo ter conhecimento e não denunciado.

    • Ou pode ser relatório de compliance

      Tipo o Grupo Globo ter feito uma “compliance” interna para limpar a barra, entrevistado os diretores, e estes respondido e assinado que “desconhecem casos de propina pagas pela emissora”.

      Agora, o curioso é que se tem um executivo chave que se recusou a assinar essa “compliance”, vira praticamente batom na cueca. É melhor rasgar o relatório para a emissora não produzir provas contra si mesma.

  3. O que me impressiona não é a

    O que me impressiona não é a falta de ação do MP, dessa merda eu não espero nada mesmo. O que me impressiona é que as tvs continuam sintonizadas na rede mafiosa.

  4. O que me impressiona também é

    O que me impressiona também é o silêncio dos cúmplices. Aqui na heróica Província de São Pedro do Rio Grande do Sul, onde a RBS tratou de imbecilizar os gaudérios com Grenal e CTG, resisti ao nojo e fui ver o que era dito sobre esse “pobrema” e nada. Nada é dito sobre esse escândalo. Tudo é assunto, menos a corrupção da Globo.

    Mas não me impressiona. Além do notório despreparo e puxa-saquismo dessa empresa (nem quero falar dos jornalistas, todos imbecis amestrados com QI de um protozoário) a RBS também se fez de desentendida na Zelotes, onde foi pega de calça curta e silenciou no caso do estrupo do herdeiro do grupo em Santa Catarina. 

    Mas se tivesse alguém do PT envolvido ela logo saberia de tudo, daria um jeito de jogar m… no ventilador, demonizar Lula e seus jornalistas (todos imbecis, repito) fariam caras e bocas.

    A RBS sempre foi cúmplice bandida da Globo. Não ia abandonar a amiga ferida nessa hora de dor, até porque, todo mundo sabe que, se chegar na Globo, vai chegar na RBS.

    E pior é que ainda tem gente que defende e acredita nessa estrumeira toda que é a imprensa comercial.

  5. Sabemos que a globo manda no

    Sabemos que a globo manda no MP, judiciário e PF por isso o desespero de ter que enfrentar a justiça nortea-americana. Para os membros da família marinho não poder ir aos EUA e Europa gastar seus milhões sob risco de prisão é reconfortante.

  6. Com Gleisi na Presidência o

    Com Gleisi na Presidência o PT é outro partido. Lembra a agremiação destemida e valente que era. A nota abaixo é sintoma claro dessa tendência a sair da burocracia e voltar a fazer política com P maiúsculo.

    http://www.pt.org.br/pt-faz-representacao-criminal-contra-a-globo-no-caso-fifa/

    “O Partido dos Trabalhadores decidiu apresentar à Procuradora-Geral da República, Raquel Dodge, Representação Criminal para que seja apurada oficialmente a notícia de que a Rede Globo praticou crimes em série, valendo-se de empresas e bancos em paraísos fiscais, para obter vantagens ilícitas na compra de direitos de transmissão de torneios internacionais de futebol.

    A representação tem base nos depoimentos do empresário argentino Alejandro Burzaco à corte de Nova Iorque. O delator coloca a Rede Globo no centro do escândalo da FIFA mencionando pagamento de propinas de US$ 15 milhões a dirigentes da Confederação Brasileira de Futebol, da Conmebol e da Fifa.

    O delator citou nomes, valores, locais de encontro, contratos, configurando sem dúvida os chamados “indícios robustos” de prática criminosa, expressão que os comentaristas da Globo gostam de utilizar, de forma leviana, para se referir às acusações por delações contra o PT e contra Lula.

    É inexplicável para o Brasil que o escândalo da FIFA seja investigado judicialmente nos Estados Unidos, na Suíça, na França e em outros países, há três anos, e tudo o que temos aqui seja uma suposta “investigação interna” em que a Globo tenha apurado em silêncio e absolvido a si mesma.

    O monopólio da Globo na transmissão de torneios nacionais e internacionais, supostamente obtido por meios ilícitos, faz um tremendo mal ao futebol brasileiro, uma paixão nacional que mobiliza milhões de torcedores e impulsiona grandes negócios, especialmente nos setores de publicidade e comunicações.

    Atuando como dona da bola, a Globo impõe seus interesses comerciais, estipulando datas e horários de jogos, prejudiciais aos atletas, aos clubes e ao público; determinando quais partidas e de quais clubes serão transmitidas e quais serão ignoradas; interferindo diretamente nas decisões das federações estaduais e da Confederação Brasileira de Futebol.

    O Ministério Público, que apresentou seis denúncias contra Lula com base exclusivamente em notícias de jornal jamais confirmadas ou provadas, que se mobiliza para investigar a morte do cachorro da ex-presidenta Dilma, não pode ficar inerte diante de fatos que realmente escandalizam a sociedade.

    Temos certeza de que a abertura dessa necessária investigação terá efeito pedagógico para a Rede Globo e a mídia que a segue. Em primeiro lugar, porque será respeitado o princípio da presunção da inocência, que a Globo sistematicamente atropela ao acusar, julgar e condenar Lula e o PT.

    Também será adotado certamente o equilíbrio editorial. Os argumentos da defesa e as eventuais provas de inocência da Globo não serão censurados no “Jornal Nacional”, diferentemente do que ocorre em relação ao PT, Lula e Dilma, que tiveram até a prisão pedida em editoriais e artigos de sua rede.

    A Globo aprenderá também que, no devido processo legal, quem acusa tem de provar e ninguém pode ser condenado com base apenas em delações premiadas.

    E talvez aprenda, finalmente, que deve prestar contas de seus negócios à Justiça e de suas decisões editoriais ao público, pois, mesmo sendo uma empresa privada, opera, comercializa e lucra muito por meio de uma concessão que pertence ao país e não à família Marinho.

    O PT considera que a investigação oficial do escândalo FIFA no Brasil é essencial para combater o crime e a impunidade, além de ser um gesto fundamental para devolver o futebol ao povo brasileiro.

    Brasília, 16 de novembro de 2017

    Comissão Executiva Nacional do Partido dos Trabalhadores

     

  7. Se esse tal documento existe,
    Se esse tal documento existe, o valor legal dele é zero. O valor que ele pode ter é apenas mafioso, uma adesão à omertá.
    Ou seja, quem o assinou aceitou trsnsformar-se em “um que a gente mata, quando delatar”.

  8. Globo e MPF…

    um manto de proteção incomoda muita gente…………………………….

    e ter o domínio sobre o sistema de comunicação e informação de um país não incomoda tanto assim.O que incomoda mesmo e interfere nas operações internacionais de combate à corrupção, é a proteção interna

    proteger internamente é permitir que dominem também os meios de obtenção da informação, antecipando, ou adiantando ou selecionando

    acredito que o inferno da Globo virá do silêncio

  9. Por que os EUA resolveram investigar a FIFA? Duas considerações.

    Os EUA querem o monopólio das transmissões esportivas no mundo todo, o Futebol gera trilhões de dólares em movimentação financeira.

    Quando os EUA percebeu que FIFA e COI estavam sendo dominados por países outros que não no Ocidente – Europa e EUA/Canadá – vide olimpíadas no Brasil, depois no Japão, Copa do Mundo na África do Sul, depois no Brasil, agora na Rússia, depois no Catar e com chances de chegar em 2026 na China eles partiram para o contra-ataque.

    Um contra-ataque contra os BRICS também.

    É ideológica a coisa, Futebol também é ideologia, é grandes negócios com marcas mundiais e mostra o país que sedia uma Copa do Mundo para bilhões de telespectadores.

    Não fujamos desse caminho, também.

    Os países das olimpíadas de inverno escolhidos, também, estavam todos na Ásia, Oriente. Outra visão de mundo.

    Os EUA querem controlar o Futebol via FIFA e favorecer os seus conglomerados esportivos: FOX, Turner e ESPN, eu não duvido disto, para penetrar a sua visão de mundo e a supremacia Imperialista norte-americana mundo afora.

    É Geopolítica na veia, é colocar o Futebol top a ser jogado nos países aliados norte-americanos.

    É casar espaços geográficos neoliberais e pró-EUA com as forças maiores do Futebol e dos campeonatos nacionais. É controlar a distribuição geográfica e os direitos de transmissão dos eventos esportivos que chegam a ter 2 bilhões de telespectadores em uma única partida.

    Imaginemos uma transmissão com supercâmeras? A propaganda que não é a transmissão revolucionária.

    A China estava sendo uma ameaça, imagina os maiores craques do Futebol indo jogar lá e sendo garotos propaganda de uma Copa do Mundo de 2026 na China?

    A Globo é brasileira.

    FOX, Turner, ESPN são americanas, elas é que interessam para o Tio SAM.

     

    b) Este processo de “propinas”, se confirmado, para a obtenção dos direitos de transmissão de jogos dos campeonatos estaduais, regionais, nacionais e sul-americanos e da Seleção brasileira de Futebol pela Globo merece toda atenção, investigação e punição. Parece ser uma situação que vem de longe. “Propinas” para garantir a Transmissão na TV aberta, na TV fechada e no Pay Per View.

    Se observarmos a ESPN americana, está no mercado Brasileiro desde 1989. No começo ela transmitia os campeonatos estaduais, paulista e carioca, os de maior audiência e mais importantes. 

    Algum tempo depois a Globo monopolizou estes eventos e não houve mais possibilidade da ESPN dividir as transmissões para a TV paga. Na TV aberta a RECORD transmitia até os anos 80. A Band retransmitia após a chegada do monopólio da Globo nas transmissões, mas os direitos de transmissão eram exclusivos da TV dos marinhos.

    Mais ou menos coincide a entrada do Ricardo Teixeira na CBF e o monopólio das transmissões do Futebol (clube e seleção e dos campeonatos rentáveis) na Rede Globo e a tímida abertura, pós saída de Teixeira e o FIFAGATE, vide o caso da Copa do Brasil, hoje, também, na FOX.

    Pensemos agora.

    A ESPN, um canal norte-americano ligado à Disney, não consegue furar este monopólio. Só por algum tempo transmitiu a Copa do Brasil nesta década e já perdeu os direitos novamente. Transmite campeonatos da Europa. UEFA. Não transmite campeonatos da Conmebol.

    A FOX, outro canal norte-americano, chega ao Brasil e consegue adentrar nesse mundo das transmissões esportivas sul-americanas com a Libertadores, não nas transmissões de campeonatos nacionais, só em 2016 ela se firma com a Copa do Brasil, aqui lembrando que há de ser ponderado que a FOX havia conseguido com a CONMEBOL os direitos preferenciais de transmissão da Libertadores e Sul-americana. FOX Sports que é um canal que atua com força na Argentina e na América do Sul e que foi colocada como uma das beneficiárias do suposto “esquema de propinas” para aquisição de direitos de transmissão dos campeonatos da CONMEBOL.

    Interessante observar que FOX e GLOBO fizeram acertos de transmissão do Futebol, após a FOX comprar os direitos preferenciais de transmissão da Libertadores e Sul-americana. A FOX passou a transmitir algumas partidas da Copa do Brasil e a realizar VTs do Brasileirão.

    Um acordo para o SporTV transmitir mais jogos da Libertadores. Globo, que na época do contrato FOX – CONMEBOLnão queria deixar a FOX adentrar na grade de programação da TV paga: NET, SKY – principais operadoras do país. A partir de 2016 os direitos de transmissão da Copa do Brasil chegaram à FOX. 

    A Turner, outro canal norte-americano, entrou com o EI (Esporte Interativo) na TV fechada e comprou o direito de transmissão da Copa dos Campeões – UEFA. Não transmite os campeonatos mais rentáveis estaduais, regionais, nacionais e sul-americanos, transmite as séries C e D, o novo campeonato brasileiro de aspirantes, a Copa do Nordeste, a Copa Verde e alguns estaduais, possibilidades surgidas do desinteresse da Globo em transmiti-los e do enfraquecimento, penso eu, da relação Globo e CBF desde o FIFAGATE.

    Turner que compra a briga para transmitir na TV fechada o Brasileiro de 2019, tendo fechado contrato direto com clubes brasileiros de ponta como o Palmeiras, Atlético-PR, Coritiba, Internacional, Santos, Santa Cruz, Figueirense, Ponte Preta, Bahia, Ceará, dentre outros. Esta negociação está se tornando possível pós-escândalo e investigações do caso FIFAGATE, não existiria se a CBF ainda fosse monopólio da aliança Ricardo Teixeira e Globo, me parece ser coincidência importante. Do enfraquecimento da aliança cresce as chances da quebra do monopólio da Globo sobre o Campeonato Brasileiro da primeira divisão.

    Estas ponderações são importantes porque os concorrentes da Globo e seu canal fechado SPORTV não conseguem até hoje uma condição favorável para negociar direitos de transmissão dos principais campeonatos de Futebol Nacional na TV aberta, TV fechada e no Pay Per View. As relações Globo e CBF impediram por bem mais de 2 décadas, mesmo que se ofereçam valores muito maiores para fechar contratos de transmissão.

    Agora, ESPN, FOX e EI são canais norte-americanos, e vocês acreditam que porque a Globo surgiu a partir de um aporte financeiro e tecnológico do Grupo de comunicação norte-americano Time-Life em 1965 na Ditadura Militar que os Estados Unidos vão amaciar para a Globo em detrimento de suas empresas esportivas de comunicação? Eles querem é o dinheiro das transmissões beneficiando suas empresas, penso eu.

    Por isto o FIFAGATE é uma pedra no sapato da Rede Globo.

    Envolve empresas norte-americanas e há o detalhe do desgaste de imagem da emissora dos marinhos em território brasileiro e quiçá mundo afora, pela forma tão descarada com que se abraçou ao Golpe de 2016, se associando a uma quadrilha de políticos que tomou de assalto o Poder central no Brasil e esquecendo-se de fazer Jornalismo e fugindo da raia em relação ao caso FIFAGATE, não dando a cobertura merecida às investigações e, desrespeitando regras de concorrência para conseguir direitos de transmissão via relações obscuras e “propinas” a serem pagas a dirigentes da CBF e outras entidades de comando do Futebol.

    Americanos vão amenizar com a Globo? Ou vão aproveitar para empoderar suas empresas esportivas e fazer propaganda do Império em solo brasileiro? Eu fico com a segunda hipótese.

    • É Tambelli, voce tocou num

      É Tambelli, voce tocou num ponto interessante, além do comercial, a geopolítica. A próxima copa vai ser na Rússia. E veja bem, uma das principais acusações que surgiram primeiro foi de que a escolha da Rússia como sede em 2018 foi na base de “bribe”. Houve uma tentativa de anular a escolha. Para completar a China começou a investir pesado no esporte mais popular, disparado, do planeta.

      Tio Sam não costuma dar bobeira nessas coisas. Portanto, a Globo “se auto-investigou-se a si mesma” (porque é a justiça brasileira) e concluiu que é inocente. Só que nas instâncias superiores, ou seja, a justiça americana, buraco é mais em cima.

      • Juliano!

        E quem queria investigar a escolha da Rússia era o Congresso Americano, certo?

        O Futebol consegue juntar numa transmissão 1/3 da população mundial. Ele sempre será pensado como um instrumento de dominação Ideológica e terá interesses geopolíticos atrelados a ele. 

        Uma Copa do Mundo é o maior evento da Terra. Os norte-americanos podem não dominar em seu território o Futebol por não ser um esporte da preferência americana, como é o Basquete, o Futebol Americano, o Beisebol, o Hóquei e suas grandes ligas, porém, dominar as praças onde o maior evento da Terra, o mais assistido e gerador de divisas econômicas trilhonárias acontecem e ter o monopólio das transmissões eles querem, como querem domínio dos Jogos Olímpicos. 

        Como eu disse casar as ligas de ponta e as competições de ponta do Futebol com os espaços geográficos neoliberais e pró-EUA e fazer propaganda ideológica pró-Imperialismo. 

        Como eu disse pros meus amigos no ZAP, os americanos não perdem tempo com o que não interessa, e o Futebol interessa muito, por isto o FIFAGATE.

        Abraços,

        Continuemos as reflexões sobre o FIFAGATE.

        Alexandre!

         

        • Faltam poucas entidades para

          Faltam poucas entidades para os EUA dominar: FIFA e Vaticano.

          No mais, nada me convence que aquele 7×1 que tomamos da Alemanha em 2014 em BH foi orquestrado como uma campanha de destruição da auto-estima do brasileiro.

        • Sim, Alexandre. Umas das

          Sim, Alexandre. Umas das ações de política externa Russa é participar e sediar com sucesso grandes eventos esportivos internacionais. 

          Os EUA estão tentando destruir a rússia desde 2014 com os jogos olimpicos de inverno em Sochi, a corrupção, os jogos mais caros da história, os direitos humanos, etc.  

          Esqueceu do escândalo de “dopping” na russia que quase tirou a delegação russa inteira da Rio 2016 e tirou a delegação toda dos jogos paralímpicos ? Escandalo baseado em delações. Provas, não foram encontradas.

          Infelizmente o Brasil ainda não aprendeu que esses eventos são importantes geopoliticamente como propaganda do país e nos deixamos ser atacados de forma absurda na véspera dos jogos olimpicos, algo que infelizmente manchou a nossa imagem. Quase que os jogos não foram realizados aqui, mas no final deu tudo certo. 

          Acredito que as duas coisas estão interligadas: A geopolítica e o dinheiro do mercado mundial do futebol (Futebol = Maior esquema de lavagem de dinheiro do mundo) mas falamos sobre isso depois.

          Só uma observação: O maior evento esportivo da terra são os jogos olimpicos tanto em valor de investimento para sua realização, quanto em complexidade de organização, número de participantes, impacto político da “vitória” no quadro de medalhas, número de telespectadores, influencia geopolítica do país sede com a abertura, etc. etc. 

           

  10. futebol é comunicação em massa…

    por isso ninguém deve controlar sozinho a produção e a entrega de informações…………………………

    foi por aí, lá nos estados unidos, que começaram a controlar os resultados

    o 7 a 1 foi mais ou menos isso

  11. Rapaz chego a ficar com pena

    Rapaz chego a ficar com pena dos coxinhas (kkk), todos os seus icones e idolos estão indo por água abaixo, desde o Aécio, passando pelos escândalos dos golpistas, temer, geddel e agora até o simbolo maximo da coxinhice, a camisa da selecao brasielira da CBF e a Rede Globo caíram no rio da corrupção brasileira

    Agora a Rede Globo vai usar mais do que nunca a sua própria armadilha anti realidade: não somos corruptos , corruptos são os outros

    Fala sério, se a Globo for condenada a alguma coisa nesse pais algum dia, eu volto a acreditar na justiça, pago pra ver

  12. Justiça Fascista

    Corrupção de João Havelange e Ricardo Teixeira apontadas em CPIs e processos inernacionais. José Maria Marin preso nos EUA. Marco Polo Del Nero está na lista de procurados pela Interpol… 

    Não faltam fatos criminosos, mas o que o Ministério Público fez ? NADA, absolutamente. nada durante anos…

    Por que o sistema judiciário iria processsar a Globo pra valer ? Justamente agora que são aliados num golpe ?

    • Porque EUA pagam bolsas e palestras para juízes e procuradores

      Nossos “bravos” juízes e procuradores estudaram nos EUA, vivem ganhando prêmios (inclusive em dinheiro) e dando palestras lá (acredito que bem remuneradas em dólar), o que é bem mais sedutor do que os simbólicos prêmios Innovare e “Faz a diferença”. E o que é melhor para eles? Continuar nesse “intercâmbio” do bem bom, ou serem tratados como coadjuvantes de criminosos obstruindo a justiça estadunidense, correndo o risco de serem recebidos com algemas na alfândega de lá?

      Se “as ordens” de odebretchizar a Globo vem de Washington, não há no Brasil poder que segure.

  13. Imperialistas

    “…um poder imune às interferências políticas: a Justiça norte-americana.”

    A Russia, a Índia, a China ,  os paises dos terceiro mundo se enquadram neste perfil republicano de uma nação imperialista?

     

  14. Cadê os links ao vivo?

    Nassif, assito o Redação Sportv todos os dias e na terça-feira apresentaram um link ao vivo da Corte do Brooklin com a repórter Joana de Assis para falar sobre o depoimento de José Maria Marin. Só que de lá para cá, a Globo teve seu nome envolvido, eles fizeram aquela “reportagem” sobre o depoimento do argentino, o Rizek leu a nota da Globo e… nunca mais! Onde estão os links ao vivo direto de Nova Iorque? Onde está a cobertura transparente prometida? Onde estão os links ao vivo?

  15. Nassif, por que não uma

    Nassif, por que não uma matéria sobre o Instituto Millenium, intelectual orgânico do neoliberalismo brasileiro?

    Lá estão todos os seus membros, Globo, Folha, Abril, Gerdau, etc. Qual o propósito da associação dessas empresas em defender o neoliberalismo, sendo que elas não o praticam?

    Curiosa essa contradição.

  16. Jornalismo

    Eu e meus botões matutando:

    “Todos os executivos receberam uma boa bolada com duas condições: não trabalhar para nenhum concorrente da Globo; e assumir a culpa, caso as investigações sobre a corrupção na CBF chegassem até a Globo.”

    “Três assinaram. Marcelo se recusou.”

  17. O que deve acontecer no

    O que deve acontecer no Propinoduto da Globo.Não se iludam muito,por ora,nada.Nassif tem jogado as fichas além da conta na Procuradora Geral Raquel Dodge.Engana-se.Dodge não é leão,no caso leoa.Ela agirá se:1)A Justiça norte americana apertar o laço,e expor o que por aqui convecionou-se chamar no tal “batom na cueca”.Varios deles.Vermelho,vermelho sangue,vermelho cheguei,marrom,marrom claro ou escuro,bege escuro ou fosco,de cores variadas.2)O asfalto roncar,na mesma linha do pensamento do Prof.Boaventura de Souza Santos,mobilização popular forte,intensa,sobre a qual já sinto um cheiro(não sei por que cargas d’agua o Blog na repercute as pesquisas do Instituto Vox Populi).3)O engajamento amplo,geral e irrestrito,tipo 24 quatros no ar,de pau puro,martelando,informando,ilustrando,o cacete em cima do tema.Aí,creio eu,ela vai passar no Jassa para arrumar a cabeleira e dar alguma declaração.A conferir.

  18. O sistema no Brasil deu

    O sistema no Brasil deu tiuti. Primeiro, 2o, 3o., 4o. e 5o. poder,  tudo indo pro brejo (segundo Romulus, Raquel Dodge mandou recado para a PF dizendo que não ia ser criado o 5o. poder. Ãhn?!). Prestes a sair do ar em poucos instantes…

  19. O futebol americano, depois das descobertas de lesões cerebrais

    vai ser cada vez menos procurado por pais e isto também deve contribuir (aliado com a ascensão do futebol no país) para a busca de controle na FIFA sim. Os americanos costumam fazer coisas baseadas no futuro. Num breve futuro a procura pelo futebol americano pode cair drasticamente e como o país gosta de cuidar das ligas, não vai deixar que amadores corruptos quiemem o negócio 

  20. Tudo na Globo é irregular,
    Tudo na Globo é irregular, para começar é um monopólio em várias áreas como o esporte por exemplo. Isso já é mais que suficiente para questionar sua concessão.

  21. Os crimes da

    Os crimes da Globo:

    Corrupção, Sonegação Fiscal, Furto e Obstrução da Justiça (Processo Fiscal junto à Receita Federal), Evasão de Divisas, Lavagem de dinheiro, Paraísos Fiscais, Desrespeito às Regras de Rádio Difusão.

    Tudo a determinar a cassação da concessão.

  22. Na hora de encarar uma cana braba ……

    os executivos podem até ter assinado um acordo para assumirem a culpa , mas quando chega a hora de encarar uma cana braba pela frente , neguinho entrega até a mãe. Ainda mais quem tá acostumado na vida boa ……

  23. quando você disse

    quando você disse “poder imune às interferências políticas: a Justiça norte-americana.”

     

    você quis dizer imune às interferências políticas “Brasileira” né???? 

     

    Porque a Justice americanta tem MUITA intervenção política, ela é puro lobby!!!! Tenho medo de quando os mais velhos pensam que nos EUA a coisa funciona, os coxinhas adoram bater palma para super man e batman factóide. Uma vez vi uns velhos numa mesa de bar falando que a Dilma ia se fuder porque ia ser processada nos eua E LÁ the JUSTICE FUNCIONA!!! 

     

    só rindo pra não chorar!

  24. Nassif,
    Vendo a delação

    Nassif,

    Vendo a delação do Alejandro Burzaco, num primeiro momento fiquei otimista. Mas, não sei se pela imensa capacidade predatória da gLobo, fiquei com uma sensação de temor. Ao longo de décadas esta família promoveu a condição subalterna do Brasil com relação aos EUA, produzindo vantagens gigantescas pra eles e, claro, pra ela. 

    Há alguns anos, as vantagens desta relação promíscua vinham se desvanecendo. Mas, com a descoberta do Pré-sal, abriu-se um oceano de possibilidades e ela logo deixou clara sua disponibilidade para renovação de laços com os irmãos – irmãos? – do Norte, passando a detratar, despudoradamente, o universo de oportunidades que aquela descoberta proporcionava. Foi abrindo as frentes de batalhas e, aproveitando a fenda aberta nas Jornadas de Junho, ajudou no processo imoral que resultou no golpe jurídico-parlamentar. Imediatamente após, e num ritmo alucinante, todos os anseios do Tio Sam foram sendo atendidos. O regime de Partilha, o Banco do BRICS – vide a demissão do Paulo Nogueira Batista JR – o conteúdo local, Alcântara, etc.

    A investigação deste escândalo de corrupção já vendo se desenrolando há algum tempo, com a prisão de J Hawilla, do Marins, do mandado de prisão de Ricardo Teixeira, e é inconcebível que, independente da delação atual, já não se tivesse nada que ligasse a gLobo, detentora há décadas da exclusividade de transmissão de jogos. Acordos de cooperação foram executados como faca na manteiga entre autoridades norte-americanas e brasileiras, no que diz respeito às construtoras brasileiras e a PETROBRAS. Informações fluíram com a velocidade da luz. E, no entanto, há um silêncio ensurdecedor das autoridades brasileiras, principalmente o MP, com relação aos desvios deste monstro chamado gLobo. Nenhuma instigação foi aberta – ou se aberta, vedada com setecentas chaves – num tempo em que templários do MP investigam até a morte do cachorro da Dilma.

    Espero que seja apenas uma preocupação de um gato escaldado, morrendo de medo de água fria, mas como este monstro chamado gLobo está, literalmente, com a cabeça na guilhotina, e quem tem a o controle da trava é o Tio Sam, Deus sabe o que eles podem exigir para não soltar as amarras. E quanto as nossas autoridades midiáticas, independente das premiações carnavalescas que recebem nos salões globais, não fazem, em verdade, a menor diferença. Né não?

  25. O império Romano caiu

    Nada é eterno, assim como caiu o império romano, a globo cairá. Se os executivos demitidos puderem comprovar o tal acordo para que assumissem a culpabilidade dos ilícitos, tal fato seria a prova cabal da teia de corrupção global dos marinhos.  Vamos lá PGR,  aguardamos o voluntarioso serviço do MPF. 

  26. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome